Your SlideShare is downloading. ×
0
Piracicaba / 2012
Procedimentos operacionais
Algumas duvidas que podem
ser esclarecidas ......
Procedimentos operacionais
PO ou IT ....
Se o Índice de Risco ...
Procedimentos operacionais
Procedimentos operacionais
Índice de Risco é o resultado do produto de
três outros índices :
R = O x S x D
onde:
O é o índ...
Procedimentos operacionais
•O Índice de Ocorrência mede a probabilidade da falha
ocorrer ou não!
1
É razoável acreditar qu...
Procedimentos operacionais
O Índice de Severidade mede a probabilidade da falha
depois de ocorrida ser percebida ou não pe...
Procedimentos operacionais
O Índice de Detecção mede nossos mecanismos de
detectar a falha ou não, antes que o cliente a p...
Procedimentos operacionais
Índice de Risco definido ,
resultado > ou = 8
... próximo passo é elaborar o PO
Procedimentos operacionais
Não só os funcionários como a
própria Biblioteca não tem condições
de absorver e aplicar proced...
Procedimentos operacionaisProcedimentos operacionais
A definição dos procedimentos permite o
Gerenciamento da Rotina de tr...
Procedimentos operacionais
Participam da elaboração do PO :
•Colaboradores do processo;
•Processos e Subprocessos que poss...
Procedimentos operacionais
Procedimentos operacionais
Corpo
Rodapé
Cabeçalho
Procedimentos operacionais
Cabeçalho
Número: Código para identificar o procedimento no sistema de
documentação
Data Criaçã...
Procedimentos operacionais
Rodapé
Responsável pela Aprovação: Chefe
Técnica da Biblioteca
Responsável pela Elaboração: Ges...
Procedimentos operacionais
Corpo
Titulo da Tarefa: É o produto que queremos sistematizar.
Característica da Qualidade: Bus...
Procedimentos operacionais
O que: Em breves palavras é a descrição do produto(titulo da
tarefa).
Por que: É a razão pela q...
Procedimentos operacionais
Como: É a parte central do procedimento operacional;
deve ser escrito de forma a enumerar as aç...
Procedimentos operacionais
Documentos Complementares: São documentos que
completam ou tem informações importantes para exe...
Procedimentos operacionais
FMEA: Para cada item do como deve se avaliar o potencial de
risco definindo-se o item critico d...
Procedimentos operacionais
Autonomia: É a liberdade para utilizar os fatores de produção
visando atingir as metas, aqui de...
Procedimentos operacionais
Anexos: São os formulários em branco ou carimbos onde se
registra as evidencias objetivas da ex...
Registro: É evidencias objetivas da execução do produto
relacionado a estes Procedimentos Operacionais.
Indexação: É como ...
Local de Guarda: É onde as pastas com os registro são
arquivadas
Tempo de Guarda: É o tempo que o registro fica arquivado....
Itens de Treinamento: Devem ser relacionados todos os
treinamentos específicos que são necessários para se realizar o
prod...
DIVISÃO DE BIBLIOTECA
biblioteca.esalq@usp.br
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Procedimentos Operacionais

2,067

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,067
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
39
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Procedimentos Operacionais"

