Your SlideShare is downloading. ×
Publicações científicas impressas versus eletrônicas: prós & contras
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Publicações científicas impressas versus eletrônicas: prós & contras

2,036
views

Published on

Published in: Education

1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
  • Querida Suely, parabéns por compartilhar suas reflexões e direcionamentos conosco!
    Gostei muito da apresesentação pois além de mostrar aplicações diretas , diferenças e contextos impulsiona para uma reflexão mais profunda sobre o papel , competencias e atitudes dos bibliotecários nesse mundo digital , no processo de editoração cientifica. Com certeza fizestes uma otima compilação. Até mais, Ursula
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
2,036
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
40
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Suely de Brito Clemente SOARES Mestre em Educação, Ciência e Tecnologia http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000384508 Publicações científicas impressas versus eletrônicas prós & contras Cibertecária – CRB-8/1335 Biblioteca Digital Interativa do Campus de Rio Claro - UNESP http://www.rc.unesp.br/biblioteca/brcdigital = DSpace (em construção) http://cecemca.rc.unesp.br/ojs SEER = http://200.145.36.250/ocs SOAC [email_address] - [email_address] – SKYPE: suelybcs SOARES, S. B. C., 2008 Apresentação licenciada por uma licença Creative Commons
  • 2.
    • Suely de Brito Clemente Soares
    • Graduação em Biblioteconomia - PUCCAMP - 1974
    • Especialização em Administração
    • de Bibliotecas Universitárias - UnB
    • Curso por Tutoria à Distância - 1987
    • Mestrado em Educação, Ciência e Tecnologia
    • Faculdade de Educação - UNICAMP - 2006
  • 3. http://www.rc.unesp.br/biblioteca/brcdigital
  • 4.
    • BRC é a sigla da Biblioteca
    • do campus de Rio Claro,
    • como uma das integrantes da
    • Rede de Bibliotecas
    • da Universidade Estadual Paulista,
    • UNESP , SP, Brasil
  • 5. BIBLIOTECA DIGITAL I N T E R A T I V A do campus de RIO CLARO - UNESP
    • A idéia norteadora do projeto foi
    • permitir o acesso aberto , via web,
    • à produção acadêmica do campus de Rio Claro
    • publicada para diferentes finalidades como:
    • obtenção de graus e/ou títulos: texto/vídeo/ *.ppt
    • trabalhos e pôsteres apresentados em eventos
    • artigos de periódicos, separatas, entrevistas
    • aulas em áudio ou vídeo, apresentações em *.ppt
    • simulações, programas, materiais didáticos diversos
    • objetos digitais de aprendizagem etc.
  • 6.
    • BIBLIOTECA DIGITAL I N T E R A T I V A
    • privilegiar interação mediatizada
    • entre pessoas
    • e a
    • interatividade entre estas pessoas e os sistemas informáticos utilizados
  • 7. BIBLIOTECA DIGITAL I N T E R A T I V A do campus de RIO CLARO - UNESP
    • os canais abertos,
    • até o presente momento,
    • para interação humana mediatizada
    • via web, são:
    • leitores de artigos dos periódicos publicados em SEER têm ferramenta de interação com autores e/ou demais leitores, de postagem de comentários, ao lado de cada artigo, no sumário da revista, desde que se identifiquem com nome, filiação acadêmica e e-mail
  • 8. BIBLIOTECA DIGITAL I N T E R A T I V A do campus de RIO CLARO - UNESP
    • leitores podem enviar textos livres por e-mail , pelo SEER, para os autores dos artigos
    • leitores podem repassar, por e-mail, também via SEER, a referência e/ou comentários sobre determinado artigo para si mesmos ou para terceiros e ...
  • 9. BIBLIOTECA DIGITAL I N T E R A T I V A do campus de RIO CLARO - UNESP
    • leitores, editores, usuários virtuais podem manter
    • interação síncrona, em tempo real, através de texto, áudio ou vídeo, com um “cibertecário” via MSN e/ou SKYPE
    • interação assíncrona, em tempo diferido, através de e-mail
  • 10.  
  • 11.
    • As ações implementadas são:
      • Ação1: Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas SEER
      • Ação2: Normalização documentária dos originais
      • Ação3: Assessoria na implantação da EaD no campus
      • Ação4: F@le Cono&co [uso intensivo de MSN e SKYPE]
      • Ação5: DSpace [repositório institucional em construção]
    • As ações ainda não implementadas são:
      • Ação6 : Esc@ninhos digitais para docentes
      • Ação7: BRC dic@s [pretendemos usar RSS –vários temas]
      • Ação8: Publicar TCCs na Biblioteca Digital da UNESP
    BIBLIOTECA DIGITAL I N T E R A T I V A do campus de RIO CLARO - UNESP
  • 12.  
  • 13.  
  • 14.  
