Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Funções do pronome relativo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Funções do pronome relativo

  • 28,558 views
Published

Material da Prof. Cândida França, sobre as funções do Pronome Relativo, feito para os alunos do 2o ano do Ensino Médio, do Colégio Espaço Aberto, sede Bezerra de Menezes - Abril 2010

Material da Prof. Cândida França, sobre as funções do Pronome Relativo, feito para os alunos do 2o ano do Ensino Médio, do Colégio Espaço Aberto, sede Bezerra de Menezes - Abril 2010

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
28,558
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
571
Comments
3
Likes
4

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Funções do Pronome Relativo Professora Cândida França
  • 2. Pronomes relativos • São aqueles que retomam um substantivo (ou um pronome) anterior a eles, substituindo-o no início da oração seguinte. Exemplos: O jogo será no domingo. O jogo decidirá o campeonato. • Reunindo as duas orações em um só período composto, temos: O jogo que decidirá o campeonato será no domingo. • Observe que, nesse exemplo, a segunda oração se intercala na primeira, pois o pronome sempre tem que ficar próximo do seu antecedente.
  • 3. Para que saber? Conhecer o papel desempenhado pelos relativos é importante porque: 1. Esses pronomes exercem um papel fundamental nas relações de vínculo e coesão entre as partes da frase; 2.Sua identificação na estrutura da frase é um pré-requisito para o estudo das orações subordinadas adjetivas.
  • 4. O quadro a seguir apresenta os pronomes relativos • Variáveis • Invariáveis • o/a qual; os/as quais • Que • Cujo(s); cuja(s) • Quem • Quanto(s); quanta(s) • Onde / aonde
  • 5. Características e empregos dos pronomes relativos A dupla função dos pronomes relativos Os relativos caracterizam-se pelo duplo papel que, simultaneamente, desempenham na estrutura da frase: •. Substituem um termo antecedente (nome ou Pronome); •. Iniciam sempre uma nova oração •Vocês, que sempre nos criticaram, agora pedem nosso apoio 2ª oração 1ª oração
  • 6. Pronome relativo precedido de preposição Em certos casos, é necessário introduzir uma preposição antes do pronome relativo. A preposição a ser empregada é, geralmente, exigida por um verbo ou por um nome presente na oração iniciada pelo relativo. Veja nestas frases: Não é este o lugar a que eles se referem? A = preposição Que= pronome relativo Referem= verbo (A preposição a é exigida pelo verbo: referir-se a alguma coisa)
  • 7. Relativo que Quanto a esse pronome, deve-se observar o seguinte: a) Pode ser empregado para retomar palavra que designa pessoa ou coisa e é substituível por o qual, a qual, os quais, aos quais. Conheço a cidade que você visitou ontem (Observe – Conheço a cidade a qual você visitou ontem . b) Pode ser empregado nos casos em que não há exigência de preposição (como no exemplo anterior), ou depois de preposição de uma única sílaba (a, com, de, em, por etc.) É muito valiosa a amizade das pessoas em que confiamos Se a preposição tiver mais de uma sílaba (perante, sobre, etc.), o relativo “que” deve ser substituído por “o/a qual”, “os/as quais” A notícia segundo a qual ele havia viajado é falsa.
  • 8. Relativo quem Só pode ser empregado quando o antecedente nomeia uma pessoa (ou um ser personificado) Exemplos: • Estes são os atletas a quem entregaremos os prêmios. • Desejo esclarecer que não foi ela quem nos prejudicou. • O jaguar, a quem alguns povos andinos temiam, era considerado um deus.
  • 9. Relativo cujo(s), cuja(s) Esse pronome sempre estabelece uma relação de posse e é empregado entre dois substantivos. Exemplos: Serão atendidas as pessoas cujos nomes constem na lista. substantivo substantivo Pessoas cujos nomes = nomes das pessoas – idéia de posse Função sintática desse relativo: Adjunto adnominal
  • 10. Pronome onde / aonde Essas duas formas de pronomes relativos só podem ser empregadas para indicar lugar e têm usos diferentes. Veja: Onde indica “lugar em que”. Exemplos: Visitarei a cidade onde nasci. (lugar fixo = em que) Aonde indica “lugar a que”. Exemplo: Conheço a cidade aonde você irá. (lugar em movimento = a que)
  • 11. Relativo quanto(s) / quanta(s) A palavra quanto (e suas variações) funciona como relativo quando é empregada depois dos indefinidos tudo, todo(s), toda(s), tanto(s), tanta(s). Você fará os exercícios tantas vezes quantas forem necessárias. Ele já comprou tudo quanto precisará durante a viagem.
  • 12. Oração subordinada Adjetiva As orações subordinadas adjetivas têm o valor e a função próprios do adjetivo. Ex: Assistimos a cenas deprimentes. Assistimos a cenas que deprimem. As orações subordinadas adjetivas podem ser : Restritivas – aquelas que restringem o sentido do termo a que se referem: Os homens que são honestos merecem nosso diálogo.
  • 13. De acordo com esse enunciado, não são todos os homens que merecem nosso diálogo, mas o conjunto restrito daqueles que são honestos. Explicativas: são aquelas que tomam o termo a que se referem no seu sentido amplo, destacando sua característica principal ou esclarecendo melhor sua significação, à semelhança de um aposto. Ex: Os homens, que são seres racionais, merecem nosso diálogo. De acordo com esse enunciado, todos os homens merecem nosso diálogo, já que a característica a eles atribuída é comum a todos.
  • 14. Ex: Os cronistas que estavam à procura de assunto entraram no botequim. Os cronistas, que estavam à procura de assunto, entraram no botequim. Há diferença de sentido entre essas duas frases, determinada pela presença da vírgula. Na 1ª, apenas os cronistas que entraram no botequim estavam à procura de assunto. Na 2ª , Informa-se que todos os cronistas estavam sem assunto e que todos entraram no botequim.
  • 15. Função sintática dos pronomes relativos • Para sabermos a função sintática que o pronome relativo desempenha na oração, basta substituí-lo por seu antecedente (palavra que é substituída pelo pronome) e verificar que função ela teria na oração adjetiva: • Gostei do vestido que você estava usando. (você estava usando o vestido) • No exemplo acima, vestido seria o objeto direto da oração adjetiva; portanto, o pronome que tem a função de objeto direto. • Comprei o vestido que estava em liquidação. (o vestido estava em liquidação) • No caso acima, vestido seria o sujeito da oração adjetiva. Assim, a função do pronome que é de sujeito.
  • 16. • Os vestidos cujas cores eram mais atraentes foram vendidos logo. (as cores dos vestidos) • Nesta oração, dos vestidos seria um adjunto adnominal. Assim, a função do pronome cujas é de adjunto adnominal.