0
CommVault White Paper

Gerenciamento do Ciclo de Vida das
Informações com CommVault
CommVault White Paper

          Gerenciamento do Ciclo de Vida das Informações
                        com CommVault

Int...
Este documento serve de introdução à plataforma Commvault Simpana™ 7.0, mas também, e mais
importante, ajuda a identificar...
O Novo Conceito de Storage Continuum
A introdução de dispositivos de backup baseados em discos de fornecedores diversos pe...
Gerenciamento do Ciclo de Vida das Informações

As informações devem ser consideradas como tendo vida própria – é muito di...
Ao final da implementação de qualquer solução de ILM, existem algumas questões, cujas respostas
devem ser “sim”:

● A solu...
Até o surgimento do Commvault Simpana™ 7.0, nenhuma suite de produtos unificados poderia
contemplar todas essas disciplina...
Agora, com o Commvault Simpana™ 7.0 as organizações de TI podem criar políticas inteligentes,
baseadas nas características...
As vantagens de ILM do Galaxy Backup e Restore incluem:
Otimizado para discos
O software Galaxy grava em disco como um dis...
Entender a natureza dos dispositivos de acesso e implementar uma solução que aproveite as
vantagens das capacidades especí...
Auxiliary Copy - Cópia Auxiliar
Com o Auxiliary Copy, o software Galaxy oferece a capacidade de criar/migrar cópias dos da...
Uma vez definidas as SP, os dados são “associados” a ela para serem gerenciados de acordo com
tais diretrizes. A mudança p...
Escalabilidade
Para eliminar o gargalo imposto por um catálogo de banco de dados monolítico e eliminar essa
barreira tendo...
Quick Recovery
O software Quick Recovery da CommVault aumenta significativamente a disponibilidade das
aplicações críticas...
O volume QR permite que se tenha snapshots freqüentes dos volumes de dados e se crie duplicações
exatas, no formato nativo...
Alguns benefícios do CDR:

Redução no custo de gerência e aquisição de ativos com a centralização dos dados dos escritório...
Ao reduzir o tamanho ou limitar o crescimento dos arquivos dos sistemas acima mencinados, o Data
Archiver reduz as janelas...
Algumas das principais vantagens do Data Archiver:

Migração de Mensagens do Exchange e Lotus Notes para uma mídia secundá...
A Commvault oferece uma solução modular combinando o Data Archiver e o Data Archiver
Compliance Option for Exchange. Enqua...
Conclusão
Commvault Simpana™ 7.0 oferece às organizações de TI a capacidade de combinar tecnologias de
maneira inteligente...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Como implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custos

2,371

Published on

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,371
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
84
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Como implementar uma plataforma de ILM com eficiência, reduzindo custos"

  1. 1. CommVault White Paper Gerenciamento do Ciclo de Vida das Informações com CommVault
  2. 2. CommVault White Paper Gerenciamento do Ciclo de Vida das Informações com CommVault Introdução Qual é a definição de dados ou informações importantes? Podemos argumentar que todos os dados são de missão crítica até algum ponto de sua vida. Priorizar os dados em algum momento de seu ciclo de vida é um desafio encarado pelo departamentos de TI. O “Gerenciamento do Ciclo de Vida de Informações” (ILM – Information Lifecycle Management) é uma questão fundamental que a TI enfrenta todos os dias. Entender e aplicar diversas tecnologias para gerenciar os dados de tal forma que se tornem uma ponte competitiva e comercial, é o desafio que se apresenta. Baseando-se nessa premissa, a lista a seguir mostra alguns fatores chave que devem ser considerados ao se projetar, implementar e gerenciar soluções de ILM: ● Identificar e estimar o valor dos dados ● Proteger os dados, seja local ou remotamente ● Assegurar acesso adequado por todo o seu ciclo de vida ● Gerenciar os custos ● Utilizar os recursos de pessoal de forma eficaz ● Maximizar o retorno e agilizar os componentes da infra-estrutura para aumentar os ganhos da companhia Segundo o Enterprise Storage Group, “ILM é um processo de negócio tão importante como CRM e ERP, considerando-se que uma implementação eficaz de ILM pode agilizar significativamente os custos e a eficiência do gerenciamento. Atualmente, os grupos de TI podem utilizar processos de ILM para implementar soluções CRM e ERP de forma mais eficaz, para assegurar que os dados críticos tenham prioridade em termos de recursos e estejam sempre disponíveis”. Hoje, conforme descrito pela maioria dos fornecedores, ILM é uma solução composta de três partes: ● A parte um é um conjunto de dispositivos de armazenamento de diferentes capacidades, throughput, conectividade e, mais importante, preços. ● A parte dois é um mecanismo (engine) que pode mover dados de missão crítica de e para cada um desses níveis de storage, de disco para disco, de fita ou de qualquer outra media, como disco magnético-ótico, sem restrição com respeito à origem ou ao destino, serem locais ou remotos. ● A parte três não pode ser comprada. Trata-se de entender os dados e estar apto a atribuir um valor adequado a cada porção de dados nos vários pontos do ciclo de vida dos mesmos. A maioria dos fornecedores de soluções de ILM deixa de mencionar a parte três em sua pressa de vender a parte um. O que a maioria também deixa de definir adequadamente, para que você tenha o retorno dos investimentos, é exatamente o que a parte dois precisae, que todos os fornecedores de ILM, hardware e software, prometem. A suíte Commvault Simpana™ 7.0 é a parte dois.
