, Imprensa e Violência Guilherme Canela Sociedade e Violência Vit ó ria, 1 de Novembro de 2005
Imprensa e Violência <ul><li>Violência e Entretenimento </li></ul><ul><li>Violência e Jornalismo </li></ul>
Imprensa e Violência <ul><li>Agendamento e </li></ul><ul><li>Controle Social </li></ul>
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>ANDI e análise de mídia  </li></ul><ul><li>sobre Violência </li></ul><ul><li...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>Balas Perdidas </li></ul><ul><li>Investigar cobertura da  imprensa escrita  ...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>  A Análise </li></ul><ul><li>A nalisados : </li></ul><ul><li>Rotina dos pri...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>  A Análise </li></ul><ul><li>M apeamento dos tipos de violência descritas e...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>Contexto –  a radiografia dos crimes, os tipos de violência, o tratamento da...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>12 meses compreendidos entre o segundo semestre de 2000 e o primeiro semestr...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas Maioria esmagadora das reportagens analisadas – 80 % – é construída a partir dos Bol...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>Cobertura restrita à descrição do ato violento (96%)  </li></ul><ul><li>Apen...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas Crianças: 27,5%  das vítimas mencionadas pelos jornais
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>Essas crianças foram vítimas de 34,8% dos homicídios noticiados e de 29,6% d...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>Os crimes mais noticiados </li></ul><ul><li>30% = homicídios  </li></ul><ul>...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>Judiciário é mencionado em 9,8% das matérias   </li></ul><ul><li>M inistério...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>A raiz do problema </li></ul><ul><li>0,5%  das matérias apontam alguma causa...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>Falta de segurança em espaços de lazer públicos = 6%   </li></ul><ul><li>Com...
Imprensa e Violência   Balas Perdidas <ul><li>Sem perspectivas </li></ul><ul><li>5,2% das reportagens apresentam possíveis...
Imprensa e Violência <ul><li>  Relatório Cesec </li></ul><ul><li>Centros de Estudos de Segurança  </li></ul><ul><li>e Cida...
Imprensa e Violência Relatório Cesec Relatório Cesec <ul><li>Analisados: </li></ul><ul><li>2514 textos jornalísticos, veic...
Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><ul><li>  Cesec </li></ul></ul><ul><ul><li>O Estado de Minas </li></ul></ul><ul><...
<ul><li>Objetivo da pesquisa: </li></ul><ul><li>Perceber tendências da cobertura através da análise quantitativa da produç...
Imprensa e Violência Relatório Cesec Resultado  Quantitativo
Imprensa e Violência Relatório Cesec
Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><li>A Análise </li></ul><ul><li>Entre os 2514 analisados, 1018 tiveram  </li></ul...
Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><li>Violência e Droga: </li></ul><ul><li>Ao contrário do discusso veiculado via d...
Imprensa e Violência Relatório Cesec Política de Segurança
Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><li>Apenas 61 textos, entre os 2514 analisados –  </li></ul><ul><li>2,4% - com fo...
Imprensa e Violência Relatório Cesec Conclusões <ul><li>Há um enorme esforço a ser desenvolvido na educação dos jornalista...
Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><li>Tema da redução da maioridade penal raras vezes é diretamente focalizado. </l...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Os meios de comunicação e a violência sexual contra crianças e adolescentes
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li>  Amostra e Metodologia </li></ul><ul><li>Foram avaliados 718 textos pu...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li>Foram considerados três eixos de análise: </li></ul><ul><ul><li>Context...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><ul><li>Alguns Aspectos Observados </li></ul></ul><ul><li>Ato violento:   c...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><ul><li>Causas e soluções: em que medida se aborda as origens do problema, ...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><ul><li>Alguns Aspectos Observados </li></ul></ul><ul><ul><li>Atores:   a p...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li>  Configuração da Cobertura </li></ul><ul><ul><li>Há uma predominância ...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li>  Faixa Etária e Sexo </li></ul><ul><li>50,9% das matérias não revelam ...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li>Condições de Vida </li></ul><ul><li>Em 70,7% dos textos analisados não ...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li>Nos 50,2% restantes não foi possível identificar as condições de vida d...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Fontes Mais Ouvidas Legislativo Municipal Ministério Público 6,69% Judiciário 4...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Jornais que se destacaram na abordagem dos temas Abuso e Exploração Sexual POSI...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Causas para o abuso e a exploração sexual Pobreza 16,79% Ineficiência das autor...
Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Conseqüências do abuso e da exploração sexual Gravidez 24,10% Problemas físicos...
Imprensa e Violência OBRIGADO! www.andi.org.br
Imprensa e Violência <ul><li>Relatório Cesec </li></ul><ul><li>http://www.ucamcesec.com.br/pb_txt_dwn.php#midiaviolencia <...
Imprensa e Violência <ul><li>Postado por Ezequiel Vieira – Estudante de comunicação pela Ufes. </li></ul><ul><li>Blog –  w...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Imprensa e Violência

2,944
-1

Published on

Apresentação de Guilherme Canelas, representante da Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi), no Projeto Pacto pela Paz realizado pela Assembléia Legislatica do ES no ano de 2005

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,944
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
65
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Imprensa e Violência

  1. 1. , Imprensa e Violência Guilherme Canela Sociedade e Violência Vit ó ria, 1 de Novembro de 2005
  2. 2. Imprensa e Violência <ul><li>Violência e Entretenimento </li></ul><ul><li>Violência e Jornalismo </li></ul>
  3. 3. Imprensa e Violência <ul><li>Agendamento e </li></ul><ul><li>Controle Social </li></ul>
  4. 4. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>ANDI e análise de mídia </li></ul><ul><li>sobre Violência </li></ul><ul><li>Publicações </li></ul><ul><li>Balas Perdidas </li></ul><ul><li>Relatório Cesec </li></ul><ul><li>Grito dos Inocentes </li></ul>
  5. 5. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>Balas Perdidas </li></ul><ul><li>Investigar cobertura da imprensa escrita sobre o tema Violência, nos diversos níveis, com crianças e adolescentes como vítimas ou agentes. </li></ul><ul><li>L ançado em novembro de 2001 </li></ul>
  6. 6. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li> A Análise </li></ul><ul><li>A nalisados : </li></ul><ul><li>Rotina dos principais veículos de comunicação do país </li></ul><ul><li>A produção das revistas e suplementos de jornais dedicados ao público jovem. </li></ul>
  7. 7. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li> A Análise </li></ul><ul><li>M apeamento dos tipos de violência descritas e apresentadas pelos veículos de comunicação. </li></ul>
  8. 8. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>Contexto – a radiografia dos crimes, os tipos de violência, o tratamento dado a agressores e vítimas </li></ul><ul><li>Políticas Públicas – a “lacuna” </li></ul><ul><li>Violência como fenômeno social – o objetivo da cobertura com mais qualidade </li></ul>Eixos da Análise
  9. 9. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>12 meses compreendidos entre o segundo semestre de 2000 e o primeiro semestre de 2001 </li></ul><ul><li>46 jornais de 24 estados brasileiros pesquisados pela ANDI produziram um volume de 14.905 </li></ul><ul><li>mil inserções pautadas pela temática Violência . </li></ul>
  10. 10. Imprensa e Violência Balas Perdidas Maioria esmagadora das reportagens analisadas – 80 % – é construída a partir dos Boletins de Ocorrência das delegacias, os famosos BOs
  11. 11. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>Cobertura restrita à descrição do ato violento (96%) </li></ul><ul><li>Apenas 3,1% são estritamente opinativas </li></ul><ul><li>Descontextualização da violência enquanto fenômeno social = menos políticas públicas e mais polícia </li></ul><ul><li>Resultado = cobertura errante </li></ul>
  12. 12. Imprensa e Violência Balas Perdidas Crianças: 27,5% das vítimas mencionadas pelos jornais
  13. 13. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>Essas crianças foram vítimas de 34,8% dos homicídios noticiados e de 29,6% dos espancamentos </li></ul><ul><li>Mais: entre as crianças de 0 e 6 anos, 44,7%, foram vítimas de violências praticadas por familiares </li></ul><ul><li>53,3% de seus agressores eram “conhecidos íntimos”. </li></ul><ul><li>Entre as crianças de 7 a 11 anos, 45% dos agressores eram conhecidos íntimos ou “de vista”. </li></ul>
