• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Vildaine simões taschetto
 

Vildaine simões taschetto

on

  • 467 views

 

Statistics

Views

Total Views
467
Views on SlideShare
432
Embed Views
35

Actions

Likes
0
Downloads
3
Comments
0

2 Embeds 35

http://tics-ead-ufsm.blogspot.com.br 34
http://tics-ead-ufsm.blogspot.ca 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Vildaine simões taschetto Vildaine simões taschetto Document Transcript

    • Universidade Federal de Santa Maria - UFSMEducação a Distância da UFSM - EADProjeto Universidade Aberta do Brasil - UABEspecialização em Tecnologias da Informação e da ComunicaçãoAplicadas à EducaçãoPOLO: AGUDODISCIPLINA: Elaboração de Artigo CientíficoPROFESSORA ORIENTADORA: Profª Drª Juliana VizzottoData da defesa: 01 de dezembro de 2012TIC - Tecnologias da Informação e da ComunicaçãoAplicadas à EducaçãoInformation Technology and CommunicationApplied to EducationTASCHETTO, Vildaine Simões.Licenciada em Pedagogia – Magistério dos Anos Iniciais do EnsinoFundamental – Centro Universitário Franciscano de Santa Maria - RSResumoAs novas tecnologias proporcionam uma diversidade de recursos importantes comoa internet, Powerpoint, vídeos, datashow, para que os educadores utilizem em suaprática pedagógica. Este trabalho teve como objetivo investigar como o professorusa as tecnologias educacionais na prática educativa. Assim sendo, realizou-seum estudo teórico sobre o tema O uso das tecnologias educacionais na práticaeducativa. A pesquisa realizada foi um estudo de caso onde foi aplicado umquestionário, contendo questões objetivas, que foram respondidas por trêsprofessores do terceiro ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental MarietaD’Ambrósio de Santa Maria, com isso foram obtidos dados para elencar arelação educacional do professor com as tecnologias. Com base nos referenciaisteóricos utilizados a pesquisa demonstrou o quanto as novas tecnologiasconstituem-se num grande desafio para os educadores que necessitam estar emcondições de vencer esta resistência podendo assim inserir as inovaçõestecnológicas que oferecem inúmeras possibilidades de recursos para seremutilizados em sua prática pedagógica proporcionando assim novas formas deaprender e ensinar. Nesse sentido verificou-se como os professores usam astecnologias no ambiente escolar e quais as suas dificuldades e limitações paraaplicá-las em sala de aula. De acordo com os referenciais utilizados a pesquisademonstrou o quanto as tecnologias desafiam o educador para que ele proporcionenovas formas de ensinar e aprender.
    • 2Palavras-chave: Tecnologias da informação e da comunicação – TIC, práticapedagógica, formação continuada.AbstractNew technologies provide a variety of important resources such as the Internet,Powerpoint, video, data, so that educators use in their teaching. This study aimed toinvestigate how teachers use educational technologies in educational practice.Therefore, we carried out a theoretical study on the topic The use of educationaltechnologies in educational practice. The research was a case study where it wasapplied a questionnaire containing objective questions, which were answered bythree teachers of the third year of the State School of Basic Education MarietaDAmbrosio Santa Maria, with that data were obtained to outline the relationshipteacher with educational technologies. Based on the theoretical frameworks used tostudy demonstrated how new technologies are to be a major challenge for educatorswho need to be able to overcome this resistance and thus can enter thetechnological innovations that offer numerous opportunities for resources to use inyour practice pedagogical thus providing new ways of learning and teaching. In thissense there was how teachers use technology in the school environment and whattheir difficulties and limitations to apply them in the classroom. According to thereferences used the research demonstrated how the technologies challenge theeducator so it provides new ways of teaching and learning..Keywords: Information and communication -TIC pedagogical practice, continuingeducation.1. INTRODUÇÃOO avanço tecnológico está provocando no cenário educacional muitasmudanças, pois disponibiliza o acesso a informações atualizadas a todo momento.As novas tecnologias proporcionam uma variedade de recursos importantes para oseducadores utilizarem em sua prática pedagógica. As informações obtidas com oauxílio das tecnologias, são transformadas através da mediação do educador,ajudando o educando a reconstruir o seu pensamento. Sendo assim, torna-serelevante fazer uma reflexão acerca da necessidade do educador repensar suaprática pedagógica, visando atender as novas demandas educacionais da sociedadecontemporânea. Busca-se utilizar como recurso didático-pedagógico as tecnologias,até porque elas podem propiciar inovações no processo ensino e aprendizagem. Asinovações possibilitam a integração do aluno a esta realidade, proporcionandodiferentes maneiras de construir conhecimento visando assim o plenodesenvolvimento dos educandos.
