Your SlideShare is downloading. ×
IC: Relações Públicas como mosaico de profissões e sua relação com as IES [CONIC 2010]
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

IC: Relações Públicas como mosaico de profissões e sua relação com as IES [CONIC 2010]

592

Published on

Apresentação para o Congresso Nacional de Iniciação Científica (CONIC) do SEMESP de 2010. …

Apresentação para o Congresso Nacional de Iniciação Científica (CONIC) do SEMESP de 2010.

Iniciação Científica: Relações Públicas como mosaico de profissões e sua relação com as Instituições de Ensino Superior , sob orientação do Prof. Dr. José Ronaldo Alonso Matias, do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
592
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Relações Públicas como mosaico de profissões e sua relação com as Instituições de Ensino Superior Jorge Santiago Carvalho Sequeira
  • 2. A partir da diversidade de conceitos efunções nos campos teórico eprofissional das Relações Públicas (RP)
  • 3. – Como as Instituições de Ensino Superior (IES) influenciam as ações e a legitimidade da profissão?
  • 4. – Como estão estruturadas as grades curriculares dos cursos?
  • 5. – As IES direcionam o profissional para atividades diferentes em âmbito mercadológico?
  • 6. Objetivos
  • 7. Objetivos• Compreender como a diversidade de conhecimentos fornecida aos alunos dos cursos de graduação em Relações Públicas no Brasil influencia a atuação deste profissional.
  • 8. Objetivos• Analisar definições de “relações públicas” das IES escolhidas e o enfoque dado à atividade.
  • 9. Objetivos• Comparar grades curriculares e atividades para o curso de Relações Públicas das IES escolhidas.
  • 10. IES• Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.• Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).• Faculdade Cásper Líbero (CASPER).• Faculdade de Comunicação e Marketing da Fundação Armando Álvares Penteado (FACOM/FAAP).• Faculdade de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (FAMECOS/PUCRS).• Universidade Metodista de São Paulo (METODISTA).
  • 11. Metodologia• Dedutiva e de caráter monográfico.• Análise da definição de algumas IES sobre a atividade de Relações Públicas, as grades curriculares e demais atividades oferecidas aos graduandos em RP.• Leitura de obras de referência.• Comparação do Parecer CNE/CES 492/01 com as grades curriculares.
  • 12. Resumo• Cap. 1, “Como as Instituições de Ensino Superior vêem as relações públicas”, são expostas as definições de Relações Públicas.
  • 13. Resumo• Cap. 1, “Como as Instituições de Ensino Superior vêem as relações públicas”, são expostas as definições de Relações Públicas.• Cap. 2, “Grades curriculares, ações praticadas e cursos extras“, há a compilação e análise das grades curriculares das IES.
  • 14. Resumo• Cap. 1, “Como as Instituições de Ensino Superior vêem as relações públicas”, são expostas as definições de Relações Públicas.• Cap. 2, “Grades curriculares, ações praticadas e cursos extras“, há a compilação e análise das grades curriculares das IES.• Cap. 3, Considerações finais, aborda-se o papel das IES legitimando as RPs e sua relação com o mercado.
  • 15. IES definindo as RPs• “Ciência do planejamento estratégico da comunicação organizacional, estruturada por meio das pesquisas que pautam ações motivadoras e contínuas de interação entre a instituição e seus públicos, na busca de uma imagem e reputação favoráveis, capazes de posicionar adequadamente a organização junto à sociedade, e a partir dele fundamenta o ensino, a pesquisa e a prática profissional de todo o curso” (CÁSPER)<http://www.facasper.com.br/rp/site/quem_somos/index.php>.
  • 16. IES definindo as RPs• Finalidade do trabalho.• Características profissionais. “cabe ao profissional”, “desenvolve e coordena atividades”, “entre as muitas atividades que lhe competem”, “pode atuar em”.
