Apresentação Campus Party Recife

522 views
425 views

Published on

Apresentação feita em 2 open spaces na @Imagem_Oficial dias 23 e 24 de agosto de 2012.
Baixe a apresentação completa (comentada com os vídeos) em: http://bit.ly/P9s8rQ

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
522
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Esta apresentação tem por finalidade apresentar os insights que obtive junto ao evento Campus Party Recife. Nela veremos tanto o que foi retirado das apresentações como minhas observações pessoais junto ao evento (organização, voluntariado e troca de experiências)
  • Neste slide mostro alguns números do evento.
  • Aqui o dado mais importante na visão do Instituto Campus Party. A inclusão digital que capacitou mais de 3000 crianças e adolescentes para a cultura digital. Este trabalho gera uma grande responsabilidade junto ao instituto pois é entendido como uma peça chave para uma cultura de inclusão no mundo moderno e tecnológico. O instituto vê não como um favor e sim como uma obrigação como peça chave na sociedade incluir digitalmente estas crianças e jovens.
  • Neste slide é mostrada uma visão geral do evento através de uma imagem em 360 graus
  • Neste slide mostro a minha corrida dentro da campus party. Os eventos que dei prioridade e que são peça chave na elaboração desta apresentação.
  • Alguns insights tidos na primeira palestra do palco principal do evento. A web não é mais uma tendência ela já virou uma realidade. Se antes a web era um campo para troca de informações agora ela é um negócio. O caso Facebook-C&A exemplifica essa mudança onde a tendência é inovar no modelo de negócio. Nesta ação a C&E colocou contadores nos cabides de algumas peças de uma determinada loja para que as pessoas entrem no facebook e marquem “como curtido”, indicando mostrando assim que as peças mais curtidas seriam de maior influência para o consumidor que fosse a loja. É um caso de “o consumidor influenciando o próprio consumidor”. A credibilidade é ainda maior quando o próprio consumidor é quem se torna o vendedor da loja.
  • Aqui é mostrado o fato de que inovar não é apenas inovar em novas empresas ou startups mas também é possível inovar dentro da sua própria empresa (inovar no modelo de negócio da sua própria empresa). Foi abordado também que a tecnologia (ou seu negócio) não tem que ficar totalmente imersa na internet. Ela tem que ter elementos do mundo real, ela ocorre em ambientes com pessoas off-line. Vise estar sempre gerando valor para um modelo de negócio e não gerando produtos que não estão imersos em um modelo de negocio.
  • Aqui foi mencionado que hoje em dia não há mais a necessidade de se montar uma infraestrutura gigante como antes para se tocar o seu negócio e quem toca agora seu negócio são empresas de grande porte a um custo muito baixo. Desta forma deve-se focar apenas na inovação do seu negócio e não com a infraestrutura dele.
  • O Caso youcast é um importante exemplo de inovação. Nele os usuários de smartphones e celulares de alta capacidade fotográfica e de vídeo tornam-se um repórter (ou gerador de conteúdo) para as empresas de mídia. Neste modelo os usuários do sistema podem vender produto para as grandes empresas de geração de informação. Outro modelo de negócio interessante é o instagram onde o grau de complexidade tecnológica é baixíssimo e o modelo de negócio impulsiona todo o valor do produto no mercado. O instagram obteve grande sucesso principalmente no Japão onde os usuários adoram fotografar diariamente (um modelo escalonável gerou resposta ao produto indicando sua viabilidade).
  • Insights da palestra.
  • Mike Comberiate ou Mike Nasa um veterano da Nasa focou nas inovações e desafios de se trabalhar com robótica livre. O projeto Boot Camp foi o foco onde pessoas interessadas em robótica acampam por algum tempo tentando resolver problemas (ou até robôs incompletos levados por ele) relacionados a robótica. Ele falou com muita propriedade em relação a um projeto realizado por brasileiros que desenvolveram um scanner que funciona melhor que as fotografias pois retratam a realidade em 3 dimensões.
  • Uma das equipes da bootcamp.
  • Mike mencionou que na Nasa há um ambiente muito restrito a falhas, diferentemente de uma startup. Um erro pode causar um prejuízo de milhões de dólares. Também há um ambiente bastante restrito em relação a transmissão de mensagens o que modifica muito a forma de trabalho e gera uma experiência nova. As vezes um robô recebe uma mensagem e a equipe em terra tem que esperar o satélite dar a volta no planeta para receber a mensagem de volta de maneira correta.
  • Outro ponto interessante alertado por eles é que eles valorizam muito os especialistas diferentemente de outros ambientes nos quais o especialista é visto como uma pessoa restrita e de pouca visibilidade. Nesta abordagem a simples existência de especialistas fazem com que as pessoas tenham o trabalho de ter que procurar umas as outras, facilitando a integração dos membros da equipe e por consequência a existência de especialistas.