    • 3Nesse sentido, torna-se relevante ao educador repensar sua práticapedagógica para que possa atender as necessidades. A escola, sendo um local deaprendizagem, pode por meio da tecnologia, buscar estratégias para que o professordiversifique o seu fazer pedagógico. Esse panorama, no qual a comunicação e atecnologia modificam a relação do sujeito com o tempo e o espaço, provoca umaaceleração de mudanças no mundo a ser conhecido, bem como nas maneiras deconhecê-lo e interpretá-lo. Sabe-se que a realidade mudou bastante nos últimosanos, exigindo cada vez mais que a escola acompanhe essas mudanças.Assim, o professor deve estar apto as novas exigências da sociedade,utilizando como recursos didático pedagógicos a tecnologia. Essa ferramentaimportante propicia inovações durante o processo de aprendizagem, fazendo comque as diferentes maneiras de construção do conhecimento beneficiem o plenodesenvolvimento dos alunos.A escola é um local de aprendizagem que aliada a tecnologia busca recursospara qualificar seu fazer pedagógico.Essa perspectiva [...] exige do professor uma nova postura, ocomprometimento e o desejo pela busca, pelo aprender e pelodesenvolvimento de competências, as quais poderão favorecer areconstrução de sua prática pedagógica. [...] É preciso oportunizar a esseprofissional a ressignificância e a reconstrução de sua prática pedagógica,voltada para a articulação das áreas de conhecimento e da tecnologia.(PRADO, 2005, p.57)Essas constantes modificações aceleram rapidamente e fazem com que oprofessor tenha uma busca constante pelo novo, para assim poder conhecê-lo edecifrá-lo.Diante de tantas informações sobre o crescimento das tecnologias em âmbitomundial, o impacto é forte, principalmente na educação. É necessário (re) pensarnovas práticas tecnológicas para integrar no processo educacional de formaadequada e assim obter uma aprendizagem significativa no processo ensinoaprendizagem.Segundo Moran,Integrar tecnologia, metodologias, atividades. Integrar texto escrito,comunicação oral, escrita hipertextual, multimídia. Aproximar as mídias, as
    • 4atividades, possibilitando que transmitem facilmente de um meio para ooutro, de um formato para o outro. (2000, p.31)O educador deve inovar sempre, buscando recursos para diversificar o seufazer pedagógico e as tecnologias devem fazer parte dessas mudanças. A realidadevem mudando bastante com o passar dos anos, exigindo que o professoracompanhe esse processo. O ensino não pode estar alheio a realidade, por isso aescola tem o compromisso de inserir as novas tecnologias na vida escolar,desenvolvendo um olhar crítico, que possa garantir uma aprendizagem dequalidade.Diante disso, buscou-se desenvolver um artigo com o tema sobre a relaçãode três professores de uma escola estadual do município de Santa Maria com asTecnologias da Informação e da Comunicação, com o objetivo de investigar como oprofessor integra as tecnologias no contexto escolar, quais as dificuldades e suaslimitações em relação ao uso pedagógico em sala de aula. A pesquisa foi distribuídapara oito professores, porém somente três responderam. Apenas os professores doterceiro ano do ensino fundamental responderam aos questionamentos. Existemmuitas discussões a respeito desse assunto e a pesquisa poderá contribuirrealizando um planejamento para os educadores, que possibilite ao educandodesenvolver habilidades e competências de forma interativa e criativa. Mesmosabendo de suas limitações, a escola necessita colocar-se numa posição de co-participante das transformações sociais.O instrumento de pesquisa utilizado foi o questionário, usado para coleta dedados com os professores do terceiro ano dos anos iniciais.A utilização do questionário foi necessária para conhecer as dificuldades e aslimitações das práticas pedagógicas na escola, e saber se as novas tecnologiasestão presentes no trabalho pedagógico escolar. Também, foi importante investigarquestões mais complexas, como falta de recursos humanos específicos, falta desoftwares educativos e o “medo”, comum em alguns professores quando o assunto étecnologia.O questionário foi composto de onze questões que foram entregues a trêsprofessores da rede estadual de educação da cidade de Santa Maria. De acordo
