1º dia curso metodologiaciencias_2013 (2)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

1º dia curso metodologiaciencias_2013 (2)

on

  • 619 views

 

Statistics

Views

Total Views
619
Views on SlideShare
543
Embed Views
76

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

1 Embed 76

http://ensinodecienciassme.wordpress.com 76

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

1º dia curso metodologiaciencias_2013 (2) 1º dia curso metodologiaciencias_2013 (2) Presentation Transcript

  • GERÊNCIA DE CURRÍCULO CIÊNCIAS 2013
  • EQUIPE DE CIÊNCIAS 2013 Kelly Dayane Aguiar Márcia Regina Rodrigues da Silva Narali Marques da Silva – Educação Ambiental Santina Célia Bordini www.ensinodecienciassme.blogspot.com.br E-mail:ciencias@sme.curitiba.pr.gov.br 3350-9904
  • ESTRATÉGIAS METODOLÓGICAS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS
  • TRÊS MOMENTOS PEDAGÓGICOS (DELIZOICOV,1998) • PROBLEMATIZAÇÃO • BUSCA DO CONHECIMENTO • SISTEMATIZAÇÃO
  • ESTÁGIOS DO CICLO DE APRENDIZAGEM
  • Procedimentos característicos do ensino de ciências • a observação, • a experimentação, • a pesquisa em fontes diversas; • a comparação, • a elaboração de hipóteses, • o trabalho em grupo; • o debate, o estabelecimento de relações entre fatos ou fenômenos, • a leitura e a escrita de textos informativos, • a pesquisa em fontes variadas, • a elaboração de questões para entrevistas, • a organização de informações por meio de desenhos, tabelas, gráficos e esquemas, • proposições de solução para os problemas...
  • ENSINO DE CIÊNCIAS x LABORATÓRIOS DE CIÊNCIAS x EXPERIMENTAÇÃO • Estimula a investigação - como observar, identificar, analisar, inferir, interpretar, concluir, etc.; • Favorece os questionamentos e a busca pelo conhecimento; • Experimentação problematizadora; • Deve ter objetivos definidos e explicitados; • Os alunos devem participar levantando hipóteses, trazendo explicações sobre o fenômeno e fazendo comparações entre o resultado obtido e resultado previsto; • Solicitar relatórios de aula prática; • Podem ser demonstrativos ou priorizar a participação cooperativa por equipe.
  • EXEMPLO DE EXPERIMENTOS
  • CONSTRUÇÃO DE MODELOS E MAQUETES
  • Obs.: evitar o uso de isopor e materiais não recicláveis. CONSTRUÇÃO DE MODELOS E MAQUETES
  • VÍDEOS EM SALA DE AULA • Filme documentário ou de ficção, de curta ou longa metragem – excelente recurso didático. • Orientações para o professor: - Planejamento e preparação: pesquisa de filmes; assistir antes; verificar adequação legal de idade; organizar a sala de acordo com a duração; ter clareza do que se deseja com o filme. - Antes da exibição: apresentar os dados referenciais, justificar o uso, instigar a curiosidade. - Durante: estar atento às reações do grupo. - Depois: discussão sobre o que viram, esclarecer dúvidas, reprisar algumas cenas se necessário, apresentar convergências e divergências; - Conclusão e avaliação: retomar os objetivos relacionando com os conteúdos desejados; sugerir leituras complementares, sites de pesquisa e outras atividades.
  • LEITURAS DE OUTRAS FONTES • Aprofundamento do conteúdo e fonte de informações • Uso de diferentes gêneros textuais: - Livros infanto-juvenis, paradidáticos, artigos de jornais e revistas, folhetos informativos, textos da mídia informatizada Essas práticas, seguidas de discussão em aula, além de ampliar os conhecimentos, desenvolvem habilidades essenciais à formação de um leitor crítico e reflexivo. Exemplo: Artigos da Revista Ciência Hoje das Crianças.
