Palestra NH - Leo Paludo

483 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
483
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Palestra NH - Leo Paludo

  1. 1. WORKSHOP eSOCIAL E SUAS IMPLICAÇÕES
  2. 2. ESTRUTURA OPERACIONAL Contribuinte Entes
  3. 3. NOVO MODELO - PREMISSAS • Preservação da estrutura Legal do FGTS; • Manutenção da data do recolhimento; • Recebimento dos eventos de forma in natura para processamento das informações afetas ao FGTS (Remuneração, Admissão, Desligamento, etc). • Preservar o FGTS enquanto um fundo privado de direito individual do trabalhador e importante meio de financiamento das obras sociais do Governo Federal;
  4. 4. NOVO MODELO - ARRECADAÇÃO • Geração dos arquivos (eventos) no ambiente da Folha de Pagamento. • Transmissão dos arquivos pelos canais da eSocial; • Recepção do arquivo pelos sistemas da CAIXA; • Geração da guia no ambiente da CAIXA; • Disponibilização da guia para pagamento na rede bancária. OBS.: para competências anteriores à implantação da eSocial, permanece o SEFIP como ferramenta para prestar as informações. Estão sendo estudadas formas de tratar estas informações.
  5. 5. NOVO MODELO - CADASTRO • Alimentação do cadastro do FGTS => CPF e CNIS; * Chave do empregador: CNPJ ou CPF; * Chave do trabalhador: CPF e NIS; • Batimento do cadastro: CPF + NIS + data de nascimento; Obs.: O batimento da chave será contra o CNIS que será feita a partir carga do eSocial. • Carga inicial de todos os vínculos ativos na data da implantação via canais da eSocial (base de vínculos); • Conta única do trabalhador; • Alteração cadastral será realizada na fonte primária;
  6. 6. NOVO MODELO – SERVIÇOS EXCLUSIVOS • Base única de cadastro FGTS; • Padronização na comunicação entre os sistemas de folha e CAIXA via WebService; • Modernização dos meios para quitação do FGTS; • Serviço para geração automática da guia (exceto domésticos, segurados especial rural e MEI); • Atualização automática dos encargos para recolhimentos em atraso (exceto domésticos, segurados especial rural e MEI); • Parcelamento e demais serviços do Conectividade Social Empregador no Portal de Relacionamento;
  7. 7. NOVO MODELO – VANTAGENS • Redução de custos de transação e retrabalho; • Mudança de processos (fazer mais rápido e dentro da conformidade); • Maior controle, eficiência e governança; • Entes conectados (reduzir a divergência de dados, informações extemporâneas e processos segmentados); • Efetividade na fiscalização e cobrança.
  8. 8. NOVO MODELO – PONTOS DE ATENÇÃO • Consistência prévia das informações; • Conscientização organizacional a partir da alta administração; • Revisão dos processos internos, com foco na integração; • Reciclagem/conhecimento das leis e regulamentações; • Mudança do perfil do profissional de RH.
  9. 9. “O mundo nada mais é que um grande problema envolvendo dados.” (Gil Elbráz, CEO Factual)

×