    • 5com os resultados obtidos pretende-se oportunizar alternativas de como osprofessores integram as Tecnologias da Informação e da Comunicação em sala deaula. O desenvolvimento de aulas mais criativas, dinâmicas e atraentes para osalunos, contribuem para que o educando seja mais participativo e construtivo do seuprocesso educacional.Os educadores devem refletir sobre a inserção das tecnologias em suaprática, e a sua resistência quanto ao uso em sala de aula. O tema orientará areflexão da prática e também como ela poderá contribuir nas transformaçõeseducacionais.2. METODOLOGIAA metodologia é um importante momento no processo de pesquisa, ondeapresenta os caminhos que serão percorridos para a sua realização. O presenteartigo é um estudo de caso que irá envolver três professores com regência de classeno terceiro ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental Marieta D’Ambrósio deSanta Maria, Rio Grande do Sul.A pesquisa será de cunho qualitativo. Primeiramente, será feito umlevantamento bibliográfico sobre o uso das tecnologias educacionais, buscandoapresentar uma base teórica para a realização da pesquisa. Também serãoconsultados livros, periódicos, artigos, revistas e pesquisas na internet que abordamo tema.A seguir, será realizado a aplicação de um questionário para investigar comoos professores usam as tecnologias no ambiente escolar. Esse instrumento depesquisa terá a participação de três professores que responderão ao questionáriopara a coleta de dados.Após a aplicação do instrumento de pesquisa serão analisados os resultadosobtidos para a interpretação e análise desse processo.3. REVISÃO BIBLIOGRÁFICADiante de tantas transformações que ocorrem de maneira intensa em nossasociedade, a escola não poderá ficar de fora do avanço tecnológico, propiciadopelas novas tecnologias, pois isso deixará os alunos isentos de novas
    • 6oportunidades, para que possam enfrentar novos desafios oriundos da interaçãodas novas tecnologias.Para isso, Valente (2005, p.4), coloca que:A formação do professor, portanto, envolve muito mais do que provê-lo como conhecimento técnico sobre computadores. Ela deve criar condições paraque ele possa construir conhecimento sobre os aspectos computacionais,compreender as perspectivas educacionais subjacentes às diferentesaplicações do computador e entender por que e como integrá-lo na suaprática pedagógica.O professor precisa reestruturar sua prática pedagógica para não ser apenasum mero transmissor de conhecimento, mas sim direcionar o educando para sercapaz de pensar criticamente, ser um sujeito desenvolvido nos aspectos cognitivos eafetivos, gerando muitas transformações no espaço escolar. O professor deve ser omediador e facilitador de conhecimentos.A esse respeito, Masetto (2003) afirma que a tecnologia possui um valorrelativo, pois somente terá importância se for adequada para facilitar o alcance dosobjetivos e se for eficiente para tanto, e ainda diz que as técnicas não se justificampor si mesmas, mas pelos objetivos que se pretende que elas alcancem, que nocaso serão de aprendizagem.Para Silva Filho (2003, p.1)Instituições de ensino, tanto públicas como particulares, devem contribuirpara o aprendizado e interação dos cidadãos com as novas tecnologias,sendo para isso necessária a atuação governamental e da própriasociedade. Atualmente, o termo sociedade do conhecimento, ou dainformação, vem sendo usado para designar uma nova forma de sociedade,onde o recurso mais importante é o capital intelectual que é cada vez maisexigido de quem deseja conseguir um emprego.Concordando com Silva Filho, um recurso tecnológico que a maioria dasescolas possui é o computador, o qual proporciona um ambiente favorável para aconquista e desenvolvimento de novos conhecimentos propiciando a interação ecooperação entre os sujeitos. Sobre esta questão, Silva (2003, p.40) ainda ressalta aimportância da utilização do computador “enquanto tecnologia cultural” e não apenascomo um “aparato técnico” materialmente objetivado, [...], mas como corpo lógico deelementos simbólicos – culturais.”
