OMS UnB 01_2013 - Aula 08 - Tipos de Estrutura
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

OMS UnB 01_2013 - Aula 08 - Tipos de Estrutura

on

  • 1,420 views

Aula 08 da disciplina Organização, Métodos e Sistemas ministrada pelo Professor Euller Barros na Universidade de Brasília - UnB. ...

Aula 08 da disciplina Organização, Métodos e Sistemas ministrada pelo Professor Euller Barros na Universidade de Brasília - UnB.

Conteúdo:

+ Departamentalização e Descentralização
- Delineando a Superestrutura
- Bases para Agrupar
- Tipos de Estrutura

Statistics

Views

Total Views
1,420
Views on SlideShare
1,420
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
69
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

OMS UnB 01_2013 - Aula 08 - Tipos de Estrutura Presentation Transcript

  • 1. ORGANIZAÇÃO, MÉTODOS ESISTEMAS – 01/2013Professor Euller BarrosUniversidade de Brasília
  • 2. REVISÃO – AULA 07• Configurações Organizacionais - Mintzberg• Modelos Organizacionais
  • 3. Modelos Organizacionais deMintzbergConsiderando os diferentes estágios das empresas, suascaracterísticas internas e a força que cada uma exerce,Mintzberg propõe a existência de cinco configuraçõesestruturais:• Estrutura Simples• Burocracia Mecanizada• Burocracia Profissional• Forma Divisionalizada• AdhocraciaFonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.ProfessorEullerBarros3
  • 4. Estrutura Simples• Grande amplitude de controle na cúpula estratégica, nenhumanas unidades de assessoria e insignificante na linhaintermediáriaFonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.ProfessorEullerBarros4
  • 5. Burocracia Mecanizada• Estrutura administrativa e de apoio plenamenteelaborada, grande núcleo operacional e enfoque napadronizaçãoFonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.ProfessorEullerBarros5
  • 6. Burocracia Profissional• Estrutura achatada, linha intermediária estreita euma assessoria de apoio plenamente elaboradaFonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.ProfessorEullerBarros6
  • 7. Forma Divisionalizada• Uma pequena cúpula estratégica formada pelos altosdirigentes; uma pequena tecnoestrutura àesquerda, envolvida no design e na operação do sistema decontrole de desempenho, um grupo maior de assessores deapoio à direita.Fonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.ProfessorEullerBarros7
  • 8. Adhocracia• Uma estrutura de forma flexível capaz de se ajustar aambientes com mudanças aceleradas• Apresenta uma estrutura orgânica, que tem participação nastarefas multidisciplinares, um papel de ligação e integraçãocom complexidade baixa e moderada, com pouca formalizaçãona tomada de decisão.Fonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.ProfessorEullerBarros8
  • 9. Modelos Organizacionais deMintzberg - ResumoFonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.ProfessorEullerBarros9
  • 10. AGENDA – AULA 08• Departamentalização e Descentralização• Delineando a Superestrutura• Bases para Agrupar• Tipos de Estrutura
  • 11. Delineando a Superestrutura• O sistema de autoridade formal e a hierarquia da organização sãocompostos através do processo de agrupar em unidades.• Ex.: Exército. Soldados são agrupados em grupos de combates, osgrupos em pelotões, que são agrupados em companhias, companhiasem batalhões, batalhões em regimentos, e assim sucessivamente atétermos a visão do exército.• Delineamento organizacional x Redelineamento Organizacional• Desenho de cima pra base (mudança de missão, objetivos e metas)X de baixo para o topo(Mudanças no processo produtivo ou notrabalho peracionalFonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.ProfessorEullerBarros11