  • Exemplo de um robô levado a campus party do projeto Boot Camp.
  • Este video demonstra o contrário do que muita gente imagina, que robôs são objetos frágeis e que podem ser quebrados facilmente.
  • Outra palestra interessante foi a do NIC.br um comitê sem fins lucrativos composto por vários setores da sociedade civil na qual se dedica a pesquisa no campo na internet do Brasil. Eles também são responsáveis pelos padrões de internet no brasil divulgando-os (como foi o caso da Campus Party Recife) bem como encontrando soluções para uma internet melhor no país. Questões como se o IPv6 é uma plataforma melhor foram levantadas mostrando o total desconhecimento das pessoas em relação ao tema. O IPv6 é uma realidade e deve ser tomado em consideração pois as empresas precisam migrar para ele o quanto antes pois os estoques de IPv4 já se esgotaram no ano passado.
  • Este slide mostra a capacidade de endereçamento dos padrões IPv4 e IPv6.
  • Alguns dos projetos desenvolvidos pelo nic.br no brasil. Vale a pena conferir cada um deles.
  • Aqui uma tela de análise para identificar se seu site tem suporte ao IPv6
  • Este site mostra como seria a exibição do site da sua empresa a um usuário IPv6 caso ele esteja utilizando IPv4 (com ou sem máquina decodificadora) ou simplesmente IPv6.
  • Site com informações sobre IPv6
  • Palestra interessante sobre empreededorismo ministrada pelo Marcelo Pimenta.
  • Alguns pontos importantes abordados pela palestra do Marcelo. Inovações sucessivas garantem o sucesso do seu negócio. Olhe a sua empresa e veja se ela está inovando.
  • Outro ponto importante a ser observado é o que agrega valor ao seu produto (como um produto inserido em um modelo de negócio). O instagram é o sucesso que é porque está inserido em um modelo de negócio e não porque ele é o modelo de negócio. Se seu produto não é escalável então é melhor deixá-lo de lado pois ele não irá ser sustentável. Atuar locamente e de forma escalável é a dica dada pelo Sebrae nesta apresentação.
  • Não adianta você gerar conteúdo pra internet que só retorna valor emocional. Sua atuação na rede deve retornar renda para sua companhia ou produto. Muitos perdem tempo gerando conteúdo sem valor econômico real.
  • Outro insight importante passado pelo Pimenta. A Mc Donalds com seus diversos processos não é o produto de um insight em um momento épico de algum visiónário, ele é o produto de sucessivas interações entre cliente e empresa em torno de décadas.
  • Primeira Mc Donalds, empresa que vendia hanburgers em carros. Em seguida viu-se que os carros ficavam totalmente sujos após a compra e o modelo de negócio foi mudando.
  • Hoje a Mc Donalds está mudando seu modelo de negócio adaptado as mudanças do mercado. Um grande exemplo é a abordagem de Mc Donalds que vendem produtos mais saudáveis do que antes.
  • Aqui um exemplo de uma loja destas.
  • Insights da palestra. Importante ficar atento sempre aos problemas.
  • Outra abordagem interessante foi o que ele falou sobre o BMG – Business Model Generation, uma tese de um estudioso dos mercados chamado Alex Osterwalder que mapeou em 9 pontos uma estratégia para se desenvolver um modelo de negócio. Este modelo já lhe avisa de imediato se seu modelo é viável ou não, portanto é importante conhecê-lo e praticá-lo se você é inovador. Imagem: http://sciencegallery.com/content/alex-osterwalder
  • Aqui estão os nove pontos mapeados pelo BMG.
  • A partir do entendimento destes pontos pode-se colocar na parede seu modelo de negócio e começar a exercitá-lo no seu dia-dia.
  • Novamente foi mencionado o modelo Instagram, onde um modelo de negócio é o que carrega o produto como um todo.
  • Outra palestra interessante que questionou sobre se os robôs são capazes de fazer arte (ciência por sí só gerando algum valor artístico)
  • O vídeo mostra um robô autônomo fazendo “arte” em um mural.
  • Aqui algumas telas mostrando este robô e seu produto.
  • Algumas provocações levantadas pelos palestrantes. E aí você concorda com eles?
  • Outras provocações
  • Questões levantadas sobre humanidade e robôs.
  • Palestra muito interessante sobre inovação e empreededorismo da Bel Pesce. Nela a Bel mostra todo seu interesse em buscar seu sonhos. Nesta palestra ela mostrou sua obstinação em perserguir uma aprovação no MIT, depois na Microsoft e por fim no Google. Apesar destas conquistas a Bel descobriu que havia um impeto empreendedor desde criança e só se deu conta quando conheceu seu mentor e futuro sócio.
