Trabalho Grupo Final

546 views
530 views

Published on

Published in: Business, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
546
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Trabalho Grupo Final

  1. 1. E-Learning<br />Introdução com o Moodle<br />Desempenho do Tutor na comunicação assíncronaFormador: Evandro Morgado<br />Grupo 4<br />Carlos Abreu<br />Cláudia Moreira<br />Márcia Morgado<br />Nuno Ribeiro<br />
  2. 2. Competências do Tutor<br />Positivo<br />Proactivo<br />Paciente<br />Persistente<br />síncrona<br /> assíncrona<br />
  3. 3. Comunicação Assíncrona<br />Noção<br />“As formas de comunicação assíncrona, ou seja que decorrem de forma intermitente e com diferença temporal entre os participantes, são as mais antigas formas de comunicação no ensino a distância e no e-learning.”<br />http://www.youtube.com/watch?v=Sm78v0tSkck<br />
  4. 4. Características<br />
  5. 5. Avisos<br />Fóruns<br />Ferramentas da web 2.0 (tipologia assíncrona)<br />Newsletters<br />Repositório<br />Trabalhos<br />Questionários<br />Correio electrónico<br />Testes<br />Ferramentas de Comunicação Assíncrona<br />
  6. 6. Fóruns<br />Desvantagem: os participantes têm de aceder à área do fórum para ler e responder ás mensagens<br />Vantagem: permitem estruturar, organizar, preservar e manter o registo dos diálogos, discussões e trocas de ideias. <br />Formador deve preocupar-se com a estrutura das interacções bem como o seu conteúdo. Deve promover a participação, do(s) orientando(s).<br />
  7. 7. Fóruns<br />Planear cuidadosamente utilização do fórum<br />Definir e divulgar regras do fórum<br />Acompanhar o fórum com regularidade<br />Manter funcionamento do fórum<br />Moderar as discussões e actividades do fórum<br />
  8. 8. Correio electrónico e listas de distribuição <br />Meio de comunicação mais utilizado em e-learning<br />Possibilidade de as mensagens se diluírem no decorrer da formação<br />Por vezes informalidade pode complicar clareza da informação ou mesmo induzir mal-entendidos<br />
  9. 9. Correio electrónico e listas de distribuição <br />Formador deve definir:<br />Normas gerais de utilização, familiarizando formandos com as regras da Netiquette, com calma e ponderação mas com firmeza.<br />Expectativas quanto ao ritmo de comunicação<br />
  10. 10. Testes, questionários e trabalhos práticos<br /><ul><li>Este conjunto é designado por e-Actividades;</li></ul> - actividades que podem ser desenvolvidas online;<br /> - provém da analogia com o vocábulo “e-tivities”.<br /> (GillySalmon, 2006)<br />
  11. 11. Testes e questionários<br />Permitem aos formandos e formadores realizar avaliações de tipo diagnóstico, formativo e sumativo.<br /><ul><li>O tutor deve:
  12. 12. apresentar a estrutura/matriz da prova;
  13. 13. definir os critérios de avaliação;
  14. 14. comunicar o peso da actividade para a avaliação final;
  15. 15. certificar-se que o conteúdo da prova incida só e unicamente sobre os conteúdos abordados;
  16. 16. assegurar que a linguagem e terminologia são as mesmas que foram utilizadas no período formativo;
  17. 17. possibilitar a correcção do teste/questionário;
  18. 18. dar um célere e transparente feedback acerca dos resultados registados.</li></li></ul><li>Trabalhos práticos<br />Deverá ser sempre considerada a inclusão de actividades e trabalhos práticos, cuja realização ou resultados possam ser documentadas por escrito, áudio ou vídeo pelo formando.<br /><ul><li>O tutor deve:
  19. 19. apresentar um documento de apoio;
  20. 20. explicitar os limites (mínimo e/ou máximo);
  21. 21. definir previamente os critérios de avaliação;
  22. 22. estabelecer o cronograma para o desenvolvimento e apresentação do trabalho;
  23. 23. definir a estrutura;
  24. 24. fornecer sugestões de fontes de apoio;
  25. 25. garantir a sua presença à medida que as dificuldades e dúvidas surgirem;
  26. 26. fomentar a partilha de experiências entre formandos;
  27. 27. admitir os trabalhos de acordo com as regras estabelecidas;
  28. 28. avaliar, qualitativa ou quantitativamente;
  29. 29. dar feedback com a máxima celeridade;
  30. 30. proporcionar uma reflexão crítica a cada trabalho.</li></li></ul><li>Conclusões <br />http://www.teachertube.com/viewVideo.php?video_id=40862&title=E_Learning___Benefits_of_combining_ICT_with_Education<br />
  31. 31. Referências Bibliográficas<br />Artigos<br />Morgado, E. & Andrade, A. Sistema de Avaliação da Tutoria ONLINE. SIIE’08. Salamanca, 2008<br />Rodrigues, E. O papel do e-formador (formador a distância). Universidade do Minho - Serviços de Documentação. Braga<br />Vídeos<br />http://www.teachertube.com/viewVideo.php?video_id=40862&title=E_Learning___Benefits_of_combining_ICT_with_Education, consultado no dia 24 de Junho de 2009<br />http://www.youtube.com/watch?v=Sm78v0tSkck , consultado no dia 24 de Junho de 2009<br />

×