Informativo Estrela Vermelha

250 views

Published on

Published in: Art & Photos
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
250
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
7
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Informativo Estrela Vermelha

  1. 1. INFORMATIVO DO DIRÉTORIO MUNICIPAL DE PARACATU - Nº2 CIRCULAÇÃO INTERNA DOS FILIADOSACESSE: http://estrela13vermelha.blogspot.com/ E-MAIL: estrela13vermelha@gmail.com Presidente Lula, você é o cara que honrou esta nação. Presidente Lula, você é o cara que honrou esta nação. Você é o cara que devolveu a dignidade ao povo brasi- leiro. Hoje temos orgulho de ser brasileiros. Você é o cara que mostrou ao mundo que o Brasil é um país soberano, livre, e o mundo aprendeu a respeitar o Brasil. Você é o cara que enfrentou a desigualdade social e con- seguiu tirar mais de 28 milhões de famílias da pobreza extrema, façanha reconhecida em todo o mundo. Você é o cara que livrou o Brasil do FMI, que colocou a economia nos trilhos, que enfrentou a maior crise eco- Todos, Minha Casa Minha Vida, Territórios da Cidadania, nômica mundial em todos os tempos com sabedoria e Pronasci, Bolsa Família e muitos outros. sucesso. Você é o cara que, junto com o seu partido o PT, es- Você é o cara que transformou a Petrobras, com inves- tão transformando o Brasil num país de todos, num país timentos e projetos, em uma das maiores empresas do muito melhor, admirado pelo mundo. mundo. Você é o cara que fez sua sucessora, a primeira mulher Você é o cara responsável pela maior geração de em- presidenta do Brasil , a companheira Dilma. pregos e renda que este país já conheceu. Presidente Lula, você é o cara que vai muito rápido ter Você é o cara responsável por programas sociais que restabelecida a sua saúde para continuar lutando junto beneficiam milhões de brasileiros: PROUNI, Luz Para com todos nós. Governo Dilma: um ano positivo para o Brasil Consolidando e aprofundando um processo iniciado cas que fazem com que o Brasil avance promovendo em 2003 com o ex-presidente Lula, ao iniciar 2012, o e mantendo grandes investimentos em infraestrutura Brasil, com a Presidenta Dilma, continua no mesmo rit- para não entrar na crise financeira internacional. Ago- mo de crescimento, geração de empregos e distribui- ra, com as finanças reguladas, vivemos um momento ção de renda, independentemente da crise econômica privilegiado da vida do Brasil e podemos dar o salto de internacional que afeta as economias dos EUA, União desenvolvimento que tanto requeremos. Européia e Japão. Dilma manteve os investimentos nos programas sociais A presidenta Dilma Rousseff tem mantido o País pro- e em obras de infraestrutura e contínua a política de tegido da crise internacional, com a adoção de políti- valorização do salário mínimo. Nos governos de FHC, o
  2. 2. Brasil ia de forma recorrente ao Fundo Monetário Inter- nacional (FMI) pedir socorro financeiro. Agora, o Brasil passou de devedor a credor do FMI e até é chamado a socorrer as economias centrais que estão em crise. O aumento real do salário mínimo a partir de janeiro vai ajudar o Brasil a enfrentar a crise e ainda distribuir mais renda. Cerca de 13% a 14% de valorização do salário mí- nimo, fará com que a massa salarial dos mais pobres au- mente, transforme-se em consumo e este consumo será um combustível para a economia brasileira. Destacamos ainda, além dos grandes investimentos em Aeroportos, estradas, portos, ferrovias, hidroelétricas, 2 milhões de casa populares do programa Minha Casa Mi- nha Vida, temos visto outros grandes investimentos em programas de Saúde em Casa, no Direito das Pessoas com