  • Sua empresa a Lemon esforça-se para entrar de vez no mercado. Hoje com um milhão de clientes a Lemon é uma carteira virtual. Uma aplicação que com uma olhada simples veriamos que não faria sucesso entretanto a Bel e a sua empresa perseguiram um modelo de negócios que exemplifica como agregar valor a um produto e mostra-lo como viável. Escanear e enviar todos os dados de sua carteira para uma empresa não seria um bom modelo de negócios entretanto a carteira virtual Lemon conseguiu mostrar aos seus clientes alguns benefícios que eles queriam e não sabiam, tais como: Ninguém quer ter uma carteira cheia de recibos estáticos guardados (sem utilidade prática) Caso eu perca minha carteira como vou saber o que havia nela e como recuperar os dados? Como eu posso ter uma carteira mais inteligente (que guarda os recibos, isto é as movimentações) que pode me mostrar meus gastos semanais ou mensais? Caso esta carteira não esteja virtualmente guardada em meu celular (e com uma senha) eu não preciso me preocupar caso ela seja roubada. Caso eu perca meu celular a Lemon consegue reparar minha carteira virtual no meu novo celular
  • Rick comentou que quando eu compro minha cadeira, esta cadeira é minha, eu posso colocar na varanda, cobrar por cada vez que alguém senta nela ou até fazer uma idêntica a esta pois já se passaram mais de 20 anos. Eu posso escrever em cima dela, modificá-la do jeito que eu quiser e isso é inteiramente normal. O mesmo se aplica ao DVD.
  • Quando eu compro um disco rígido eu tenho o direito de algumas coisas mas o vendedor não me dá o direito de realizar outras.
  • Quando eu compro um disco rígido eu tenho o direito de algumas coisas mas o vendedor não me dá o direito de realizar outras. Quando eu mando uma carta as leis me garantem que ela não será violada. Os direitos de segredo, anonimato, não rastreabilidade e não responsabilidade pelo conteúdo foram conquistados por nossos avós a duras penas (sangue, suor e lágrimas) no passado. É absolutamente razoável que nossos filhos tenham os mesmos direitos. Daí surge o impasse. Se você quer garantir o direito a cópia então nossa indústria vai desabar. Rick: “Nossas liberdades civis não podem estar atreladas aos seus lucros. Se você não pode sobreviver sem gerar lucros com base na cópia dos seus produtos então vá vender bacon. Legislar sobre os lucros de uma empresa não é a forma que um político deve pensar”
  • Julián Ugarte é o exemplo oposto ao Rick entretanto eles chegam a um propósito único, integrar as pessoas ao mercado de TI. Diferentemente do Rick o Julián resolveu incluir as pessoas através de projetos sociais de alto cunho tecnológico em comunidades carentes da America latina.
  • A seguir veremos uma pequena amostra de tudo que ele vem fazendo com as comunidades carentes com o auxílio da tecnologia e de ideias inovadoras.
  • Dizia-se que no chile não havia favelas, este era o comentário no meio político dentro do país, entretanto o Julián desejou refutar tal hipótese. Foi às favelas e mostrou toda uma comunidade fora do mercado formal entretanto com um alto grau de consumo.
  • Um dos projetos interessantes do Julián foram estas casas desenhadas por grandes centros de design do mundo.
  • Como o governo cria soluções para as moradias para os pobres? Levando-os para regiões distantes onde os pobres se distanciam do seu trabalho, criando regiões onde só existem pobres. Criando getos.
  • Estas construções continham áreas abertas para que as pessoas pudessem expandi-las da maneira que conviesse. Julián comenta com muita propriedade que vários projetos de design não levam em consideração as características dos cidadãos que desejam sempre impor sua característica e comportamento (sem falar na usabilidade) nas suas moradias.
  • Aqui algumas alternativas encontradas pelos moradores destas casas.
  • O Julián enfatiza que há todo um mercado global que não está sendo explirado pelos meios de trocas comerciais existentes hoje em dia. Há um mercado todo a ser explorado. Um mercado que já realiza trocas voluntárias e movimenta a economia.
  • Projetos econômicos com alto grau de inteligência como este que purifica a água com um feixe de plasma que consegue produzir 10.000 litros de água pura por dia. Entretanto além de uma família não consumir tanta água assim, neste modelo o equipamento sofre um aquecimento muito forte e requer um certo investimento.
  • No modelo proposto pelo time do Julián, um feixe menor é colocado em um recipiente bem menor e pode produzir uma quantidade razoável de água para uma família por dia a um custo estimado em US$ 5. Este equipamento pode ser colocado em torneiras para que a água seja filtrada sem a necessidade de se comprar equipamentos caros como filtros de água que requerem uma manutenção cara. Já há alguns locais em que existem torneiras que utilizam esta implementação.