    • 7O uso do computador pode estimular o pensamento criativo, promovendo acapacidade de empreendimento e despertando a curiosidade, auxiliando natransformação de uma educação reprodutiva em uma educação criativa, levando embusca do conhecimento. A busca incessante das informações são atualizadasconstantemente podendo conduzir e construir a sua própria aprendizagem.Para Veiga (2001, p. 2):É preciso evoluir para se progredir, e a aplicação da informática desenvolveos assuntos com metodologia alternativa, o que muitas vezes auxilia oprocesso de aprendizagem. O papel então dos professores não é apenas ode transmitir informações, é o de facilitador, mediador da construção doconhecimento. Então, o computador passa a ser o aliado do professor naaprendizagem, propiciando transformações no ambiente de aprender equestionando as formas de ensinar.Com o uso das tecnologias aplicadas à educação, os professores e os alunosprecisam de uma nova postura. As tecnologias não substituem o professor, apenastransformam algumas ações. O professor torna-se um mediador do conhecimento,começando a transformar a sua prática pedagógica para que o aluno tenha umaaprendizagem significativa.É notório que ainda hoje muitos educadores sentem um verdadeiro pânico, aoperceberem que as novas tecnologias da comunicação e da informação estãoocupando o espaço na área educacional em diferentes níveis da sociedade (pobresou ricos). A informática em sala de aula muitas vezes não é usada por que oprofessor sente medo do novo, ou por entender que os educandos estão maispreparados e conhecem mais o computador do que o próprio professor. Sabe-seque o computador veio em benefício das pessoas, para ajudar na execução detarefas que seriam muito mais difíceis de realizar sem o auxílio da informática.De acordo com Valente (1993):Tudo isso causa insegurança nos professores, que num primeiro momentotemem sua substituição por máquinas e programas capazes de cumprir opapel antes reservado para o ser humano. Mas o computador poderealmente provocar uma mudança no paradigma pedagógico e pôr em riscoa sobrevivência profissional daqueles que concebem a educação como umasimples operação de transferência de conhecimentos do mestre para oaluno.
    • 8Toda essa insegurança dos educadores é percebida pela grande velocidadecom que as coisas acontecem. O computador é um espaço multicultural,proporciona troca de conhecimentos com muitas informações por meio de imagens esons.Sabe-se que com o avanço da tecnologia o educador tem que estarpreparado e adaptado a esta realidade educacional, ampliando o ambiente escolarde formas variadas, orientando projetos e pesquisas com os alunos para a utilizaçãoda tecnologia de maneira contextualizada e colaborativa.Com a tecnologia inserida no contexto escolar, o professor vai modificando asua prática pedagógica, utilizando essa ferramenta com os alunos, cada vez mais oeducador vai se sentir envolvido no processo de mudança na educação. Dessaforma, ele passa a ser o estimulador, “O professor se transforma agora noestimulador da curiosidade do aluno por querer conhecer, por pesquisar, por buscara informação mais relevante” (Moran, 1995).Nesse sentido, o professor precisa estar apto e saber usar as tecnologiasaliadas ao conteúdo da sua disciplina, para que assim haja uma efetiva construçãode conhecimento, fazendo com que os alunos usem a tecnologia a seu favor.A transformação da educação abrange de forma direta, a informática e o usode tecnologias práticas. Por isso, é de extrema importância propiciar aos alunosinterações mais atrativas e criativas. MORAN (2000) fala que “os alunos captam se oprofessor gosta de ensinar e principalmente se gosta deles e isso facilita a suaprontidão para aprender”. Por isso, o educador deve estar preparado com umametodologia que seja interessante ao aluno, para uma aprendizagem significativatransformando-o em um mediador das novas tecnologias em sala de aula.Desse modo, diante do avanço tecnológico atual, as instituições educacionaistambém são responsáveis pela inclusão digital, e torna-se claro a necessidadedos profissionais da educação terem em mente a importância do planejamento e apreparação de materiais didáticos adequados para qualquer modalidade deeducação possibilitando assim conciliar aprendizagem e inclusão digital.De acordo com Pretto ( 1996, p. 56 ):