  14. 14. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>Os crimes mais noticiados </li></ul><ul><li>30% = homicídios </li></ul><ul><li>10,1% = roubos </li></ul><ul><li>7,1% = violência no trânsito </li></ul><ul><li>5,5% = seqüestros </li></ul><ul><li>3,2% = estupros </li></ul><ul><li>1,9% = furtos </li></ul><ul><li>Ou seja, entre os crimes mais noticiados estão os praticados contra a vida </li></ul>
  15. 15. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>Judiciário é mencionado em 9,8% das matérias </li></ul><ul><li>M inistério Público é mencionado em 5% </li></ul><ul><li>Defensoria, 2,4% </li></ul><ul><li>Responsabilização ou cobrança: menos de 1% em cada um </li></ul>Autoridades
  16. 16. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>A raiz do problema </li></ul><ul><li>0,5% das matérias apontam alguma causa para a violência ou o ato violento descrito. As mais citadas são: </li></ul><ul><li>Falta de educação no trânsito = 10,3% </li></ul><ul><li>Desestruturação familiar = 8,6% </li></ul><ul><li>Ineficiência policial = 8,6% </li></ul><ul><li>Falta de segurança na escola = 6,9% </li></ul>
  17. 17. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>Falta de segurança em espaços de lazer públicos = 6% </li></ul><ul><li>Comportamento violento da criança/adolescente = 6% </li></ul><ul><li>Pobreza = 3,4% </li></ul><ul><li>Ausência de plano nacional de segurança = 3,4% </li></ul><ul><li>Falta de espaços de lazer = 2,6% </li></ul> Balas Perdidas
  18. 18. Imprensa e Violência Balas Perdidas <ul><li>Sem perspectivas </li></ul><ul><li>5,2% das reportagens apresentam possíveis soluções </li></ul><ul><li>4,8% enfocam o papel do Poder Público </li></ul><ul><li>2,5% mencionam a legislação </li></ul><ul><li>0,8% citam o Estatuto da Criança ao menos 1 vez </li></ul>
  19. 19. Imprensa e Violência <ul><li> Relatório Cesec </li></ul><ul><li>Centros de Estudos de Segurança </li></ul><ul><li>e Cidadania </li></ul><ul><li>www.ucamcesec.com.br </li></ul><ul><li>Coordenadoras </li></ul><ul><li>Silvia Ramos e Anabela Paiva </li></ul>
  20. 20. Imprensa e Violência Relatório Cesec Relatório Cesec <ul><li>Analisados: </li></ul><ul><li>2514 textos jornalísticos, veiculados pelos jornais: </li></ul><ul><ul><li>Folha de São Paulo </li></ul></ul><ul><ul><li>O Estado de São Paulo </li></ul></ul><ul><ul><li>Agora SP </li></ul></ul><ul><ul><li>O Globo </li></ul></ul><ul><ul><li>Jornal do Brasil </li></ul></ul><ul><ul><li>O Dia </li></ul></ul>
  21. 21. Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><ul><li> Cesec </li></ul></ul><ul><ul><li>O Estado de Minas </li></ul></ul><ul><ul><li>Diário da Tarde </li></ul></ul><ul><ul><li>Hoje em Dia </li></ul></ul><ul><li>Tempo : ao longo de 35 dias e distribuídos por 5 meses do ano de 2004 (maio a setembro). </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Objetivo da pesquisa: </li></ul><ul><li>Perceber tendências da cobertura através da análise quantitativa da produção jornalística sobre violência e segurança pública. </li></ul>Imprensa e Violência Relatório Cesec
  23. 23. Imprensa e Violência Relatório Cesec Resultado Quantitativo
  24. 24. Imprensa e Violência Relatório Cesec
  25. 25. Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><li>A Análise </li></ul><ul><li>Entre os 2514 analisados, 1018 tiveram </li></ul><ul><li>como foco central as chamadas forças de </li></ul><ul><li>segurança (Polícia Militar, Polícia Civil, </li></ul><ul><li>Polícia Federal, Polícia Técnica, Forças </li></ul><ul><li>Armadas e guardas municipais) - 40,5% </li></ul>
  26. 26. Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><li>Violência e Droga: </li></ul><ul><li>Ao contrário do discusso veiculado via de regra </li></ul><ul><li>pela polícia e pela mídia </li></ul><ul><li>Relação entre crime e drogas: </li></ul><ul><li>- Em apenas 2,2% dos textos as vítimas são </li></ul><ul><li>associadas ao uso de drogas </li></ul><ul><li>- Os agressores em 2,8% das matérias. </li></ul>