Deficiência e no Plano de Combate às Drogas. Salve a Dilma, avançar sempre!... Dívida total do governo brasileiro é a menor em 64 anosA dívida líquida total do governo atingiu, em setembro,saldo de R$1,4 trilhão, o equivalente a 37,2% do ProdutoInterno Bruto (PIB) brasileiro – a soma de todas as eco-nomias produzidas no País. É o menor valor em relaçãoao PIB já registrado, segundo informou nesta segunda--feira o Banco Central (BC). A série histórica da autorida-de monetária começa em 1947.O superávit primário do governo federal (a economiafeita para pagar os juros da dívida pública) atingiu R$8,1bilhões em setembro. PT firme e unido para 2012O Partido dos Trabalhadores de Paracatu deu início à buscar soluções para construirmos uma cidade melhor.organização do processo de avaliação e debates com Mas não basta ser oposição. É necessário apresentar umos filiados, tendo em vista a eleição de 2012. Neste pri- projeto alternativo, sintonizado com os novos temposmeiro momento houve a apresentação de nomes de gerados pelo crescimento do Brasil nos últimos anos.pré-candidatos a vereadores e dos 2 pré-candidatos a Nossa cidade precisa aproveitar todas as possibilidadesprefeitos já conhecidos (Robertão e Jueli), já que Silvano proporcionadas pelo governo federal, o que o atual pre-Avelar retirou sua pré-candidatura a Prefeito. O PT tem feito e equipe, por incompetência e inércia, deixaramconversado com outros partidos visando a concretiza- de aproveitar durante o governo do presidente Lula eção das alianças. Começamos no início do ano as mobi- agora com a presidenta Dilma.lizações para fortalecer o partido e nos apresentarmoscomo alternativa viável para administrar nosso municí- Paracatu precisa enfrentar seus graves e tradicionaispio com várias ações e debates. problemas tendo como referência um novo modelo de cidade. Uma cidade criativa, que prepare a juventudeFoi criado umo Grupo de Trabalho Eleitoral –GTE, para para ocupar o mercado de trabalho surgido com a novacoordenar o processo eleitoral e para implementar economia do conhecimento e cujo motor é a inovaçãoa realização de plenárias mensais para discutirmos os tecnológica; uma cidade democrática, que estimule agraves problemas que afetam o município nas áreas de cidadania participativa na formação de verdadeiros ci-mobilidade urbana, habitação, educação, saúde, meio dadãos; uma cidade mais justa e equilibrada socialmen-ambiente, ação social e funcionalismo. te. Enfim, uma cidade que cresça com sustentabilidade ambiental, oferecendo emprego, conforto e segurançaÉ o momento para deixarmos claro que o PT se opõe à ad- aos seus moradores.ministração do prefeito Vasquinho e que é possível, sim,
  3. 3. Mas devemos olhar para essa Paracatu a partir dos diag- se dispõem a colocar seus nomes à disposição do parti-nósticos e das propostas apresentados por nossos mili- do para disputar as eleições.tantes, pela população e pelos movimentos sociais queatuam no município, para que possamos, coletivamen- A responsabilidade da direção partidária é a busca dote, construir nossas propostas, programa e tática eleito- consenso, de um nome construído no debate com todaral para a disputa de 2012. a militância e com todos os pré-candidatos. É o nossoO PT tem o privilégio de possuir quadros bem prepara- desejo e temos a sensibilidade de perceber que é, tam-dos, experientes e compromissados com a cidade que bém, o da maioria dos militantes. REUNIÃO COM OS PRÉ CANDIDATOS A VEREADORES PT, um partido amadurecido e sintonizado com as causas da população de ParacatuPor: João Batista Vaz – Executiva Municipal As plenárias abertas do PT de Alguns analistas gostam de repetir