    • 9Numa escola na qual a cultura audiovisiva seja uma presença, oprofessor, principal personagem desse processo, precisa estarpreparado para trabalhar com essa cultura. Uma cultura que estáintimamente relacionada com as mídias, e por isso exige uma novalinguagem.A abordagem sugerida por Pretto nos mostra que com as novastecnologias existem novas formas de aprender a ler e escrever, portanto, umanova forma de pensar, de agir, de aprender. Assim, torna-se cada vez maisnecessário, o professor estimular novas formas de experimentação e criação dosalunos, por isso é necessário a participação dos professores na formaçãocontinuada.Almeida (2005), considera importante queNo processo de formação, o educador tem a oportunidade de vivenciardistintos papéis como o de aprendiz, o de observador da atuação de outroeducador, o papel de gestor de atividades desenvolvidas em grupo comseus colegas em formação e o papel de mediador junto com os outrosaprendizes. A reflexão sobre essas vivências incita a compreensão sobreseu papel no desenvolvimento de projetos que incorporam distintastecnologias e mídias para produção de conhecimento.Nesse sentido, torna-se necessário associar novas formas de educar comprojetos pedagógicos, fazendo com que os educadores participem de formaçãocontinuada para que as novas tecnologias estejam inseridas no processo deaprendizagem permitindo refletir e analisar todo o processo.Dessa forma no que diz respeito à formação continuada do professor, aEducação a Distância se tornou uma referência com propostas inovadoras quepropiciam a interação e o trabalho colaborativo entre os envolvidos no processo. AsSecretarias de Educação e as Universidades oferecem vários cursos de formação,isso faz com que a informática esteja inserida no contexto escolar, isso possibilitaagregar o processo de formação com a prática pedagógica.A preparação dos educadores é de extrema importância, pois só com odomínio dessas tecnologias os professores se tornarão partes do processo demudança. Cabe ao professor repensar sobre o uso das TIC, de que maneira elaspodem contribuir para a sua prática pedagógica, de acordo com os objetivospropostos para explorarem seu potencial.
    • 10Vivemos em um momento em que muitas transformações se fazemnecessárias nas instituições de ensino, sair do tradicional e ir em busca doconhecimento inovador. Temos que construir a autonomia para dessa formaconstruir a cidadania.Diante de todas as transformações que aconteceram no mundo dascomunicações houve uma necessidade de renovação e reestruturação em todosos setores, e a escola não poderia estar excluída desse processo, pois acomunicação é um fator primordial para a evolução dos indivíduos.4. ANÁLISE E DISCUSSÃO DOS RESULTADOSPara essa pesquisa foram coletados dados com três professores estaduais domunicípio de Santa Maria, onde verificou-se a relação educacional dos educandoscom as Tecnologias da Informação e da Comunicação. Abaixo, segue a análisedos dados das respostas dos entrevistados, em alguns casos o somatório podeultrapassar o número de entrevistados, isso se deve a escolha de mais de umaopção na resposta.Conforme pesquisa realizada com três professores do município de SantaMaria, todos os entrevistados são mulheres atuando no Magistério Público Estadualdo município de Santa Maria. Todos os professores desenvolvem suas atividadesnos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Os três entrevistados trabalham tambémem outras escolas, tornando evidente que os educandos tem múltiplas tarefaseducacionais, várias escolas e muitos alunos.Com relação às características dos equipamentos de informática que osentrevistados possuem, verifica-se que todos tem acesso a informática e queinteragem com os todos os recursos aos quais tem disponibilidade.Os professores utilizam a informática nas suas aulas como facilitador doprocesso de aprendizagem, um dos professores também associou o uso como apoiopedagógico.Sobre a relação com o computador, dois entrevistados informaram que usambastante o computador para realização de múltiplas tarefas como trabalhos da
