• Like
Globalização
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Globalização

  • 887 views
Uploaded on

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
887
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
49
Comments
0
Likes
3

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Prof. Hugo Morais GEOGRAFIA DE UM JEITO MAIS FACIL www.hugomorais.com.br www.cursoconexao.com
  • 2. Em to do s o s ae ró dro m o s, e m to do s o s e stág io s, no po nto principalde to das as m e tró po le s, e xiste - e q ue m é q ue não viu? - aq ue le cartaz . . . De m o do q ue , se e sta civiliz ação de sapare ce r e se us dispe rso s e bárbaro s so bre vive nte s tive re m de re co m e çar tudo de sde o princípio - até q ue um dia tam bé m te nham o s se us pró prio s arq ue ó lo g o s - e ste s hão de se m pre e nco ntrar, no s m ais dive rso s po nto s do m undo inte iro , aq ue la m e sm a palavra. E pe nsarão e le s q ue co ca-co la e ra o no m e do no sso De us. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais GLOBALIZAÇÃO Globalização significa a hegemonia do sistema capitalista na organização dos espaços geográficos do mundo. Os espaços geográficos do mundo passam a ser um produto do desenvolvimento capitalista.
  • 3. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais GLOBALIZAÇÃOsinaliza um fenômeno de caráter mundial ou global. É um processo que caracteriza essa nova fase do capitalismo e envolve, além da esfera econômica, a apolítica, a social e cultural. A internacionalização da economia e interdependência econômica entre países, ultrapassando os espaços nacionais. CAPITALISMO
  • 4. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais A revolução do conhecimento: a técnica, ciência e informação na formação de uma rede mundial OQUE É UMMUNDOEMREDE? Mundo ligado pelos sistemas de telecomunicação e informática, numa rede de comunicações. Rede é um sistema integrado de fluxos.
  • 5. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais
  • 6. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais MEIOTÉCNICO CIENTÍFICO E INFORMACIONAL A revolução técnica-científica e informacional proporcionou a formação de uma rede mundial, através do desenvolvimento de um sistemas de transportes e comunicação mais eficientes. Nessa rede há a circulação ou fluxos de produtos (materiais e imateriais) do capitalismo.
  • 7. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais
  • 8. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo MoraisO sistema de computadores, telefonia e satélites de comunicações possibilitam o intercâmbio de informações em tempo real, ou seja, instantaneamente, através do mundo inteiro. A revolução técnica-científica e informacional esta ligada fortemente a o desenvolvimento das redes de comunicação e informação das
  • 9. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais SISTEMA CAPITALISTA GLOBAL E SEUS EFEITOS CAPITAL SOCIALCULTURAPOLÍTICA TRABALHOECONOMIA O espaços geográfico é um combinação de elementos da natureza, do meio técnico e do meio técnico-científico. Atualmente, o espaço geográfico se diferencia muito menos em função das suas características naturais do que das condições técnicas e organizacionais.
  • 10. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais As corporações transnacionais adquiriram a capacidade de administrar, por meio virtuais, unidades de negócios geograficamente separadas. A sociedade Global A pessoas se alimentam, se vestem, moram, se comunicam, se divertem, por meio de bens e serviços mundiais, utilizando mercadorias produzidas pelo capitalismo mundial, globalizado. Suponhamos que você vá com seus amigos comer Big Mac e tomar Coca-Cola no McDonald´s. Em seguida, assiste a um filme de Steven Spielberg e volta para cassa no ônibus da marca Mercedes. Ao chegar em casa, liga o aparelho de TV Philips para ver o vídeo de Michael Jacson e, em seguida, deve ouvir um CD do grupo Simply Red, gravado pela BMG Ariola Discos, em seu equipamento Aiwa. Veja quantas empresas transnacionais estiveram presentes nesse seu curto programa de algumas horas. Expansão Tecnologia Capital
  • 11. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais
  • 12. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais
  • 13. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais A expansão das relações capitalistas de produção: a formação da economia global e a Divisão Internacional do Trabalho (DIT) O que é Divisão Internacional do Trabalho? A divisão de atividades e serviços entre os inúmeros países do mundo recebe o nome de (DIT). Ao longo do tempo, diferentes combinações das atividades produtivas entre os países implicaram em diversas formas de Divisão Internacional do Trabalho. A DIT expressa, portanto, essas diferentes fases da evolução histórica do capitalismo: começando pela relação entre metrópoles e colônias - e chegando às relações em que países desenvolvidos se agregam a países subdesenvolvidos ou não industrializados.
