Matemática dos Pedreiros
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Matemática dos Pedreiros

on

  • 117,945 views

O uso da matemática na profissão do pedreiro.

O uso da matemática na profissão do pedreiro.

Statistics

Views

Total Views
117,945
Views on SlideShare
104,201
Embed Views
13,744

Actions

Likes
4
Downloads
696
Comments
3

26 Embeds 13,744

http://enge12.blogspot.com.br 12771
http://enge12.blogspot.com 473
http://enge12.blogspot.pt 342
http://enge12.blogspot.fr 41
http://enge12.blogspot.com.ar 18
http://enge12.blogspot.be 16
http://enge12.blogspot.com.es 11
http://enge12.blogspot.ch 11
http://enge12.blogspot.co.uk 9
http://matematicadodia.blogspot.com 7
http://enge12.blogspot.de 6
http://enge12.blogspot.it 6
http://enge12.blogspot.ca 4
http://translate.googleusercontent.com 4
http://enge12.blogspot.kr 3
http://enge12.blogspot.jp 3
http://enge12.blogspot.mx 3
http://enge12.blogspot.ro 3
http://enge12.blogspot.nl 3
http://matematicadodia.blogspot.com.br 3
http://webcache.googleusercontent.com 2
http://enge12.blogspot.com.au 1
http://enge12.blogspot.no 1
http://enge12.blogspot.gr 1
http://lh3.ggpht.com 1
http://lh4.ggpht.com 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Matemática dos Pedreiros Matemática dos Pedreiros Presentation Transcript