  3. 3. Este documento serve de introdução à plataforma Commvault Simpana™ 7.0, mas também, e mais importante, ajuda a identificar as várias disciplinas de ILM e como o avanço em cada uma delas é um passo na direção correta. Entender o poder de gerenciar o acesso aos dados, a retenção e o storage podem afetar positivamente o faturamento da companhia e é um passo importante para uma implementação bem-sucedida de ILM. Como é típico a todas as novas “tecnologias revolucionárias”, o ILM já foi prescrito como uma panacéia para todos os problemas de gerenciamento de dados. Em função disto, muitos clientes ficaram desapontados ao implementar soluções ILM por não conseguirem os resultados alardeados. A CommVault recomenda cautela com relação às novas adoções. É por isso que você está lendo este documento – saber se ILM é apropriado para sua organização. Ter conhecimento do que você pode fazer com ILM e o que isso significa para sua companhia é o maior aliado da CommVault. Temos certeza de que qualquer pessoa que pesquisar uma solução de ILM para sua empresa vai como uma forma real de definir e cumprir os SLAs relacionados aos dados por todo seu ciclo de vida. Você define esses níveis de serviço e, utilizando a tecnologia de gerenciamento Commvault Simpana™ 7.0, sua companhia estará capacitada a oferecer garantias de SLA a todos os seus valiosos dados. Um componente chave do ILM é a proteção dos dados. O Gartner Group tem dito que a tarefa mais custosa da administração de storage é o backup/proteção dos dados. O preço das fitas não teve uma redução equivalente à redução dos preços dos discos. Além disso, fazer o backup em fita tornou-se mais, e não menos complexo, visto que o volume de dados continua a crescer exponencialmente. As janelas de backup continuam existindo. As aplicações críticas continuam a funcionar quase que continuamente. E mais importante, o downtime (interrupção) não é uma opção, seja planejado ou não. Diversos estudos avaliam os custos de downtime em algo como $80.000 a $2 milhões de dólares por hora, dependendo do tipo da indústria. Acrescente-se a isto a escassez de pessoal capacitado em TI, a redução dos orçamentos, as incertezas econômicas, a necessidade de cada departamento de todas as empresas de reduzir custos e contribuir com o faturamento da companhia, e fica claro que um gerente médio de TI vive um grande dilema. O advento de soluções de disco de baixo custo criou uma outra opção na hierarquização do storage. O uso desses “discos baratos” criou uma nova categoria de storage secundário, geralmente conhecida como “disco a disco”. Este nível oferece acesso aos dados de forma mais rápida do que as fitas, mas menos cara do que o disco primário. O uso de disco como um meio de storage secundário não substitui a necessidade das fitas. Entretanto, pode dar à fita uma função de recuperação de desastres e arquivamento offsite para dados críticos que requerem retenção de longo prazo. Os discos mais baratos ajudaram a trazer à tona o conceito de ILM. A utilização de disco para storage secundário oferece as seguintes vantagens com relação à fita: ● Recuperação de dados mais rápida. ● Os discos são, normalmente, mais rápidos do que as fitas, especialmente quando se leva em consideração o tempo de montagem e de busca dos dados em fitas. ● Os problemas com falha nas fitas são eliminados. ● Os discos têm acesso aleatório e são otimizados para pesquisas – as fitas são seqüenciais e podem ser muito mais lentas para buscas aleatórias de arquivos. ● Múltiplos hosts podem acessar os dados simultaneamente – os discos têm várias cabeças de leitura/gravação. O uso de discos elimina os erros humanos no manuseio das fitas.
  4. 4. O Novo Conceito de Storage Continuum A introdução de dispositivos de backup baseados em discos de fornecedores diversos permitiu à gerência de TI outra opção para cumprir as metas de proteção dos dados da empresa. O ingrediente chave para realmente cumprir essas metas é a capacidade de se aproveitar as vantagens do disco como um meio de backup, além das tecnologias de fitas, snapshots (instantâneos), migração de dados e arquivamento de compliance (dados de conformidade). Torna-se também necessário capitalizar todas essas tecnologias, estejam elas ou não implementadas em topologias de storage SAN, LAN, DAS e NAS. A adição do iSCI permitiu que o conceito de uma SAN de baixo custo baseada em IP, utilizando a rede ethernet já existente, passasse a ser uma opção interessante de topologia. A superabundância de opções dos tipos de storage criou uma idéia chamada de Storage Continuum. O Storage Continuum supõe que o storage não é mais composto por entidades díspares, mas sim um pool contínuo com vários padrões de acesso e tempos de resposta. Os dados são armazenados no continuum e se movem de lugar a lugar no continuum com base na necessidade de acesso e no nível de resposta requerido. Infusion Paradox Atualmente, os gerentes de TI enfrentam uma situação onde os custos de storage e os custos de largura de banda das redes estão em queda livre, ao passo que o crescimento dos dados, a complexidade para o seu gerenciamento e os custos do gerenciamento de storage estão crescendo cada vez mais. Essa situação é chamada de “Infusion Paradox”. Sem a criação de plataformas unificadas de software, como o Commvault Simpana™ 7.0, a equipe de TI, utilizando as atuais soluções convencionais e, irremediavelmente, ultrapassadas, não consegue gerenciar com sucesso esse paradoxo por muito tempo. O desafio da TI não é o de se envolver com a tecnologia por si só, mas se concentrar no motivo pelo qual se deve utilizar esta tecnologia – para proteger melhor e garantir o acesso a esses dados e, em última instância, transformar isso em vantagem competitiva para a companhia. A utilização do Storage Continuum de forma eficaz é a chave para o gerenciamento do custo total de propriedade e para maximizar o retorno do investimento do cliente com storage e com ILM.
  5. 5. Gerenciamento do Ciclo de Vida das Informações As informações devem ser consideradas como tendo vida própria – é muito dinâmica. São criadas e, à medida que o tempo passa, têm períodos de maior ou menor uso durante sua existência. O gerenci- amento e a proteção desses “dados” através de seu ciclo de vida é um fator crítico para maximizar o uso eficaz dos recursos, da equipe e do tempo de TI. O ILM, conforme o próprio nome diz, é a combinação de dividir os dados em categorias de prioridade. Essas categorias podem ser determina- das por fatores comuns, como os listados abaixo: ● Por quanto tempo você poderá sobreviver sem acesso aos dados (minutos, horas, dias)? ● Por quanto tempo você deve manter ou ter acesso a esses dados (minutos, horas, dias)? ● Qual é o tempo de resposta necessário para o acesso aos dados (segundos, minutos, horas, dias)? ● Há questões normativas ou legais com respeito ao local e à retenção de cópias dos dados? Entender os padrões de acesso é um fator chave para se gerenciar adequadamente os dados. Somente quando se entender esses padrões TI poderá tomar as decisões adequadas com relação à tecnologia, para atender as necessidades de retenção, recuperação e acesso aos dados. Existem dois fatores para a maximização do investimento de TI em tecnologia: primeiro, entender que os padrões de acesso aos dados determinam a otimização do armazenamento do dado no Storage Continuum. Por exemplo: Tempo de resposta abaixo de um segundo é claramente o domínio do storage em disco primário, mais provavelmente na variedade RAID. Entretanto, a recuperação desses dados, no caso da ocorrência de interrupções, ou perda de dados, é onde as outras decisões passam a ser críticas. O segundo fator que afeta o investimento de TI em proteção dos dados é a escolha de como e onde ar- mazenar as cópias dos dados. Há escolhas físicas, tais como drives de fita e bibliotecas automatiza- das, meios óticos e jukebox, e sistemas baseados em discos, desde drives com grande capacidade até dispositivos de disco baseados em ATA ou Serial ATA, todos com vantagens e desvantagens. De- pois disso, há opções de como os dados serão copiados. Há pacotes de backup tradicionais, que cri- am cópias exatas dos dados para esses dispositivos. Há também tecnologias baseadas em hardware e software que criam snapshots cópias point-in-time (num ponto do tempo), cópias remotas, mirroring (espelhamento), e replicação de dados primários. Cada uma dessas tecnologias também tem suas vantagens e desvantagens. O objetivo deste documento não é privilegiar nenhuma tecnologia com relação a outra. Há muitos documentos e informativos disponíveis, que podem analisar a fundo quaisquer tecnologias. Ao invés disso, nosso objetivo é trazer à tona a necessidade de se entender os dados e o ambiente onde estes residem. Hoje, os administradores de TI possuem muitas ferramentas diferentes à sua disposição, e cada uma delas traz benefícios interessantes para o aprimoramento de diversas questões de TI. O problema é o imenso investimento em tempo e treinamento das equipes para que se familiarizem com cada tecno- logia. Este fato impede TI de reduzir o custo de utilização dessas tecnologias avançadas e diminui sua capacidade de causar um impacto positivo nos resultados da companhia. A equipe de TI necessi- ta, portanto, de uma única ferramenta capaz de gerenciar estas tecnologias, com base nas caracterís- ticas dos dados das aplicações e nas necessidades de proteção desses dados.