  • Não se pensa mas nas favelas se gasta em torno de $40 por mês para se utilizar a lanhouse e pensou-se que se poderia alugar estes netbooks para os moradores carentes a um custo de $20.
  • Após 10 meses o netbook poderia já ser da pessoa que o alugava pois já estaria pago.
  • Alexandre é vice-presidente do Facebook na América Latina e veio falar do poder de uma das atividades mais antigas (se não a mais antiga) da humanidade, o das conexões entre as pessoas.
  • Ele mencionou que os ciclos de desrupção estão cada dia mais rápidos, o que leva a nos perguntarmos se estamos preparados para estas desrupções.
  • Em seu primeiro exemplo o Alexandre já menciona os sistemas geográficos. Nele mostra o ciclo de desrupção das diferentes formas de exibição dos mapas mundi (e sistemas de projeção). Foram necessários 500 anos desde a mudança do primeiro modelo de projeção mundial sofrer sua primeira desrupção.
  • Aqui é mostrada o primeiro modelo de Mercator
  • Observe este grande ciclo de desrupção. 500 anos se passaram e...
  • Este é o modelo que reformulou o entendimento da representação gráfica mundial e durou 500 anos para aparecer.
  • E recentemente um grupo de engenheiros do Facebook começa a refazer este mapa. Agora mostrando as interconexões entre as pessoas no mapa. Nota-se que não há mais fronteiras e o que interessa é a interconexão.
  • Este modelo mostra o mapa de conexões, isto é o novo mapa mundi que mostra as relações entre as pessoas e não entre paises. Este mapa só foi possível por existirem as redes sociais.
  • Este é o grupo de brasileiros no Facebook. Eles estão fazendo história no mundo com o seu trabalho lá.
  • Uma estória interessante contada pelo Alexandre foi a do Sr. Benedito, morador da zona leste de SP e com Alzimer, um certo dia ele enquanto caminhava e fazia uma curva em uma rua “branco total”, seu Benedito esqueceu de tudo e principalmente onde morava. Sua família preocupada percorreu as ruas do bairro e já desistindo resolveu voltar pra casa e fazer essa movimentação pela Internet. Estranhamente em poucas horas 30.000 pessoas já haviam compartilhado a foto do Seu Benedito e uma enfermeira que acabara de sair de um hospital reconheceu aquela face e comunicou a família.
  • Seu Benedito percorreu 35Km de SP a Itapeví, graças ao poder das conexões este sr. pode ser encontrado são e salvo.
  • Alexandre mostrou que nos primórdios das redes sociais ele era apenas um número. Não se tinha um modelo de negócio bem definido e o negócio não prosperou naquele momento. Hoje as redes sociais mostram melhor as pessoas, elas se reconhecem lá e são procuradas cada dia mais por conta disso.
  • Este é um pequeno vídeo de como podemos utilizar as redes sociais para promover as nossas empresas.
  • Antes as empresas atacavam um problema com a estratégia “boliche” (recursos para atingir alvos) hoje a estratégia é mais dissipada e as pessoas compartilham conteúdo e mais semelhantes a um pinball.
  • Os eventos chamados Hackathons (maratonas hackers) são molas propulsoras de conhecimento e integração entre os membros do Facebook. Engenheiros se reunem no Facebook e viram a madrugada produzindo algum projeto que acham interessante. Estes espaços geraram muitos aplicativos usados hoje por milhões de usuários da plataforma.
  • Os Hackathons servem de inspiração e para toda a empresa e se refletem nas mensagens dispostas nas paredes. “ Mova-se rapidamente e quebre coisas” – Indica uma visão de desbravamento e inovação proposta pela empresa.
  • “ O que você faria se não tivesse medo”, imagina essa frase dentro da sua empresa.
  • “ Falhe com força”
  • “ Prossiga e seja bravo”
  • Outra apresentação interessante foi a de interações físicas para dispositivos móveis. Nele é demonstrado como se pode realizar interações entre dispositivos móveis (Tables, Smartphones) e equipamentos físicos.
  • Essa interação se dá entre três seguimentos, os dispositivos móveis, um meio de comunicação e um mocrocontrolador.
  • Para o lado do dispositivo móvel foi escolhido o Android. A escola por esta plataforma se deu porque haviam dois impecilhos para o desenvolvimento com a tecnologia iOS, nela é necessária uma permissão até mais cara e mais difícil do que a permissão de desenvolvedor de software da Apple.
  • No lado do microcontrolador o arduino foi escolhido. Um sistema criado por designers para facilitar o desenvolvimentos de seus projetos. Pessoas que não sabiam programar precisavam tocar seus projetos de design e assim então surgiu a plataforma.