  • 12. Bases para agruparSegundo Mintzberg, existem seis bases mais comumente empregadas:• Agrupar por conhecimento e habilidade• As posições são agrupadas conforme o conhecimentoespecializado e habilidades que os membros trazem para o cargo.Exemplo: Hospitais (Departamento de pediatria, departamentocirúrgico)• Agrupar por processo de trabalho e por função• As unidades podem ser baseadas no processo ou atividadeexercida pelo trabalhador. Exemplo: Indústria(Soldagem, Fundição)• Agrupar por tempo• Utilizada quando turnos diferentes executam a mesma atividade.Exemplo: Construção Civil e Fábricas12ProfessorEullerBarrosFonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.
  • 13. Bases para agruparSegundo Mintzberg, existem seis bases mais comumenteempregadas:• Agrupar por resultado• Agrupamento com base nos produtos/serviços das unidades. Exemplo:Empresa Fabril com divisões por linhas de produção (uma paracerâmicas outra para tratores)• Agrupar por cliente• Exemplo: Empresa de seguros com um departamento de vendas parapessoas físicas e outro para grupos ou pessoas jurídicas.• Agrupar por local• Grupos formatados conforme as regiões geográficas nas quais aorganização opera. Exemplo: Fabricantes de Veículos, Empresas deBebidas 13ProfessorEullerBarrosFonte: MINTZBERG, Henry. Criando organizações eficazes. São Paulo: Atlas, 1995.
  • 14. TIPOS BÁSICOS DE ESTRUTURASORGANIZACIONAISPor funçãoEstruturada em função dos trabalhos especializados aserem executados.DivisionalEstruturada em função dos resultados finais a seremobtidos, tais como: produto, mercado aservir, geografia, classe de cliente, tipo de projeto.EspecialEstruturas matriciais, estruturas em rede e estrutura celular.ProfessorEullerBarros14
  • 15. PresidênciaAssessoriaDiretoria deMarketingDiretoriaFinanceiraDiretoria deProduçãoDiretoria deAdministraçãoESTRUTURA POR FUNÇÃOProfessorEullerBarros15
  • 16. ESTRUTURA POR FUNÇÃOQuando Utilizar:• Quando a empresa está começando ou é de pequeno porte• Quando o mercado para o produto é pequeno• Quando há poucos locais de produção e existe um padrão simples demarketing• Quando os principais concorrentes permanecem com Estrutura FuncionalVantagens:• Permite a hierarquia das habilidades• Facilita a especialização / Simplifica a coordenaçãoDesvantagens:• Incentiva a centralização• Atrasa a tomada de decisões• Contribui para a perda nas comunicaçõesProfessorEullerBarros16
  • 17. Estruturada em função dos resultados finais a serem obtidos, tais como:produto, mercado a servir, geografia, classe de cliente, tipo de projeto.Principais Tipos:Geográfica:É aquela que leva em conta as condições econômicas, sociais e políticasdiferentes, em cada uma das áreas operadas pela organização.Por Produto:É aquela em que agrupamento da organização é feito de acordo com asatividades relativas a cada um dos produtos e serviços da mesma.Por Cliente:É aquela em que a estrutura da organização é definida e orientada emfunção das características e necessidades de cada grupo de clientes(segmentos).ESTRUTURA DIVISIONALProfessorEullerBarros17
  • 18. ESTRUTURA DIVISIONAL GEOGRÁFICAPresidênciaAssessoresDiretoria doSulDiretoria doNorteDiretoria doInteriorDiretoriaAdministraçãoVendas OperaçõesPessoalMarketingProfessorEullerBarros18
  • 19. ESTRUTURA DIVISIONAL GEOGRÁFICAQuando Utilizar:• Onde pode-se auferir economia de transporte (cimento, areia, etc.)• Onde existe um tipo especial de mercadoVantagens:• Permite a companhia considerar diferentes condiçõeseconômicas, sociais e políticas, em todas as áreas geográficas atendidase ainda combinar com as vantagens encontradas na divisionalização porprodutosDesvantagens:• Custos maiores• Carência de gerentes habilitadosProfessorEullerBarros19
  • 20. Exemplo – Divisional GeográficaProfessorEullerBarros20