que o PT “mudou Paracatu em 2011 mostrou muito” em tom depreciativo. De fato mudamos: ama- , a vitalidade de um partido durecemos, aprendemos a ganhar eleições e provamos que, mesmo vitorioso na so- que sabemos governar - muito melhor, aliás, do que os ciedade e nas urnas, busca que nos antecederam e nos sucederam como atestam sempre se atualizar e perma- todas as pesquisas de opinião pública. Mas o PT nem necer ao lado dos filiados e por isso deixou de ser um partido inquieto, vivo, ou per- simpatizantes. Fiel às suas deu o vínculo com sua imprescindível base social. Nes- origens e à sua história de 31 sa base estão os movimentos que lutam por direito à anos, o PT inicia 2012 ainda moradia, à saúde, à educação, ao transporte, à cultura, mais popular, inclusivo e de- enfim, à cidadania plena. Sem essa base, o PT não seriamocrático. Com quase 1000 filiados em Paracatu o PT o que é. Não teria condições de promover as mudançascada vez mais vem se firmando como o partido das cau- realizadas em oito anos de governo Lula, cujo êxito ésas sociais. Com ousadia e determinação abraçou a luta reconhecido no mundo todo; nem daria conta da tarefada população que defende uma relação mais justa en- de avançar no processo de transformação, agora sob otre a mineradora Kinross e a comunidade, assim como comando da presidenta Dilma.a melhoria dos serviços prestados pela COPASA no mu-nicípio, também estamos na luta para que se resolva A democracia que praticamos no PT é a que queremosdefinitivamente o caos e o desrespeito que a expresso para Paracatu,com mulheres, jovens e negros, entreplanalto vem tendo com o nosso povo oferecendo um outros setores há séculos excluídos, participando efeti-serviço de transporte caro e ao mesmo tempo ruim. vamente dos debates e das decisões políticas. Por isso quero deixar aqui minha saudação especial aos movi-Não são lutas fáceis de vencer pois é preciso coragem, mentos sociais e seus representantes na base partidária,fé e participação das pessoas para que as autoridades presentes não só na fundação e na construção do PT,se sensibilizem e ouçam a voz do povo. Iniciativas como mas ainda hoje no dia-a-dia da luta militante, muitas ve-essas colocam o PT muitos passos à frente de qualquer zes com sacrifícios pessoais.outro partido brasileiro no que diz respeito à lutas sociais. Vamos todos juntos “aqui é PT meu irmão” .
  4. 4. A luta da COMUNIDADE x KINROSS“Estamos vivendo no limiar do inferno....” , assim falouum morador do Bairro Alto da Colina, ao explicar sua si- PAUTA DE EXIGÊNCIAS DA POPULAÇÃO:tuação hoje convivendo na vizinhança da mineradoraKinross. Essa luta é antiga, mas ultimamente vem se 1 – Que a empresa compre as propriedades dos mo-acirrando com o aumento dos problemas de qualidade radores dos Bairros mais afetados, em um plano dede vida da população. As organizações populares, com desocupação continuada, se comprometendo com aa Central de Associações à frente, tem se reunido, deba- retirada de um número de famílias quanto necessá-tido as soluções e criado formas de luta para enfrentar rio para dar fim aos problemas num horizonte de10e reverter os graves prejuízos causados pela voraz ativi- anos.dade mineraria. 