  • Sobre a experiência de ser um campuseiro é o que gostaria de falar um pouco. Muitos pensam que se trata de uma conferência ou algo do tipo, entretanto não é pura e simplesmente isso. A Campus é muito mais, como o próprio nome diz é uma festa. Uma festa da tecnologia e do congraçamento das pessoas, onde pessoas inspiradoras nos fazem revigorar nossa paixão por TI e por pessoas.
  • Ter optado pelo acampamento foi a melhor coisa que fiz. Estar morando em uma cidade da tecnologia me fez entender o que é estar em um ambiente colaborativo e estimulante. Desafio cumprido mesmo para não tão jovens.
  • Fazer amigos na Campus é fácil, é um ambiente estimulante para novos contatos e parcerias.
  • Depois de um ou dois dias a sensação de fazer parte do evento deixa de ser só uma retórica. Você é realmente a própria Campus. Os palestrantes meio que entram em seu território (isso já facilita a assimilação das palestras já que você está em um ambiente confortável e aberto a novas ideias). É um evento diferente de qualquer outro que já estive antes.
  • Seria normal pensarmos que as pessoas estivessem só querendo nos provocar, apenas nos incentivar a produzir mais e mais, mas não é esse o caso. Aquela experiência mostrou-se, particularmente para mim, a mais pura verdade. Quando a Bel falava que o primeiro passo é muito importante para os passos seguintes ela não está só propagando o empreendedorismo. Ela deve ter tido a mesma surpresa que tive quando ganhei o concurso da Youcast.
  • Na youcast você publica conteúdo diretamente para a mídia estabelecida. As grandes empresas de mídia curtem o seu material e você pode ganhar dinheiro com isso. Nem sempre a mídia pode estar em cada ponto da cidade cobrindo os acontecimentos. A Youcast correu atrás desse modelo de negócio e apenas com a Campus Party gerou mais de 10.000 page views.
  • O primeiro passo é realmente um ponto crucial para o seu sucesso. Muitos desistem apenas no primeiro passo, mas não é apenas, ele é o único passo responsável por todos os demais. Valeu Campus Party, valey Youcast.
  • Este vídeo foi apresentado ao final da Campus, recomendo a todos assistirem.
  • Abraço, e obrigado a todos!
  • Apresentação Campus Party Recife

    1. 1. Ezequias R. da Rocha Recife
    2. 2. Evento 2.000 Campuseiros 100 Dias 800 Acampados 180 Atividades 200 Hrs de conteúdo 20 Estados 30 Mil m2 8 Países 5 Dias Fibra ótica Cabo submarino 25.000 KmCabo em terra cortando boa parte da cidade 11 Km extensão para a área hospitalar + R$ 10.000.000,00 em investimentos
    3. 3. Evento Área de Exposição 60.000 pessoas Inclusão Digital+ 3.000 crianças capacitadas
    4. 4. A Campus Recife Visão Geral http://t.co/xtjOsL4J http://t.co/xtjOsL4J2
    5. 5. Minha trilha (Quadro geral)
    6. 6. Web Tendências“A web não é mais umatendência” Deve-se correr atrás de tendência de negócio se web antes era comunicação, relacionamento, troca agora web é negócio” “o caso da Facebook-C&A (o usuário influencia a compra do usuário)” http://bit.ly/PzFodD
    7. 7. Web Tendências“Inovação você pode inovardentro da sua própria empresa atual” “...as tecnologias não tem que ficar só na internet, a gente tem que mobilizar nosso negócio para que ele saia da internet e encontre as pessoas off-line” “...antes as aplicações eram mais para produto e menos para um modelo de negócio”
    8. 8. Web Tendências“Estar atento e fazer a pergunta: quem toca o negócio?(a apple disponibiliza toda a loja mercado, serviços,infra)” “Outros exemplos Android Mercado Livre Dropbox Amazon” “O custo para se empreender está cada dia mais baixo (as grandes empresas estão hoje trabalhando para você) você pode ter grandes empresas trabalhando para você e focar na inovação.” http://xeround.com/blog/2012/08/43-free-cloud-resources-for-application-developers
    9. 9. Web Tendências“Se você não sabe codificar então vai alí ao ladoe procura um cara que sabe codificar e faz suaparte no marketing que é o teu negócio.” O caso da Youca.stCaso Instagram aplicação de baixa complexidade mas gera valorporque fez um plano de negócio que atendesse a este mercado (japonês-adora fotografar)
    10. 10. Web Tendências “abra negócios que sejam escaláveis e sustentáveis caso contrário não abra” O caso da Youca.stCaso Instagram aplicação de baixa complexidade mas gera valorporque fez um plano de negócio que atendesse a este mercado (japonês-adora fotografar)
    11. 11. Web Tendências“Parceria; você tem que entender que o que você não tem quecriar um ambiente de parceria. Esses caras que estão comvocês não são brothers, eles são aliados estratégicos ou qualquer outro nome queindique que eles são mais do que apenas "parceiros” “Se você não tiver nada a perder você não vai se comprometer do jeito que o negócio pede (nem ele) você vai ficar alí, vai comer uma pizza quando não for conveniente não vai. Se precisar de grana vc vai falar que sua esposa tá grávida e tal...”