    • 11escola, pesquisas, apresentações (PowerPoint), enquanto uma das entrevistadasdisse usar raramente o computador. Com relação a comunicação por email todosusam com colegas, professores e com a escola, dois entrevistados usam com osamigos.A preparação das aulas com a utilização do computador é feita pelosprofessores para elaborarem provas e testes, pesquisas da internet para auxílio nasua disciplina, um professor também utiliza em apresentações audiovisuais. Quantoà utilização do computador com os alunos, todos os professores utilizam esserecurso tecnológico como suporte nas suas aulas.Com relação às dificuldades enfrentadas pelo professor com o uso dasTecnologias, verificou-se que um professor sente falta de recursos humanosespecífico, com experiência para auxiliá-lo no desempenho das suas atividades. Osoutros dois entrevistados sentem falta de software pedagógico, esse recurso seriaum apoio importante para trabalharem com os alunos de uma maneira mais atraentee divertida.No que se refere aos maiores medos (temores) em relação ao uso dastecnologias em sala de aula, a maioria dos professores gostariam de ter recursoshumanos específicos para que problemas repentinos não venham a interferir nodesempenho das atividades. O outro professor salientou que não possui nenhummedo, se sente preparado para enfrentar qualquer problema que por ventura possasurgir.Quando perguntados se teriam algumas sugestões, contribuições ou açõespara melhorias da qualidade de ensino tendo as TICs como recurso pedagógico,todos foram unanimes em querer recursos humanos qualificados, para ensinar eorientar os docentes e discentes no desenvolvimento das atividades.Outro fator importante é a falta de motivação que os professores enfrentam narealização de cursos de aperfeiçoamento, fazendo com que o professor não insira atecnologia nas suas aulas, pois se sentem despreparados, deixando-as monótonase fazendo com que os alunos percam o interesse em aprender. Sendo assim, paraque o educador possa realmente inovar e se atualizar, é fundamental que ele tenhamotivação e desejo, e que o ambiente escolar também acompanhe essa evolução,
    • 12não apenas com laboratórios de última geração, mas também fazendo com que oprofessor realize um trabalho diferenciado, tornando a tecnologia uma aliadaprodutiva para a aprendizagem significativa do aluno. De acordo com o ponto devista de Moran (2004, p. 15) que destaca que o que precisa para uma educação dequalidade são “educadores bem preparados, motivados e bem remunerados e comformação pedagógica atualizada”.Entretanto, sabe-se que as condições necessárias muitas vezes não fazemparte da realidade da maioria dos educadores no nosso país, na maioria das vezesexige-se mudança, inovação, mas não propiciam o suporte necessário para que oseducandos possam alcançá-las. Com uma formação acadêmica deficitária e umaimensa carga de trabalho a utilização de ferramentas e técnicas mais elaboradasacaba não acontecendo.Nesse sentido, temos que chamar a atenção para a exploração de novastecnologias baseadas na informática, internet, telemática, que favorecem atividadesa distância, fora da sala de aula, e também estratégias para ambientes profissionais.Segundo Moran (2004, p. 12): “parece evidente a dificuldade de transformaras tecnologias em oportunidades de aprendizagem sem a mediação do professor.Qualquer artefato técnico implantado na escola só frutifica sob a mediação doprofessor”.Assim sendo, nesse contexto de inovações e descobertas tecnológicas, oprofessor será o elo para o desenvolvimento da construção do conhecimento doeducando.Está claro que a sociedade está cada vez mais tecnológica e a escola nãopode ficar alheia a este processo inovador e deve estar ciente da necessidade deincluir novas habilidades e competências no currículo, para que os sujeitos quefazem parte deste contexto saibam lidar com as novas tecnologias.Nesse sentido, o professor regente precisa de encaminhamento, orientação eapoio técnico e pedagógico para que possa reconstruir a sua prática pedagógica. Epara que isso ocorra, torna-se necessário planejamento, motivação e atividadesdiferenciadas relacionadas a sua prática.