2 – Paulatinamente e ao mesmo tempo fazer destasJá foram realizadas várias audiências públicas: duas da áreas desocupadas uma cortina verde com plantio deAssembléia Legislativa- chamadas pelo Deputado Al- espécies vegetais de crescimento rápido.mir Paraca, outras da Câmara Municipal de Vereadores,que tem gerado muita polêmica e discussão, apontado 3 – Indenizar o Município pelas redes de água, esgo-soluções mas que não vêem resoluções sendo imple- to, energia, pavimentação e órgãos públicos existen-mentadas pela mineradora Kinross. tes nestes locais.O atual governo municipal do Vasquinho parece fingir 4 - Que a empresa crie formas de exploração que mi-que não é com ele. Não reforça a luta do povo para bus- nimizem a difusão de poeiras próximas aos referidoscar soluções, omite-se e não responde pedido de infor- bairros, com aplicação de produtos específicos emmação sobre o exame epidemiológico contratado para taludes.investigar a contaminação à saúde da população. 5 – Que estude um plano de lavra que minimize osComo o povo organizado já não agüentava mais os des- trabalhos à noite nas proximidades dos bairros en-casos, com o apoio de várias lideranças, começaram a quanto a população destes não for deslocada.traçar uma pauta de reivindicações para apresentar àempresa e exigir o seu cumprimento, sob pena de radi- 6 – Que as compras dos imóveis se façam pelo valorcalização do movimento com a realização de passeatas médio dos imóveis do município, uma vez que a po-e ocupações de vias de acesso à mineradora. pulação do entorno da mina, foi prejudicada e preci- sa de valores necessários para comprar outro imóvelA empresa Kinross pediu um tempo para analisar e, ao em local diferente para morar dignamente.que parece, já está começando a planejar a implemen-tação de algumas medidas sugeridas. É importante ob- 7 – Que as negociações dos imóveis sejam verificadasservar que a população não aceita mais os paliativos da por uma comissão de representantes de moradoresempresa. Veja abaixo quadro com pauta de reivindica- e Prefeitura que farão aferições dos valores avaliados.ções da comunidade organizada. 8 – Que se efetive em Lei a contribuição anual da em-O PT tem apoiado firmemente essa luta. Sabemos da presa para o Fundo de Desenvolvimento Sustentável,força da organização e mobilização permanentes, com sugerido pelo Plano Paracatu 2030, em um montantetáticas corretas e disposição para mostrar ao povo que generoso a ser definido pela sociedade organizada,pode haver mineração sim, mas com respeito à qualida- empresa e poder público.de de vida da população e ao meio ambiente.AUDIÊNCIA PUBLICA REALIZADA PELA ALMG ATRAVÉS DE SOLICITAÇÃO AO INVÉS DA CIDADE SE APROXIMAR DA MINA, É A MINA QUE SE APROXIMA DA CIDADEDO DEPUTADO ESTADUAL ALMIR PARACA PT – MG
  5. 5. O saneamento em Paracatu - “Os grandes feitos nestes 15 anos”Por: Jueli Cardoso Na audiência pública convo- resolvendo problemas históricos que se tornaram fol- cada pela Comissão de Assun- clore na repetição das sucessivas promessas dos políti- tos Municipais da Assembléia cos em campanha. Legislativa de Minas surgiram fatos e lembranças que mos- Vale lembrar ainda da solução do Aterro Sanitário com tram claramente a evolução toda a infra-estrutura pronta e os maquinários adqui- do saneamento básico em ridos, esperando apenas a licença ambiental definitiva Paracatu. Antes, desde que a para iniciar a operação. COPASA assumiu o sistema, fa- ziam pequenas obras que não conseguiam suprir a deman- E DEPOIS?... da de água, faziam pequenasredes de esgoto para jogar os efluentes nos córregose não encaravam de frente o problema. Até que, por De lá para cá pouca coisa foi feita. A COPASA continuouvolta dos anos 1995/96, aconteceu o início do caos da com seu lento crescimento vegetativo. Ritmo que sefalta de água. Anos de fortes secas, recursos hídricos em tornou mais devagar ainda devido à falta de novo con-franca diminuição nos córregos, racionamento de água trato de concessão com o Município. Fato este que seno centro da cidade e falta d’água de até três dias na arrastou por quase 4 anos, sem nenhuma