  6. 6. Ao final da implementação de qualquer solução de ILM, existem algumas questões, cujas respostas devem ser “sim”: ● A solução se paga em termos de valor para os negócios e provê eficiência operacional? ● Utiliza políticas para selecionar e mover dados para um storage secundário com melhor custo? ● Assegura transparência para os usuários e para as aplicações? ● Torna mais fácil administrar, preservar e acessar os dados? ● É escalavel de acordo com o crescimento da quantidade de usuários, servidores e volume de dados? ● Oferece uma solução com continuidade inerente aos negócios e recuperação de desastres? Caso seu fornecedor de ILM não possa cumprir essas metas, então é provável que você deva continuar procurando. A CommVault solucionou esses problemas com sua suíte de produtos Commvault Simpana™ 7.0 para gerenciamento de dados e storage, oferecendo assim um motor/ mecanismo para ILM. O Enfoque da Commvault Simpana™ 7.0 A plataforma Simpana™ da CommVault® é uma nova arquitetura, projetada para oferecer uma solução única, perfeita e escalável, que atende as necessidades de gerenciamento de dados e storage do Sec. XXI. Unificando funções tradicionalmente separadas, tanto a movimentação de dados e o seu gerenciamento de dados, como todo o “stack” de storage, da aplicação ao dispositivo, podem ser gerenciadas de forma coesa assegurando a disponibilidade e acesso aos dados das aplicações de forma automatizada. Baseada no CommVault Common Technology Engine (CTE), que cataloga, gerencia e move os dados, a plataforma Commvault Simpana™ 7.0 é a base para assegurar a integração de produtos para proteção de dados, disponibilidade, migração, arquivamento para cumprimento de normas, recursos de storage e gerenciamento de SAN, por meio de uma única plataforma automatizada com catálogo e índice globais. O CTE é a base de software que dá ao software da CommVault a capacidade única de implementar um enfoque de metapolítica. As diretrizes de Qualidade de Serviço são traduzidas em políticas acionáveis no nível do produto/módulo de software pelo CTE. A plataforma Commvault Simpana™ 7.0 é composta de uma série de módulos de software configuráveis, que permitem às organizações implementar estratégias realmente centradas nos dados, para gerenciar o acesso às informações em toda a empresa. O ILM pode ser definido como uma série de disciplinas voltadas ao gerenciamento dos dados. Entre as disciplinas de ILM estão: ● Backup e Recovery ● Migração de Dados e Gerenciamento Hierárquico de Storage (HSM – Hierarchical Storage Management) ● Arquivamento com vista à conformidade ou legislação ● Disponibilidade das Aplicações/Recuperação de Desastres ● Gerenciamento dos Recursos de Storage ● Gerenciamento de SAN, rede e mídia ● Gerenciamento Global Unificado para gerenciamento centralizado de todos esses componentes
  7. 7. Até o surgimento do Commvault Simpana™ 7.0, nenhuma suite de produtos unificados poderia contemplar todas essas disciplinas. Hoje, os clientes são forçados a agirem como integradores. Eles compram as melhores soluções pontuais e individuais para lidar com cada disciplina. Infelizmente, esses produtos pontuais não se comunicam entre si, e na maioria dos casos nem permitem que o storage seja compartilhado. Isto faz com que o cliente se irrite com ILM e, mais importante, remova qualquer chance de se obter os ganhos econômicos que foram prometidos na implementação de ILM. A CommVault tem desenvolvido a plataforma Commvault Simpana™ 7.0 nos últimos cinco anos para ajudar a solucionar esses problemas. A separação de funções em módulos de software permite uma implementação extremamente flexível das operações de movimentação de dados (backup e restore, migração e arquivamento e replicação) e das funções de gerenciamento de dados (Gerenciamento dos Recursos de Storage – SRM, gerenciamento de SAN) para atender as necessidades de um departamento ou de toda a empresa. A suíte Commvault Simpana™ 7.0 é composta dos seguintes módulos de software: ● Data Protection Galaxy Backup e Recovery – módulo de software para proteção completa dos dados ● Archive Data Archiver - módulo de software para migração/HSM Data Archiver Compliance Option - arquivamento para atender às exigências normativas (compliance). ● Replication Quick Recovery– módulo de software para disponibilidade das aplicações e gerenciamento de snapshots, disponível em duas configurações: QR-HA – software de alta disponibilidade para recuperação rápida de aplicações QR-DR – software para recuperação de desastres e criação de volumes remotos Continuos Data Replication – módulo de software para replicação assíncrona das aplicações ● Resource Management Storage Manager – módulo de software que combina os componentes de gerenciamento dos recursos de storage (SRM) e dispositivo físico de storage e gerenciamento de elementos de rede (SNM) CommNet Service Manager – módulo de software para gerenciamento de metapolíticas, análise e rastreamento de storage secundário e uma interface única para gerenciar múltiplas CommCells e sites remotos. Cada componente do Commvault Simpana™ 7.0 é uma solução standalone (independente), que utiliza os componentes necessários do CommVault CTE. Os módulos também se integram, e compartilham o CTE, gerando uma console única e integrada, com capacidade de criar políticas centralizadas utilizando cada componente para cumprir as ações adequadas do gerenciamento dos dados.