  1. 1. Piracicaba / 2012 Procedimentos operacionais
  2. 2. Algumas duvidas que podem ser esclarecidas ...... Procedimentos operacionais PO ou IT ....
  3. 3. Se o Índice de Risco ... Procedimentos operacionais
  4. 4. Procedimentos operacionais Índice de Risco é o resultado do produto de três outros índices : R = O x S x D onde: O é o índice de ocorrência S é o índice de severidade D é o índice de detecção
  5. 5. Procedimentos operacionais •O Índice de Ocorrência mede a probabilidade da falha ocorrer ou não! 1 É razoável acreditar que a probabilidade da falhar ocorrer é remota (1:1000) 2 É razoável acreditar que a probabilidade da falhar ocorrer é Baixa (1:100) 3 É razoável acreditar que a probabilidade da falhar ocorrer é Moderada (1:10) 4 É razoável acreditar que a probabilidade da falhar ocorrer é Alta (1:5) 5 É razoável acreditar que a probabilidade da falhar ocorrer é Alarmante (1:2)
  6. 6. Procedimentos operacionais O Índice de Severidade mede a probabilidade da falha depois de ocorrida ser percebida ou não pelo cliente! 1 É razoável acreditar que o cliente não perceberá a falha 2 É razoável acreditar que o cliente perceberá a falha mas não ficar descontente com ela. 3 É razoável acreditar que o cliente perceberá a falha e ficará descontente com ela. 4 É razoável acreditar que o cliente perceberá a falha e ficará descontente com ela contudo pode haver um leve risco dela afetar sua segurança. 5 É razoável acreditar que o cliente perceberá a falha e ficará descontente com ela sendo que a alto risco
  7. 7. Procedimentos operacionais O Índice de Detecção mede nossos mecanismos de detectar a falha ou não, antes que o cliente a perceba! Nota-se que os índices são invertidos. 5 É razoável acreditar que nossa capacidade de detectar a falha é Remota. 4 É razoável acreditar que nossa capacidade de detectar a falha é Baixa. 3 É razoável acreditar que nossa capacidade de detectar a falha é Moderada. 2 É razoável acreditar que nossa capacidade de detectar a falha é Alta. 1 É razoável acreditar que nossa capacidade de detectar a falha é Alarmante.
  8. 8. Procedimentos operacionais Índice de Risco definido , resultado > ou = 8 ... próximo passo é elaborar o PO
  9. 9. Procedimentos operacionais Não só os funcionários como a própria Biblioteca não tem condições de absorver e aplicar procedimentos complexos! SIMPLICIDADE ... É o caminho para montar um procedimento operacional ...
  10. 10. Procedimentos operacionaisProcedimentos operacionais A definição dos procedimentos permite o Gerenciamento da Rotina de trabalho pela própria equipe de funcionários. Os procedimentos operacionais são desenvolvidos visando a definição do melhor caminho para atender às necessidades dos clientes;
  11. 11. Procedimentos operacionais Participam da elaboração do PO : •Colaboradores do processo; •Processos e Subprocessos que possuem ligação direta com o procedimento
  12. 12. Procedimentos operacionais
  13. 13. Procedimentos operacionais Corpo Rodapé Cabeçalho
  14. 14. Procedimentos operacionais Cabeçalho Número: Código para identificar o procedimento no sistema de documentação Data Criação: Data em que o procedimento foi criado para se saber a quanto tem o processo esta sistematizado. Revisão nº: Indica quantas vezes o procedimento foi revisado, na data da criação e nº 00. Data Revisão: Indica quando o procedimento foi revisado pela última vez.
  15. 15. Procedimentos operacionais Rodapé Responsável pela Aprovação: Chefe Técnica da Biblioteca Responsável pela Elaboração: Gestor do Processo ou responsável pelo subprocesso
  16. 16. Procedimentos operacionais Corpo Titulo da Tarefa: É o produto que queremos sistematizar. Característica da Qualidade: Buscar atender as necessidades do cliente; quando o processo.
  17. 17. Procedimentos operacionais O que: Em breves palavras é a descrição do produto(titulo da tarefa). Por que: É a razão pela qual se executa o produto, são as motivações para se atender as necessidades do clientes. Corpo
  18. 18. Procedimentos operacionais Como: É a parte central do procedimento operacional; deve ser escrito de forma a enumerar as ações necessárias para realizar o produto. Corpo
  19. 19. Procedimentos operacionais Documentos Complementares: São documentos que completam ou tem informações importantes para execução do como neste caso o documento é indicado neste campo; como exemplo podemos citar os manuais e documentos externos. Corpo
  20. 20. Procedimentos operacionais FMEA: Para cada item do como deve se avaliar o potencial de risco definindo-se o item critico deste procedimento. Itens Críticos: Todos os Itens que possuírem índice de risco igual ou superior a 8 serão itens críticos e devem ser relacionados. Para cada item critico deve haver uma Ação Preditiva. Corpo
  21. 21. Procedimentos operacionais Autonomia: É a liberdade para utilizar os fatores de produção visando atingir as metas, aqui define-se quais são essas liberdades. Corpo
  22. 22. Procedimentos operacionais Anexos: São os formulários em branco ou carimbos onde se registra as evidencias objetivas da execução do produto relacionado a estes Procedimentos Operacionais. Corpo
  23. 23. Registro: É evidencias objetivas da execução do produto relacionado a estes Procedimentos Operacionais. Indexação: É como o registro é arquivado, pode ser por data, por ordem alfabética, numérica; em ordem crescente ou decrescente. Acesso: É o responsável pela guarda do registro. Corpo Procedimentos operacionais
  24. 24. Local de Guarda: É onde as pastas com os registro são arquivadas Tempo de Guarda: É o tempo que o registro fica arquivado. Disposição: São as providencias que devem ser tomadas após o tempo de guarda acabar. Procedimentos operacionais Corpo
  25. 25. Itens de Treinamento: Devem ser relacionados todos os treinamentos específicos que são necessários para se realizar o produto. Subprocessos que possuem ligação direta com este procedimento: Este item tem o objetivo de definir os subprocessos que tem ligação para produzir o produto. Procedimentos operacionais Corpo
  26. 26. DIVISÃO DE BIBLIOTECA biblioteca.esalq@usp.br
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×