  • 15. Suporte original dos 13 Periódicos do Portal do Campus de Rio Claro MOTRIZ. REVISTA DE EDUCAÇÃO FÍSICA ( site com resumos + textos) (coleção completa migrada p/ SEER) GEOCIÊNCIAS ( site com resumos + textos) SEPARATAS PARA CIBERTECÁRIOS HOLOS ENVIRONMENT (texto completo + CD-ROM) BOLEMA ( site com resumos) EDUCAÇÃO CONTINUADA EM REVISTA OLAM: CIÊNCIA E TECNOLOGIA NATURALIA (somente versão impressa) ESPAÇO @ AÇÃO (inclui vídeo) (coleção completa migrada p/ SEER) GEOGRAFIA (somente versão impressa) CLIMEP: Climatologia e Estudos da Paisagem ESTUDOS GEOGRÁFICOS: REVISTA ELETRÔNICA DE GEOGRAFIA EDUCAÇÃO: TEORIA E PRÁTICA (somente versão impressa) SEER (4) ELETRÔNICAS (3) IMPRESSAS (6)
  • 16. I e II - Workshop Virtual CiberEduc outubro e novembro de 2004 IBICT - Brasília, DF UNICAMP-FE - Campinas, SP INTERESSE INICIAL PELO SEER: out/2004
  • 17. Videoconferência / Internet – participação gratuita por e-mail Editores de Periódicos Científicos e Bibliotecários
  • 18.  
  • 19. I e II - Workshop Virtual CiberEduc Sala de Videoconferência da Faculdade de Educação - UNICAMP
  • 20. Apresentações e Vídeos disponíveis em: http://www.ibict.br Somente Vídeos disponíveis em: http://www.cameraweb.unicamp.br/eventos/workshop/workshop_cibereduc.ram http://www.cameraweb.unicamp.br/eventos/workshop/workshop2_cibereduc.ram
  • 21. http://143.106.58.55/revista/viewarticle.php?id=30&layout=abstract Relato de Experiência
  • 22. SOAC Sistema On-Line de Administração de Conferências http://200.145.36.250/ocs
  • 23.  
  • 24.  
  • 25.  
  • 26.  
  • 27. Publicações Científicas Impressas versus Eletrônicas prós & contras
  • 28. Ementa
    • A publicação científica
    • tem sido tema de discussão
    • entre acadêmicos
    • “ tecnófilos” e “tecnófobos”
    • quanto ao uso das publicações
    • exclusivamente eletrônicas ,
    • especialmente as disponíveis on-line
  • 29.
    • Atividades rotineiras e papéis dos
    • autores, bibliotecários e editores
    • estão sendo continuamente revisados
    • Este fato cria a demanda de um
    • Curso de Atualização [ou Palestra] que trate
    • dos prós & contras de um e outro
    • tipo de publicação científica
  • 30.
    • Prós & contras no que diz respeito
    • às tecnologias e aos recursos
    • humanos e financeiros
    • Curso [ou Palestra] que
    • demonstre e compare
    • as características já consagradas de
    • ambos os tipos de publicações com as
    • novas tendências que estão sendo
    • percebidas neste horizonte
  • 31. Objetivos
    • Este Curso [ou Palestra] visa, portanto, capacitar autores, bibliotecários e editores
    • a identificarem as principais diferenças
    • entre as publicações científicas
    • impressas e eletrônicas,
    • as quais poderão ser
    • positivas ou negativas ,
    • dependendo do ponto de vista
  • 32.
    • Este Curso [ou Palestra] se propõe a
    • demonstrar e comparar
    • as diversas funcionalidades das
    • publicações científicas eletrônicas
    • e estimular
    • autores, bibliotecários e editores a
    • utilizá-las !
  • 33. Metodologia
    • Apresentação de diversas funcionalidades
    • das publicações eletrônicas,
    • comparando-as com as das impressas,
    • através de indicações de sites,
    • tutoriais e exercícios,
    • estimulando a interação
    • e o compartilhamento de idéias
    • entre todos os participantes
  • 34. Conteúdo programático
    • 1. Prós & contras
    • das publicações impressas e eletrônicas
    • 2. Artigos de Periódicos Eletrônicos
    • 3. Artigos e Pôsteres de Eventos
    • 4. Dissertações e Teses
    • 5. Livros
    • 6. Tendências:
      • Áudio – Vídeo - Internet móvel - Tv Digital Interativa
      • Integração de mídias
  • 35. Publicações Científicas Impressas versus Eletrônicas > parte 1 < prós & contras
  • 36.
    • ? Impressa : terra firme = tradição
    • ... exemplos ...
    • ? Eletrônica : oceano = inovação
    • ... exemplos ...