    12. 12. Mike Comberiate Mike NasaCientista emérito da nasa, játrabalhou em diversos projetosdentro da empresaEle trabalhou na agência espacial por 44anos e ficou conhecido por seus projetos emáreas remotas da Terra, como na Antártida.É responsável pelo projeto Robotics BootCamp, “acampamento” de robótica em queestudantes universitários desenvolvemsoftwares avançados para robôs http://bit.ly/O5jtbR
    13. 13. Mike Comberiate Mike NasaBootcamp - Ambiente de desenvolvimento de robôs da Nasa(com alguns brasileiros) Propaga o aprendizado no trabalho.
    14. 14. Mike Comberiate Mike Nasa “Nasa um ambiente não tolerante a falhas (uma falha pode custar centenas milhões de dolares)”“As instruções em marte levam 12 horas para chegarem ao seudestino (envio até que o satélite dê a volta no planeta) e24 para completarem um ciclo de pergunta e resposta” “Robôs na Nasa esperam dias para tomar uma decisão então os dados são empacotados, zipados e enviados altamente comprimidos para a base.”
    15. 15. Mike Comberiate Mike Nasa“Duas coisas sobre os robôs, uma é que eles assustam as pessoas eoutra é que eles são fáceis de trabalhar (simples de aprender).” “Especialistas fazem as pessoas terem que se juntar para tocar coisas. Visão diferente da nossa aqui (onde os generalistas são mais valorizados que os especialistas).”
    16. 16. Mike Comberiate Mike Nasa
    17. 17. Mike Comberiate Mike Nasa
    18. 18. IPv6“O IPv6 é melhor que o IPv4?” http://bit.ly/PEBjm5
    19. 19. IPv6 IPv4 IPv64,3bi Uma redeAcabou ano atual...passado para cada estrela no universoEstoques regionaisaté 2014
    20. 20. Algum equipamento faráa conversão (túnel)
    21. 21. http://ipv6.br/download/
    22. 22. Empreendedorismo Inovação em modelos de negócio @menta90 http://bit.ly/Q3rYYy
    23. 23. Empreendedorismo Insights
    24. 24. Empreendedorismo“As empresas que estão se destacando, que estão acima da média são as que estão fazendo sucessivas inovações dentro do seu modelo de negócio.”
    25. 25. EmpreendedorismoValor O Instagram não tem complexidade técnica mas gera valor porque analisou-se o mercado e se fez um plano de negócioEscala Só abra um negócio que seja escalável ou não abra. Sempre atento a este dois pontos “Nicho e Escala”
    26. 26. EmpreendedorismoIdeia Faça um exercício de tentar matar sua idéia Mostre ao seu cunhado chatoParceria Parceria é pouco, tem que ser mais que isso. Tem que ser aliado estratégico Quando a coisa pega a primeira coisa que acontece é o parceiro pular fora
    27. 27. EmpreendedorismoEgo x Valor É legal as pessoas vendo seu produto ou notícia na web, mas isto está te retornando mais do que um valor emocional (auto-estima)?
    28. 28. EmpreendedorismoIdéia x Suor “Sua ideia não vai virar uma startup. Seu aperfeiçoamento é que irá torná-la uma startup de sucesso” (Caso Mc Donalds). “Não se importe em não ter todas as respostas. Mais importante é medir e encontrar o seu modelo.”
    29. 29. Empreendedorismo
    30. 30. Empreendedorismo“Não existe esta história de chegar lá. O modelo também muda”
    31. 31. Empreendedorismo
    32. 32. Empreendedorismo “Onde tem um problema tem umaoportunidade para o empreendedor (trânsito)”
    33. 33. “Modelos de Negócio descrevem a lógica de como uma organização cria, captura e entrega Valor”(@AlexOsterwalder)
    34. 34. Empreendedorismo
    35. 35. Parceiros Atividades Relacionamento SegmentosChave Chave com Clientes de Clientes Proposição de Valor O quê Como Recursos Canais Quem Chave Estrutura de Custos Fontes de Renda Quanto
    36. 36. Simples, Simples, muito Simples
    37. 37. Robôs fazem arte?“Não sei nem o que é consciência/inteligência como eu vousaber o que é inteligência artificial?” “Não sei nem o que é arte como vou dizer que os robôs criam arte?”“A arte está nos olhos de quem a vê. O pincel faz arte?o piano faz arte?” A arte não é desumana a tecnologia também não é (contraponto)”
    38. 38. Os robôs fazem arte?