  • 17. IES definindo as RPs• Finalidade do trabalho.• Características profissionais. “cabe ao profissional”, “desenvolve e coordena atividades”, “entre as muitas atividades que lhe competem”, “pode atuar em”.• Ponto comum: integração, gerenciamento de crises, administrar a comunicação.• Lugar Estratégico.
  • 18. Grades curriculares• Belas Artes Administração, Marketing e Comunicação. Artes e Comunicação & Cultura. (Realidade Sócio Econômica e Política Brasileira; Economia, Política e Sociedade; Manifestações afro-ameríndias.)
  • 19. Grades curriculares• Belas Artes Administração, Marketing e Comunicação. Artes e Comunicação & Cultura. (Realidade Sócio Econômica e Política Brasileira; Economia, Política e Sociedade; Manifestações afro-ameríndias.)• CÁSPER Técnicas de redação, pesquisa e assessoria. (Realidade Sócio Econômica e Política Brasileira; LIBRAS.)
  • 20. Grades curriculares• ECA-USP Administração e Comunicação. (Comunicação Digital e Novas Mídias; Eventos -optativa.)
  • 21. Grades curriculares• ECA-USP Administração e Comunicação. (Comunicação Digital e Novas Mídias; Eventos -optativa.)• FACOM/FAAP Repertório misto. Ciências sociais, artes e mídias tecnológicas (Antropologia; História da Arte I e II; Gestão da Informação Midiática; Vídeo Institucional I e II.)
  • 22. Grades curriculares• FAMECOS/PUCRS Assessoria e consultoria em Comunicação (Introdução ao Jornalismo; Pesquisa em Comunicação; Produção em Mídia Impressa e Digital em RP.)
  • 23. Grades curriculares• FAMECOS/PUCRS Assessoria e consultoria em Comunicação (Introdução ao Jornalismo; Pesquisa em Comunicação; Produção em Mídia Impressa e Digital em RP.)• METODISTA• Eixos(Comunicação e RP nas Organizações; Função Estratégica de RP; Interfaces das Relações Públicas; Planejamento de RP e RS; Opinião Pública e Técnicas Comunicacionais; Empreendedorismo e Análise do Cenário Organizacional; Governo e Globalização). Terceiro Setor.
  • 24. Considerações finaisFalta definição clara das IES sobre o que são Relações Públicas.Ponto comum: lugar estratégico na Comunicação.
  • 25. Considerações finaisAs grades curriculares tem base comum? Condizemcom Parecer da CNS/CES?
  • 26. Considerações finaisAs grades curriculares tem base comum? Condizemcom Parecer da CNS/CES? Não!
  • 27. Considerações finaisEnfoques diferentes e visão parcial do exercer daatividade.
  • 28. Considerações finaisEnfoques diferentes e visão parcial do exercer daatividade. Mosaico!!!
  • 29. Para refletirmosIES formando profissionais qualificados para técnica.E a formação crítica? E os interesses da sociedade?Relações Públicas Comunitárias? Onde???
  • 30. Fontes Consultadas• GRECA, Aislan. RP tem que amassar barro. Blog Ser RP, abr. 09. Disponível em <http://serrp.blogspot.com/2009/04/rp-tem-que-amassar-barro.html>. Acesso em 31 mai. 09• KUNSCH, Margarida Maria K. Relações Públicas e Modernidade: Novos Paradigmas em Comunicação Organizacional. São Paulo. Summus, 1997.• ________. Relações Públicas e a Filosofia da Comunicação Integrada. São Paulo. Summus, 2003.• _____; KUNSCH, Waldemar Luiz. Relações Públicas Comunitárias - A Comunicação em uma Perspectiva Dialógica e Transformadora. São Paulo. Summus• PEREIRA, Larissa Dahmer. A reação burguesa à crise capitalista e o processo• de mercantilização do ensino superior no pós-1970. Revista Virtual Textos & Contextos, nº 5, nov. 2006. Disponível em <http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/viewFile/1023/803>. Acesso em 31 mai. 09• SIMÕES, Roberto Porto. Relações Públicas: função política. São Paulo. Summus, 1995.• VIEIRA, Roberto Fonseca. Relações Públicas: Opção Pelo Cidadão. Rio de Janeiro. Maud, 2002

×