  • 37. Impressa = terra firme
    • Sistema reconhecido - séculos de existência - tradição
    • Autor/Editor/ Referees /Impressão/Indexação/Divulgação/Leitura
    • Biblioteca: documentos impressos – objetos físicos
    • Consulta/Empréstimo/Renovação/Devolução - COMUT - EEB
  • 38. nossa formação acadêmica
    • ? Ensino presencial - bibliotecas impressas : terra firme
    • carteira de habilitação = motorista
    • dirigir em rodovias
  • 39. internet é oceano
  • 40. navegar é preciso
  • 41. Quem é do mar não enjôa
  • 42. a web inverteu o processo da produção acadêmica Imprimir Divulgar ontem hoje
  • 43. Eletrônica = oceano
    • Web : pouco mais de 1 década – água – fluida – páginas são como gotas - não estruturada – não linear – hipertextual
    • Copyright/copyleft : legislação sobre direitos autorais - plágio
    • Biblioteca digital: acesso/posse – multiusuário – 24/7/365 - cibertecário (e não bibliotecário) – cibercultura/usuário
    • Ruptura: inovação – medos - resistências - legislação – motivação - mares turbulentos – rotas marítimas pouco conhecidas – arrais e não carteira de habilitação de motorista
  • 44. A internet nos impõe que sejamos:
    • bibliotecários/usuários híbridos que
    • trabalham/utilizam Bibliotecas híbridas
    • com acervos híbridos
    exigência de novos conhecimentos para manuseio desta biblioteca híbrida
  • 45.
    • ? Publicação Impressa ?
    • ou
    • ? Eletrônica ?
    • prós & contras
  • 46. ? Impressa : terra firme = tradição contras prós
  • 47. ? Eletrônica : oceano = inovação contras prós
  • 48. ? Impressa : terra firme = tradição identificar plagiarismo edições fechadas uso individual indexação lenta tempo/gráfica/distribuição copyright custo/fotos coloridas tradição custo/distribuição postagem/correio/autor custo/edição posse (local/COMUT) volume/armazenamento durabilidade renovação/assinaturas preservação contras prós
  • 49. ? Eletrônica : oceano = inovação direitos autorais resistência/inovação cibercultura hardware/software conexão internet segurança/dados backups/ locais obsolescência/mídias preservação digital contras prós
  • 50. ? Eletrônica : oceano = inovação ligações/enlaces/links portabilidade/dados alertas/demanda postagem/comentários e-mail /autor/terceiros processo editorial ágil auto-arquivamento DOI - HANDLE acesso aberto acesso 24/7/365 contras prós
  • 51. ? Eletrônica : oceano = inovação internet móvel: PDA etc. teses somente eletrônicas redação hipertextual uso multiusuário distribuição imediata tempo/publicação publica edição incompleta fácil detecção plagiarismo arquivos hipermídia indexação automática contras prós
  • 52. ? Eletrônica : oceano = inovação amplia citações análise de citações contras prós
  • 53. Publicações Científicas Impressas versus Eletrônicas > parte 2 < artigos de periódicos eletrônicos
  • 54. W ANG, C. H.; McCLURE, P.; PRATT, N. E.; NOBILINI, R. Stretching and strengthening exercises: their effect on three-dimensional scapular kinematics. Archives of Physical Medicine and Rehabilitation , Philadelphia, v. 80, n. 8, p. 923-9, 1999. http://dx.doi.org/10.1016/S0003-9993(99)90084-9   
  • 55.  
  • 56. Google não recupera texto integral e google acadêmico sim Somente catálogos
  • 57. Google hiperlinka para PubMed a PubMed hiperlinka para texto completo
  • 58.  
  • 59.  
  • 60.  
  • 61. BROOKES, G., BARFOOT, P. GM Crops: the economic and environmental impact: the first nine years 1996-2004. AgBioForum, n. 8, n. 2/3, p. 187-196, 2005. Disponível em: http://www.agbioforum.org/v8n23/v8n23a15-brookes.pdf Acesso em: 31 jan. 2007. NÃO encontrado no SCHOLAR e SIM no GOOGLE – Por quê ?
  • 62.  
  • 63. Prática: localizar o texto completo pelo google sim e pelo google acadêmico não... Por quê?
    • WILD, S. et al. Global prevalence of diabetes:
    • estimates for the year 2000 and projections for
    • 2030. Diabetes Care, Alexandria, v. 27, n. 5, p.
    • 1047-1053, 2004. Disponível em:
    • http://care.diabetesjournals.org/cgi/content/full/27/10/2568
    • Acesso em: 31 jan. 2007.
  • 64.  
  • 65. mundo open acesso aberto
  • 66. http://dspace.ibict.br M U N D O O P E N (OAI) Arquivos Abertos é diferente de Acesso Aberto (OA) DSpace - Repositórios Institucionais Open Archives Initiative (protocolo) Open Access (filosofia acesso aberto) Software livre – Copyleft - Creative Commons Bibliotecas Digitais e/ou Repositórios? teses – dissertações - periódicos ... Repositórios e/ou Periódicos Eletrônicos? Acesso Aberto = Open Access
  • 67. A informação científica é o insumo básico para o desenvolvimento científico e tecnológico de uma nação. Trata-se de um processo contínuo em que a informação científica contribui para o desenvolvimento científico, e este, por sua vez, gera novos conteúdos realimentando todo o processo.
  • 68. Manifestos e Declarações sobre o Acesso Livre ( Open Access ) http://www.acessoaberto.org/documentos.htm &quot;Acesso Livre“ significa a disponibilização livre na Internet de literatura de caráter acadêmico ou científico (em particular os artigos de revistas científicas), permitindo a qualquer utilizador ler, descarregar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou referenciar o texto integral dos documentos científicos
  • 69. Movimento Acesso Aberto Brasil http://www.acessoaberto.org É um movimento que defende o acesso aberto a artigos de pesquisas através de meios digitais. Acesso esse que deve ser feito sem restrições, on-line , livre de qualquer cobrança de taxa ou necessidade de assinatura ou pagamento de licenças
  • 70. http://www.ibict.br/alemplus/
  • 71. Acesso aberto e ... Como ficam os direitos autorais ?