  • GÊNEROS PRIVILEGIADOS EM CIÊNCIAS Revista Nova Escola, Edição Especial, n° 28. Texto instrucional Experiências práticas que auxiliam na compreensão do conteúdo. Texto Jornalístico Aproximar o conteúdo escolar dos fatos do cotidiano. Possibilita a reflexão e permeia debates e discussões sobre saúde, alimentação, meio ambiente e tecnologia. Texto expositivo Característico dos artigos científicos e livros didáticos – material de apoio. “O livro didático facilita a organização do conhecimento científico, auxiliando na transposição didática, porém não pode se tornar a única fonte de conhecimento”.
  • PESQUISA • Pesquisa de campo – observação direta • Pesquisa de opinião - entrevistas • Pesquisa histórica • Pesquisa na internet: - Portais de busca previamente conhecidos e referenciados (ex.: universidades) e em sites que abordem diretamente o assunto - Estabelecer o objetivo da pesquisa - Definir número de participantes - Distribuir as tarefas entre os participantes para desenvolver o trabalho (fazer o registro formal ou como apresentação de seminários)
  • ENTREVISTAS • Obter informações com pessoas especializadas no assunto • Averiguar ou identificar opiniões sobre fatos ou fenômenos • Organizar roteiro com perguntas pré-elaboradas • Após a realização: conversar, discutir, comentar sobre os conhecimentos adquiridos, organizar relatórios ou síntese ou exposições
  • IMAGENS, INFOGRÁFICOS, TABELAS E GRÁFICOS • O uso de imagens, tabelas e gráficos auxilia na compreensão do conteúdo e facilita a sistematização do conhecimento científico. • Infográficos são quadros informativos que usam simultaneamente texto e elementos visuais (fotos, gráficos, mapas ou ilustrações) para transmitir uma informação. • São considerados atraentes, pois facilitam e agilizam a compreensão da informação oferecendo uma noção mais rápida e clara dos sujeitos, do tempo e do espaço, sendo particularmente útil ao apresentar uma grande quantidade de informações destinadas à apreensão imediata.
  • http://noticias.r7.com/blogs/infografia/noticias/ciencias-e-saude/
  • PLANEJAMENTO OBJETIVO CONTEÚDOS ESTRATÉGIAS AVALIAÇÃO Identificar a presença de seres vivos e componentes não- vivos em diferentes ambientes terrestres, as relações de interdependência que existem entre eles, bem como a forma que o ser humano utiliza esses componentes e transforma os ambientes - Semelhanças e diferenças entre animais e plantas quanto à alimentação: Fotossíntese e cadeia alimentar (seres produtores, consumidores e decompositores). - O ar e os seres vivos: respiração e fotossíntese. - Estabelece relações entre luz, água e fotossíntese? - Descreve o processo da fotossíntese? - Descreve a sequência de uma cadeia alimentar?
  • PROBLEMATIZAÇÃO INICIAL • Por que nos alimentamos? • Como os animais e plantas obtém seu alimento? • Todos os seres vivos se alimentam da mesma forma?
  • Quanto a nutrição ... Os seres vivos podem ser classificados em: • Autótrofos - produzem substâncias orgânicas a partir das inorgânicas, ou seja, produzem seu próprio alimento (nutrientes). • Heterótrofos – não são capazes de produzir seu próprio alimento (nutrientes).
  • COMO OS ANIMAIS OBTÉM SEU ALIMENTO? • EXIBIÇÃO DE FILME: – Vida Selvagem - África Selvagem Fonte: https://www.youtube.com/watch?feature=player _detailpage&v=DBxmQ7mwswI
  • • CLASSIFICAÇÃO: - Animais carnívoros – são aqueles que se alimentam exclusivamente de outros animais. - Animais herbívoros – são aqueles que se alimentam apenas de plantas. - Animais onívoros – aqueles que se alimentam tanto de plantas quanto de animais. - Animais frugívoros – comem frutos - Animais Granívoros – comem sementes de plantas ou grãos. - Animais insetívoros – comem insetos - Animais necrófagos – restos de animais mortos.
  • • E as plantas, de que elas se alimentam? • Será que elas comem terra? • Comem água, sais minerais e nutrientes do solo? • Será que elas comem luz? • E as plantas carnívoras? São carnívoras mesmo? E AS PLANTAS?
  • O QUE É A FOTOSSÍNTESE, ENTÃO?