    39. 39. Os robôs fazem arte? Slide Showhttp://www.flickr.com/photos/yang02tm/sets/72157628774938375/show/
    40. 40. Os robôs fazem arte?Consciência “...Eu não sei o que é consciência/inteligência normal ainda mais inteligência artificial...”
    41. 41. Os robôs fazem arte?Arte “...A arte não está no objeto (Robô)...” “...O pincel faz arte?” “...O piano faz música?”
    42. 42. Os robôs fazem arte?Humanidade “...A arte não é desumana...” “...A tecnologia também não.” “...O piano faz música?”
    43. 43. Bel PesceBel Pesce é um ponto fora da curva. Afinal,não é todo dia que uma brasileira é admitidano MIT e se forma em vários cursosdiferentes, trabalhando em empresas comoGoogle, Microsoft e Deutsche Bank para ajudara pagar a faculdade. Detalhe: isso tudo antesdos 20 anos de idade! Hoje, aos 24 anos, Belcomanda a start-up Lemon que implementa umacarteira virtual inteligente com mais de ummilhão de clientes. http://bit.ly/SrbaKm
    44. 44. Bel Pesce Essa ideia vai dar certo?
    45. 45. Rick FalkvingeRick Falkvinge resolveu, em 2006, fundar um partido na Suécia com somente três pautasprincipais: reformar as leis de copyright, abolir o sistema de patentes e defender odireito à privacidade online. Nos primeiros dois dias após seu lançamento, o siteoficial da iniciativa teve mais de 3 milhões de acessos. Seis anos depois, o PartidoPirata já conseguiu cadeiras no Parlamento Europeu, deputados em diversas cidades daAlemanha e já está presente em mais de 30 países. http://bit.ly/OXblZ9
    46. 46. Rick Falkvinge Marco CivilAcesso à rede – Ninguém pode perder o direito de acessar a internet ao menos que nãoesteja com sua conta em dia.Neutralidade - um provedor não poderá diminuir a banda de serviços uso paraprejudicar um serviço concorrente (por exemplo diminuir a banda de voz por IP paradificultar o uso de Skype ou site).Liberdade de expressão e privacidade - visa garantir a liberdade de expressão e nãorestrição de conteúdo, bem como a garantia da privacidade.
    47. 47. Rick Falkvinge Enquanto isso no ArizonaLiberdade de expressão - “É crime incomodarpessoas online” (crime trollar)“Se eu chegar no hotel e estiver vendendo “Osenhor dos aneis” na porta do hotel e eupublicar uma msg na internet dizendo “O Senhordos aneis virou um livro?” poderei ser preso.
    48. 48. Rick Falkvinge Copyright“Copyrigth is not property, is not moral, is not a natural right”
    49. 49. Rick Falkvinge Copyright Disco RígidoO monopólio copyright limita meu acesso a minha propriedade
    50. 50. Rick Falkvinge Copyright e liberdades civis“Conclusão: O direito a propriedade é bom então o copyright também é bom” O monopólio copyright limita meu acesso a minha propriedade. - Secreto Secreto ? - Anônimo Anônimo ? - Não rastreável Não rastreável ? - Imunidade da mensagem Quem vai abrir minha carta ?
    51. 51. Julián UgarteJulián Ugarte é fundador e diretor do Centro de Inovação do "TETO", uma das maioresONGs da América Latina, cuja missão é tirar comunidades inteiras da pobreza através deiniciativas inovadoras e sustentáveis. Formou-se na Singularity University, importantecentro agregador de líderes situado dentro da NASA Research Center. Para se ter umaideia da importância de Julián e do Centro de Inovação, seu último projeto http://bit.ly/O9GrRg
    52. 52. Julián Ugarte Transformações Sociais de baixo para cima Aplicações com propósito social (que é o propósito que conta)Seus projetos sociais tecnológicos vão impactar 20% da população do Chile
    53. 53. Julián Ugarte
    54. 54. Julián Ugarte
    55. 55. Julián UgarteComo os governos resolvem o problema das moradias para os pobres?
    56. 56. Julián UgarteEspaços vazios fazem que as pessoas incrementem sua residência (aumentando a densidade em locais mais favoráveis)
    57. 57. Julián Ugarte
    58. 58. Julián UgarteEssa se chama a grande base da pirâmide. Um mercado não explorado pela economia formal.
    59. 59. Julián UgarteUS$ 100 (uma lâmpada de 100W). Gera 10.000l de água pura por dia.