  • 72. Direitos autorais - Creative Commons
    • http://creativecommons.org/license/
    • Com uma licença Creative Commons, você mantém seus direitos autorais mas todos possibilita a outros copiar e distribuir sua obra contanto que atribuam crédito a você -- e somente sob as condições que você especificar aqui. Se você quiser oferecer sua obra sem nenhuma condição, escolha o domínio público .
    • O Creative Commons ajuda-lhe a publicar seu trabalho online enquanto informa a outros exatamente o que eles podem e não podem fazer com seu trabalho. Quando você escolhe uma licença, nós lhe providenciamos as ferramentas e os tutoriais que possibilitam você adicionar as informações sobre a licença no seu site, ou em um dos vários serviços gratuitos de hospedagem que já incorporaram o Creative commons.
  • 73. Informações no Rodapé dos artigos
    • Received:21 December 2006
    • Accepted:9 March 2007
    • Published:9 March 2007
    • © 2007 Warlick and Vaughan; licensee BioMed Central Ltd.
    • This is an Open Access article distributed under the
    • terms of the Creative Commons Attribution License
    • ( http://creativecommons.org/licenses/by/2.0 ), which
    • permits unrestricted use, distribution, and reproduction
    • in any medium, provided the original work is properly
    • cited.
  • 74. DOAJ – Directory of Open Access Journals Diretório de Periódicos de Acesso Aberto http://www.doaj.org
  • 75. ULRICH´S WEB - Open Access journals Ulrichsweb.com users can easily identify thousands of Open Access (OA) journals – and link to their full-text content – through an Advanced Search feature. Titles in the Directory of Open Access Journals (DOAJ) are included, as are other publications that support a funding model that does not charge readers or their institutions for access. Publications with limited free access – such as those that may be available free for only for a select period of time, or that have other restrictions on free use – are included in Ulrichsweb.com but are not found using the “Open Access” limiter. To find all free publications, a user can select the Price Range “Free” option in Advanced Search.
  • 76. Citações aumentam no acesso aberto? - exemplo de canal de interação -
  • 77.  
  • 78.  
  • 79.  
  • 80. Artigo sobre OA http://www.bio-diglib.com/content/4/1/1
  • 81. Declaração de Conflito de Interesses como parte do artigo
  • 82. Submission Cheklist... http://www.biomedcentral.com/manuscript/bmcbiotechnol
  • 83. http://www.bio-diglib.com/content/3/1/7 Google Scholar, Scopus e WOS
  • 84. Comentários de leitores neste artigo http://www.bio-diglib.com/content/3/1/7/comments
  • 85.  
  • 86. Pre-publication history http://www.bio-diglib.com/content/3/1/7/prepub
  • 87. Acesso livre após... Meses/Imeditato
  • 88. Advance online publication
  • 89. Reprinted by permission http://www.blackwell-synergy.com/doi/abs/10.1111/j.1365-2621.2001.tb16111.x
  • 90. Revisores do ano nomeados e premiados os melhores
  • 91.  
  • 92. Pop-up com opções de busca
  • 93. Audio Summary http://beta.nejm.org/AudioSummary/
  • 94. Artigos falados http://beta.nejm.org/AudioArticle/default.aspx
  • 95. ouvir o artigo e ver slideshow em ppt http://beta.nejm.org/AudioSummary/#
  • 96. Áudio Vídeo Slides http://sdu.ictp.it/openaccess/
  • 97. Editorial em vídeo http://www.freemedicaljournals.com/htm/index.htm
  • 98.  
  • 99.  
  • 100.  
  • 101. Problema: arquivos corrompidos
  • 102. BMJ - arquivos corrompidos
  • 103.  
  • 104.  
  • 105. Estatísticas Scielo
  • 106. Estatísticas de acesso/uso
  • 107.  
  • 108.  
  • 109. Referências normalizadas - Exportar
  • 110. Acesso aberto em agosto de 2005 http://arxiv.org/abs/physics/0508025
  • 111. Publicado PNAS em novembro de 2005
  • 112. Somente 6 referências
  • 113. DOI – FEED
  • 114. Como pesquisar pelo DOI
  • 115. RSS – FEED
  • 116. Como se inscrever em um FEED
  • 117. Enviar feeds direto da PubMed http://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/bv.fcgi?rid=helppubmed.section.pubmedhelp.Saving_and_Emailing_
  • 118. Interação leitor/autor
    • http://www.dicas-l.com.br/educacao_tecnologia/educacao_tecnologia_20060921.php
  • 119. CELL – comentários de leitores http://www.cell.com/content/issue?volume=116&issue=2
  • 120. http://www.qualitative-research.net/discus/
  • 121. http://www.qualitative-research.net/fqs-texte/1-00/1-00wittel-e.htm revista está implementando discussão de artigo
  • 122. Chat ao vivo – live chat
  • 123. Citation Map http://ajpcell.physiology.org/cgi/citemap?id=ajpcell;289/5/C1105
    • Citation Map - What is it?