  8. 8. Agora, com o Commvault Simpana™ 7.0 as organizações de TI podem criar políticas inteligentes, baseadas nas características dos dados e nas suas prioridades. Utilizando todo o Storage Continuum, os dispositivos de disco, fita e storage ótico implementados em ambientes NAS, SAN, DAS e LAN/ WAN, Commvault Simpana™ 7.0 permite que os administradores de TI criem políticas para proteger e armazenar os dados com base nos padrões de acesso e nas prioridades de recuperação e retenção. As funções unificadas e fáceis de usar da suíte Commvault Simpana™ 7.0 capacitam TI para controlar o valor diário da infra-estrutura de storage e conter o custo da proteção dos dados para melhorar positivamente os resultados da companhia. Cada produto Commvault Simpana™ 7.0 tem capacidades específicas que aprimoram a capacidade dos clientes de gerenciar o ciclo de vida dos dados. Cada componente Commvault Simpana™ 7.0 e seus recursos específicos referentes ao ciclo de vida dos dados estão descritos nas próximas seções. Para obter detalhes completos de cada componente e uma discussão detalhada sobre a arquitetura da plataforma Commvault Simpana™ 7.0, consulte os guias de discussão correspondentes no website da CommVault, no endereço www.commvault.com. CommVault® Galaxy™ Backup e Recovery O software Galaxy de backup e recovery é um recurso poderoso e completo, que suporta a criação de cópias de backup dos dados em todo o espectro das fitas magnéticas, discos magnéticos e mídias óticas. As soluções de proteção Galaxy baseadas em disco permitem que os administradores de storage usem a mídia de discos como destinos de alta performance para qualquer arquitetura de storage: anexa diretamente, NAS, Fiber Channel ou IP baseado em SAN; e para qualquer estratégia de movimentação de dados: baseada em IP ou em blocos. As vantagens da tecnologia de proteção de dados da CommVault são as velocidades maiores dos backups e janelas de backup menores com o aprimoramento do paralelismo; desempenho de recuperação significativamente mais rápido por meio de acesso aleatório aos dados de backup; e perfeita movimentação, com base nas políticas, para a mídia secundária, visando a retenção de longo prazo. Os clientes podem escolher entre um amplo espectro, desde estratégias de proteção de dados centralizadas com base em LAN até estratégias baseadas em SAN sem servidores, para ambientes Linux, Unix, Novell e Microsoft (32-bit e 64-bit). Agora, os clientes podem alinhar o desempenho do storage com os tipos de dados e com os objetivos dos negócios – diminuindo dramaticamente o custo total de propriedade por todo o ciclo de vida dos dados. As soluções de proteção de dados da CommVault podem ser expandidas para outras mídias, tais como fitas ou óticas. Com uma pesquisa simples e unificada dos dados protegidos, as soluções de proteção de dados da CommVault podem recuperar dados diretamente de qualquer mídia, sem importar o tipo de mídia do backup original. Basta que os clientes apliquem as políticas aos tipos específicos de dados, e controlar tranqüilamente o movimento e o storage desses dados em qualquer estágio de seu ciclo de vida. Este recurso permite que os clientes armazenem os dados no local correto, no momento certo para atender as exigências de disponibilidade e as restrições de custos.
  9. 9. As vantagens de ILM do Galaxy Backup e Restore incluem: Otimizado para discos O software Galaxy grava em disco como um dispositivo de acesso direto – não como um dispositivo seqüencial como os demais produtos concorrentes – eliminando a necessidade de soluções de emulação de fitas. O software Galaxy otimiza as leituras e as gravações para aproveitar as vantagens da estrutura do sistema de arquivos do disco, aprimorando a leitura, a gravação, as pesquisas e o desempenho. Como os discos têm várias cabeças de leitura/gravação, o acesso multi-host é possível, e as tarefas de backup e restore multi-stream podem ser gravadas simultaneamente no disco. O software Galaxy também pode utilizar o disco como uma camada permanente na hierarquia de storage, e não apenas como um buffer para armazenar os dados temporariamente antes de gravar em fita. Desta forma, o software permite que os clientes aproveitem a vantagem dos vários tipos de soluções de storage baseadas em disco, e possam utilizar efetivamente uma ou muitas dessas soluções como repositórios de dados locais e remotos. O software Galaxy usa o conceito de “biblioteca magnética” quando o backup para disco é configurado. Desta forma, o conjunto recurso/função para o administrador é o mesmo, seja para backup em disco ou em fita. Qualquer tipo de disco, conectados por qualquer método (SAN, NAS, LAN e WAN) está disponível para uso como destino de backup pelo software Galaxy. Entre outros recursos importantes de Backup para Disco com o software CommVault temos os seguintes: ● Os dados de backup oferecem vários pontos de montagem (media spanning) ● Os volumes de backup podem ser compartilhados com outras aplicações ● Os volumes de backup podem ser movidos entre agentes de mídia sem afetar as operações e sem nenhuma perda dos dados copiados ● O compartilhamento dinâmico de mount paths permitem que um pool de discos conectados à SAN sirvam como destinos para diversos agentes de mídia do Galaxy. O acesso aos discos é coordenado pelo gerenciador de recursos CommServe.