  • LEITURA DE TEXTOS • LIVRO DIDÁTICO • OUTRAS FONTES EXEMPLO: Uma planta consegue fazer fotossíntese só com luz elétrica? http://mundoestranho.abril.com.br/materia/uma- planta-consegue-fazer-fotossintese-so-com-luz- eletrica
  • Fotossíntese Todas as plantas são capazes de produzir o seu próprio alimento, mas como será que isso acontece? Elas conseguem produzir o próprio alimento através de um processo que chamamos de fotossíntese. As plantas precisam de três ingredientes básicos para realizar a fotossíntese: a luz solar, a água e o gás carbônico (CO2). Na fotossíntese, as plantas absorvem água e sais minerais através de suas raízes, e os transportam por meio de vasos condutores até suas folhas. Essa solução é chamada de seiva bruta. Nas folhas das plantas há um pigmento que dá a elas a cor verde. Esse pigmento é chamado de clorofila e é o responsável por captar a luz solar. Nas folhas há também estruturas responsáveis por absorver o gás carbônico que fica disperso no ar. Essas estruturas se chamam estômatos. Quando a planta tem água, gás carbônico e luz solar, ela consegue produzir o seu próprio alimento, que é a glicose (um açúcar). Durante a transformação da água e do gás carbônico em alimento, a planta libera oxigênio (O2) no ar. Toda a glicose produzida no processo de fotossíntese é levada às outras partes da planta, através de vasos condutores. Essa solução é chamada de seiva elaborada. Fonte: http://www.escolakids.com/a-fotossintese- nas-plantas.htm
  • FOTOSSÍNTESE Fotossíntese ocorre nos cloroplastos, organelas das células vegetais, onde estão presentes a clorofila.
  • ANIMAÇÕES: • http://www.smartkids.com.br/desenhos- animados/fotossintese.html • http://condigital.ccead.puc- rio.br/condigital/index.php?option=com_conten t&view=article&id=572&Itemid=91 • http://www.ecoanimateca.net.br/?page=animaca o&file=YWRtaW4vYXBwL3dlYnJvb3QvYXJxdWl 2b3NfZGVtby9kZW1vXzE1My5zd2Y=&idanima= MTUz
  • LITERATURA INFANTIL
  • DRAMATIZAÇÃO
  • EXIBIÇÃO DE FILME • O Mundo de Beakman/Episódio 05 - Fotossíntese, Beakmania e Reciclagem Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=B9NnSZ- 92y0
  • EXPERIMENTAÇÃO 1. Produção de oxigênio durante a fotossíntese MATERIAL: - Um becker (recipiente laboratorial de vidro / tamanho médio), um funil de vidro, um tubo de ensaio, um litro de água, uma luminária e um maço de Elodea sp (planta aquática). PROCEDIMENTO: - Despejar todo o volume de água no interior do becker; - Submergir a planta aquática; - Introduzir o funil, colocando sua abertura superior, em posição invertida, ou seja, de cabeça para baixo, de forma a envolver a planta; - Tampar a outra extremidade do funil com o tubo de ensaio. Observação: O sistema experimental montado no interior do becker não deve conter ar, devendo ficar totalmente imerso. - Lateralmente ao becker (em seu exterior), deve ser posicionada uma luminária, mantendo a lâmpada acessa.
  • Análise: - Transcorrido um dia, será possível a observação de pequenas bolhas de ar (resultantes do processo fotossintético), aderidas na superfície interna do funil e do tubo de ensaio. http://educador.brasilescola.com/estrategias-ensino/fotossintese.htm
  • CLOROFILA • O que é a clorofila? • Você já tomou suco de clorofila? • Por que o suco é verde? • Onde encontramos clorofila? • Existe clorofila nas folhas que não são verdes?
  • CLOROFILA?? • É um pigmento capaz de absorver a luz. Absorve vários comprimentos de onda e reflete a luz verde, por isso observamos no experimento a coloração verde. • Nestas moléculas ocorre a fase clara da fotossíntese  dependente da luz. • Existe a fase escura da fotossíntese  independente da luz, onde os produtos da fase clara são utilizados para fixar o carbono e produzir a glicose.