    • Citation Map is a graphical representation of the articles citing or cited by your selected article. The map is based on the references found in the full text articles of the HighWire-hosted journals. The initial number of citations viewed in the map is 10, but you can change this number if you desire.
    • What is it for?
    • Develop reading lists to get up to speed on a new topic
    • Generate bulk citation lists for import into literature-management programs
    • Assist in refereeing or writing a review article
    • What it does
    • Given a starting reference, Citation Map finds all articles related by citations either citing the article, or cited by the article. The result set is expanded outward from the starting article to make a collection of all the articles related by citation to the starting article. By noting the number of times each article in the collection is cited, the related papers with the greatest impact are graphed, along with the citing/cited-by relations among the articles in the collection. This shows you the most important papers related to a starting article, as well as temporal and &quot;line-of-cite&quot; relationships between these articles.
  • 124.  
  • 125.  
  • 126.  
  • 127. Publicações Científicas Impressas versus Eletrônicas > parte 3 < artigos e pôsteres de eventos
  • 128. http://www.enancib2008.com.br/
  • 129.  
  • 130. TÍTULO DA PESQUISA TÍTULO DA PESQUISA TÍTULO DA PESQUISA TÍTULO DA PESQUISA INTRODUÇÃO OBJETIVOS MÉTODOS xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x Trocar pela logo da sua instituição RESULTADOS xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x DISCUSSÃO xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x REFERÊNCIAS APOIO FINANCEIRO Colocar as logos das instituições que apoiaram sua pesquisa Autor 1 (Instituição, e-mail), Autor 2 (Instituição, e-mail), Autor 3 (Instituição, e-mail). Poster apresentado ao GT-no. – Título do GT
  • 131. TÍTULO DA PESQUISA TÍTULO DA PESQUISA INTRODUÇÃO OBJETIVOS MÉTODOS xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x Trocar pela logo da sua instituição RESULTADOS xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x DISCUSSÃO xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x xxxxxx xxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxx xxxxxxxx xx xxxxxxxxxxx xxxxxxxxx x REFERÊNCIAS APOIO FINANCEIRO Colocar as logos das instituições que apoiaram sua pesquisa Autor 1 (Instituição, e-mail), Autor 2 (Instituição, e-mail), Autor 3 (Instituição, e-mail). Poster apresentado ao GT-no. – Título do GT
  • 132. http://www.sbu.unicamp.br/snbu2008/submissao_trabalhos.php
    • 3.2 Sessão de pôster   
    • clique aqui para ver exemplo de Pôster (.pdf)   
    • A apresentação do pôster será realizada em local e horário pré-
    • determinados pela organização do evento no sítio web, com
    • presença do responsável para esclarecimentos e informações.
    • Será apresentado em formato digital – arquivo .ppt (PowerPoint
    • versão 6.0 ou posterior) – com, no máximo, 5 (cinco) slides.
    • O pôster deverá ser auto-explicativo, contendo no primeiro slide:
    • título do trabalho; nome(s) do(s) autor(es), por extenso; nome da
    • instituição de origem, sua sigla, o nome da cidade, do estado, do
    • país e seus respectivos endereços eletrônicos.
    • Cada pôster deve apresentar pelo menos 50% (cinqüenta por
    • cento) de informação gráfica e /ou iconográfica. 
    • Coordenação Geral Comissão Científica – SNBU - 2008  
  • 133. Suely de Brito Clemente SOARES Mestre em Educação, Ciência e Tecnologia http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000384508 Como se calcula o Índice- h ? Cibertecária – BRC digit@l Interativa Biblioteca Digital Interativa do Campus de Rio Claro – UNESP, SP, Brasil http://www.rc.unesp.br/biblioteca/brcdigital = DSpace (em construção) [email_address] – MSN: [email_address] – SKYPE: suelybcs SOARES, S. B. C., 2008 Pôster licenciado por uma licença Creative Commons
  • 134. Como se calcula o Índice- h ?