obra, sem ne-maioria dos bairros da periferia com o povo carregan- nhum investimento. Até mesmo os buracos que abriamdo latas na cabeça para abastecer minimamente suas não reparavam com esmero.necessidades. Em 2008 sai o novo contrato Estado/Município comNeste quadro foi quando o então Deputado Almir Pa- a COPASA sendo a empresa contratada para operar oraca propôs lutar junto com a população e conseguiu, sistema. Sem novidade alguma notamos que a esperaaliado com várias outras lideranças, trazer a obra do não valeu a pena. A Prefeitura aceitou todas as imposi-sistema de captação e tratamento do Santa Izabel. Foi ções do Estado e não agregou quase nada de benefíciosum alívio para a população! Aí iniciaram-se as grandes além da obrigação que a empresa tem de fazer o sane-obras de saneamento no município. amento. Lembramos que existia, desde sempre, locais críticos que já eram grandes problemas que precisavam ser urgentemente saneados, tais como a grota do BairroO INICIO DE UM PLANO JK e N.S.de Fátima, trechos do Bairro Alto do Açude, tér- mino do Rasgão de Mestre Campos e vários pontos de lançamento de esgoto nos córregos.Quando o PT e partidos aliados entraram na prefeitura,com Almir prefeito, a partir de 97, iniciamos um plano O que a Prefeitura fez?!....... Pegou os R$ 1.080.000,00para resolver o problema de saneamento na cidade. Sa- (um milhão e oitenta mil reais) que a COPASA repassoubíamos da importância do assunto para o povo. Sanear ao Município e investiu em recapeamento de asfalto.significava fazer saúde e resolvemos contrariar a máxi- Mas espere aí !... Essa verba não era para saneamentosma de que obra enterrada não dava votos, debruçando urgentes conforme prioridades discutidas que constamna busca das soluções. Sonhávamos com 100% de água do cronograma do próprio plano de saneamento apre-e esgoto tratados e brincávamos que no caso do esgo- sentado no contrato?!... Respondem os representantesto, como muita gente possuía fossas em casa, deverí- da Prefeitura: ... mas lá tinha também o item de recape-amos atingir uns 98%. Era uma grande meta!.. E para amento!...cumpri-la?!.. teríamos que ir à luta!... E fomos!.. Aí está a diferença da obra enterrada com a obra ma-Acontece que estas grandes obras não se resolvem em quiada para ficar bem visível!.. Dispensa-se mais comen-4 anos. Quando Almir Paraca saiu da prefeitura deixou o tários.projeto pronto, as verbas arrumadas e a obra dos emis-sários de esgoto já licitada e iniciada com as tubulaçõesde concreto depositadas ao longo do Córrego Rico. AEstação de Tratamento de Esgoto-ETE projetada, já fa-zia parte do planejamento de aporte de recursos da CO-PASA para dar inicio imediatamente após a construçãodos emissários. O prefeito que entrou teve o trabalhoapenas de fiscalizar as obras ao longo de todos os córre-gos da cidade e desapropriar o terreno para a ETE.Além disso foram realizadas redes de esgoto em váriosbairros, construído canalizações de grotas e córregos,
  6. 6. CONTROLE SOCIAL- Transparência, participação popular e combate à corrupçãoPor: Silvano Avelar Muito se tem falado atualmente não ser quando os políticos pretendem simplesmen- sobre Controle Social. Como tan- te fazer propagandas, muitas vezes enganosas, de suas tas expressões que volta e meia ações de governo. aparecem na mídia e que come- çam a fazer parte do nosso voca- A CGU, Controladoria Geral da União, é o órgão bulário, o controle social é hoje responsável pela divulgação e implantação da Con- um mote que povoa o meio po- ferência Nacional sobre Controle Social, delegando aos lítico e acadêmico, mas o público governos locais e estaduais o compromisso de realizar