  10. 10. Entender a natureza dos dispositivos de acesso e implementar uma solução que aproveite as vantagens das capacidades específicas dos recursos de storage permitem que a CommVault auxilie as equipes de TI a otimizar seus recursos de storage. Ao aproveitar as vantagens dos sistemas de arquivos nativos e do esquema de indexação de duas camadas, a CommVault pode oferecer um desempenho superior com relação às soluções dos concorrentes, que tratam o disco como um dispositivo de “fita” seqüencial. Essa capacidade de reconhecer e otimizar os discos como destino de backup é especialmente importante quando os dados não podem ser enviados à mídia de backup de forma suficientemente rápida: ● Links WAN lentos ● Muitos arquivos pequenos ● APIs de Aplicações Proprietárias que alimentam os dados de forma lenta ● Os gravadores do disco podem suportar gravações lentas ou intermitentes sem o problema de “stop/go/position” das fitas O backup para disco continua a crescer à medida que os preços dos discos caem. Novas implementações de discos secundários para storage intermediário continuam entrando no mercado e validam esse nível de storage. A capacidade da CommVault de aproveitar todas as vantagens da natureza aleatória do acesso nos discos e da capacidade de gerenciar múltiplas cópias de dados em mídias diferentes colocam o Galaxy na vanguarda de qualquer solução que inclua discos como um meio de backup. A CommVault tem o compromisso de suportar todos os dispositivos de disco que sejam projetados para uso como storage secundário. Entre eles estão soluções como EMC Centera, Network Apliance NearStore, StorageTek BladeStore e EMC CLARiiON CX series, assim como sistemas IP-SAN baseados em iSCSI da StoneFly Networks, LeftHand Networks, EqualLogic e Intransa, para mencionar apenas alguns. Media spanning em disco Similar a media spanning em fita, Commvault Galaxy permite também que as tarefas de backup para disco sejam expandidas de um sistema de arquivos para outro sem a intervenção do usuário nem interrupção da tarefa. Este fator é crítico para a redução da complexidade do gerenciamento, pois não é preciso monitorar e gerenciar constantemente o espaço disponível em disco antes da execução do backup. Synthetic Full O recurso Synthetic Full permite a criação de uma nova imagem de backup “full”, combinando um backup full anterior com os backups incrementais associados. As vantagens do Synthetic Full incluem a capacidade de fazer isso sem utilizar a fonte primária dos dados novamente. Isto elimina o impacto sobre a CPU do servidor de aplicações e permite ao cliente criar um novo conjunto de fitas de backup full para outros usos, como criar um novo site ou para sistema de testes. Para maximizar a eficiência do ILM, vários Synthetic Full podem ser criados a partir de diferentes tipos de mídia. Por exemplo, um backup semanal full pode ser feito em fita, ao passo que os incrementais diários são armazenados em disco para um backup mais rápido e, mais importante, uma recuperação mais rápida. Pode-se criar uma cópia sintética full utilizando-se o backup full em fita e os incrementais em disco para criar um “novo” backup full para armazenamento externo ou Recuperação de Desastre. Essa flexibilidade capacita a equipe de TI para estabelecer planos de recuperação personalizados, de forma a obter o melhor desempenho e um uso eficiente de todos os
  11. 11. Auxiliary Copy - Cópia Auxiliar Com o Auxiliary Copy, o software Galaxy oferece a capacidade de criar/migrar cópias dos dados entre diferentes tipos de mídia e/ou diferentes locais. Este “storage HSM” é totalmente baseado em políticas, e é feito paralelamente em background, sem intervenção do usuário. As cópias dos dados são criadas com base nas políticas estabelecidas e são retidas e moldadas com base nas políticas de retenção. Desta maneira, as cópias dos dados podem ser movidas através do storage continuum, terem seus prazos vencidos ou criadas em mídias conforme as mudanças das exigências dos padrões de acesso no decorrer do tempo. A funcionalidade de Cópia Auxiliar é um fator chave no gerenciamento do custo dos dados armazenados. As cópias auxiliares são utilizadas para fazer cópias dos dados em mídias menos caras através do tempo, permitindo que as mídias mais caras fiquem livres para novos dados com missão crítica e com necessidade de acesso mais rápido. Esta é uma função primária do ILM. Utilizada de forma eficaz, pode impactar significativamente tanto o ROI quanto o TCO da companhia. As cópias auxiliares têm prioridade menor do que os backups programados. Elas são executadas como uma atividade de background durante períodos de menor uso dos recursos de storage. Além disso, a capacidades de “restart” automático também está disponível. Isto permite que tarefas de maior prioridade substituam as cópias auxiliares que estejam em andamento para completar outra tarefa. Depois que a tarefa prioritária for concluída, a cópia auxiliar continua a partir do ponto em que foi interrompida. Esta capacidade integrada permite o uso eficiente dos recursos de storage e reduz a necessidade de se depender das equipes para garantir que as cópias de dados críticos sejam concluídas em tempo. Políticas de Storage As Storage Policies – SP (Políticas de Storage) são o principal elemento de ILM. Através das SP, são definidas todas as decisões chave. A SP é um método para representar os locais físicos de ori- gem e destino. É configuravel e é composta dos seguintes itens: ● Localização das cópias dos dados ● Tipo de mídia ● Tipos de destinos de storage ● Capacidade ● Disco ótico ● Caminho (path) dos dados ● Disco magnético ● Número de cópias de dados a serem criadas ● Biblioteca ● Períodos de retenção por cópia ● Pool de Drives ● Limites de reciclagem
  12. 12. Uma vez definidas as SP, os dados são “associados” a ela para serem gerenciados de acordo com tais diretrizes. A mudança para uma nova SP, é um processo fácil, do tipo “point-and-click”. Não é necessária a reconfiguração de hardware ou alterações na rede para efetuar essas mudanças. Tudo é feito pelo software Galaxy, com base nas definições da SP. Este recurso reduz o custo e a complexidade que as equipes de TI enfrentam para estabelecer e manter a infra-estrutura e o gerenciamento de proteção os dados. Com as SP do Galaxy, a maior parte dessa complexidade é simplificada e o custo correspondente de gerenciar o ambiente de storage é reduzido significativamente. Integração na camada da Aplicação Uma das principais metas da CommVault para o Galaxy é oferecer proteção dos dados e gerenciamento de forma personalizada de acordo com as necessidades específicas dos clientes em termos da utilização de seus dados. Isto é diametralmente oposto ao que os demais fornecedores oferecem, criando suas soluções em função dos dispositivos de storage e suas particularidades. Ao se integrar fortemente com as aplicações como Microsoft Exchange, SQL Server, MS Sharepoint, Lotus Notes e Oracle, o software Galaxy pode apresentar uma visão dos dados pela aplicação a partir de uma perspectiva de backup ou de recovery. A meta é capacitar o cliente a fazer o backup dos dados de uma forma que faça sentido, com base na facilidade para a recuperação dos dados perdidos. No caso do Exchange, por exemplo, ter que recuperar um banco de dados inteiro por causa de uma única mensagem perdida é inconveniente e custoso para a empresa. O foco da CommVault é o de oferecer aos clientes uma série de opções, sempre que possível, para cada aplicação, tais como a capacidade de fazer backup do banco de dados inteiro para o Exchange, mas também de fazer o backup individual das mensagens, dando ao cliente a oportunidade de escolher cada tipo de backup a ser recuperado em função das circunstâncias. E isto é feito utilizando -se todas as APIs disponíveis de cada fornecedor de aplicações. Também é feito trabalhando-se em conjunto com os fornecedores de aplicações para, juntos, produzir soluções superiores para os clientes. Desta forma, a CommVault pode oferecer um recurso superior de ILM para dados de aplicações com missão crítica. Restore Granular Como mencionado anteriormente, a Galaxy oferece a capacidade de fazer backup dos dados e indexá-los de tal forma que o cliente possa, em certas aplicações, recuperar objetos individuais, em vez de ser forçado a recuperar sistemas inteiros. Para o Exchange e o Lotus Notes ou um Active Directory, por exemplo, isto significa a capacidade de restaurar um simples e-mail diretamente da caixa postal do usuário ou um atributo de algum objeto do AD sem causar inconveniências, nem perda de dados para o restante dos usuários. O item importante a ser lembrado é que a recuperação vem diretamente da mídia do backup para o usuário. O administrador não precisa fazer um restore completo para um outro sistema e depois efetuar uma pesquisa para encontrar o item de informação desejado. É desta maneira, fazendo um restore completo e depois efetuando a pesquisa, que muitos concorrentes comercializam sua capacidade de fazer um restore granular. Com a granularidade para as aplicações, o Galaxy reduz o downtime e o custo potencial de não ter os dados disponíveis para o usuário quando for necessário. A simplicidade com que essas recuperações são feitas também reduz significativamente o tempo e o custo das equipes para efetuar recuperações de múltiplos estágios, pesquisar e descobrir os dados.