  • LUZ E FOTOSSÍNTESE • Podemos deixar plantas em locais escuros? • Sem luz as plantas fazem fotossíntese? • Vamos investigar! EXPERIMENTO Exemplo: http://pontociencia.org.br/gerarpdf/index.php?e xperiencia=584
  • Experimentação 2. Extração de clorofila
  • FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA NA NATUREZA • Problematização: jogo da cadeia alimentar
  • Você, como a maioria dos animais, consegue viver graças à ENERGIA que adquire a partir dos alimentos que consome. Esta energia dá a capacidade ao seu corpo de executar todas as funções necessárias para sua sobrevivência. Esta energia é transferida ao longo de uma cadeia ou de uma teia alimentar. As espécies que vivem em um mesmo ambiente estão ligadas entre si como elos de uma grande corrente. Tudo por alimento! FLUXO DE ENERGIA E MATÉRIA NA NATUREZA
  • ENERGIA • ENERGIA é definida como a capacidade de executar trabalho. • O comportamento da energia na natureza segue duas LEIS NATURAIS, que se aplicam a todos os sistemas biológicos. • 1ª Lei da conservação de energia: a energia pode ser transformada de uma forma para outra, mas não pode ser criada nem destruída. Por exemplo, a luz é uma forma de energia que pode ser transformada em trabalho, em calor ou em alimento, mas nunca pode ser destruída, seja no seu estado natural, seja nos estados em que é transformada. • 2ª Lei da entropia (em = “em”, trope = “transformação”): o processo de transformação da energia de um estado para outro não é 100% eficiente, ou seja, na transformação parte da energia de origem é dispersada sob a forma de energia térmica (calor, não disponível para consumo).
  • Exemplos: CADEIAS E TEIAS ALIMENTARES
  • CADEIAS E TEIAS ALIMENTARES • A Cadeia alimentar é linear, simples e com transferência unidirecional de energia. • A Teia alimentar é não linear, mais complexa, semelhante a uma "teia de aranha", com transferência de energia em várias direções. Exemplos em riachos
  • As cadeias e teias podem ser de dois tipos: de pastejo e de detritos. Cadeia ou teia de pastejo, onde a base, ou a energia que sustenta a cadeia, são as plantas (autótrofos), consumidas por herbívoros pastadores, por sua vez consumidos por carnívoros. Ex.: pasto  boi  homem CADEIAS E TEIAS ALIMENTARES
  • CADEIAS E TEIAS ALIMENTARES Cadeia ou teia de detritos, onde a base é a matéria orgânica não viva, decorrente da decomposição de corpos de vegetais e de animais e seus excrementos. Esta matéria é processada por micro-organismos decompositores (fungos e bactérias), que a liberam na forma de nutrientes para as plantas, ou na forma de detritos que serão consumidos por organismos detritívoros, por sua vez consumidos por carnívoros.
  • CADEIAS E TEIAS ALIMENTARES Na natureza estes dois tipos estão interligados. A fonte de energia que sustenta a transferência de energia em toda as cadeias e teias alimentares é produzida pelo SOL e é transferida para os diferentes NÍVEIS TRÓFICOS através das relações alimentares entre os animais. Qualquer "quebra" nesta transferência pode causar um desequilíbrio na estrutura da teia, ou seja, os elos de ligação entre os níveis tróficos são frágeis.
  • NÍVEIS TRÓFICOS • O nível trófico corresponde a uma posição na teia (ou cadeia) alimentar. • A posição da base da teia, correspondendo ao 1º nível trófico, é ocupada por PRODUTORES (em uma cadeia de pastejo) ou por MATÉRIA ORGÂNICA (em uma cadeia de detritos). • O 2º nível é ocupado pelos CONSUMIDORES PRIMÁRIOS, que são herbívoros na cadeia de pastejo e detritívoros na cadeia de detritos. • O 3º e próximos níveis são ocupados por carnívoros CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS, TERCIÁRIOS, etc. Produtores  consumidores primários  consumidores secundários  consumidores terciários  ...
  • NÍVEIS TRÓFICOS Homem é onívoro