alvo ( o povo) pouco ou nada co- as conferências nos seus respectivos níveis de governo. nhece sobre o tema. Neste contexto, o PT defende o Projeto “ Licita- Tratam-se de mecanismos que devem ser uti- ções Para Todos” projeto que implantamos na Prefeitu- ,lizados pela população, representada pelos Movimen- ra de Paracatu, quando assumimos a Superintendênciatos sociais , para cobrar das várias esferas de governo de Licitações. O projeto fez com que houvesse ampla– municipal, estadual e federal- maior transparência nas divulgação das licitações, total transparência, além deações e nas contas públicas, participação mais efetiva possibilitar que o cidadão pudesse fiscalizar de pertona elaboração de propostas e programas de governo, todo procedimento licitatório, já que realizamos licita-além de utilização de instrumentos preventivos para o ções intinerantes, nos próprios bairros em que as obrascombate à corrupção. seriam realizadas. A proposta possibilitou ainda econo- mia para o município, pois aumentou a concorrência, A proposta é de extrema importância, já que diminuindo os preços. Orçamento Participativo e cria-normalmente o povo não tem o devido acesso às in- ção de Conselho municipal de controle social são outrasformações devidas sobre a administração pública, a propostas que o PT defenderá nesta Conferência. CONTROLE SOCIAL- Transparência, participação popular e combate à corrupção FOI MOBILIZANDO QUE O PT TIROU 30 MILHÕES DE FAMÍLIAS DA MISÉRIA; FOI MOBILIZANDO QUE O PT CONSEGUIU 17 MILHÕES DE EMPREGOS NO BRASIL; FOI MOBILIZANDO QUE O PT IMPLANTOU O BOLSA- -FAMÍLIA, DANDO CIDADANIA A MILHÕES DE FAMÍ- LIAS; FOI MOBILIZANDO QUE O PT IMPLANTOU O PRO-UNI E CONSEGUIU INCLUSÃO AO ENSINO SUPERIOR DE MI- LHÕES DE JOVENS E ADOLESCENTES; FOI MOBILIZANDO QUE O PT CONSEGUIU QUE O BRA- SIL FICASSE INDEPENDENTE DO FMI; FOI MOBILIZANDO QUE O PT ELEGEU UM OPERÁRIO POR DUAS VEZES PRESIDENTE DA REPÚBLICA; FOI MOBILIZANDO QUE O PT ELEGEU A PRIMEIRA MU- LHER PRESIDENTE DA REPÚBLICA, ETC. ETC.,ETC. VAMOS CONTINUAR NOS MOBILIZANDO PARA TRANSFORMARMOS TAMBÉM A NOS- SA PARACATU!
  7. 7. Governo Federal faz sua parte. Robertão da Famag – Diretório Municipal O Governo Federal tem demons- Mais ou menos Duzentos milhões ano. Tem também os trado , nos últimos anos, uma repasses do Governo Estadual, dinheiro das parcerias postura Republicana. Os gover- com instituições privadas como KinRoss, Atenas e ou- nos municipais não têm o que tras. Apesar de tanta arrecadação, a cidade continua com queixar do governo Lula e do sérios problemas estruturais, com deficiência no atendi- Governo Dilma, quanto ao re- mento à saúde, com transporte coletivo deficitário, sem passe de verbas aos municípios. segurança, com sérios problemas ambientais, trânsito Paracatu não foge à regra, pois caótico, etc. praticamente todas as obras da Prefeitura são financiadas por Nota-se ainda que o governo municipal não tem sido verbas do governo do PT. competente o suficiente para executar e administrar es- ses recursos. Temos vários exemplos que demonstramSó em 2011, o Governo Dilma repassou para o municí- isso , o maior deles foi a obra da Reforma da Rodoviária.pio de Paracatu o valor de R$ 51.467.884,62 ( Cinqüen- A verba era do governo Federal, cabendo ao municípiota e um milhões, quatrocentos e sessenta e sete mil, a administração da obra. Uma obra que deveria ser feitaoitocentos e oitenta e quatro reais e sessenta e dois em poucos meses, a Prefeitura gastou anos , sendo quecentavos). Fonte: site WWW.portaldatransparencia.gov.br . a obra ainda não ficou à contento, já que foram verifica- dos vários defeitos após sua conclusão. Além