  13. 13. Escalabilidade Para eliminar o gargalo imposto por um catálogo de banco de dados monolítico e eliminar essa barreira tendo em vista a escalabilidade, a CommVault desenvolveu um esquema de indexação de duas camadas. O catálogo centralizado contém somente os dados sobre configurações, clientes, jobs e vários outros tipos de dados que são relativamente estáticos depois de criados. Este procedimento mantém o banco de dados central de “metadados” com um tamanho fácil de gerenciar. A segunda parte do índice é composta de bancos de dados simples, que residem nos componentes do MediaAgent do Galaxy. Cada agente de mídia é responsável pelas funções de movimentação de dados e gerenciamento do storage/fita. Os dados são indexados para cada tarefa de backup. Esses dados incluem a localização exata de cada arquivo ou objeto e o tipo de mídia do backup. Como esses índices tendem a crescer em tamanho, o software Galaxy garante a escalabilidade por meio da distribuição desses dados em local mais próximo dos dados reais. Isto reduz o gargalo da rede no caso de movimentação desses dados dinâmicos de/para um banco de dados centralizado. Cada índice é armazenado no servidor onde o MediaAgent reside e na mídia de cada tarefa/job. Esta redundância e a capacidade de failover entre os MediaAgents garantem uma segurança completa. Para um melhor desempenho de pesquisa e recuperação, cada MediaAgent mantém uma cópia do índice em um cache magnético no host do sistema. O número de dias que um índice deve ser retido em cache e os limites de uso do disco são elementos que são configurados pelo administrador. Se necessário, as informações do índice são deletadas do cache em um esquema “Uso Menos Recente”. As solicitações de pesquisa e recuperação que não encontram o índice no cache são automaticamente recuperadas da mídia do storage. Galaxy Advanced Feature Pack (AFP – Pacote de Recursos Avançados) O Galaxy Advanced Feature Pack (AFP) inclui ferramentas exclusivas que podem ter uso particular em determinados ambientes dos clientes. Como não são recursos necessários nas configurações padrão dos clientes, estão disponíveis por meio de licenças separadas. Caso o cliente deseje, o AFP inteiro pode ser licenciado como suite única de produtos. As seguintes áreas são contempladas pelo AFP: ● Data Encryption de Dados - permite vários níveis de criptografia dos dados para maior segurança ● VaultTracker™ - oferece ferramenta para gerenciamento e rastreamento do movimento das mídias de/para um local de armazenamento externo. ● Client Migracion – permite que os clientes se movam de uma CommCell para outra ● GridStor – permite failover, balanceamento de carga e transparência entre os Midia Agents ● Data Verification – assegura a capacidade de restore por meio da verificação da integridade dos dados escritos na mídia.
  14. 14. Quick Recovery O software Quick Recovery da CommVault aumenta significativamente a disponibilidade das aplicações críticas para os negócios, por meio da alavancagem e do gerenciamento da tecnologia de snapshot para criar Volumes de Recovery em determinados períodos de tempo em qualquer disco magnético, permitindo que os administradores façam o recovery completo de aplicações em questão de minutos. Como o QR “entende” a aplicação, o processo de restore dos dados e de trazer a aplicação de volta ao status on-line é feito automaticamente. O processo de recuperação dos dados é extremamente rápido se comparado com o processo tradicional de recovery baseado em fita, pois o software QR simplesmente (re)aponta a aplicação para o Volume QR. Agora, com a implementação da solução QR, os clientes podem fazer ajustes finos em suas estratégias de “up-time” (tempo de atividade) por meio da proteção dos dados de suas aplicações contra corrupção, erros dos usuários e ataques de vírus. O QR pode criar volumes de Quick Recovery, não somente em uma SAN, mas também nas conexões IP. Essa capacidade é ideal para manter a continuidade dos negócios. É possível manter um site secundário com um status “pronto para recovery”. Uma vez estabelecido o volume QR no site remoto, QR pode atualizar o volume de forma incremental somente com as mudanças em relação ao disco primário. Isto reduz significativamente o tempo necessário para mover os dados, e permite também a criação de volume QR de “Disaster Recovery”,e possibilita o uso dos links existentes na LAN/WAN. Se por algum motivo os dados do site primário forem perdidos, então a empresa pode passar para o site secundário e continuar operante em questão de minutos. A exposição ao risco de perder dados é limitada apenas pela freqüência dos snapshots. Como toda a carga da movimentação dos dados é feita fora do host primário de produção, Quick Recovery é uma solução de baixo impacto, point-in-time sendo uma solução ideal para as necessidades de Disaster Recovery das organizações. O software Quick Recovery descobre automaticamente todos os volumes associados à aplicação, permitindo que se proteja toda a aplicação ou apenas um conjunto de dados críticos. Isto permite que os administradores recuperem suas aplicações em questão de minutos e não em horas. Administradores experientes podem selecionar volumes individuais para uma recuperação rápida dos dados do arquivo. Em ambientes onde os administradores necessitem compartilhar os recursos entre as operações de backup e do Quick Recovery, as soluções Commvault Simpana™ 7.0 permitem o compartilhamento dinâmico dos recursos de storage com facilidade – até o nível de um dispositivo ou drive de fita. As vantagens de ILM do Quick Recovery incluem: Volume do Quick Recovery O volume do Quick Recovery (QR) é uma visão completa point-in-time, que pode ser recuperada fácil e rapidamente. O volume QR foi projetado para preencher o gap entre soluções e replicações espelhadas e replicadas a partir dos dados da cópia do backup. O espelhamento e a replicação protegem contra falhas de hardware, mas não são eficazes para falhas como corrompimento, deleção acidental ou ataques de vírus. Caso aconteçam, estas ocorrências seriam refletidas instantaneamente no disco espelho ou no disco replicado.
