O Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo Globalizado

4,273
-1

Published on

Síntese da palestra apresentada em São Paulo, em maio/2011.

1 Comment
3 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
4,273
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
20
Actions
Shares
0
Downloads
133
Comments
1
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo Globalizado

  1. 1. O Profissional da Qualidade e sua Atuação em um Mundo Globalizado Evandro Lorentz, ASQ Fellow, CQE, CQA Fellow, Maio / 2011
  2. 2. SEQUÊNCIA1 Algumas Reflexões2 Conhecimento e Inovação 3 Evolução do Conceito Qualidade 4 Os Vetores do Conhecimento 5 Certificando o Conhecimento 6 Considerações Finais
  3. 3. INTERNETA cada dia, os meios de comunicação estãoglobalizando mais o nosso mundo. Cresce a luta pela inclusão digital. São geradas mais mensagens em um dia do que o número de pessoas no planeta. Facebook e MySpace são “países” entre os mais populosos do mundo. Linkedin atingiu 100 milhões de profissionais.
  4. 4. O MERCADO DE TRABALHOBusca de melhores oportunidades profissionais, dentro e fora do país de origem.Redução do tempo médio de trabalho em uma empresa. EUA: 50% dos profissionais trabalham há menos de 5 anos na empresa. ONU: os estudantes de hoje terão 10 a 14 empregos até os 38 anos.
  5. 5. CONHECIMENTOA quantidade de informação geradaanualmente é maior do que a acumuladanos últimos 5.000 anos. anos. A informação técnica dobra a cada 2 anos. anos. O conhecimento cresce exponencialmente.
  6. 6. Uma observação . . . Devemos nos atualizar sempre e não ficar apenas repetindo a experiência e o conhecimento que já tínhamos. Se não . . . obsolescência profissional. Comunicação global Negócio global Profissional global
  7. 7. SEQUÊNCIA1 Algumas Reflexões2 Conhecimento e Inovação 3 Evolução do Conceito Qualidade 4 Os Vetores do Conhecimento 5 Certificando o Conhecimento 6 Considerações Finais
  8. 8. Qual é a real diferença entre . . . . . . a TV de uma marca ou de outra marca? . . . o carro popular deste ou daquele fabricante? Todas as empresas podem ter equipamentos semelhantes. Isso não as diferencia. O que as diferencia é a capacidade de inovação, único fator de competitividade real para as empresas.
  9. 9. Quem faz apenas benchmarking se contenta em perseguir o 1º.Inovação é o que faz você ficar em 1º. Quem inova são as pessoas e não as máquinas. Para inovar é preciso ter conhecimento. A economia é baseada no conhecimento.
  10. 10. SEQUÊNCIA1 Algumas Reflexões2 Conhecimento e Inovação 3 Evolução do Conceito Qualidade 4 Os Vetores do Conhecimento 5 Certificando o Conhecimento 6 Considerações Finais
  11. 11. EVOLUÇÃO DO Qualidade HolísticaCONCEITOQUALIDADE Gestão Estratégica da Qualidade Garantia da Qualidade Controle do Processo Necessidade de maisInspeção do Produto conhecimento
  12. 12. ConhecimentoConhecimento Conhecimento Conhecimento Conhecimento. . . mas qual é o conhecimento necessário ao profissional da qualidade
  13. 13. SEQUÊNCIA1 Algumas Reflexões2 Conhecimento e Inovação 3 Evolução do Conceito Qualidade 4 Os Vetores do Conhecimento 5 Certificando o Conhecimento 6 Considerações Finais
  14. 14. OS SEIS VETORES DO CONHECIMENTO 1 - GESTÃO E LIDERANÇA 2 - SISTEMA DA QUALIDADE3 - PROJETO DO 4 - CONTROLE DO 5 - MELHORIAPRODUTO E DO PRODUTO E DO CONTÍNUA PROCESSO PROCESSO 6 - MÉTODOS QUANTITATIVOS
  15. 15. VETOR 1: GESTÃO E LIDERANÇA ( 1/2 )Fundamentos da qualidade. Evolução a partir do controle da qualidade. Os gurus da qualidade e suas contribuições.Sistema de Gestão da Qualidade. Planejamento estratégico: políticas e objetivos. Técnicas de desdobramento. Benchmarking. Necessidades das partes interessadas. Sistemas de informação.Princípios e técnicas de liderança e de facilitação. Ética e conduta profissional. Tipos de liderança. Ação do líder. Resolução de conflitos. Brainstorming. Brainstorming.