  • CADEIA E TEIAS ALIMENTAR ATIVIDADES LÚDICAS • Bingo da cadeia alimentar • Brincando de cadeia alimentar na quadra • http://www.cienciamao.usp.br/tudo/exibir.php?midia=fef&cod=_cadeiaali mentar
  • CADEIA E TEIAS ALIMENTAR Leitura complementar: Por dentro das cadeias alimentares, Revista Ciência Hoje das Crianças http://chc.cienciahoje.uol.com.br/por-dentro-das-cadeias-alimentares/ Rei das rapinas, Revista Ciência Hoje das Crianças http://chc.cienciahoje.uol.com.br/rei-das-rapinas/ Cadeias alimentares e a relação entre os seres vivos http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/pratica-pedagogica/cadeias- alimentares-relacao-seres-vivos-607775.shtml
  • • Leitura de história em quadrinhos
  • JOGO - Bioacumulação
  • APROFUNDAMENTOS QUEM FAZ FOTOSSÍNTESE? Somente plantas, algas e algumas bactérias podem fazer fotossíntese? Leia o texto: Bicho fazendo fotossíntese?! http://chc.cienciahoje.uol.com.br/bicho-fazendo- fotossintese/
  • E as plantas carnívoras? • Na natureza existem algumas plantas que vivem em solos pobres em nutrientes. Por esse motivo, elas precisam complementar a alimentação capturando alguns seres vivos e absorvendo os nutrientes dele. É o caso das plantas carnívoras. • Cada espécie de planta carnívora tem a sua maneira de capturar um ser vivo. A espécie Dioneia, por exemplo, possui folhas diferentes que exalam um cheiro que atrai suas presas. Quando a presa pisa em suas folhas, automaticamente a planta as fecha não deixando o animalzinho sair. • Outra espécie de planta carnívora é a Nepenthes, muito conhecida como jarrinha, por ter a forma de um jarro. Essa planta tem cores vivas e um líquido açucarado em seu interior que atrai muitos insetos. Quando os insetos entram nesse jarro, caem dentro da planta e são transformados em nutrientes. http://www.escolakids.com/a-fotossintese-nas-plantas.htm
  • RESPIRAÇÃO E FOTOSSÍNTESE
  • PROBLEMATIZAÇÃO • Os animais respiram e as plantas fazem fotossíntese? • As plantas não respiram? • As plantas respiram gás carbônico? • Por que respiramos? • Plantas respiram e fazem fotossíntese? • Respiração e fotossíntese acontecem ao mesmo tempo?
  • RESPIRAÇÃO • Todos os seres vivos necessitam de energia para realizarem suas atividades. • Nossas células possuem a “maquinaria” necessária para coletar a energia dos alimentos e transferir para dentro da célula.
  • RESPIRAÇÃO • Existe diferença entre respiração pulmonar e respiração celular? http://www.youtube.com/watch?v=QshvPVlYzLs Atlas do corpo humano – Vol.1 – Discovery Channel 17 min – Respiração. Visualizar até 9min40. EXPERIMENTO http://www.youtube.com/watch?v=b__DlbZBEVY Ponto Ciência – Como funciona a inspiração e a expiração?
  • RESPIRAÇÃO CELULAR Respiração celular ocorre nas mitocôndrias de todas as células. • Principal processo de geração de energia nas células. • Quebra moléculas de glicose para gerar energia utilizando o oxigênio.
  • FOTOSSÍNTESE E RESPIRAÇÃO CELULAR Comparando os processos: CO2 + H2O + ENERGIA luminosa  GLICOSE + O2 Fotossíntese GLICOSE + O2  CO2 + H2O + ENERGIA química Respiração
  • FOTOSSÍNTESE • Relação entre fotossíntese e respiração (A questão dos seres vivos... frutas!) MAPA CONCEITUAL Leitura complementar http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/pratica-pedagogica/iluminacao- diferentes-cores-pode-influenciar-crescimento-plantas-474543.shtml http://qnesc.sbq.org.br/online/qnesc12/v12a06.pdf Concepção dos estudantes sobre a fotossíntese http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=21549 Plano de aula sobre fotossíntese
  • Texto – Fotossíntese e as áreas verdes no ambiente urbano • http://www.ufrpe.br/artigo_ver.php?idConteud o=1259
  • • Podemos dormir em um quarto com plantas?
  • INTERLIGANDO OS ASSUNTOS • Vídeo Carbono e vida - INPE http://www.youtube.com/watch?v=ZSiU6N8tBzI