  15. 15. O volume QR permite que se tenha snapshots freqüentes dos volumes de dados e se crie duplicações exatas, no formato nativo dos dados, de acordo com seu status naquele ponto do tempo. Como os snapshots gastam menos tempo do que as operações de backup, pode-se criar volumes de QR com mais freqüencia durante o dia, entre os backups programados. Isto permite que a recuperação seja feita para um volume do QR e resulta em menor risco de perda de dados, pois o intervalo entre os snapshots é bem menor do que o tempo entre os backups. Como um componente crítico do ILM, o produto Quick Recovery e os volumes do QR podem reduzir significativamente as complexidades e asseguram uma capacidade muito maior de retorno das operações da empresa de forma mais rápida do que ter que efetuar uma restauração a partir de uma fita de backup. Recuperação em “60 segundos” para aplicações como Oracle, SQL e Exchange Quick Recovery suporta a criação de volumes para Exchange, SQL, arquivos de sistema do Windows e Oracle. Como discutido anteriormente, a CommVault foi pioneira ao focar a proteção dos dados das aplicações e as necessidades das aplicações em termos de restaurar somente os dados necessários. Quick Recovery viabiliza todos os passos necessários para a criação do volume QR específico para a aplicação. Isto inclui descobrir os volumes associados à aplicação, colocar a aplicação em seu modo de hot backup/backup on-line e ser preparada para um snapshot consistente dos dados. Depois disso, Quick Recovery emite os comandos de snapshot adequados para o dispositivo de snapshot que estiver sendo usado, para gerar uma cópia em determinado ponto do tempo (EMC®SnapView™, Microsoft®VSS, etc). Por meio do monitoramento do snapshot pode-se verificar se a atividade foi concluída com sucesso. O QR emite os comandos adequados para trazer a aplicação de volta ao modo de produção. Para efetuar a restauração do Exchange, por exemplo, para o volume QR, no caso de corrupção de dados no volume primário, o administrador seleciona o volume QR de onde deve ser feita a restauração. Nesse ponto, QR coloca o Exchange de volta ao modo de produção. Como o volume QR está em formato nativo, todo o processo de restauração pode levar apenas alguns minutos e todos os passos são executados diretamente pelo software QR. Desta forma, o Exchange estará totalmente funcional a partir do volume QR point-in-time. Este procedimento é similar para bancos de dados SQL e Oracle, com todas as ações sendo executadas pelo QR durante a recuperação. CDR – Continuous Data Replicator CDR é uma solução de replicação quot;non-synchronousquot; baseada por host, desenhada para auxiliar e centralizar a gerência e a administração de dados de escritórios remotos. É também uma solução eficaz para DR quot;Disaster Recoveryquot;. O CDR captura continuamente as alterações de arquivos do site remoto em nível de byte e envia para um host no site central . O controle de uso da banda de rede pode ser feito de maneira programada, o que permite a utilização eficaz e maximizada de redes WAN/LAN. A tecnologia quot;Unique application-consistent snapshotquot; protege a integridade dos dados replicados e assegura a recuperação. O CDR se integra ao QiNetix Unified Data Management suite que prove e permite em uma única solução a replicação por nível de arquivo, o backup e restore, archive, e SRM.
  16. 16. Alguns benefícios do CDR: Redução no custo de gerência e aquisição de ativos com a centralização dos dados dos escritórios remotos Custo efetivo para recuperações de desastres para ambientes MS, Linux e AIX e aplicações Exchange, SQL e Oracle Recuperação rápida e confiável para os dados de escritórios remotos Otimização do RTO/RPO (Recovery Time Objective/Recovery Point Objective) Melhor solução de DisasterRecovery para servidores de aplicação crítica Maior disponibilidade para servidores de aplicação crítica Melhor custo do que replicação baseada em hardware Abordagem unificada para gerenciar recuperação de dados de aplicações Integração de aplicações automatizada Solução de proteção de dados Automatizada e Integrada Facilmente “Visualiza & Recupera” todas as cópias CDR disponíveis Data Archiver e Data Archiver Compliance Option O produto Commvault Simpana™ 7.0 DataArchiver move arquivos do Windows, Linux, Netware, AIX , Solaris e MS-Sharepoint e mensagens e anexos do Exchange e Lotus Notes para um storage secundário menos dispendioso, e permite que os usuários vejam de forma transparente os dados que migraram através das interfaces do Windows Explorer, Solaris ou Microsoft Outlook. Tradicional- mente, isto é chamado de Hierarchical Storage Management (HSM). O problema com a tecnologia HSM é sua incapacidade de tratar tipos diferentes de arquivos de formas diferentes. O velho HSM é uma tecnologia de tudo ou nada. Com o Data Archiver da CommVault, introduzimos o conceito de HDM, Hierarchical Data Management e a capacidade de estabelecer políticas com base nos tipos de dados, além das tradicionais baseadas no tamanho, na idade ou watermark (marca d’água).
  17. 17. Ao reduzir o tamanho ou limitar o crescimento dos arquivos dos sistemas acima mencinados, o Data Archiver reduz as janelas de backup, reduz o armazenamento em disco primário, facilita as tarefas administrativas de TI e melhora o desempenho do Exchange Server ou do Notes e do sistema de arquivos – reduzindo o Custo Total de Propriedade (TCO) dos clientes. Isto significa que as organizações de TI têm uma forma automatizada de controlar o armazenamento dos usuários nas áreas compartilhadas das redes e nos outros recursos corporativos de storage. Além disso, os usuários finais têm uma maneira perfeita de ampliar a capacidade de suas caixas postais sem apelar para arquivos .pst locais e não gerenciáveis. Ao centralizar o storage de todos os arquivos e informações das mensagens do Exchange ou Notes, os administradores podem ter a certeza de que todos os dados estarão protegidos e catalogados adequadamente ou limpos, quando o período de retenção estiver vencido. O Data Archiver oferece capacidades específicas para as aplicações, que são essenciais no ILM. A necessidade de se utilizar os caros recursos de RAID de disco de forma eficaz, e para manter o tamanho dos bancos de dados chave das aplicações em um nível ótimo, é preciso uma solução que gerencie automaticamente a remoção dos dados menos críticos. Os sistemas de arquivo do Data Archiver para Windows, Linux, Netware, AIX e Solaris utilizam uma série de parâmetros para determinar se um arquivo deve ser movido para o storage secundário. Os parâmetros incluem: Tamanho do arquivo Data da alteração do arquivo Data do acesso ao arquivo Watermark superior do volume Watermark inferior do volume ● Seleção do arquivo migrado - Arquivos que atendem as regras - Possibilidade de selecionar arquivos para migração imediata ● Recuperação dos arquivos migrados - Recuperado de volta ao local original - A hora da migração é a hora de alteração do arquivo - Não migrado novamente até que os metadados do novo arquivo atendam ao critério Como parte da solução Commvault Simpana™ 7.0, Data Archiver permite que os clientes estabeleçam políticas para gerenciar automaticamente o tamanho das aplicações de bancos de dados e ainda permite o acesso e o rastreamento das informações que migraram para um storage de menor custo.
