O que aprendemos com a web2.0

1,340
-1

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,340
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O que aprendemos com a web2.0

  1. 1. O que aprendemos com a Web 2.0 Novos rumos para a aprendizagem Luciana Ferreira [email_address] 6 de Outubro de 2007
  2. 2. O que é a Web 2.0 <ul><li>W eb 2.0 is the business revolution in the computer industry caused by the move to the internet as platform , and an attempt to understand the rules for success on that new platform. Chief among those rules is this: build applications that harness network effects to get better the more people use them. </li></ul>“ “ O'Reilly, 2006
  3. 3. Web 2.0 Plataforma online Relações sociais e profissionais podem ser favorecidas
  4. 4. Web 2.0: ferramentas e recursos
  5. 5. Web 2.0 ferramentas e recursos frequentes no quotidiano
  6. 6. Web 2.0 <ul><li>+ Espaço comum de trabalho e/ou relacionamento; </li></ul><ul><li>+ Não somente se consome informação, esta é igualmente produzida e partilhada pelo utilizador comum; </li></ul><ul><li>+ Está em constante desenvolvimento: “ beta perpétuo ” (O’Reilly, 2005) </li></ul>
  7. 7. Os Nativos Digitais (Prensky, 2001)
  8. 8. Os nativos digitais observam as ferramentas sem grandes rodeios e para eles estas ferramentas são prolongamento da sua identidade
  9. 9. Os Imigrantes Digitais (Prensky, 2001)
  10. 10. Os imigrantes digitais terão sempre de se adaptar ao ambiente e construir novas aprendizagens junto das anteriormente conseguidas, situação contrária aos nativos digitais para quem a evolução tecnológica fará sempre parte do seu processo natural de desenvolvimento.
  11. 11. Que tipo de competências estamos a desenvolver ou a utilizar quando nos servimos das ferramentas existentes na Web 2.0?
  12. 12. Que tipo de contributo tais ferramentas propiciam para que nativos ou imigrantes digitais cresçam enquanto seres participantes de uma sociedade global sem fronteiras?
  13. 13. http://quercusbraga.hi5.com O utilizador deve ser capaz de se dar a conhecer, de partilhar gostos e opiniões, estar preparado para dar e receber feedback quer seja positivo quer negativo;
  14. 14. http://www.myspace.com/lindamartini
  15. 15. Weblogs Sistemas de Publicação + Não exige o conhecimento de linguagens de programação; + Permite ao utilizador comum criar, editar e publicar qualquer tipo de informação na rede; + Um blog pressupõem a existência de temáticas, tal como uma estrutura bem definida por parte do autor; O autor deve ter atenção sobre a sua escrita para que possa ser compreendida e saboreada pelos seus leitores . Cativar leitores participantes
  16. 16. Weblogs Sistemas de Publicação São uma forma de expressão pessoal que criou uma alternativa para informar, comunicar e partilhar. Potenciam a colaboração online A concretização de texto pode auxiliar o utilizador na organização e desenvolvimento do seu pensamento e também o torna mais ágil e capaz de seleccionar a informação pertinente.
  17. 18. Conclusões + A Web 2.0 é construída para e pelos utilizadores: estes deixaram o patamar da observação e passaram a dar o seu contributo e marca pessoal a um espaço que é cada vez mais de todos e não somente de alguns; + É um domínio rico para o desenvolvimento de competências: comunicar, pesquisar, partilhar, cooperar, respeitar, planear, organizar, seleccionar e reflectir; + A espontaneidade que a Web 2.0 possibilita é um admirável veículo para o desenvolvimento e/ou consolidação de um sem número de aprendizagens que, muitas vezes, em contextos formais se tornam aborrecidas; + É importante que se aproxime a informalidade da Web 2.0 a contextos escolares, de forma a construir uma ponte entre os alunos, seus interesses e experiências e a Escola que, muitas vezes, pouco os cativa.
  18. 19. : )

×