    • 135 CONSIDERAÇÕES FINAISCom o estudo realizado e a análise dos dados obtidos através de umapesquisa realizada com os professores da Rede Estadual de Educação de SantaMaria – RS, visando a elaboração do artigo, tendo como base o questionárioaplicado e as leituras realizadas, a pesquisa buscou elencar pontos relevantes,através dos quais verificou-se a importância da inserção da tecnologias decomunicação e informação em escolas. Portanto, para que isso possa acontecer éfundamental a preparação dos educadores para que possam fazer uso dessastecnologias. Percebeu-se durante a pesquisa que não se pode pensar em educaçãosem usar as novas tecnologias, que passam desde a impressão de documentos atécomputadores com internet.Nessa perspectiva, novas formas de inserção social serão proporcionadascom o uso das novas tecnologias, no qual o aluno construirá novas linguagens e odesenvolvimento do conhecimento. Por essa razão o educador deverá estarqualificado, sendo ele um mediador no processo de ensino-aprendizagem, parafazer uso dessas tecnologias como recursos pedagógicos.Logo, as instituições escolares podem buscar apoio de suas mantenedoraspara desenvolver formação e capacitação para os educadores para que os mesmossaibam usar os recursos tecnológicos seja para pesquisar, planejar, implantar eavaliar o uso das tecnologias.Diante do que foi exposto considero relevante as contribuições dosentrevistados para que o trabalho seja integrado entre todos os educadores, com aajuda e apoio necessário da equipe diretiva. Também há necessidade de formaçãocontinuada para os envolvidos no processo educacional, para que aumentem aspossibilidade de acesso as informações, proporcionado troca de conhecimentosentre os participantes.De acordo com os referenciais consultados, a incorporação da tecnologia dainformação e da comunicação na escola é de suma importância, pois ela buscacondições para vencer todas as dificuldades e desafios que surgem na escola, tantopela falta de recursos humanos, de equipamentos ou de educadores que sentem“medo” de usar essas tecnologias em sua prática pedagógica.
    • 14Talvez esse medo seja sentido pela falta de qualificação para poder usar asferramentas tecnológicas que fazem parte das TIC. A escola está sendo pressionadaa abrir caminhos para novas práticas, tornando-se necessário que o professor estejainserido no uso das novas tecnologias.Também é necessário salientar que o uso de recursos humanos qualificados,para trabalharem no laboratório de informática, não resolverá problemas de ordemtécnica que podem ocorrer durante uma aula. Antes, é necessário organização eplanejamento do professor, para que tudo funcione dentro do que foi previsto.A educação é um processo complexo que utiliza a mediação dos meios decomunicação como alternativa para a prática pedagógica. Possibilitando assim,potencializar o trabalho em rede de aprendizagens ressaltando a troca deinformações através das TIC.A escola é o espaço onde acontece a socialização e aconstrução/reconstrução do conhecimento, a partir da interação dos envolvidos noprocesso de ensino e aprendizagem. Portanto, a escola é um local de discussõesem que professores e alunos trocam experiências em favor do conhecimento. Asnovas tecnologias a disposição do aluno no processo educativo, tornam aaprendizagem significativa dando instrumentos para uma vida produtiva eparticipativa no contexto social.Torna-se evidente que a tecnologia revolucionou e transformouparadigmas e criou novos conceitos. Diante desse processo, a educação precisacriar novos meios para preparar pessoas para uma nova realidade em que orecurso humano é fundamental.É necessário pensar novas formas de ensinar e aprender, de acordo coma realidade tecnológica, para desenvolver habilidades e competênciasencontrando novas formas de motivação, fazendo o aluno aprender a aprender.6. REFERÊNCIASALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de. Pedagogia de projetos e integração demídia.Disponível em: http://www.tvebrasil.com.br/salto/boletins2003/ppm/tetxt5.htm.Acessado em 26 de agosto de 2009.