  18. 18. Algumas das principais vantagens do Data Archiver: Migração de Mensagens do Exchange e Lotus Notes para uma mídia secundária Com Data Archiver os administradores podem estabelecer políticas a serem aplicadas ao conteúdo das caixas postais dos usuários. Por meio dessas políticas, os administradores podem definir critérios de uso para determinar quais partes do correio dos usuários podem ser removidas do disco com missão crítica, mais caro, para recursos de fitas ou discos mais baratos em sites locais ou remotos. Essas partes do correio migram do storage primário para o storage secundário, sem mudança visível para os usuários. Um ponteiro é deixado no sistema com a localização do corpo da mensagem. A partir da perspectiva do usuário, o assunto da mensagem, os itens de/para e a data ainda estão presentes na visualização do browse. Quando o usuário vai abrir a mensagem, recebe uma notificação de que a mensagem migrou, e se ainda quiser ver a mensagem esse processo levará alguns minutos para que a mensagem seja recuperada da mídia secundária. Através deste processo, os clientes podem reduzir o tamanho das gravações das informações e, assim, a duração dos backups. Migração de Anexos das Mensagens do Exchange e Lotus Notes para uma mídia secundária Data Archiver também tem a capacidade de migrar apenas os anexos de mensagens específicas. Este recurso permite que mensagens com anexos grandes possam ser movidos para o storage secundário, mas permite que o cliente mantenha o corpo da mensagem on-line no disco primário. Ao migrar somente os anexos, o cliente pode mover os itens de tamanho maior no repositório de informações, mas também oferece maior acesso a mais detalhes para os usuários antes que as mensagens mais antigas também sejam migradas. Este recurso oferece formas alternativas de se manter o custo do storage primário sob controle, e ao mesmo tempo atende as necessidades dos usuários de ter acesso rápido à maioria das mensagens de e-mail por um período de tempo mais longo. A capacidade de mover dados não utilizados para o storage secundário, mantendo a capacidade de rastrear e recuperar os dados eletronicamente, é um dos principais componentes da solução ILM. Por meio do uso eficaz da ferramenta Data Archiver, os clientes podem manter os custos do disco primário sob controle e utilizar de forma mais eficaz todos os recursos da infra-estrutura de gerenciamento do storage. Como parte da solução Commvault Simpana™ 7.0, o Data Archiver acrescenta ainda uma outra forma de gerenciar porções específicas do ILM, ao passo que utiliza as políticas do Data Archiver para automatizar os aspectos operacionais. Como em outras soluções Commvault Simpana™ 7.0, todos os recursos do Data Archiver podem ser acessados a partir da mesma interface Commvault Simpana™ 7.0, oferecendo uma visão unificada da console para o gerenciamento de todos os produtos Commvault Simpana™ 7.0. Data Archiver Compliance Option (Exchange) Os dados provenientes do Exchange continuam a crescer em taxas exponenciais. Este crescimento, somado aos recentes regulamentos legais, que obrigam que se armazene estes dados por longo período de tempo, podem colocar as empresas em sérios riscos. As empresas precisam controlar o crescimento desta massa de dados e ao mesmo tempo necessitam responder as auditorias legais, de forma eficaz.
  19. 19. A Commvault oferece uma solução modular combinando o Data Archiver e o Data Archiver Compliance Option for Exchange. Enquanto o primeiro controla o crescimento dos dados no storage, o Data Archiver Compliance Option for Exchange utiliza as características do Journaling do Exchange para arquivar todos os e-mails e anexos recebidos e enviados, e através do Content Indexing permitem, que os auditores busquem a informação desejada, mantendo sua performance. Gerenciando o Crescimento e o Custo do Armazenamento em Disco com o Single Instance Store Os clientes estão adotando o armazenamento em disco como um elemento básico de suas estratégias de proteção e arquivamento de dados para melhorar o desempenho e aumentar a confiabilidade e os tempos de recuperação (recovery). Em resposta às demandas para reter mais dados em disco, a CommVault lançou o Single Instance Store (SIS), que reduz dramaticamente a quantidade de cópias duplicadas dos dados armazenados em disco. O SIS armazena somente uma única cópia de arquivos e anexos através dos ciclos de backup, arquivamento e copias para efeitos de compliance. O SIS da CommVault pode ser instalado em qualquer biblioteca de disco e os clientes podem mudar facilmente os locais, os tipos de discos e os fornecedores de discos no decorrer do tempo, sem precisar descompactar todo o conjunto de dados. Aumentando a Produtividade com o Business User Search Interface A capacidade de pesquisa self-service da Commvault Simpana™ 7.0 faz com que os dados bloqueados em backups ou em cópias de arquivos fiquem disponíveis instantaneamente a partir de uma única interface de pesquisa. Por meio da remoção das barreiras que existiam tradicionalmente entre os usuários e seus dados, o Business User Search permite aos usuarios pesquisar por seus arquivos e e-mails na area de backup, aumentando a produtividade. Em uma única pesquisa, utilizando palavras-chave ou frases, o usuário recebe todos os itens relevantes, expandindo suas cópias gerenciadas on-line e offline para diferentes clientes e aplicações. Os resultados das pesquisas são limitados e restritos automaticamente, com base no esquema de segurança existente na organização.
  20. 20. Conclusão Commvault Simpana™ 7.0 oferece às organizações de TI a capacidade de combinar tecnologias de maneira inteligente, e aplicá-las de forma eficaz em um cenário real. Ao entender os dados, estabelecendo sua priorização através do ILM, e otimizando a movimentação e o armazenamento desses ativos por meio do Storage Continuum, IT pode aumentar sua capacidade de: ● Proteger os dados ● Garantir um acesso mais rápido aos dados em todo seu ciclo de vida ● Gerenciar os custos ● Utilizar os recursos e o pessoal de forma eficaz, e ● Maximizar o retorno do investimento, aumentando dessa forma o faturamento da empresa. Saber como e quando implementar tecnologias avançadas para gerenciar ativos de dados críticos são fatores primordiais na transformação de TI de um centro de custos para uma ferramenta de aumento de lucratividade. Com a funcionalidade ILM do Commvault Simpana™ 7.0, TI pode controlar o gerenciamento de seus dados de maneira mais efetiva e causar um impacto positivo sobre o lucro da empresa. Agora, a disseminação da tecnologia pode ser utilizada de forma eficaz e gerenciada para aprimorar os departamentos de TI de todas as empresas.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×