Your SlideShare is downloading. ×
  • Like
Teatro p
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Now you can save presentations on your phone or tablet

Available for both IPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Teatro p

  • 228 views
Published

 

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
228
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
2
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Secretaria de Estado da Educação Diretoria de ensino- Região de Campinas Oeste EE. Dom Barreto Av. General Carneiro, 120- Ponte Preta CEP: 13041-306- Fone (19)32368472 Projeto Educacional Conhecimento do mundo teatral
  • 2. TEATRO Professor Responsável Fernando Henrique De Santi Balbuio Professoras Colaboradoras: Ana Cristina Camargo Carpino Aline Oliveira Bueno Cínthia Graziela Moreno
  • 3. TEATRO A Auto Da BARCA DO INFERNO
  • 4. Resumo da Situação de Aprendizagem • O teatro na escola tem uma importância fundamental na educação. Ele permite ao aluno uma enorme “Gama” de aprendizados podendo citar como exemplos, a socialização, a criatividade, a coordenação, a memorização, o vocabulário e muitos outros. A arte é libertária e o teatro é sem duvida, das artes, expressão libertária por excelência. A possibilidade de reviver sentimentos e situações sem barreiras de tempo e espaço, de presenciar fatos de verdade ocorridos ou apenas existentes no imaginário do autor, possibilita resgate do individuo e da sociedade. O processo de abordagem do texto teatral pode ser libertário, se atentarmos para todo o ideário ali contido, compreendendo os agentes dos fatos e os fatos propriamente ditos, em sua essência. Podendo assim desenvolver nos alunos talentos já existentes.
  • 5. Quantidade de aulas previstas para desenvolvimento da situação de aprendizagem O projeto será realizado durante um ano.
  • 6. Série de Ensino Alunos Regularmente matriculados na Primeira Serie do Ensino Médio no ano 2013.
  • 7. Componente Curricular Filosofia e Língua Portuguesa
  • 8. Temas e Conteúdos Neste projeto será mostrado o mundo teatral, o conteúdo será em relação à filosofia junto com a literatura.
  • 9. Competência Competência e Habilidades a Serem Desenvolvidas: Ler e Compreender textos relacionados à Filosofia e Literatura, que no cotidiano, são utilizados para entender como a Literatura e importante para nossa vida. Ler, em caráter pessoal, textos que, no cotidiano, são escolhidos pelo leitor de acordo com seu interesse, em busca de divertimento, de informação e de reflexão (esferas artísticoliterária, de entretenimento).
  • 10. Habilidades : Habilidades esperadas que os alunos desenvolvam as tarefas relativas a situações de aprendizagem: Adaptar textos em diferentes linguagens, levando em conta aspectos linguísticos, históricos e sócias, reconhecer características básicas do texto dramático teatral, praticar escuta atenta e atitudes de cooperação no trabalho em equipe, relacionar práticas de cidadania ao respeito ás diferenças, questionar o conceito de etnocentrismo no contexto da reflexão sobre
  • 11. O que se pretende alcançar com a situação de aprendizagem? Este é um projeto que visa alunos da EE Dom Barreto a entender o universo teatral e preparar peças teatrais cuja temática dialoga com discussões tecidas em sala de aula como temas que são cobrados nos vestibulares de grandes universidades Brasileiras. Além disso, tem como intuito possibilitar o desenvolvimento de outras linguagens nos alunos. Com isso é possível ampliar a capacidade interpretativa de textos formais, além de contribuir para elaboração de textos narrativos e dissertativos.
  • 12. Recursos : Espaço físico da presente instituição de ensino, para aulas expositivas e quando necessário projetor multimídia, Xerox para as Apostilas e materiais diversos para confecção de peças, cenários e nas roupas.
  • 13. Ferramentas de Avaliação : Como se trata de um projeto desenvolvido fora do horário de aula a avaliação será feita conforme o interesse do aluno, sua participação e encenação. Leitura e interpretação de textos previamente elaborados em aulas dialogadas, expressando desejos e comunicando informações possibilitando crescimento pessoal e cultural utilizados na construção dos significados de seus enunciados cênicos.
  • 14. Desenvolvimento da Situaão de Aprendizagem: ______________________________________ O projeto começou no dia 7 de maio desse ano, no começo tinha bastante interessando neste projeto, mas ao decorrer ficaram 15 alunos, com estes alunos decidimos fazer apresentação da peça O Auto da Barca do Inferno do escritor Gil Vicente, as alunas e alunos juntamente com a professora de arte Ana Carpino começou a elaboração das barcas e a professora Aline deu o retoque final. Os ensaios foram de terça e quartas feiras das 13h00min as 15h30min e nos dias finais que intercedia a apresentação que foi realizada no dia 19 de outubro fizemos um intensivão. O cenário foi criação dos próprios alunos que ajudaram em tudo, os figurinos foram alguns alugados e outros foram ganhos.
  • 15. Referências Bibliográficas: Cotrim, Gilberto, Educação artística. Rio de Janeiro: Saraiva 2000. HELIODORA, Barbara. O Teatro Explicado aos Meus Filhos. Rio de Janeiro, Agir, 2008. JAPIASSU, Ricardo. (2001) Metodologia do ensino de Teatro. Campinas: Papirus. JAPIASSU, Ricardo (1999) Ensino do teatro nas séries iniciais da educação básica: a formação de conceitos sociais no jogo teatral. São Paulo: ECA-USP (Dissertação de mestrado). HELIODORA, Barbara. Escritos sobre Teatro. Org. Claudia Braga. São Paulo: Perspectiva, 2007. Currículo do estado de São Paulo: ciências humanas e suas Tecnologias Secretaria da educação; coordenação geral, Maria Inês Fini, coordenação de área, Paulo Miceli. -1. Ed. Atual. - São Paulo: Se, 2012.