  16. 16. VETOR 1: GESTÃO E LIDERANÇA ( 2/2 )Comunicação com todos os níveis da organização. Conhecimento e aplicação de métodos de comunicação. Identificação das barreiras que se opõem à melhoria da qualidade.Relações com os consumidores. Definição e aplicação da medição da satisfação. Desdobramento da função qualidade (QFD). Análise da satisfação do cliente.Gestão dos fornecedores. Qualificação e certificação. Melhoria do desempenho do fornecedor.
  17. 17. OS SEIS VETORES DO CONHECIMENTO 1 - GESTÃO E LIDERANÇA 2 - SISTEMA DA QUALIDADE3 - PROJETO DO 4 - CONTROLE DO 5 - MELHORIAPRODUTO E DO PRODUTO E DO CONTÍNUA PROCESSO PROCESSO 6 - MÉTODOS QUANTITATIVOS
  18. 18. VETOR 2: SISTEMA DA QUALIDADE ( 1/2 )Elementos e documentação. Compreensão e definição. Identificação dos documentos necessários, incluindo políticas, procedimentos, registros. Gestão da configuração,Normas da qualidade. Conhecimento dos pontos importantes da série ISO 9000. Introdução aos prêmios nacionais da qualidade.
  19. 19. VETOR 2: SISTEMA DA QUALIDADE ( 2/2 )Auditoria da qualidade. Tipos de auditoria. Responsabilidades e participantes. Planejamento e execução. Relatório e acompanhamento. Verificação das ações corretivas.Custo da qualidade. Conceitos, categorias e interpretação.Treinamento da qualidade. Identificação dos treinamentos necessários. Desenvolvimento e análise dos treinamentos.
  20. 20. OS SEIS VETORES DO CONHECIMENTO 1 - GESTÃO E LIDERANÇA 2 - SISTEMA DA QUALIDADE3 - PROJETO DO 4 - CONTROLE DO 5 - MELHORIAPRODUTO E DO PRODUTO E DO CONTÍNUA PROCESSO PROCESSO 6 - MÉTODOS QUANTITATIVOS
  21. 21. VETOR 3: PROJETO PRODUTO / PROCESSO ( 1/2 )Definição das características necessárias a novos produtos e processos. Entradas para o projeto e análise. Aplicação das necessidades dos consumidores, requisitos legais, etc.Desenhos e especificações técnicas. Interpretação. técnicas. Dimensionamento e tolerância.
  22. 22. VETOR 3: PROJETO PRODUTO / PROCESSO ( 2/2 )Verificação do projeto. Aplicação de teste de validação de novos produtos e processos.Confiabilidade e Manutenabilidade. Técnicas para manter e Manutenabilidade. melhorar a confiabilidade. Indicadores (MTTF, MTBF, etc.). A curva da banheira. Estudos sobre FMEA, árvore de falhas, etc.
  23. 23. OS SEIS VETORES DO CONHECIMENTO 1 - GESTÃO E LIDERANÇA 2 - SISTEMA DA QUALIDADE3 - PROJETO DO 4 - CONTROLE DO 5 - MELHORIAPRODUTO E DO PRODUTO E DO CONTÍNUA PROCESSO PROCESSO 6 - MÉTODOS QUANTITATIVOS
  24. 24. VETOR 4: CONTROLE PRODUTO / PROCESSO ( 1/2 )Ferramentas de controle. Implantação de planos de controle. Desenvolvimento de procedimentos e instruções de trabalho.Controle de material. Identificação e reatreabilidade. reatreabilidade. Segregação. Classificação de defeitos. Destinação de materiais.Inspeção por amostragem. Conceitos. Planos e normas de inspeção. Utilização e interpretação.
  25. 25. VETOR 4: CONTROLE PRODUTO / PROCESSO ( 2/2 )Medição e Teste. Conhecimento dos principais instrumentos de medição. Testes destrutivos e não destrutivos.Metrologia. Sistemas de calibração. Padrões de calibração e rastreabilidade. Erro de medição. rastreabilidade.Análise do sistema de medição. Cálculo e interpretação de estudos de R&R. Desvios, linearidades, etc. R&R.
  26. 26. OS SEIS VETORES DO CONHECIMENTO 1 - GESTÃO E LIDERANÇA 2 - SISTEMA DA QUALIDADE3 - PROJETO DO 4 - CONTROLE DO 5 - MELHORIAPRODUTO E DO PRODUTO E DO CONTÍNUA PROCESSO PROCESSO 6 - MÉTODOS QUANTITATIVOS
  27. 27. VETOR 5: MELHORIA CONTÍNUA ( 1/1 )Ferramentas da qualidade. As 7 ferramentas de controle da qualidade. As 7 ferramentas de gestão da qualidade. 5W-2H- 5W-2H-1A.Técnicas de melhoria contínua. TQM, kaizen, PDCA, lean kaizen, six sigma, teoria das restrições, etc.Ações corretivas. Identificação do problema, análise de falha, análise da causa-raiz. Verificação da efetividade. causa-Ações preventivas. Poka yoke, projeto robusto, etc. yoke, Verificação da efetividade.
