Your SlideShare is downloading. ×
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Microbiologia parte1
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Microbiologia parte1

2,808

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,808
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
45
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Controle da Qualidade em Microbiologia (parte I) Dr. Ismar Barbosa Pedro Ventura
  • 2. CQ EM MICROBIOLOGIA
    • Apesar de todo o avanço tecnológico, a microbiologia continua sendo, ainda, a ciência que depende do profissional da bancada e seus julgamentos interpretativos.
    • Cada procedimento deve ser monitorado através de controles garantia da qualidade das análises microbiológicas assunto desta 1a parte deste treinamento.
  • 3. CQ EM MICROBIOLOGIA
    • Meios de cultura
    • Kits e reagentes
    • Colorações
    • Discos de antibióticos
    • Reações bioquímicas
    • Sorotipagens
  • 4.
    • Parâmetros da Qualidade
    • Tenha escrito e em funcionamento um plano de qualidade
    • Manuais de procedimentos - POP
    • Pessoal capacitado e comprometido
    • Amostras adequadas - qualidade na coleta
    • Sistemas analíticos adequados
    CONTROLE DE QUALIDADE EM MICROBIOLOGIA
  • 5.
    • Parâmetros da Qualidade
    • Controle de qualidade – Controle Interno da Qualidade e Controle Externo da Qualidade
    • Laudos corretos, claros e liberados em tempo hábil: sistema para detectar erros grosseiros, resultados críticos e erros analíticos.
    • Espaço físico adequado
    • Segurança no trabalho
    CONTROLE DE QUALIDADE EM MICROBIOLOGIA
  • 6.
    • Plano da Qualidade - Objetivos
    • Programa efetivo de Controle da Qualidade e Garantia da Qualidade - garantir exatidão, fidelidade e reprodutibilidade das informações liberadas.
    • Sistema capaz de:
    • Avaliar todas as etapas do processo pré-
    • analítico, analítico e pós-analítico.
    • Identificar possíveis falhas  ações
    • corretiva  melhoria da qualidade.
    CONTROLE DE QUALIDADE EM MICROBIOLOGIA
  • 7.
    • Plano de Qualidade - Objetivos
    • Definir responsabilidades pela vigilância do Controle da Qualidade, pelas atualizações e melhorias dos procedimentos técnicos e descrever o processo de revisão periódica dos mesmos.
    CONTROLE DE QUALIDADE EM MICROBIOLOGIA
  • 8.
    • Plano de Qualidade
    • Fase pré-analítica
    • Fase analítica
    • Fase pós-analítica
    CONTROLE DE QUALIDADE EM MICROBIOLOGIA
  • 9. Pré-analítica Pós-analítica analítica
  • 10.
    • Amostras Adequadas
    • Instruções apropriadas - coleta, manipulação e transporte das amostras:
      • * Como preencher a solicitação do exame (informações do paciente, da suspeita clínica e uso de medicamentos, data e hora).
      • * Preparo do paciente.
      • * Quantidade mínima de amostra.
      • * Momento ideal da coleta (fase aguda e antes da administração de antibióticos).
    CONTROLE DE QUALIDADE EM MICROBIOLOGIA
  • 11.
    • Amostras Adequadas
    • Instruções apropriadas - coleta, manipulação e transporte das amostras:
      • * Local apropriado de coleta do material.
      • * Meios conservantes para transporte, quando aplicável.
      • * Necessidade de manuseio e transporte especial.
      • * Tempo e temperatura para transporte (armazenar a 4ºC, quando aplicável, ou Temperatura Ambiente).
      • * Identificação da amostra: nome do paciente, material, data e identificação do profissional da coleta.
    CONTROLE DE QUALIDADE EM MICROBIOLOGIA
  • 12.
    • Amostras Adequadas
    • Ter estabelecido os critérios de rejeição de amostras:
      • * Amostras sem identificação.
      • * Amostras visivelmente contaminadas (fezes em urina de saco coletor).
      • * Meio de transporte e/ou swab inadequados.
      • * Tempo excessivo de transporte.
      • * Temperatura de transporte inadequada.
      • * Frascos quebrados e vazamento da amostra.
    CONTROLE DE QUALIDADE EM MICROBIOLOGIA
  • 13.
    • Amostras Adequadas
    • Critérios de rejeição de amostras
      • Quando houver rejeição de amostra:
      • notificar o responsável envolvido imediatamente;
      • Notificar ao médico assistente
      • Manter a amostra, por no mínimo, 24 horas (a pessoa envolvida no procedimento de coleta e a ação corretiva devem ser documentados)
    CONTROLE DE QUALIDADE EM MICROBIOLOGIA

×