  • 14. Será que os países do mundo se inserem na economia internacional da mesma maneira? Qual a diferença que pode surgir com alguma desigualdade? Será que os países do mundo se inserem na economia internacional da mesma maneira? Qual a diferença que pode surgir com alguma desigualdade? www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais
  • 15. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais
  • 16. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais
  • 17. A divisão ideológica (da GUERRA FRIA) é substituída pela DIVISÃO ECONÔMICA. Hoje o confronto é mais revestido de CONTEÚDO ECONÔMICO- COMERCIAL do que político-ideológico. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais
  • 18. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais A bananada da vovó A banana é um recurso natural, que não sofreu nenhuma transformação. A bananada é igual a banana mais outros ingredientes, mais a energia térmica fornecida pelo fogão, mais o trabalho da vovó e mais o conhecimento, ou tecnologia da vovó. A bananada é um produto pronto, que nós vamos chamar de riqueza. E a vovó? Bem, a vovó é a dona do conhecimento, uma espécie de engenheira da culinária. Agora, vamos supor que a banana e a bananada sejam vendidas. Um quilo de banana custa um real. Já um quilo da bananada custa cinco reais. Por que essa diferença de preços? Porque quando nós colhemos um cacho de bananas na bananeira, criamos apenas um emprego: o de colhedor de bananas. No entanto, quando a vovó, ou a indústria, faz a bananada, ela cria empregos na indústria de açúcar, da cana-de-açúcar, do gás de cozinha, na indústria de fogões, de panelas, de colheres e até na de embalagens, porque tudo isto é necessário para se fabricar a bananada. Resumindo, 1kg de bananada é mais caro do que 1kg de banana porque a bananada é igual banana mais tecnologia agregada, e a sua fabricação criou mais empregos do que simplesmente colher o cacho de bananas da bananeira. Nova divisão internacional do trabalho (NDIT)
  • 19. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais Agora, vamos falar de outro exemplo que acontece no dia-a-dia no comércio mundial de mercadorias. Em média: 1kg de soja custa US$ 0,10 (dez centavos de dólar), 1kg de automóvel custa US$ 10, isto é, 100 vezes mais, 1kg de aparelho eletrônico custa US$ 100 (mil quilos de soja), 1kg de avião custa US$1.000 (10 mil quilos de soja) e 1kg de satélite custa US$ 50.000 (uma montanha de soja!). Vejam, quanto mais tecnologia agregada tem um produto, maior é o seu preço, mais empregos foram gerados na sua fabricação. Os países ricos sabem disso muito bem. Eles investem na pesquisa científica e tecnológica com retorno garantido. Por exemplo: eles nos vendem uma placa de computador que pesa 100g por US$ 250. Para pagarmos esta plaquinha eletrônica, o Brasil precisa exportar 20 toneladas de minério de ferro. A fabricação de placas de computador criou milhares de bons empregos lá no estrangeiro, enquanto que a extração do minério de ferro, cria poucos e maus empregos aqui no Brasil. O Japão é pobre em recursos naturais, mas é um país rico. O Brasil é rico em energia e recursos naturais, mas é um país pobre. Os países ricos, são ricos materialmente porque eles produzem riquezas. Riqueza vem de rico. Pobreza vem de pobre. País pobre é aquele que não consegue produzir riquezas para o seu povo. Se conseguisse, não seria pobre, seria país rico.
  • 20. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais O QUE A BANANADA DA VOVÓ TEMA VERCOM NDIT? Países desenvolvidos Países emergentes Matéria-prima, produtos industrializados e capital – lucros das transnacionais e do capital especulativo, pagamento de juros e da dívida externa,royalties pela propriedade intelectual. Produtos industrializados, tecnologia e capital – empréstimos e investimentos (produtivos e especulativos) RICO POBRE
  • 21. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais Processo de reestruturação empresarial, acompanhado da maturação de uma nova Revolução Tecnológica ou da informação. Flexibilização da produção e dos processos produtivos Reestruturação da linha de montagem – introdução de novas máquinas Baratear os custos sem comprometer a qualidade Operários sempre atualizados, polivalentes e multifuncionais Tecnopolos Flexibilização geográfica das empresas Transnacionais Regime de tercerização A maioria das sedes dessas empresas está situada nos países desenvolvidos • Destino de boa parte dos lucros transferidos pelas filiais • Onde ocorrem as grandes decisões sobre os investimentos • Onde estão situados os centros de pesquisa para desenvolvimento de tecnologia • realocalização das empresas