  28. 28. OS SEIS VETORES DO CONHECIMENTO 1 - GESTÃO E LIDERANÇA 2 - SISTEMA DA QUALIDADE3 - PROJETO DO 4 - CONTROLE DO 5 - MELHORIAPRODUTO E DO PRODUTO E DO CONTÍNUA PROCESSO PROCESSO 6 - MÉTODOS QUANTITATIVOS
  29. 29. VETOR 6: MÉTODOS QUANTITATIVOS ( 1/3 )Estudo dos dados discretos e contínuos. Métodos de coleta de dados. Medidas de tendência central e de dispersão. Teorema do limite central. Distribuições de frequência.Conceitos. População. Amostra. Estatística. Valor esperado. Validação de conclusões estatísticas. Probabilidade.Distribuições de probabilidade. Contínuas: normal, uniforme, esponencial, Weibull, qui quadrado, t de esponencial, Weibull, Student, F, etc. Discretas: binomial, Poisson, etc. Student,
  30. 30. VETOR 6: MÉTODOS QUANTITATIVOS ( 2/3 )Decisão estatística. Estimativas e intervalos de confiança. Testes de hipóteses. Análise de variância. Interpretação de resultados.Relacionamento entre variáveis. Regressão linear. Correlação. Análise de séries temporais.Controle estatístico do processo. Objetivos e benefícios. Gráficos de controle. Análise.
  31. 31. VETOR 6: MÉTODOS QUANTITATIVOS ( 3/3 )Estudo da capabilidade dos processos. Limites de especificação. Índices de capabilidade e de desempenho.Projeto e análise de experimentos. Planejamento e organização de experimentos.
  32. 32. OS SEIS VETORES DO CONHECIMENTO 1 - GESTÃO E LIDERANÇAEste é o Corpo de Conhecimento 2 - SISTEMA DA QUALIDADE ( BoK )3 - PROJETO DO 4 - CONTROLE DO 5 - MELHORIAPRODUTO E DO PRODUTO E DO da certificação ASQ / CQE PROCESSO PROCESSO CONTÍNUA 6 - MÉTODOS QUANTITATIVOS Certified Quality Engineer
  33. 33. O exame para a certificaçãoASQ / CQE agora é oferecido em português
  34. 34. SEQUÊNCIA1 Algumas Reflexões2 Conhecimento e Inovação 3 Evolução do Conceito Qualidade 4 Os Vetores do Conhecimento 5 Certificando o Conhecimento 6 Considerações Finais
  35. 35. “ Sou Black Belt (ou Engenheiro da Qualidade) pela Instituição de Treinamento X ou pela Universidade Y, situados no país Z ”? Qual o significado desta afirmação para o mundo, mundo, por melhor que seja a Instituição ou Universidade? Como as empresas transnacionais podem ? comparar conhecimentos de seus profissionais em suas dezenas de sites distribuídos ao redor do mundo? mundo?
  36. 36. Uma das soluções adotadas tem sido “ certifique-se pela ASQ ” certifique- CERTIFICAÇÃO DA ASQ um parâmetro de comparação conhecido em mais de uma centena de países
  37. 37. ASQ - A VOZ GLOBAL DA QUALIDADE• Maior comunidade de profissionais da qualidade• 150 países• 65 anos de história• 25 divisões e fóruns• Certificações mundialmente reconhecidas• Líder global em conhecimento e informações sobre qualidade
  38. 38. Principalpublicaçãomundialem gestão daqualidade,abrangendoas inovações em gestão doconhecimento, desempenho para a excelência, melho- melho-ria de processos e comportamento das organizações
  39. 39. ASQ - CERTIFICAÇÕESEngenheiro da Qualidade Engenheiro de Confiabilidade Engenheiro de Qualidade de Software Inspetor Gerente da Qualidade e Excelência Organizacional Master Black Belt, Belt, Six Sigma Black Belt, Belt,Six Sigma Green Belt Auditor da Qualidade Técnico em Calibração Técnico em Qualidade Assistente de Melhoria da Qualidade, etc.
  40. 40. ALGUNS PARCEIROS
  41. 41. SEQUÊNCIA1 Algumas Reflexões2 Conhecimento e Inovação 3 Evolução do Conceito Qualidade 4 Os Vetores do Conhecimento 5 Certificando o Conhecimento 6 Considerações Finais
  42. 42. EM NOSSO DIA A DIA . . . 3 estágios 3 níveis de comprometimentofazer a coisa certa padronizaçãomelhorar o que se faz melhoria contínuainovar . . . inventar . . . . . . deve ser nosso objetivo
  43. 43. O QUE É ISSO ? Disco rígido de 5 Mbytes de 1956 Melhorou ounão melhorou ? Houve inovação ? Invenção ? Desenvolveu- Desenvolveu-se o conhecimento ?
  44. 44. FIM

×