Follow-the-Sun: Um Processo para Minimizar as Dificuldades de Projetos que Adotam esta Estratégia

  • 589 views
Uploaded on

Follow-the-Sun: Um Processo para Minimizar as Dificuldades de Projetos que Adotam esta Estratégia -- Apresentado no V WDDS 2011 - São Paulo

Follow-the-Sun: Um Processo para Minimizar as Dificuldades de Projetos que Adotam esta Estratégia -- Apresentado no V WDDS 2011 - São Paulo

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
589
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Follow-the-Sun: Um Processo para Minimizar as Dificuldades de Projetos que Adotam esta Estratégia
    Estevão R. Hess
    Jorge L. N. Audy
    PUC/RS
    V WDDS - Setembro de 2011
  • 2. Agenda
    Introdução
    Follow-the-Sun(FTS)
    Processo proposto
    Trabalhos futuros
    Conclusões
    2
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 3. Introdução
    Processo de globalização
    Projetos desenvolvidos em ambientes geograficamente distribuídos (DDS)
    Durante a implementação do DDS, surgem diversos desafios
    Diferença de fuso horário é um fator relevante [HOL06, HER01, TRE06]
    Surge a estratégia follow-the-sunpara utilizar esta diferença como uma vantagem [CAR09, HOL06, LIN07, SET07, SOL10, KNO07, TRE06]
    Porém, o uso da estratégia FTS apresenta diversos desafios, principalmente durante as transferências de trabalho (hand-off) [SET07, SOL10, CAR09]
    3
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 4. Introdução
    A estratégia FTS desperta o interesse da indústria
    Redução do time-to-market
    Aumento da produtividade
    A utilização da estratégia FTS em todas as fases do ciclo de vida do desenvolvimento do software pode-se apresentar muito complexa, inviabilizado a sua utilização [CAR09]
    A utilização dentro de uma fase particular é mais adequada [CAR10, CAR09].
    Este trabalho está focado em
    Hand-off
    Fase de desenvolvimento
    Definição de um processo para a transferência de trabalho em projetos que utilizam esta estratégia
    4
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 5. Follow-the-Sun
    Área recente de estudo
    Poucos trabalhos publicados
    FTS surge para atenuar os desafios relacionados a diferença de fuso horário
    Utilizar o fuso horário como uma vantagem para o projeto através da estratégia FTS [CAR09, HOL06, LIN07, SET07, SOL10, KNO07, TRE06]
    5
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 6. Follow-the-Sun
    Diversas formas de definir o conceito do Follow-the-Sun
    Não há um consenso nas definições
    Após a análisedestas definições, propomos uma definição para o desenvolvimento FTS, a qual sintetiza as idéias básicas deste conceito
    6
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 7. Follow-the-Sun
    O follow-the-sun é uma estratégia de desenvolvimento global de software;
    O objetivo é a diminuição do time-to-market, acelerando a construção do produto final;
    Este ambiente opera com equipes distribuídas em fusos horários e países distintos;
    Cada equipe detém o trabalho por determinado período;
    A transferência pode ser para qualquer tipo de tarefa;
    Esta transferência deve acontecer diariamente e de forma padronizada.
    7
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 8. Follow-the-Sun - Pesquisas
    Trabalhos publicados
    Estudos relatam experimentos comparando a utilização do uso da estratégia FTS com o desenvolvimento tradicional de software [SET07, CAR09]
    Constatam problemas principalmente durante o hand-off
    Comunicação
    Sincronização
    Coordenação
    Necessidade de facilitar o hand-off
    8
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 9. Processo Proposto
    Este processo visa atenuar os desafios de coordenação, sincronização e comunicação durante a transferência de trabalho durante a fase de desenvolvimento do ciclo de vida.
    Os principais objetivos deste processo são
    Ao iniciar um dia de trabalho, uma equipe deve, de forma simples, ter a percepção do trabalho que deve ser desenvolvido e o trabalho já realizado.
    Evitar a necessidade de comunicação síncrona entre equipes distribuídas.
    Garantir que a transferência de trabalho de um centro de desenvolvimento para o outro ocorra sem problemas.
    9
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 10. Processo Proposto
    10
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 11. Processo Proposto - Requisitos