    • Ordenar todos os trabalhos
    • de um determinado autor,
    • do 1º. ao último, do mais
    • citado para o menos citado,
    • em duas colunas
    O índice “h” será ≥ ao número em que as linhas se cruzam A primeira coluna em ordem crescente pela quantidade de trabalhos A segunda coluna em ordem decrescente pela quantidade de citações 45 44 43 42 ... 41 Trabalhos 40 45 50 72 87 Citações
  • 135. Como se calcula o Índice- h ? Autor com índice- h = 44 tem pelo menos 44 trabalhos com 44 ou + citações O índice “h” será ≥ ao número em que as linhas se cruzam 45 44 43 42 ... 41 Trabalhos 40 45 50 72 87 Citações
  • 136. Fonte: HIRSCH, J. E. (2005) Proc. Natl. Acad. Sci. USA, 102, p.16569-16572 http://www.pnas.org/cgi/content/abstract/102/46/16569 Curva esquemática do número de citações versus número de trabalhos, enumerados em ordem decrescente de citações (tradução nossa) o índice- h é igual ou maior ao valor onde se cruzam as linhas do número de citações com a do número de trabalhos
  • 137. SPIRES , WEB of SCIENCE e SCOPUS fornecem o índice- h O programa livre ”PUBLISH or PERISH” calcula o índice- h tendo como base o Google Acadêmico Informações completas sobre o Publish or Perish : http://en.wikipedia.org/wiki/Publish_or_perish
  • 138. 2 trabalhos com nº ≥ a 2 citações Cálculo do índice- h pelo Publish or Perish
  • 139. Publicações Científicas Impressas versus Eletrônicas > parte 4 < Dissertações e Teses
  • 140. Distributed Digital Preservation Workshop: ETDs Can Be as Secure as Their Paper Predecessors
    • Assunto:   ETD Preservation Workshop
    • De:   &quot;Gail McMillan&quot; [email_address]
    • Data:   Seg, Março10, 2008 19:41
    • Para:   [email_address]
    • Title Distributed Digital Preservation Workshop: ETDs Can Be as Secure as Their Paper Predecessors
    • Abstract Join the NDLTD-MetaArchive initiative to cooperatively harvest ETDs via a Distributed Digital
    • Preservation (DDP) network. By participating in this half-day workshop you will gain the information
    • necessary to fully understand how this preservation system works and your options for participating. If you
    • haven't done so already, please complete the ETD preservation survey at http://lumiere.lib.vt.edu/surveys/
    • The NDLTD DDP network is part of the MetaArchive Cooperative's preservation archives
    • ( http://www.metaarchive.org/ ), which employ the open-source LOCKSS software ( http://www.lockss.org/ ) to
    • harvest, cache, and validate files in a geographically distributed network. The MetaArchive Cooperative is an
    • independent, international membership association comprised of  institutions that seek an active role in the
    • preservation of their digital collections. Don't let your institution be one of the 75%  of the survey
    • respondents who reported that their institution does not have a formal preservation strategy.
    • Workshop Leaders
    • Prof. Gail McMillan Director of the Digital Library and Archives University Libraries, Virginia Tech
    • Dr. Martin Halbert Director for Digital Programs and Systems Robert W. Woodruff Library, Emory University
    • When :  June 4, 2008, 9:30 am - 12:30 pm
    • Where :   11th International Symposium on ETDsRobert Gordon University, Aberdeen, Scotland
    • Workshop Fee:  FREE with conference registration http://www.rgu.ac.uk/etd/
    PRESERVAÇÃO DIGITAL
  • 141. http://www.rgu.ac.uk/etd/awards/page. cfm ? pge =44885 The Innovative ETD Award recognizes student efforts to transform the genre of the print dissertation through the use of innovative software to create multimedia ETDs
    • --------------------- Mensagem Original ----------------------------
    • Assunto: Call for papers ETD 2008, 4th - 7th June 2008
    • De: &quot;Charles Greenberg&quot; < [email_address] >
    • Data: Ter, Janeiro 8, 2008 20:26
    • Para: [email_address]
    • --------------------------------------------------------------------------
    • Hi, worldwide ETD network- You have an opportunity to actively participate in: ETD 2008:
    • Spreading the Light , June 4-7, held at The Robert Gordon University, Aberdeen, Scotland and
    • hosted by NDLTD, The Robert Gordon University, UK, and the The University of Nottingham, UK.
    • Please consider submitting a paper, presentation, poster, or tutorial within a workshop. Details are
    • at: http://www2.rgu.ac.uk/library_edocs/etd08/papersandposters.htm Abstracts are due in one
    • month. Submission and acceptance will be handled electronically, thanks to Linkoping University in
    • Sweden. After reading the requirements, if you have any questions about the submission protocol,
    • please contact me. I will coordinate the submission and notification aspects, as well as coordinate
    • volunteer reviewers. Please write to me if you wish to be considered for the reviewing team. If you
    • have queries about any other aspect of the conference, or the content of papers and posters,
    • please contact either of the conference co-chairs <mailto: [email_address] >Susan Copeland
    • ( [email_address] ) or <mailto: [email_address] >Christopher Pressler