  • Etnomatemática A Matemática do dia-a-dia
    • A Matemática na
    • profissão do Pedreiro
    • Durante a construção de uma casa é desenvolvido pelo pedreiro um saber prático que pode ser aproveitado para realizar uma ligação entre teoria e prática.
  • Será apresentado uma síntese das várias etapas da construção de uma casa e os conteúdos matemáticos envolvidos nas mesmas, vamos priorizar algumas delas, entre as quais destacamos:
    • A demarcação da planta baixa, com destaque ao nivelamento do terreno, à utilização de medidas de ângulos e ao uso de escalas;
    • A construção do alicerce e a utilização de medidas de volume;
    • O levantamento das paredes e a área dos tijolos;
    • A construção do telhado, com ênfase à montagem de suas tesouras;
    • A cobertura da casa e a área dos vários tipos de telhas;
    • O acabamento final da casa, priorizando a colocação do piso e do revestimento das paredes.
    • As etapas da construção de
    • uma casa e a matemática
    • envolvida nas mesmas:
  • Demarcação da planta baixa da casa no terreno :
    • A demarcação da planta baixa é uma etapa em que o pedreiro mais dedica sua atenção medindo e conferindo várias vezes o terreno e comparando essas medidas com as do projeto recebido;
    • O pedreiro utiliza estacas e uma mangueira com água, valendo de seus conhecimentos e de suas habilidades com uso do “princípio dos vasos comunicantes”, mesmo sem saber que o utiliza;
    • Na demarcação ele utiliza as quatro operações fundamentais, pois a planta já traz todas as medidas de que necessita, só basta somar, diminuir, multiplicar ou dividir algumas medidas.
  • O uso do Teorema de Pitágoras
    • Desde o início da obra, em sua demarcação inicial até o acabamento final, colocação dos pisos, muitas vezes o pedreiro necessita de ângulos retos, utilizando então o Teorema de Pitágoras;
    • Ao marcarem 30 cm e 40 cm em duas laterais de paredes que se interceptam e depois unirem esses pontos para encontrarem uma medida equivalente a 50 cm, os pedreiros conseguem um ângulo reto, isto é uma aplicação prática do Teorema de Pitágoras. É o que na linguagem dos pedreiros é chamado de “deixar no esquadro”.
  • O pedreiro estica uma linha paralela (p) à frente do terreno, depois estica uma nova linha (b) provisoriamente. Ele crava uma estaca (e-1) a 3 metros da primeira linha e uma outra estaca (e-2) a 4 metros da linha paralela. Medindo a distância (d) entre as duas estacas o valor correto deverá ser 5 metros. Se a medida for menor ou maior que 5 metros, a primeira estaca deverá ser deslocada até que consiga essa medida. e-1 d t p e-2
  • O alicerce da casa e o metro cúbico
    • Na construção do alicerce da casa o pedreiro começa a utilizar noções de volume, sem utilizar nenhuma fórmula;
    • Após efetuar as medições e construir as “caixarias” em forma de paralelepípedos, o pedreiro tem que dosar as quantidades de pedra, areia e cimento para a elaboração do concreto que será utilizado para o preenchimento das mesmas.
    • Nessa dosagem utiliza como padrão a lata (20 litros) e o carrinho de mão (60 litros), além da quantidade de cimento proporcional a esses materiais.
    • O pedreiro calcula o volume das caixarias e do contra-piso, multiplicando a medida da altura, largura e comprimento entre si;
    • O pedreiro utiliza o metro cúbico, sempre fazendo questão de dizer que um metro cúbico equivale a 1000 litros ou 50 latas.
    LATA CUBO 1m x 1m x 1m = 1 metro cúbico 1 metro cúbico = 1000 litros 50 x 20 litros = 1000 litros
  • O levantamento das paredes e a área dos tijolos
    • Nessa etapa o pedreiro de depara com mais um problema matemático, o de calcular a quantidade de tijolos necessária para a conclusão da obra;
    • Esse problema envolve áreas de superfícies retangulares. O pedreiro calcula a área do tijolo, multiplicando seu comprimento por sua largura, e divide 1 metro quadrado pelo produto obtido, dessa maneira ele calcula quantos tijolos serão necessários para o levantamento de cada metro quadrado de parede.
  • Para calcular a quantidade de tijolos o pedreiro leva em consideração a posição dos tijolos (em pé ou deitado) e também as dimensões dos tijolos que serão utilizados. Vejamos agora a quantidade aproximada de tijolos por metro quadrado de acordo com cada um dos tijolos abaixo: C = 19 cm e H 14 cm T = 1/(0,20 x 0,16) T = 1/0,032 T = 31 tijolos por metro quadrado C = 20 cm e H = 16 cm T = 1/(0,19 x 0,14) T = 1/ 0,0266 T = 32 tijolos por metro quadrado Tijolo 1 Tijolo 2
  • A tesoura do telhado e a cobertura da casa
    • Depois de levantadas as paredes, o pedreiro inicia a construção do madeiramento para a montagem da cobertura da casa;
    • Ao iniciar a construção do telhado após escolher o tipo de telha, o pedreiro vai calcular a porcentagem de inclinação do mesmo para a montagem da tesoura. O cálculo da inclinação do telhado é feito por meio de uma relação entre a altura e o comprimento da tesoura expresso em percentual, e essa inclinação também depende do tipo da telha.
  • A tesoura é uma estrutura de madeira com a forma da figura abaixo: Veja quantos triângulos as vigas estão formando e muitos deles são triângulos retângulos. Para os pedreiros quanto mais triângulos as madeiras formarem no telhado maior rigidez ele terá.
  • Exemplos de tesouras utilizadas pelo pedreiro: Podemos observar que elas formam vários tipos de triângulos.
  • A cobertura da casa
    • Concluído o madeiramento, o pedreiro efetua o cálculo da quantidade de telhas necessárias para a cobertura do telhado, e para isso levam em consideração a área útil de cada tipo de telha, ou seja, a área de cobertura real da mesma.
  • A colocação dos pisos e o revestimento das paredes
    • Na fase de acabamento da casa durante a colocação dos pisos, o pedreiro utiliza cálculo de áreas, ângulos e retas e as quatros operações básicas que estão presentes em quase todo desenvolvimento da obra.
    • A etnomatemática do pedreiro consiste na praticidade e na habilidade adquirida em seu dia-a-dia , e em cálculos que valorizam muito mais os resultados práticos , do que a exatidão daqueles obtidos nessa operação.