  27. 27. Imprensa e Violência Relatório Cesec Política de Segurança
  28. 28. Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><li>Apenas 61 textos, entre os 2514 analisados – </li></ul><ul><li>2,4% - com foco central em ações da sociedade </li></ul><ul><li>civil organizada, temas dos direitos humanos </li></ul><ul><li>e iniciativas dos movimentos sociais </li></ul>Sociedade Civil A maioria dos texto foi pautadas por eventos
  29. 29. Imprensa e Violência Relatório Cesec Conclusões <ul><li>Há um enorme esforço a ser desenvolvido na educação dos jornalistas para a cobertura ideal dos temas de Violência envolvendo jovens e adolescentes como vítimas ou agentes. </li></ul><ul><li>A quantidade de reportagens “descritivas” oferecida cotidianamente ao leitor indica que ele está sendo informado pela metade </li></ul>
  30. 30. Imprensa e Violência Relatório Cesec <ul><li>Tema da redução da maioridade penal raras vezes é diretamente focalizado. </li></ul><ul><li>A imprensa tem contribuído para reforçar a tese da redução ao utilizar como principal “fonte” os Boletins de Ocorrência das delegacias. </li></ul>Conclusões
  31. 31. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Os meios de comunicação e a violência sexual contra crianças e adolescentes
  32. 32. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li> Amostra e Metodologia </li></ul><ul><li>Foram avaliados 718 textos publicados ao </li></ul><ul><li>longo de todo o ano 2000 e o primeiro </li></ul><ul><li>semestre de 2001. </li></ul><ul><li>Essas matérias foram selecionadas a partir da metodologia do Mês Composto . </li></ul>
  33. 33. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li>Foram considerados três eixos de análise: </li></ul><ul><ul><li>Contexto; </li></ul></ul><ul><ul><li>Abuso e Exploração Sexual como </li></ul></ul><ul><ul><li>Fenômeno Social e Psicológico; </li></ul></ul><ul><ul><li>Políticas Públicas. </li></ul></ul> Amostra e Metodologia
  34. 34. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><ul><li>Alguns Aspectos Observados </li></ul></ul><ul><li>Ato violento: características da descrição dos delitos e dos envolvidos; peculiaridades do crime (local, uso de arma, uso de droga) </li></ul><ul><li>Conseqüências: relatos sobre resultados do ato violento – aborto, gravidez, morte – e também do atendimento (ou não) médico, psicológico e jurídico. </li></ul>
  35. 35. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><ul><li>Causas e soluções: em que medida se aborda as origens do problema, assim como os caminhos para sua solução. </li></ul></ul><ul><ul><li>Políticas públicas: de que forma a imprensa tem abordado ou ignorado propostas e ações governamentais para solucionar o problema. </li></ul></ul><ul><ul><li>Alguns Aspectos Observados </li></ul></ul>
  36. 36. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><ul><li>Alguns Aspectos Observados </li></ul></ul><ul><ul><li>Atores: a pluralidade ou singularidade de distintos setores sociais como fontes de informação; de que modo são retratados. </li></ul></ul><ul><ul><li>Dados e discussões específicas: a presença ou ausência de estatísticas, referências à legislação, referências ao Estatuto da Criança e do Adolescente </li></ul></ul><ul><ul><li>Comportamento editorial: tipo de matéria e identificação ou não de autoria dos textos </li></ul></ul><ul><ul><li>publicados. </li></ul></ul>
  37. 37. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li> Configuração da Cobertura </li></ul><ul><ul><li>Há uma predominância do ato violento(67,5%) </li></ul></ul><ul><ul><li>Mesmo assim é uma cobertura superior àquela de outros tipos de violência, na qual a cobertura do crime corresponde a 80% do material veiculado. </li></ul></ul><ul><ul><li>Políticas públicas e discussões gerais ainda aparecem com um percentual baixo - 9,9% e 5,6%, respectivamente. </li></ul></ul>
