Tarefa 1 sessão6 enviar
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Tarefa 1 sessão6 enviar

on

  • 577 views

 

Statistics

Views

Total Views
577
Views on SlideShare
577
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Tarefa 1 sessão6 enviar Tarefa 1 sessão6 enviar Presentation Transcript

  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’sPARTE IIEsperança SequeiraMETODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO : DOMÍNIO D 1 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão
  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’s “A Matemática apresenta invenções tão subtisResposta tarefa 1 – sessão 6 que poderão servir não só para satisfazer os curiosos como, também para auxiliar as artes e poupar trabalho aos homens. (Descartes)INTRODUÇÃO O presente trabalho insere-se no âmbito das Metodologias de Operacionalização para a aplicação do Modelo de Auto-Avaliação dasBibliotecas Escolares. A proposta de tarefa apresentada sugeria a elaboração de uma tabela relativa ao Domínio D do Modelo: Gestão da BE, e como opçãoum dos seus subdomínios, nos quais se identificam indicadores, instrumentos e evidências, destinando-se a servir de orientação aoRelatório de Auto-Avaliação das Bibliotecas Escolares.Desta forma, este trabalho teve por base o Subdomínio 3 – Gestão da colecção, apresentando a seguinte estrutura:Indicadores Factores Instrumentos de Evidências extraídas dos Instrumentos, a integrar no Relatório de Auto- Críticos Recolha de avaliação de Evidências “frases – tipo” que exemplifiquem as evidências passíveis de serem Sucesso sugeridos pelo obtidas a partir daqueles instrumentos, para cada um dos indicadores do modelo Subdomínio escolhidoOs objectivos a atingir : 2 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão
  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’s Saber identificar os instrumentos de recolha de evidências adequados Extrair desses instrumentos as informações (evidências) que melhor esclarecem o trabalho e os resultados alcançados pela Biblioteca em relação com o indicador ou conjunto de indicadores. 3 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão
  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’s Instrumentos Evidências extraídas dos Instrumentos, a integrar noINDICADORES Factores Críticos de Sucesso de Recolha Relatório de Auto-avaliação BE elaborou documento “Política documental” aprovado em Conselho Pedagógico,  Existe uma política documental definida para a escola/ Política Documental estabelecendo orientações, critérios e prioridades para apoio da constituição eD.3.1. agrupamento. desenvolvimento da colecção, identificar os responsáveis e formalizar os instrumentos. Documentação que  Essa política materializa-se num processo integrado e define o A BE faz a caracterização da colecção pela sua avaliação sistemática.Planeamento contínuo de avaliação da colecção ou colecções da desenvolvimento da escola/ agrupamento, na inventariação de Colecçãoda colecção necessidades e na actualização sistemática da A aquisição, manutenção, exclusão, remoção, proscrição ou supressão de – “Política de Gestão determinados materiais adequam-se de acordo aos objectivos da Bibliotecade acordo colecção. da Escolar, às necessidades dos utilizadores e à avaliação da colecção existente.com a Colecção”  Existe uma Política de Desenvolvimento da Colecção A política documental definida para a escola/agrupamento e o desenvolvimento dainventariação formalizada que defina um conjunto de normas para a Actas da Equipa da colecção realiza-se sempre tendo em conta os princípios definidos na Política dedas selecção, desbaste, aquisição, organização e BE/CRE c/ Desenvolvimento da Colecção. circulação dos recursos de informação.necessidades Departamentos e A Política de Constituição e Desenvolvimento de colecção corresponde ao Projecto Conselhos de Anocurriculares e  A escola/ agrupamento participa na definição dessa Educativo e às especificidades do Agrupamento que a BE serve.dos Política que é aprovada pelos órgãos de decisão Documentos já pedagógica – Conselho Executivo e Conselho O Mapeamento das necessidades curriculares do Agrupamento (Proj Curricular) serveutilizadores. existentes e que de base para o conhecimento das necessidades documentais do agrupamento. Pedagógico - garantindo consistência ao trabalho da regulam a actividade equipa e assegurando mais facilmente as exigências da escola (PEE, RI, de financiamento anuais. A BE elabora avaliação diagnóstico. PCE, PCT’s, etc.) ou da BE (Plano de A BE, estabeleceu como prioridade conhecer os seus utilizadores para definir o seu  São inventariadas as necessidades de informação Actividades, decorrentes do Projecto Educativo, de projectos em plano de acção ao nível do acesso, quantidade, adequalidade. Regimento, etc.); desenvolvimento na escola e dos perfis curriculares dos diferentes anos/ matérias. A BE procede de acordo com as prioridades que estabeleceu acerca da selecção, PAA da BE abate, aquisição, organização, preservação e manutenção dos materiais.  