Guia Sessao6 Metodologias
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Guia Sessao6 Metodologias

on

  • 308 views

 

Statistics

Views

Total Views
308
Views on SlideShare
308
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Guia Sessao6 Metodologias Guia Sessao6 Metodologias Document Transcript

  • Guia da Sessão: O Modelo de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Conclusão) O Ministério da Educação (ME) tem em curso um processo de avaliação externa de todos os estabelecimentos públicos de ensino, tendo por suporte um Quadro de Referência e o trabalho de um conjunto de equipas de avaliação no terreno, mediante os quais, se propõe vir a avaliar cada escola de 4 em 4 anos. Esta avaliação externa articula-se com os mecanismos de auto-avaliação postos em prática em cada escola que, como sabemos, são muito distintos de escola para escola. Tendo em conta esta variedade, a IGE definiu um conjunto de campos e tópicos de análise comuns que visam uniformizar e facilitar às escolas a preparação da sua apresentação à equipa de avaliação externa e a elaboração do texto que lhe serve de suporte e fundamentação. A análise e reconhecimento do papel da BE a nível da auto-avaliação da escola, para a qual tenta contribuir o Modelo de Auto-Avaliação das BE proposto pela RBE, e a inclusão da BE na informação prestada às equipas de avaliação externa, tendo em vista a sua valorização, desenvolvimento e melhoria, é fundamental. A actividade desta sessão incide, deste modo, nesta fase de transferência e comunicação para o exterior dos resultados de avaliação apurados no processo de auto-avaliação da BE e incorporados na auto-avaliação de cada escola. Como desconhecemos o modo como cada escola organiza a informação resultante da sua auto-avaliação, mas conhecemos a estrutura descritiva comum da IGE, a que essa informação deve obedecer com vista à avaliação externa, utilizaremos também esta estrutura, como referencial para o nosso trabalho de reflexão nesta sessão. Considerando os documentos disponíveis na Plataforma: 1) “Tópicos para apresentação da escola: campos de análise de desempenho”, através do qual se orienta o conteúdo do texto e da apresentação das escolas à IGE; 2) “Quadro de Referência para a avaliação de escolas e agrupamentos, em função do qual, a IGE elabora os seus Relatórios de Avaliação externa: 3) Uma amostra, à sua escolha, de Relatórios de avaliação externa das escolas dos anos 2006/07; 2007/08 e 2008/09
  • 1. Elabore um quadro que permita cruzar o tipo de informação resultante da auto-avaliação da BE nos seus diferentes Domínios com os Campos e Tópicos estabelecidos pela IGE, nos quais aquela informação deve ser enquadrada. 2. Tendo por base a amostra de Relatórios de avaliação externa que elegeu, faça uma análise e comentário crítico à presença de referências a respeito das BE, nesses Relatórios. Coloque o quadro no Fórum 1 e a análise e comentário crítico no Fórum 2, de modo a que todos os formandos possam ter numa fase posterior, se assim o entenderem, acesso aos trabalhos dos seus colegas. Bom trabalho!