Trabalho De A.P.

739 views

Published on

Published in: Technology, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
739
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5
Actions
Shares
0
Downloads
11
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Trabalho De A.P.

  1. 1. AVEIRO A ARTE EM ÁREA DE PROJECTO 7ºC GRUPO 7
  2. 2. <ul><li>Bom dia! Pedimos por favor que durante a apresentação não façam barulho, desligem os telemóveis e, se tiverem dúvidas, coloquem-nas no fim da apresentação, obrigada. </li></ul>
  3. 3. O que vamos fazer neste ano lectivo? <ul><li>Neste ano lectivo vamos falar sobre a Arte em Aveiro, que engloba: azulejos, a calçada e os moliceiros. Também vamos falar sobre o moliço. </li></ul>
  4. 4. Aveiro, a Veneza de Portugal <ul><li>Em finais do século XVI, princípios do séc. XVII, a instabilidade da comunicação entre a ria e o mar levou ao fecho do canal, impedindo a utilização do porto e criando condições de insalubridade, provocadas pela estagnação das águas da laguna. </li></ul>
  5. 5. O que provocou a estagnação das águas da laguna? <ul><li>Diminuição de habitantes </li></ul><ul><li>Emigrações </li></ul><ul><li>Crises económicas e sociais </li></ul>
  6. 7. MOLICEIROS
  7. 8. <ul><li>Moliceiro é o nome dado aos barcos que circulam na Ria de Aveiro, região lagunar do Rio Vouga. Esta embarcação era originalmente utilizada para a apanha do moliço, mas actualmente são mais usados para fins turísticos. </li></ul>
  8. 9. Aspecto exterior <ul><li>Têm uma proa e uma ré muito elegantes que normalmente estão decorados com pinturas que ridicularizam situações do dia a dia. </li></ul>
  9. 10. <ul><li>São barcos de borda baixa para facilitar o carregamento do moliço. </li></ul>
  10. 11. <ul><li>O comprimento total é cerca de 15 metros, a largura de boca 2,50 metros. Navega em pouca altura de água. </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Moliço é o nome dado às plantas aquáticas que são colhidas para serem usadas na agricultura. Esta palavra provém do latim mollis , que expressa a qualidade de mole. A designação de moliço é geralmente usada para as plantas vasculares que crescem submersas em água salgada </li></ul>
  12. 13. <ul><li>O moliço era particularmente importante na laguna costeira da Ria de Aveiro, situada na costa do norte de Portugal. Ali o moliço era colhido em grandes quantidades, por ancinhos arrastados a partir de um barco moliceiro. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>Nos séculos XIX e XX, a colheita de moliço teve um papel importante ao remover nutrientes de plantas da Ria de Aveiro, ajudando a estabilizar esta laguna. </li></ul>
  14. 15. moliço
  15. 16. '::AZULEJOS::'
  16. 17. De que é feito o azulejo? <ul><li>O termo azulejo designa uma peça de cerâmica de pouca espessura, geralmente, quadrada, em que uma das faces é vidrada, resultado da cozedura de um revestimento geralmente designado como esmalte, que se torna impermeável e brilhante. </li></ul>
  17. 18. Para que serve o azulejo? <ul><li>O azulejo é geralmente usado em grande número como elemento associado à arquitectura em revestimento de superfícies interiores ou exteriores ou como elemento decorativo isolado. Actualmente a procura por azulejos tem diminuído pelo seu valor decorativo, sendo muito utilizado em cozinha, banheiros e demais áreas hidráulicas. </li></ul>
  18. 19. Exemplos de azulejos:
  19. 21. Calçada Portuguesa
  20. 22. CaLçAdA PoRtUgUeSa… <ul><li>O mosaico português ou calçada portuguesa, é um determinado tipo de revestimento de piso, utilizado especialmente na pavimentação de calçadas e de espaços públicos de uma forma geral. </li></ul><ul><li>Consiste de pedras de formato irregular, geralmente de calcário, que podem ser usadas para formar padrões Os trabalhadores especializados na colocação desse tipo de calçada são os mestres calceteiros. </li></ul><ul><li>Em Portugal, de onde é originária, a calçada portuguesa surgiu no século XIX . </li></ul>
  21. 27. <ul><li>Espero que tenham gostado desta apresentação.Obrigada </li></ul>
  22. 28. Trabalho realizado por: <ul><li>Beatriz Pedro de Sousa, nº 5 </li></ul><ul><li>Joana Rita Capela Covelo, nº 13 </li></ul><ul><li>Tatiana Andreia Marnoto Madaíl, nº 25 </li></ul>

×