Estão implementadas práticas de avaliação, de Registos de Na Planificaçao Anual de Actividades da BE, consta avaliar a colecção existente, a fim desbaste e de selecção e aquisição de documentação. relatórios/ de definir as lacunas mais evidentes e identificar as obras deterioradas ou cujo planificações conteúdo perdeu a actualidade  É anualmente afecta uma verba para actualização da documentação. Checklist (CK2) A BE delineou um Plano Orçamental traçado para materiais úteis a adquirir; determinar a verba disponível para o desenvolvimento da colecção e quantia a destinar a cada Orçamento categoria ou a determinado tema; apreciando o preço em função da necessidade e qualidade dos materiais para a colecção. 4 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão
  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’s Instrumentos Evidências extraídas dos Instrumentos,INDICADORES Factores Críticos de Sucesso de Recolha a integrar no Relatório de Auto-avaliação  A colecção é equilibrada em Estatísticas de A colecção responde muito bem às necessidades de informação da escola/ agrupamento e é equilibrada no que se refere aosD.3.2. quantidade, entre suportes empréstimo suportes (impresso e não impresso) e às diferentes áreas (recreativa e relacionada com o currículo). (impresso e não impresso) e entre A BE identifica e analisa as necessidades de informação dos utilizadores, quanto aos conteúdos e formatos, de modo a as diferentes áreas (recreativa e Registos deAdequação relacionada com o currículo). requisições pelos respeitar: O Currículo Nacional; O Projecto Educativo e o Projecto Curricular da Escola e o justo equilíbrio :dos livros e Departamentos e - entre as áreas curriculares, as de enriquecimento curricular e as lúdicasde outros  Os recursos de informação são professores - as necessidades educativas especiais e as origens multiculturais dos alunos adequados à faixa etária, à - entre os ciclos de ensino servidos pela biblioteca escolarrecursos de curiosidade intelectual e aos Questionário aos - entre todos os suportes, que de uma maneira geral deve respeitar a proporcionalidade de 3:1 relativamente aoinformação interesses dos alunos. professores material livro e não livro; (QP3)(no local e  Os recursos de informação - entre todas as áreas do saber, tendo em consideração as áreas disciplinares/temáticas e de referência e o númeroonline) às respondem às necessidades do Questionário aos de alunos que a frequentam;necessidad currículo, do Projecto Educativo alunos (QA4) A BE disponibiliza aos utilizadores que não usam os serviços e materiais comuns da Biblioteca ( ex.: NEE), devem ser de Escola e dos projectos disponibilizados serviços e materiais específicos.es curriculares da escola/ Doc. Políticacurriculares agrupamento. Documental A Be utiliza técnicas de avaliação, nomeadamente questionários aos utilizadores com o objectivo de identificar as suas necessidades.e de  A selecção dos fundosinformação documentais tem em conta Resultados da A BE assegura na sua missão atingir as metas no Projecto Educativo e objectivos conducentes ao reforço e clarificação do avaliação da papel da Biblioteca Escolar na vida da Escola e da necessidade de adopção de uma Política Documental adequada.dos necessidades identificadas junto colecção dos Departamentos e outrosutilizadores. utilizadores, de acordo os critérios A BE acentua o seu impacto mais na tónica da utilização do que na qualidade da colecção. definidos na Política de Reuniões com O programa da biblioteca escolar denota ser um programa planeado de ensino de competências de informação em parceria Desenvolvimento da Colecção. Dep e Cons Anos com os professores da escola e outros educadores.  Os recursos documentais são Regimento e A BE tem o intuito de garantir um fundo global mínimo equivalente a 7 vezes o número de alunos. anualmente actualizados, Regulamento da respondendo em termos de BE A BE organiza diferentes tipos de colecções para dar resposta ao desenvolvimento curricular: nuclear de referência, recursos qualidade, variedade e relevância de curto prazo de acordo com necessidades e curricular. às necessidades dos utilizadores. Os professores bibliotecários integram as reuniões de Conselho Pedagógico, Conselho de Ano e de departamento. 5 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão
  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’s Factores Críticos de Instrumento Evidências extraídas dos Instrumentos,INDICADORES Sucesso s de Recolha a integrar no Relatório de Auto-avaliação A colecção da BE/CRE contém recursos de informação tão vastos quanto diversificados, na defesa de uma prática e promoção da informação,  A colecção inclui recursos online Ambientes, contribuindo para a redução das assimetrias, sociais e culturais, de modo a poder preparar cidadãos informados que saibam viver numa acessíveis através da página recursos e sociedade democrática.D.3.3. web da biblioteca, de uma intranet ou de outro dispositivo ferramentas Está disponibilizado um catálogo on-line da colecção para livre acesso. WEB online. disponibiliza A constituição de uma colecção que seja capaz de dar uma resposta adequada às necessidades informáticas dos utilizadores.Alargamento  São introduzidas e rentabilizadas dos nesteda colecção algumas vantagens que o âmbito e A BE disponibiliza serviços de aprendizagem e recursos que permitam a todos os membros da comunidade escolar tornarem-se pensadoresaos paradigma digital introduz como usados críticos e utilizadores efectivos da informação em todos os suportes e meios de comunicação. o recurso a assinaturas digitais pelosrecursos de algumas publicações, a utilizadores A Be possibilita apoio on line aos utilizadores que, por qualquer razão, não possam utilizar presencialmente , como por exemplo utilizadores disponibilização de publicações (fóruns,digitais on em Open Access, etc. hospitalizados ou adoentados. chats,line. emails...)  É disponibilizada informação A BE integra a equipa PTE. online e são produzidos conteúdos adequados às Blog da BE A BE disponibiliza aos utilizadores que não usam os serviços e materiais comuns da Biblioteca ( ex.: NEE), devem ser disponibilizados serviços e necessidades do materiais específicos alternativos facilitadores à sua especificidade . desenvolvimento do trabalho da Guiões ao BE, do trabalho escolar e da utilizador A Biblioteca Escolar selecciona e adquire recursos on line, proporcionando acesso TIC a fontes de informação apropriadas, disponibilizando formação dos utilizadores. equipamentos e dispondo de pessoal qualificado.  Estão criadas parcerias com Checklist outras bibliotecas, no sentido de A BE possui integrado na sua equipa elementos da PTE. (CK2) definir estratégias que facultem uma procura e uma gestão A BE desenvolve projectos de parceria com outros agrupamentos/escolas com o objectivo de promover competências de comunicação e de cooperativa destes recursos. Plano de informação nos alunos ( inter-turmas e intra-turmas). Formação  Estão definidas políticas de do Agrupamen A BE realiza avaliação da utilização TIC para medir o grau de acesso e conhecer seus utilizadores e a frequência da consulta da informação de selecção, de organização e de um recurso electrónico. acesso a estes recursos a incluir na to Política de Desenvolvimento da A BE realiza registos diários de utilização, sendo elevado o número de utilizadores. Colecção. A BE possibilita o acesso via Internet (on-line). No Plano de Formação do Agrupamento, constam acções de formação sugeridas pela BE com o objectivo de assegurar formação TIC ao staff da Biblioteca. A BE contempla na Política de Desenvolvimento da Colecção a selecção, organização e acesso dos recursos TIC. 6 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão
  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’s Instrumentos de Recolha Evidências extraídas dos Instrumentos,INDICADORES Factores Críticos de Sucesso a integrar no Relatório de Auto-avaliação  O empréstimo domiciliário Estatísticas produzidas pelo sistema A BE mantém e reforça a análise estatística das requisiçõesD.3.4. é implementado e os domiciliárias e para sala de aula, de modo a poder avaliar, de recursos de informação da BE (empréstimos, consultas, forma mais permanente as necessidades dos utilizadores e são suficientes para as requisições, etc.); colecção existente e agir de forma mais rápida na correcção dasUso da necessidades da escola/ falhas.colecção agrupamento. Trabalhos realizados na biblioteca ou em colaboraçãopelos com a BE no contexto do uso A colecção é muito usada pelos professores. 