Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this presentation? Why not share!

Like this? Share it with your network

Share

Puro e Simples - Ciência e Fé - Os limites da Ciência e o argumento Moral para a existência de Deus

on

  • 2,078 views

Estudo sobre os Limites da Ciência e sobre a prova de Deus usando argumentos de Willian Lane Craig e C.S. Lewis.

Estudo sobre os Limites da Ciência e sobre a prova de Deus usando argumentos de Willian Lane Craig e C.S. Lewis.

Statistics

Views

Total Views
2,078
Views on SlideShare
1,788
Embed Views
290

Actions

Likes
1
Downloads
18
Comments
0

3 Embeds 290

http://garotoreformado.blogspot.com 192
http://garotoreformado.blogspot.com.br 95
http://www.garotoreformado.blogspot.com 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Puro e Simples - Ciência e Fé - Os limites da Ciência e o argumento Moral para a existência de Deus Presentation Transcript

  • 1. #Puro e SimplesEric Fernandes de Mello Araújoeric@dcc.ufla.br CIÊNCIA E FÉ30/01/2012 O problema da Moral
  • 2. O debate Criacionismo Design Inteligente Darwinismo Fé e Ciência?Eric Araújo – eric@dcc.ufla.br #Puro e Simples
  • 3. Darwinismo  O conceito de Aleatoriedade  Princípios da evolução:  Princípio da Reprodução  Princípio da Hereditariedade (transmissão de características  Princípio da Variação (imperfeição)  Princípio da Seleção Natural (eliminação dos inaptos ao ambiente)Eric Araújo – eric@dcc.ufla.br #Puro e Simples
  • 4. Criacionismo e design inteligente  Inicialmente, denotava a crença em um criador  Atualmente, ideias tem sido agregadas ao conceito de criacionismo, dentre as quais destacamos  Movimento Terra Jovem  Design Inteligente (ou causação inteligente)  Darwinianismo teístaEric Araújo – eric@dcc.ufla.br #Puro e Simples
  • 5. Os Limites da Ciência “Qualquer conhecimento que se possa conseguir deve ser obtido por métodos científicos; e o que a ciência não pode descobrir, a humanidade não pode conhecer”  Bertrand Russell #Puro e Simples
  • 6. Os Limites da Ciência “A existência de um limite para a ciência, porém, é mostrada claramente por sua incapacidade de responder a elementares perguntas infantis relacionadas a origem e finalidade, tais como: „Como é que tudo começou?‟; „Para que estamos todos aqui?‟; „Qual a razão da vida?‟”  Sir Peter Medawar #Puro e Simples
  • 7. Os Limites da Ciência Definição da ciência  “A ciência, por definição, trata apenas do que é natural, do que é replicável e do que é regido por lei”  Michael Ruse Cosmologia não seria considerada ciência O método de inferência é descartado #Puro e Simples
  • 8. Os Limites da Ciência Definição da Ciência  “A teoria científica que se baseia na repetição de observações e experimentos provavelmente terá e deve ter mais autoridade do que aquela que não o faz”  John Lennox O problema do observador e o ideal iluminista  Premissa:O observador é friamente racional, independente, livre de teorias preconcebidas, prévios compromissos filosóficos, éticos e religiosos, imparcial. #Puro e Simples
  • 9. Os Limites da Ciência “Afinal de contas, tudo não passa de uma questão de bom senso. Suponha que a ciência algum dia se tornasse completa, tendo o conhecimento total de cada mínimo detalhe do universo. Não é óbvio que perguntas como „Por que existe um universo?‟, „Por que ele continua existindo?‟ e „Qual o significado de sua existência‟ continuariam intactas?”  C.S. Lewis #Puro e Simples
  • 10. Os Limites da Ciência #Puro e Simples
  • 11. A Lei Moral e o Problema do Homem Podemos ser bons sem [acreditar em] Deus? Argumento (CRAIG, 2011): 1. Se Deus não existe, também não existem valores morais objetivos nem deveres 2. Valores morais objetivos e obrigações existem 3. Logo, Deus existe. #Puro e Simples
  • 12. A Lei Moral e o Problema do Homem 1 - Se Deus não existe, também não existem valores morais objetivos nem deveres  Valores:bom ou mau  Deveres: certo e errado  Objetivo: independente da opinião de outrem  Subjetivo: dependente da opinião de outrem #Puro e Simples