  38. 38. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li> Faixa Etária e Sexo </li></ul><ul><li>50,9% das matérias não revelam a idade dos agressores </li></ul><ul><li>A grande maioria dos suspeitos ou condenados que tiveram as idades mencionadas têm entre 31 e 50 anos. </li></ul><ul><li>As vítimas são principalmente do sexo feminino e têm entre 7 e 17 anos. </li></ul>
  39. 39. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li>Condições de Vida </li></ul><ul><li>Em 70,7% dos textos analisados não foi possível identificar as condições sociais e econômicas da vítima. </li></ul><ul><li>Já a identificação de suspeitos e criminosos se distribui da seguinte maneira: 25,5% classe média; 16,4% classe baixa; 7,3% de classe alta; 0,8% população de rua. </li></ul>
  40. 40. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes <ul><li>Nos 50,2% restantes não foi possível identificar as condições de vida do suspeito ou autor da agressão. </li></ul>Condições de Vida
  41. 41. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Fontes Mais Ouvidas Legislativo Municipal Ministério Público 6,69% Judiciário 4,87% Polícia 28,55% Executivo Federal 2,09% Executivo Estadual ou Distrital 2,23% Executivo Municipal 1,11% Legislativo Federal 0,56% Legislativo Estadual ou Distrital 0,56% 0,14% Organizações da Sociedade Civil 3,90% Conselhos Tutelares 1,11% Abrapia 1,11% Conselhos de Dir. da Criança 0,70% Conselhos Profissionais 0,70% Associações 0,14% Empresas 0,14% Especialistas 2,65% Universidades 0,70% Organismos Internacionais 0,56% Vítimas, testemunhas, agressores e familiares 6,27% Outros 4,46% Impossível identificar 30,78%
  42. 42. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Jornais que se destacaram na abordagem dos temas Abuso e Exploração Sexual POSIÇÃO JORNAL UF PONTUAÇÃO 1 o Folha do Paraná PR 48,15 2 o Tribuna do Norte RN 47,62 3 o Correio Braziliense DF 46,91 4 o A Tarde BA 46,03 5 o Jornal do Tocantins TO 45,83 6 o Correio da Bahia BA 44,44   7º Diário da Amazônia RO 44,44   8º Diário de Natal RN 44,44   9º Folha de S. Paulo SP 44,44 10 o Zero Hora RS 42,42
  43. 43. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Causas para o abuso e a exploração sexual Pobreza 16,79% Ineficiência das autoridades ligadas ao tema 7,63% Culpa da vítima 7,63% Falta de ação ou preocupação da sociedade com o tema 6,11% Banalização da sexualidade pela sociedade ou pela mídia 5,34% Ausência de políticas públicas 5,34% Problemas mentais 5,34% Desestruturação familiar 4,58% Erotização precoce 3,82% Corrupção policial 3,05% Inadequação da família aos proble-mas enfrentados pela criança 2,29% Inadequação da escola aos proble-mas enfrentados pela criança 2,29% Abuso sofrido em outras fases da vida 0,76% Falta de política de atendimento às vítimas 0,76% Uso de drogas 0,76% Fator cultural 0,76% Outras causas 26,72%
  44. 44. Imprensa e Violência O Grito dos Inocentes Conseqüências do abuso e da exploração sexual Gravidez 24,10% Problemas físicos 21,90% Problemas psicológicos 20,40% Aborto 10,20% Morte 8,80% Fuga de casa 5,80% Doenças sexualmente transmissíveis 4,40% Abandono da escola 2,20% Expulsão de casa 1,50% Suicídio 0,70%
  45. 45. Imprensa e Violência OBRIGADO! www.andi.org.br
  46. 46. Imprensa e Violência <ul><li>Relatório Cesec </li></ul><ul><li>http://www.ucamcesec.com.br/pb_txt_dwn.php#midiaviolencia </li></ul><ul><li>Balas Perdidas </li></ul><ul><li>http://www.andi.org.br/_pdfs/BalasPerdidas.pdf </li></ul>
  47. 47. Imprensa e Violência <ul><li>Postado por Ezequiel Vieira – Estudante de comunicação pela Ufes. </li></ul><ul><li>Blog – www.polimidia.wordpress.com </li></ul><ul><li>Email – [email_address] </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×