80% ou mais recorre à  Os alunos procuram colecção no desenvolvimento da sua actividade docente e 80%utilizadores. recursos documentais da informação ou mais do número total de alunos recorre à colecção para ler, para se para se recrearem ou recrear ou para satisfazer necessidades de informação. para o trabalho escolar. Questionário aos professores (QP3) A BE organiza formação e orientação na localização, selecção e  Os professores recorrem utilização de materiais e treino em destreza de informação, à documentação para a Questionário aos alunos (QA4) através da integração com os ensinamentos da aula e a sua actividade docente e Ckecklist (CK2) promoção da liberdade intelectual. incentivam o uso da documentação, apresentando propostas No PAA constam actividades da BE, integrando os recursos da Plano Anual de Actividades Biblioteca, para a literacia da informação e formação de de trabalho conducentes ao seu uso. utilizadores de modo a que os alunos e professores possam Trabalhos realizados pelos alunos conhecer a colecção existente e a melhor forma de tirar partido  A equipa produz (no âmbito de actividades na BE, em dela. instrumentos de apoio ao trabalho colaborativo, em trabalho uso da informação e autónomo, etc.), recolhidos e A BE possui um fundo documental criado com os trabalhos de desenvolve competências melhor qualidade produzidos pelos alunos. de investigação junto dos analisados, sempre que necessário, utilizadores. em conjunto com os docentes; 7 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão
  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’s Factores Críticos Instrumentos Evidências extraídas dos Instrumentos,INDICADORES de Sucesso de Recolha a integrar no Relatório de Auto-avaliaçãoD.3.5. A informação está Política Documental A BE utiliza os critérios definidos para o desbaste da colecção, aquisição, que se encontram formalizados no organizada segundo um documento “Política documental”. sistema de classificação Registos/relatórios doOrganização normalizado. Programa de Gestão A BE possui um sistema informatizado de gestão de informação. Bibliográficada Está implementado uminformação. sistema de gestão Tratamento e organização da Os Critérios para a gestão e desenvolvimento de colecções da BE/CRE referem os princípios de liberdade bibliográfico Informação intelectual, liberdade e igualdade de acesso segundo o Manifesto da Biblioteca Escolar. automatizado que permite a simplificação Checklist (CK2) As práticas de gestão e selecção da colecção deverão ser flexíveis de modo a responder à evolução dasInformatização de um necessidades dos utilizadores.da colecção. conjunto de processos Regulamento e regimento da BE ligados ao circuito do O catálogo está totalmente informatizado e inclui recursos online, também devidamente organizados. documento e à difusão e Plano de Desenvolvimento da pesquisa da informação. Colecção A Biblioteca aumentou a sua colecção através de aquisições, ofertas e doações de acordo com critérios de adequação aos princípios explanados na missão da Biblioteca Escolar. Os utilizadores Dados obtidos a partir dos recuperam a informação instrumentos especificamente O professor bibliotecário assume atitudes de liderança e de gestor de informação através das funções definidas manualmente ou construídos para recolher no Regulamento/regimento da BE. através da consulta informação no âmbito da automatizada do avaliação da BE: Registos de A BE procede à conservação, preservação e restauro do fundo documental. catálogo. Observação, Grelhas de Análise, Questionários, A constituição de uma colecção de materiais e de recursos documentais que seja capaz de dar uma resposta O catálogo é Checklists, etc. adequada às necessidades informáticas, curriculares e lúdicas dos utilizadores. pesquisável online e associa recursos A BE definiu o seu Plano de Desenvolvimento da Colecção: missão/orçamento, estabelecendo prioridades e digitais. planificando a longo prazo. A Be avalia periodicamente o seu Plano de Acção, PAA, e PDC. 8 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão
  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’s Factores Críticos de Instrumentos Evidências extraídas dos InstrumentosINDICADORES Sucesso de Recolha Existe uma rede partilhada Catálogos informatizados. A BE desenvolve uma rede partilhada de documentação entre as várias de documentação entre as bibliotecas no agrupamento, com outras bibliotecas a nível local e com a várias bibliotecas/escolas Registos e regulamentos que formalizam essa partilha Biblioteca Municipal. no agrupamento, comD.3.6. outras bibliotecas a nível Instrumentos e trabalhos desenvolvidos neste âmbito A BE assinou protocolos estabelecendo acordos de parceria com outras local e com a Biblioteca Checklist (CK2) Bibliotecas que, entre outros objectivos, são conducentes a permuta deGestão Municipal. documentos. Fichas de Requisição de itinerância de Fundos.Cooperativa São desenvolvidos A BE executa diferentes modalidades de aquisição: aquisição directa,da Colecção. projectos em colaboração Registo de contactos / encontros/reuniões estabelecidos para permutas (intra-BE/ inter-BE/Biblioteca Municipal e outras instituições) de pesquisa e formalização das parcerias no âmbito do desenvolvimento dos desenvolvimento de projectos de leitura e literacia. recursos online. A BE avalia colecção ou colecções existentes nas escolas/agrupamento Actas de Reuniões de SABE, reuniões concelhias. ou em bibliotecas com quem partilhamos documentos. São implementados projectos comuns na área Inventários das BE’ s A BE participa e desenvolve em articulação com os PCT projectos de da divulgação e da intercâmbio entre intra-escolas e inter-escolas com o objectivo de organização de recursos e Registos diversos (actas de reuniões, relatórios de actividades, promover a leitura e as literacias. da promoção da leitura e etc.) das literacias. A BE criou registos para permuta de material. Materiais produzidos pela BE ou em colaboração (planos de As normas que regem a trabalho, planificações para sessões na BE, documentos de A partilha de documentação e a gestão cooperativa da colecção rege-se partilha de documentação apoio, materiais de difusão e de promoção, etc.) segundo normas definidas na Política de Desenvolvimento da Colecção. e a gestão cooperativa da colecção estão Política de Desenvolvimento da Colecção. A BE planifica em conjunto com os professores de turma e/ou Prof. formalizadas e integram a bibliotecários de outras biblioteca, actividades para a promoção da leitura Política de e literacia. Desenvolvimento da Colecção. 9 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão
  • ___________________________________________________________________________________Modelo de Auto-Avaliação das BE’s Factores Críticos de Sucesso Plano Anual de Actividades A BE desenvolve actividades promotoras da apresentação São realizadas actividades de Instrumentos deEvidências extraídas dos Instrumentos livros ( encontros com autores, feiras do livro, livro doINDICADORESD.3.7. apresentação/exposição dos livros. Documentos/ instrumentos de de Recolha mês, etc) apoio em diferentes formatos: São organizadas e difundidas listagens de blogs, emails, A BE desenvolve uma política permanente de difusão daDifusão recursos de informação (livros, recursos digitais e informação em aspectos relacionados com o currículo e de online adequados a temáticas diversas de âmbito Questionário aos professores divulgação usando diferentes suportes.da curricular ou associadas a determinado projecto). (QP3)informação. A BE procede à recolha de materiais destinados a apoiar os Existem tutoriais sobre assuntos, autores, ou outros… Checklist (CK2) projectos curriculares de turma. São criados instrumentos de promoção da Materiais de difusão e de promoção produzidos A BE fornece informação de confiança, rápido acesso e colecção e de divulgação de recursos de pela BE: transferência de informação recorrendo às TIC. informação: boletim informativo, newsletter, folhetos, guiões de leitura, biografias - Folhetos informativos A biblioteca escolar integra as redes regionais e nacionais de ou listas bibliográficas de autores, etc. - Cartazes informação. - Jornais, Recorre-se a estratégias formativas e de - Boletins informativos, A BE identifica e divulgarmateriais inovadores que possam interacção com os utilizadores, através de - Guiões de Leitura despertar o interesse da comunidade, maximizando a rede webquest, quizz ou outras ferramentas que - Biografias de envolvimento. desafiem a sua curiosidade acerca de um livro ou - Listas bibliográficas de autores, assunto. No Plano de Formação da BE constam actividades Plano de Formação da BE desenvolvidas para formação: workshops, ateliers, oficinas A página web e a denominada segunda geração de serviços disponibilizados – blogs, wikis, o RSS, Materiais produzidos pela BE ou em o YouTube são usadas com essa finalidade. colaboração (planos de trabalho, planificações A BE envolve a comunidade educativa, divulgando os para sessões na BE) princípios que orientam a gestão e desenvolvimento da colecção. A BE utiliza os serviços disponibilizados blogs, wikis, o RSS, o YouTube são usadas com essa finalidade. 10 METODOLOGIAS DE OPERACIONALIZAÇÃO – Domínio D: Gestão