  • 21. ESTRUTURA DIVISIONAL POR PRODUTOPresidênciaAssessoresDiretoria deProdutosDiretoria deOperaçõesGerencia doProduto AGerencia doProduto BGerencia doProduto CVendas Marketing PropagandaProfessorEullerBarros21
  • 22. ESTRUTURA DIVISIONAL POR PRODUTOQuando Utilizar:• Utilizada em empresas que possuem um número maior de produtos eserviços com características diversas.Vantagens:• Facilita a coordenação dos resultados esperados dos produtos, poistransforma cada grupo de produtos numa unidade estratégica denegócios;• Apresenta maior flexibilidade, uma vez que o enfoque da empresa épredominantemente sobre os produtos e não sobre sua estrutura;• Propicia condições favoráveis à inovação e criatividade.Desvantagens:• Pode apresentar custos mais elevados em função da existência deduplicidade de atividades nas diversas linhas de produtos;• Pode gerar instabilidade organizacional caso haja constante variação nosprodutos e serviços da organização.ProfessorEullerBarros22
  • 23. Exemplo – Divisional por ProdutoProfessorEullerBarros23
  • 24. ESTRUTURA DIVISIONAL POR CLIENTEPresidênciaAssessoresDiretoriaAtacadoDiretoriaVarejoDiretoriaIndústriasDiretoriaAdministraçãoVendas OperaçõesPessoalMarketingProfessorEullerBarros24
  • 25. ESTRUTURA DIVISIONAL POR CLIENTEQuando Utilizar:• Utilizada em organizações que apresentam grande número de clientescom características diversas entre si, mas agrupáveis em seu conjunto.Vantagens:• Propicia maior agilidade no atendimento das demandas dos clientes;• É flexível uma vez que se orienta em função de seus clientes e não desua estrutura.Desvantagens:• A exemplo da estruturação por produto, pode apresentar custos maiselevados em função da duplicação de atividades nas unidades que atendema cada segmento;• Maior dificuldade no estabelecimento de políticas e padrões corporativos;• Pode gerar instabilidade na organização caso haja variação freqüente nossegmentos de clientes.ProfessorEullerBarros25
  • 26. ESTRUTURA ESPECIAL MATRICIALPresidênciaAssessoresDiretoria deEngenhariaDiretoria deOperaçõesDiretoria deContratosGerencia doProjeto AGerencia doProjeto BGerencia doProjeto CEngenheiro A Especialista AOperador AEngenheiro BEngenheiro AEspecialista BOperador BEngenheiro C Especialista COperador CProfessorEullerBarros27
  • 27. ESTRUTURA ESPECIAL MATRICIALQuando Utilizar:• Quando for necessário compatibilizar agilidade com especialização.Corresponde à forma de organização que funde dois ou mais tipos dedepartamentalização.Vantagens:• Permite melhor cumprimento dos prazos e orçamentos;Permite a coordenação de equipes de forma mais adequada e coerente;• Possibilita maior aprimoramento técnico das equipes de trabalho.Desvantagens:• A exemplo da estruturação por produto, pode apresentar custos maiselevados em função da duplicação de atividades nas unidades que atendema cada segmento;• Maior dificuldade no estabelecimento de políticas e padrões corporativos;• Pode gerar instabilidade na organização caso haja variação freqüente nossegmentos de clientes.ProfessorEullerBarros28
  • 28. ESTRUTURA ESPECIAL EM REDEProfessorEullerBarros29
  • 29. ESTRUTURA ESPECIAL EM REDE• Quando Utilizar:• Quando não há o conceito de processos, e pouca ou nenhumarepetibilidade naquilo que é praticado. São empresas cujo produto principalsão projetos (desenvolvimento de softwares, consultoria, etc...)Vantagens:• Profissionais agrupados sob demanda e de acordo com suas especialidades;• Hierarquia dada pelo contexto;• Poucas variações de cargos;• Evolução profissional em todas as direções, não necessariamenteconfigurando-se uma disputa.• Desvantagens:• Caso a empresa não esteja preparada para minimizar os conflitos ouadministrá-los de forma eficiente, poderá gerar atrasos no desenvolvimentodas atividades da empresa.ProfessorEullerBarros30
  • 30. Próxima Aula• RevisãoProfessorEullerBarros31