disso, comA Prefeitura tem feito cortesia com chapéu alheio, pois o dinheiro que foi gasto nesta reforma, praticamente da-anuncia obras do Governo Federal como se fossem ori- ria para construir uma Rodoviária nova em local maisginárias de recursos do município. Um exemplo disso foi apropriado.o barulho feito recentemente na mídia para anunciar aconstrução de casas populares. Ora, todos sabem que Sabemos das dificuldades para governar um municípioessa obra é financiada pelo Governo do PT, com o Pro- da dimensão da cidade de Paracatu e com tantos proble-grama Minha Casa, Minha Vida, através da Caixa Econô- mas, mas hoje, com a parceria constante e responsávelmica Federal .A prefeitura entra praticamente apenas do Governo Federal, tudo se torna mais fácil. É precisocom o terreno e a administração da obra. que haja planejamento, responsabilidade, respeito ao erário e capacidade de gestão. Isso tudo o PT tem de-A pergunta que não quer calar é a seguinte: Sabemos monstrado à frente do Governo do país, nas prefeituras eque esses recursos vêm do Governo Federal, mas onde Estados que administra.estão os recursos originários da arrecadação municipal? Roberto Ferreira Pires . Política InternacionalO PRÉ-SAL E O BELICOSO DUETO FRANCO-AMERICANOA extrema direita republicana, o claudicante Obama e S$ 224,7 bi( 390 bi de reais) em exploração e produção.até o desidratado Sarkozy se escoram no discurso da Quase a metade desse total, mais de 45%, vai acelerarguerrra contra o Irã para contornar o desgaste de uma a exploração dos grandes reservatórios do pré-sal. Nosliderança pífia, incapaz de enfrentar o verdadeiro inimi- próximos oito anos caberá a eles assegurar 40% da ofer-go responsável pelo empobrecimento, o desemprego e ta brasileira, garantindo o suprimento de uma demandaa insegurança que afetam a vida dos seus eleitores. Des- de 3,3 bilhões de barris/dia no final da década. A regu-ta vez, é o programa nuclear iraniano que desempenha lação soberana dessa riqueza, anunciada pelo governoo papel exercido pelas “armas de destruição em massa” , Lula em 2009 --e demonizada pelo dispositivo midiáticoem 2003, principal cabo eleitoral de Bush na invasão do demotucano-- consolidou a reversão de boa parte doIraque e em sua posterior reeleição, em 2004, quando os processo de privatização do petróleo brasileiro. Passadosdemocratas, a exemplo do tíbio Obama, não tiveram a 14 anos da quebra do monopólio feita em 1997, pelo go-coragem de afrontar o engodo belicista diante de um verno FHC, a Petrobrás é responsável por 90% da produ-eleitorado manipulado pelo terrorismo da direita. Hoje, ção nacional. Das 49 descobertas marítimas registradascomo ontem, a marcha da guerra explica também, em nesse período, 39 foram feitas pela estatal, entre elas oboa parte, a pressão sobre os preços do petróleo. As co- pré-sal, em 2007. Ademais da segurança energética, atações mantém-se acima de US$ 100 o barril em plena hegemonia pública nessa área faz das encomendas vin-desaceleração mundial, adicionando explosividade a culadas ao ciclo do pré-sal --condicionadas por elevadosuma economia minada em seus alicerces estruturais. O índices de nacionalização-- um dos maiores impulsos in-Brasil assiste à espiral bélica de um mirante privilegiado. dustrializantes da história do país. Quanto vale isso emEmbora a mídia tenha dado pouco destaque, a Petrobrás plena recessão mundial,combinado com a marcha dabateu seu recorde de produção em novembro último: 2,1 guerra no Irã? Com a palavra, os privatistas e seu dispo-milhões de barris/dia. Mas não é apenas o suprimento sitivo de imprensa.imediato que está garantido. Até 2015, a estatal investirá

×