  • 22. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais AULA DE SOCIOLOGIA POLÍTICA PARA CRIANÇAS Pai, eu preciso fazer um trabalho para a escola! Posso te fazer uma pergunta? Claro, meu filho, qual é a pergunta? -O que é política, pai? - Bem, política envolve: - Povo; - Governo; - Poder econômico; - Classe trabalhadora; - Futuro do país. Não entendi. Dá para explicar? -Bem, vou usar a nossa casa como exemplo: Sou eu quem traz dinheiro para casa, então eu sou o poder econômico. Sua mãe administra, gasta o dinheiro, então ela é o governo. Como nós cuidamos das suas necessidades, você é o povo. Seu irmãozinho é o futuro do país e a Zefinha, babá dele, é a classe trabalhadora. Entendeu, filho? - Mais ou menos, pai. Vou pensar. Naquela noite, acordado pelo choro do irmãozinho, o menino, foi ver o que havia de errado. Descobriu que o irmãozinho tinha sujado a fralda e estava todo emporcalhado. Foi ao quarto dos pais e viu que sua mãe estava num sono muito profundo. Foi ao quarto da babá e viu, através da fechadura, o pai na cama com ela. Como os dois nem percebiam as batidas que o menino dava na porta, ele voltou para o quarto e dormiu. Na manhã seguinte, na hora do café, ele falou para o pai: -Pai, agora acho que entendi o que é política. - Ótimo filho! Então me explica com suas palavras. - Bom, pai, acho que é assim: Enquanto o poder econômico fode a classe trabalhadora, o governo dorme profundamente. O povo é totalmente ignorado e
  • 23. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais NEOLIBERALISMO É uma política econômica dominante em escala mundial (CONSENSODE WASHINGTON) OFUNCIONAMENTODA ECONOMICA DEVE SERENTREGUE ÁS LEIS DE MERCADO. Características: O livre comércio e a livre circulação de capitais são fundamentais ao desenvolvimento econômico e estimulam o desenvolvimento tecnológico; O Estado deve promover a abertura do mercado e deixá-lo agir livremente; Amplas privatizações; Empresas privadas assumem parte das atribuições do Estado; Redução do Estado com os gastos sociais; Desregulamentação do mercado de trabalho, para permite novas formas de
  • 24. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais A Organização Mundial do Comércio foi fundado em 1995 como um fórum para regulamentar e fiscalizar o comércio internacional dentro dos moldes da globalização. Também e conhecida como Consenso de Washington.
  • 25. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais Aplicação das ideias neoliberais: Aumentou as fusões entre as empresas Possibilitou a expansão das multinacionais Aumentou os fluxos de investimentos e mercadorias entre os países Facilitou a entrada de mercadorias estrangeiras . Estado subdesenvolvido Empresas
  • 26. EUA e Canadá Japão Reino Unido, Alemanha, França, Itália www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais Atualmente se estabeleceu uma Nova Divisão Internacional do Trabalho (NDIT), destacando-se três grupos de países: os industrializados centrais, os industrializados semiperiféricos e as economias periféricas O grupo de países desenvolvidos é composto por nações que possuem fortes economias e altos indicadores sociais, tais como qualidade de vida. Fazem parte do grupo de países desenvolvidos os EUA, Canadá, Japão, Austrália, Nova Zelândia e as nações da Europa. As principais características desse grupo de países são: Estrutura industrial bem diversificada; Possuem grandes investimentos em pesquisa; A população urbana é superior a rural; Sede de grandes multinacionais e grandes bancos mundiais; Agricultura moderna; Sociedade de consumo.
  • 27. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais O termo subdesenvolvido surgiu após a Segunda Guerra Mundial para designar a situação de pobreza de uma grande parcela de países do mundo. Os países subdesenvolvidos são bastante heterogêneos, pois possuem sociedades diferenciadas uma das outras, por esse motivo existem níveis diferentes de subdesenvolvimento. Os países subdesenvolvidos podem ser agrários ou industrializados. O fato de ter indústria, não significa, necessariamente, que o pais seja desenvolvido. A produção pode ser de baixa tecnologia, ou, mesmo que bem desenvolvida, o país pode ter, ainda, muitas desigualdades sociais internas. Países como Brasil, México, Índia e Argentina são países que possuem riquezas e modernidade, mas violentas desigualdades sociais. São chamados Tigres Asiáticos – Hong Kong, Coreia do Sul, Taiwan, Cingapura – e os novos Tigres Asiáticos – Malásia, Indonésia, Filipinas, Tailândia. Alguns fatores atraem investimentos estrangeiros para esses países: Mão-de-obra barata e numerosa; Isenção de pagamentos de impostos; Remessa de lucros; Legislação Flexível. Chile, Brasil, Argentina Tigres Asiáticos, Índia, Rússia Àfrica do Sul México |ChinaAmérica Central África Subsaariana América do Sul
  • 28. www.hugomorais.com.br Prof. Hugo Morais Comisso o mundo temnovos problemas: Crescente desigualdade de padrão de vida entre os países desenvolvidos e os subdesenvolvidos, além das diferenças de renda dos próprios países desenvolvidos. Ascensão do racismo e crescente xenofobia, especialmente na Europa, devido ao grande fluxo de imigrantes das regiões mais pobres para países industrialmente mais desenvolvidos. Crise ecológica mundial, procurando solucionar as agressões ao meio ambiente.
  • 29. Prof. Hugo Morais GEOGRAFIA DE UM JEITO MAIS FACIL www.hugomorais.com.br www.cursoconexao.com