  • 13. A Lei Moral e o Problema do Homem Valores morais objetivos exigem a existência de Deus  “Se tirarmos Deus do quadro, tudo que nos resta é uma criatura simiesca em uma partícula de poeira solar atormentada por delírios de grandeza moral” – Lane Craig #Puro e Simples
  • 14. A Lei Moral e o Problema do Homem Deveres morais objetivos exigem a existência de Deus  “Se não tivermos quem faça as leis morais, então não existem deveres morais objetivos que devamos obedecer.” – Lane Craig #Puro e Simples
  • 15. A Lei Moral e o Problema do Homem 2 – Existem valores e deveres morais objetivos  Argumentação: choque de situações que todos consideram abomináveis  Objeções sociobiológicas: naturalismo (todas as crenças morais foram incutidas em nós pela evolução e pelo condicionamento social) #Puro e Simples
  • 16. A Lei Moral e o Problema do Homem A lei na Natureza Humana  “Você gostaria que eu fizesse o mesmo com você?”  “Desculpe, esse banco é meu, eu sentei aqui primeiro.”  “Deixe-o em paz, ele não lhe fez nada de mal.”  Padrões de comportamento A Lei Natural  Gravitação, hereditariedade, leis da química e da biologia #Puro e Simples
  • 17. A Lei Moral e o Problema do Homem “(...) o homem não pode desobedecer às leis que tem em comum com os outros seres; mas a lei própria da natureza humana, (...) a esta lei o ser humano pode desobedecer, se assim quiser.”  C.S. Lewis #Puro e Simples
  • 18. A Lei Moral e o Problema do Homem Diferentes culturas = diferentes Leis Morais?  “Os homens divergiram quanto ao número de esposas que podiam ter, se uma ou quatro; mas sempre concordaram em que você não pode simplesmente ter qualquer mulher que lhe apetecer”  C.S. Lewis #Puro e Simples
  • 19. A Lei Moral e o Problema do Homem1. Os seres humanos em todas as regiões da terra têm a noção de que devem comportar-se de uma certa maneira;2. Na prática, nós não nos comportamos como deveríamos. #Puro e Simples
  • 20. A Lei Moral e o Problema do Homem As desculpas que damos para nossos deslizes mostram a crença na Lei Moral  “São somente as fraquezas que procuramos justificar pelo cansaço, pela preocupação ou pela fome. Nossas boas qualidades atribuímo-las a nós mesmos”  C.S. Lewis #Puro e Simples
  • 21. A Lei Moral e o Problema do Homem Objeções à Lei Moral A Lei Moral nada mais é do que o Instinto gregário [do latim grege – bando, rebanho]  Convenção social – produto da educação dada por pais e pela escola #Puro e Simples
  • 22. A Lei Moral e o Problema do Homem Lei Moral como instinto gregário  Situação de perigo – instinto gregário x instinto de sobrevivência  Há um terceiro impulso que comanda  O instinto mais forte não prevalece  Não há instintos certos ou errados, impulsos bons ou maus “Não existe um único impulso que, erigido em padrão absoluto, não tenha o poder de nos transformar em demônios” #Puro e Simples
  • 23. A Lei Moral e o Problema do Homem Convenção Social  As regras de boa conduta são leis da Natureza Humana?  Não há diferenças morais profundas entre as diferentes culturas  Há uma relação de moral entre dois povos que pode ser comparada. Se existe uma moral é melhor que outra, há um padrão de Verdade. #Puro e Simples
  • 24. A Lei Moral e o Problema do Homem Não confundir Lei Moral com diferenças de crença a respeito dos fatos! #Puro e Simples
  • 25. Conclusões Temos motivos para nos sentir inquietos  “Descobrimos mais coisas a respeito de Deus a partir da Lei Moral do que a partir do universo em geral, da mesma forma que sabemos mais a respeito de um homem quando conversamos com ele do que quando examinamos a casa que construiu.”  “Se o universo não é governado por um Bem absoluto, todos os nossos esforços estão fadados ao insucesso a longo prazo. Se, no entanto, ele é governado por esse Bem, fazemo-nos inimigos da bondade a cada dia e o panorama não parece dar sinais de melhora no futuro”  “O cristianismo exorta as pessoas a se arrepender e promete-lhes o perdão.” #Puro e Simples
  • 26. Recomendações de leitura #Puro e Simples