    • ( [email_address] ) Please forward this message to your local academic,
    • information technology, and library communities that care about sharing global scholarship. Hope
    • to see many of you in Aberdeen! Charles J. Greenberg [email_address] Coordinator,
    • Curriculum and Research Support Tel: 203-737-2960 Cushing/Whitney Medical Library FAX: 203-
    • 785-4369 Yale University
  • 142. Dear Colleagues, We are pleased to announce the call for nominations for the ETD Innovation & Leadership Awards sponsored by NDLTD and Adobe Systems, Inc.  Please send us your nominations for Innovative Multimedia ETDs, Innovative Learning Experiences and/or individuals who have shown outstanding leadership in the ETD field.  Full details about this awards program are available online at http://www.rgu.ac.uk/etd/awards/page.cfm?pge=44885 Nominations are due by March 1, 2008.  Awards will be presented at the ETD 2008 Symposium to be held at Robert Gordon University in Aberdeen Scotland June 4th - 7th, 2008.   Best regards,- John H. Hagen Chair, ETD Awards Committee   Manager, Institutional Repository Programs Coordinator, Electronic Thesis & Dissertation Program NDLTD Board of Directors – WEST VIRGINIA UNIVERSITY LIBRARIES Acquisitions Department http://www.wvu.edu/~thesis/
  • 143. http://bdtd.ibict.br/ Biblioteca Digital de Teses e Dissertações
  • 144. http://www.ndltd.org Networked Digital Library of Theses and Dissertations
  • 145. Redação hipertextual um depoimento
    • Mestrado em Educação, Ciência e Tecnologia Faculdade de Educação - UNICAMP
    • Dissertação disponível em:
    • http://libdigi.unicamp.br/document/?code=vtls000384508
  • 146. Publicações Científicas Impressas versus Eletrônicas > parte 5 < Livros
  • 147. E-books – um estudo sobre o uso BOTTENTUIT JUNIOR, João Batista; COUTINHO, Clara Pereira (2007) A Problemática dos EBooks: um contributo para o estado da arte. Memorias da 6ª Conferencia Ibero-americana em Sistemas, Cibernética e Informática (CISCI). Pg.106-111, Vol. 2. Orlando, EUA. Julho. http://repositorium.sdum.uminho.pt/dspace/bitstream/1822/6717/1/book.pdf
  • 148. http://www.dominiopublico.gov.br
  • 149. Prática
  • 150. LIVROS Domínio Público Obras literárias, artísticas e científicas – direitos autorais http://www.dominiopublico.gov.br
  • 151. COVELLO, V. T.; MERKHOHER, M. W.; MERKHOFER M. W. Risk a ssessment methods: approaches for assessing health and environmental. Springer, 1993. Disponível em: http://books.google.com/books?id=mglNQLEQsIwC&hl=pt-BR Acesso em: 31 jan. 2007.
  • 152.  
  • 153.  
  • 154.  
  • 155.  
  • 156.  
  • 157. Livro: http://www.habitare.org.br/
  • 158.  
  • 159. http://www.oecdbookshop.org/oecd/display.asp?CID=&LANG=EN&SF1=DI&ST1=5LMQCR2K8MBX Prática: O que vc observa neste livro?
  • 160. http://213.253.134.43/oecd/pdfs/browseit/9601141E.PDF
  • 161.  
  • 162.  
  • 163. https://books.google.com/partner/
  • 164.  
  • 165. https://books.google.com/support/partner/?hl=pt_BR
  • 166. http://books.google.com.br/googlebooks/screenshots.html
  • 167. http://books.google.com
  • 168. Livros em domínio público - copyleft
  • 169. Livros enviados por parceiros
  • 170. Livros de bibliotecas - copyright
  • 171. Google Books - Interação
  • 172. Wiley InterScience® OnlineBooks™
  • 173. ONLINE BOOKS – INTERSCIENCE http ://www3.interscience.wiley.com/browse/?type=BOOK
  • 174. http://bibliotecas-cruesp.usp.br/scripts/odwp502k.dll?t=dfb&pr= cruesp_ profile&db=cruesp_catalogo&zdb=USP&zdb=UNESP&zdb=UNICAMP Portal e-Books 188 mil livros eletrônicos Projeto CRUESP/Faplivros
  • 175. http://bibliotecas-cruesp.usp.br/unibibliweb/cruesp_ebooks.html
  • 176. Publicações Científicas Impressas versus Eletrônicas > parte 6 < Tendências: Áudio - Vídeo Internet móvel Tv Digital Interativa Integração de mídias
  • 177. Áudio – Vídeo - LIBRAS http://www.senado.gov.br/sf/senado/ilb/asp/ED_Cursos.asp
  • 178. Audio, vídeo – Bibvirt http://www.bibvirt.futuro.usp.br/
  • 179. Catálogo Coletivo em Braille e Livros Falados - CCL http://www.usp.br/sibi/biblioteca/ccl-braille_frm.htm
    • O Sibi/USP disponibiliza o catálogo de livros em
    • Braille e livros falados existente em acervos de
    • bibliotecas da cidade de São Paulo.
    • Disponibiliza busca de títulos online, endereços e
    • telefones das bibliotecas que possuem este
    • acervo. Dentre os títulos existentes no catálogo
    • apresentam publicações em ciências da saúde,
    • meio ambiente e ecologia
  • 180. http://www.baboo.com.br/msn08/content.asp?z=285&id=31602
    • Check out this video from Soapbox
    • on MSN Video: iPhone Killer - HTC Touch simulation
    • http://soapbox.msn.com/video. aspx ? showPlaylist =true&playlist= videoByUuids : uuids :d4845a00- ffbe -4783-a366-e74e38ab7f47
  • 181. http://content.nejm.org/
  • 182. Acesse o Gmail pelo seu celular digitando http://gmail.com/app no navegador do telefone Saiba+
  • 183. http://www.aulavox.com/2008/03/daphne/pesquisa1203.htm
  • 184. Serviços - celular
  • 185.
    • Get select content from some of
    • Wiley's leading publications
    • delivered to your PDA — free!