    • 15ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de; COSTAS, José Manuel Moran (org.).Integração das tecnologias na educação. SEED/MEC. Disponível em:http://www.tvbrasil.org.br/saltoparaofuturo/livros.asp . Acessado em 26/08/2009.MASETTO, Marcos T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: MORAN,José Manuel. Novas tecnologias e mediação pedagógica. São Paulo: Papirus,2003MORAN, José Manuel; MASETTO, Marcos T.; BEHRENS, Marilda A. Novastecnologias e mediação tecnológica. Campinas, São Paulo: Papirus, 2000.MORAN, José Manuel, MASETTO, Marcos T., BEHRENS, Marilda A. Novastecnologias e mediação pedagógica. Campinas, SP: Papirus, 2004.____________________. As múltiplas formas de aprender. Revista Atividades eExperiências. Grupo Positivo, Julho de 2005.MORIN, Edgar. Educação e complexidade: os sete saberes e outros ensaios.2.Editora São Paulo: Cortez, 2005.PRADO, Maria Elisabette Brisola Brito. (2005). Articulação entre as áreas deconhecimento e tecnologia. Articulando saberes e transformando práticas. In:Almeida, Maria Elizabeth Bianconcini; Costas, José Manuel Moran (org.). Integraçãodas Tecnologias na Educação. SEED/MEC. Disponível em:http://www.tvbrasil.org.br/saltoparaofuturo/livros.asp. Acesso em 26/08/09.PRETTO, Nelson de Luca. Uma escola sem/com futuro: educação e multimídia.Campinas: Papirus, 1996.SILVA FILHO, A. M. Os três pilares da inclusão digital, 2003. Disponível em :www.comunicaço.pro.br/setepontos/2trespilares.htm . Acesso em 12 março, 2012.VALENTE, José Armando. Computadores e Conhecimento: repensando aeducação. Por que o computador na educação. Gráfica central da Unicamp,Campinas-SP, 1993.VALENTE, José A. (org.). Formação de educadores para o uso da informática naescola. Campinas, São Paulo: UNICAMP/NIED, 2003.VEIGA, Marise Schmidt. Computador e Educação? Uma ótima combinação. In :BELLO, José Luiz de Paiva. Pedagogia em foco. Petrópolis – RJ, 2001. Disponívelem www.pedagogiaemfoco.pro.br/neudo01.htm. Acesso em 14 março, 2012.Nome do autor: Vildaine Simões Taschetto – vildaine@gmail.comNome do orientador: Dr. Juliana Vizzotto
    • 16APÊNDICEUniversidade Federal de Santa Maria - UFSMEducação a Distância da UFSM - EADProjeto Universidade Aberta do Brasil - UABEspecialização em Tecnologias da Informação e da ComunicaçãoAplicadas à EducaçãoACADÊMICA: VILDAINE SIMÕES TASCHETTOTÍTULO DO ARTIGO: O Uso das tecnologias educacionais na práticaeducativa1. Questionário aos professores:A – Idade:( ) 18-25 ( ) 26-35 ( ) 36-45 ( ) 46-55 ( )+ de 56B – Leciona em qual turma do 3º Ano? _______________________________C – Características do seu equipamento de informática:( ) Não tenho computador( ) Computador( ) Impressora( ) Scanner( ) Internet( ) DVD( ) Gravador de CD’sD – Como você utiliza a informática nas suas aulas?( ) Ainda não fez( ) Facilitador no processo ensino aprendizagem( ) Apoio Pedagógico
    • 17( ) Tenho curso superior em informática ou afim( ) De outra forma. Qual ___________________________________________E – Qual sua relação com o computador?( ) Não trabalho com o computador( ) Raramente uso o computador( ) Uso o computador apenas para digitar textos e provas( ) Uso bastante o computador para realizar múltiplas tarefas( ) Outra situação Qual? _________________________________________________________________________________________________________F – Com quem você comunica por email?( ) Não uso email( ) Com alunos( ) Com amigos( ) Com colegas e professores( ) Com a escolaG – Qual a utilização do computador na preparação de suas aulas?( ) Não uso o computador para preparar as minhas aulas( ) Elaboração de provas e testes( ) Pesquisas na internet de assuntos da minha disciplina( ) Apresentações audiovisuais (PowerPoint, Webquest, etc.)( ) Outra situação Qual? __________________________________________H – Você utiliza o computador com os alunos em suas aulas?( ) Sim ( ) NãoI – Quais as maiores dificuldades enfrentadas por você com o uso das TICs?( ) Desconheço tudo o que se relaciona com as TICs( ) Processador de texto (Word, Excel, etc.); programas gráficos, de desenho( ) Email, internet, Multimídia/ CD-ROM( ) Software pedagógico
    • 18( ) Falta de recursos humanos específicos para apoiar o professor face às suasdúvidas em relação a informática( ) Falta de formação específica para a integração das TICs junto dos alunos( ) Falta de motivação dos professoresJ – Quais seus maiores medos (temores) em relação ao uso das tecnologias em salade aula? _______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________K) você apontaria algumas sugestões, contribuições ou ações para a melhoriada qualidade do ensino tendo as TICs como recurso pedagógico?_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________.