    Requisitos definidos da forma mais clara possível. Utilização do conceito de UserStory, deixando bem claro os critérios de aceitação [GUP09, HAU06]
    11
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 12. Processo Proposto - Análise
    • Artefatos mostrando como os requisitos serão implementados.
    • 13. Utilização de TDD baseado nos critérios de aceitação
    12
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 14. Processo Proposto
    • Requisitos definidos de forma clara;
    • 15. Testes unitários criados, para utilizar a técnica de TDD.
    • 16. Fase de desenvolvimento inicia neste ponto.
    13
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 17. Processo Proposto – Inicio do Dia
    • Inicio de um dia de trabalho;
    • 18. Carrega-se a versão mais recente do código fonte do projeto;
    • 19. Relatório com os testes já cobertos;
    • 20. Análise formulário de Hand-Off disponibilizado pelo site anterior
    • 21. [DEN08, GUP09]
    14
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 22. Processo Proposto – Planejamento
    • Planejamento diário;
    • 23. Distribuição das tarefas;
    • 24. Distribuição utilizando como base as informações disponibilizadas pelos site anterior;
    • 25. E o relatório de testes
    unitários
    15
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 26. Processo Proposto – Codificação
    • Esta etapa apenas marca a implementação dos requisitos, seguindo a ordem de prioridades definidas no passo 2
    • 27. Nesta etapa, a equipe foca no desenvolvimento das funcionalidades
    16
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 28. Processo Proposto – Check-In
    • Cada membro da equipe deve reservar um tempo para realizar o Check In do trabalho realizado durante o dia
    17
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 29. Processo Proposto – Formulário de Hand-Off
    • Cada membro da equipe deve reservar um tempo para preencher o formulário de hand-off;
    • 30. Formulário baseado nas Stand-up Meetings;
    • 31. Marca o fim do dia de trabalho.
    18
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 32. Processo Proposto – Formulário de Hand-Off
    • Cada membro da equipe deve reservar um tempo para preencher o formulário de hand-off;
    • 33. Formulário baseado nas Stand-up Meetings;
    • 34. Marca o fim do dia de trabalho.
    Quais tarefas foram realizadas durante este período de trabalho?
    Qual a melhor forma de continuar o trabalho no próximo período?
    Existe algum problema impedindo de continuar o trabalho?
    19
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 35. Processo Proposto – Funcionalidade Implementada
    • Este processo é iterativo e estes cinco estados serão repetidos a cada dia de trabalho, para cada time de desenvolvimento distribuído [FAD00, GUP09]
    20
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 36. Trabalhos Futuros
    Pesquisa ainda em desenvolvimento
    Experimento
    Ferramenta de Apoio
    Identificar
    Pontos de falhas no processo
    Pontos de melhorias no processo
    Expandir esta pesquisa para outras fases do ciclo de desenvolvimento
    Criar um processo que atenda todo o ciclo de vida de desenvolvimento de software.
    21
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 37. Conclusões
    Objetivo deste trabalho é propor processo para atenuar as dificuldades da estratégia FTS durante a fase de desenvolvimento
    Contribuições – Teoria e Mercado
    Teoria: Proposta de um processo focado na fase de desenvolvimento
    Mercado: este trabalho pode contribuir com o aumento do ganho de produtividade, já que irá facilitar o uso da estratégia FTS durante a fase de desenvolvimento – ganho no time-to-market.
    22
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 38. Referências
    23
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 39. Referências
    24
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 40. Muito Obrigado Pela Atenção
    Estevão Ricardo Hess
    estevao.hess@acad.pucrs.br
    Jorge Luis Nicolas Audy
    audy@pucrs.br
    PUC/RS
    25
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
  • 41. Q&A
    V WDDS 2011 - SÃO PAULO
    26
    Follow-the-Sun: Um Processo para Minimizar as Dificuldades de Projetos que Adotam esta Estratégia
    Estevão Ricardo Hess
    estevao.hess@acad.pucrs.br
    Jorge Luis Nicolas Audy
    audy@pucrs.br
    ?
    PUC/RS