    INTERNET MÓVEL
  • 186. PDA – sumários e abstracts http://www3.interscience.wiley.com/mobile_edition/
  • 187. http://www.bmj.com - PDA
  • 188. http://www.cpqd.com.br/1/4341+tv-digital-poderosa-plataforma-para-servicos-eletronicos-inclusao-digital-sbtvd-sbtvd-t-t-banking.html
    • TV digital:
    • poderosa plataforma para serviços eletrônicos
    • Interatividade vai dar à TV digital
    • um ambiente virtual
    • semelhante ao da internet,
    • porém mais fácil de usar
  • 189.
    • De acordo com o
    • Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br),
    • a televisão aberta é o meio de comunicação com maior penetração no país (97%)
    • em seguida, vem o celular (67,6%) e, depois,
    • o telefone fixo (49,7%).
    • Os sinais de TV cobrem praticamente todo o território brasileiro, chegando até a localidades que não têm acesso a outros recursos de telecomunicações, como o celular e o telefone. Por isso, a TV é um importantíssimo instrumento de comunicação no país.
  • 190.
    • A TV digital terrestre – que entrou no ar no dia
    • 2 de dezembro/2007 na cidade de São Paulo –
    • é o primeiro passo para uma TV digital interativa (TVDI).
    • E a TVDI é uma plataforma de telecomunicações que, no futuro, a população poderá utilizar para ter acesso a qualquer serviço eletrônico,
    • como os oferecidos pelos bancos ou pelo governo, por exemplo.
    • Ela traz um ambiente virtual semelhante ao da Internet, porém com uma linguagem totalmente diferente, que é a da TV.
    • É, portanto, mais amigável e fácil de usar.
  • 191.
    • Com base nessa visão, o CPqD vem trabalhando no desenvolvimento de ferramentas e aplicações de TV interativa para o Sistema Brasileiro de TV Digital, dentro do projeto SBTVD
    • Projeto SBTVD
  • 192. http://sbtvd.cpqd.com.br/
  • 193. Internet/Tv móvel – celular 3G http://sbtvd.cpqd.com.br/?obj=noticia&mtd=detalhe&q=11511
  • 194. http://www.ntdi.ufsc.br/tobesidade.html
  • 195. DEFININDO USABILIDADE - TvDI
    • Segundo Juristo, Windl e Constantine (2001)
    • USABILIDADE é:
    • Quão apto o telespectador está e quanto de ajuda ele necessita;
    • Qualidade no uso;
    • Usabilidade reflete quão fácil é aprender e usar;
    • Praticidade de uso;
    • Simplicidade
  • 196. Ângulo de visão Computador Televisão
  • 197. Postura LEAN-FORWARD LEAN-BACK
  • 198. CONCEITOS SOBRE USABILIDADE
    • A usabilidade é a quantificação facilidade que o usuário tem em relação ao programa
    • Essa relação é medida através das seguintes características:
    • ( 1 ) a habilidade física e/ou intelectual exigida do usuário para se aprender a operar o sistema;
    • ( 2 ) o tempo exigido para que esta operação seja eficiente;
    • ( 3 ) o aumento de produtividade obtido através do tempo;
    • ( 4 ) a avaliação das atitudes do usuário em relação ao sistema (GARCIA FILHO, 2003).
  • 199. DEFININDO CONCEITOS SOBRE USABILIDADE
    • Ou seja, segundo Krug (2002):
    • “ Não me faça pensar.”
    • Estas são as palavras-chave
    • para definirmos “Usabilidade”:
    • Não fazer o usuário pensar e sim agir .
  • 200. Programa infantil interativo
  • 201.  
  • 202.  
  • 203. Leituras recomendadas MEISS, L. Ciência, educação e o conflito humano-tecnológico. 2. ed. rev. ampl. São Paulo: Editora SENAC, 2000. [ver p. 91-92] Disponível em: http://books.google.com/books?id=Xi9XZdM5FXgC& vq =bibliotecas&hl= pt-BR&source =gbs_summary_s&cad=0 Acesso em: 31 jan. 2008. MUNIZ, J. S.; FERREIRA, S. M. S. P. A alteração de práticas de editoração científica tradicionais promovidas pelas ferramentas de publicação eletrônica – um novo habitus profissional? In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 18., Rio de Janeiro, 2005. Proceedings ... Rio de Janeiro: UERJ, 2005. TRZESNIAK, P. Dimensions of the quality of scientific journals and their presence in an evaluation instrument for the field of education. Rev. Bras. Educ. ,  Rio de Janeiro,  v. 11,  n. 32, 2006 .  Disponível em: http://www.scielo.br/scielo. php ?script=sci_arttext&pid=S1413-24782006000200013& lng =en&nrm= iso Acesso em: 1  Oct  2007.
  • 204. Suely de Brito Clemente SOARES Publicações científicas impressas versus eletrônicas prós & contras http://www.rc.unesp.br/biblioteca/brcdigital [email_address] - [email_address] – SKYPE: suelybcs SOARES, S. B. C., 2008 Apresentação licenciada por uma licença Creative Commons Grata pela oportunidade e atenção!