    60. 60. Julián UgartePensou-se em escala industrial a um custo de US$ 5 (feito com uma bomba para mecher caipirinha)
    61. 61. Julián UgarteNas favelas pessoas pagam em torno de $ 40 mês para ter internetPensou-se num netbook que custaria $20 por mês/ aluguel
    62. 62. Julián UgarteIdéia do governo é conectar 4 milhões de chilenos nos próximos 3 anos
    63. 63. Alexandre Hohagen e HackatonAlexandre Hohagen é Vice-Presidente do Facebook na América Latina, dividiu com oscampuseiros a sua experiência em uma das mais bem sucedidas empresas de tecnologia dahistória. Antes de entrar no Facebook, ele foi responsável pelas operações de outrogigante, o Google, em mais de 20 países do continente. http://bit.ly/SrIzpW
    64. 64. Alexandre Hohagen O poder das conexõesos ciclos de disrupção estão cada dia menores
    65. 65. Alexandre Hohagen Gerardo Mercator
    66. 66. Alexandre Hohagen
    67. 67. Alexandre Hohagen 500 anos depois...
    68. 68. Alexandre Hohagen
    69. 69. Alexandre Hohagen e recentemente...
    70. 70. Alexandre HohagenMapa de conexões (engenheiros da California)Cada filete representa mais ou menos 10.000 pessoas conectadasOnde estão as fronteiras?O que mais importa agora é a conexão.
    71. 71. Alexandre Hohagen Brazucas no Facebook
    72. 72. Alexandre Hohagen Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste – SP30.000 pessoas compartilharam para achá-lo pelo Facebook Brazucas no Facebook
    73. 73. Alexandre Hohagen Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste - SP
    74. 74. Alexandre Hohagen Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste - SPAlguém daí tem interesse em se conectar comigo?
    75. 75. Alexandre Hohagen Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste - SPAlguém daí tem interesse em se conectar comigo?
    76. 76. Alexandre Hohagen Target Kick Kick Kick Kick Budget KickO Marketing antes era como um boliche e agora é como um pinball Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste - SP Alguém daí tem interesse em se conectar comigo?
    77. 77. Alexandre Hohagen Target Kick Kick Kick Kick Budget KickO Marketing antes era como um boliche e agora é como um pinball Virando a noite em algum projeto interessante. SemSP Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste - preocupação com detalhes. Alguém daí tem interesse em se conectar comigo?
    78. 78. Alexandre Hohagen Target Kick Kick Kick Kick Budget KickO Marketing antes era como um boliche e agora é como um pinball Virando a noite em algum projeto interessante. SemSP Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste - preocupação com detalhes. Alguém daí tem interesse em se conectar comigo?
    79. 79. Alexandre Hohagen Target Kick Kick Kick Kick Budget KickO Marketing antes era como um boliche e agora é como um pinball Virando a noite em algum projeto interessante. SemSP Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste - preocupação com detalhes. Alguém daí tem interesse em se conectar comigo?
    80. 80. Alexandre Hohagen Target Kick Kick Kick Kick Budget KickO Marketing antes era como um boliche e agora é como um pinball Virando a noite em algum projeto interessante. SemSP Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste - preocupação com detalhes. Alguém daí tem interesse em se conectar comigo?
    81. 81. Alexandre Hohagen Target Kick Kick Kick Kick Budget KickO Marketing antes era como um boliche e agora é como um pinball Virando a noite em algum projeto interessante. SemSP Seu Benedito – 69 Anos Zona Leste - preocupação com detalhes. Alguém daí tem interesse em se conectar comigo?
    82. 82. Iteraçõesdispositivos Móveis para FísicasConjunto de sensores e atuadores físicos (luz, som, motores) conectados a microcontroladores
    83. 83. Iteraçõesdispositivos Móveis para Físicas comunicação micro-controlador sensor sensor atuador Um microcontrolador é um processador que tem um conjunto de periféricos no próprio chip
    84. 84. Iteraçõesdispositivos Móveis Para Físicas android
    85. 85. Iteraçõesdispositivos Móveis para Físicas arduino micro-controladorCriada por um conjunto de designers (para criar estes artefatos e dando funcionalidade a estes artefatos) sensor sensorFeito especificamente para quem não sabia programar atuador
    86. 86. Iteraçõesdispositivos Móveis Para Físicas comunicação amarino = + Se o dispositivo é móvel porque conectar com um fio a outro dispositivo? O Amarinoutiliza uma conexão Bluetooth para conectar um microcontrolador ao dispositivo Android
    87. 87. Experiência O que é esse evento? É um congresso? Uma conferência? Um seminário? não É uma Festa!
    88. 88. Experiência
    89. 89. Experiência
    90. 90. ExperiênciaA partir do segundo dia você não ia pra Campus Party você era a Campus Party
    91. 91. Experiência Será que tudo que foi falado lá é só pra nosanimar ou realmente acreditam/viveram aquela experiência?
    92. 92. Experiência
    93. 93. Experiência
    94. 94. ExperiênciaDe onde vêem as boas idéias?
    95. 95. Experiência
    96. 96. Experiência erocha@img.com.br

    ×