Your SlideShare is downloading. ×
Como Administrar o Estoque da Manutenção
Muito se fala em gestão de estoque e cadeia de suprimentos, reposição de estoques...
Importante que se destaque que um grande vilão contra o planejamento de estoque, é a tão
temida manutenção corretiva. Essa...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Como Administrar o Estoque da Manutenção

131

Published on

Artigo técnico voltado para o setor de manutenção.

Gerir estoques é um ponto de extrema importância para o planejamento e controle da manutenção. Entenda melhor.

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
131
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Como Administrar o Estoque da Manutenção"

  1. 1. Como Administrar o Estoque da Manutenção Muito se fala em gestão de estoque e cadeia de suprimentos, reposição de estoques... Para a manutenção de equipamentos e paradas planejadas a gestão do estoque deve ser tratada como prioridade. Gerir estoques é um ponto de extrema importância para o planejamento e controle da manutenção. Só assim é possível trabalhar com estoques reduzidos e com mais agilidade, sem prejudicar a programação dos serviços e seus resultados, em função de falta de peças, por exemplo. O estoque deve atender a todos os departamentos da empresa e, muitas vezes, o setor de manutenção acaba sendo esquecido, gerando grandesperdas na produção, risco contra a segurança dos funcionários e contra o meio ambiente. A falta de planejamento de estoque pode causar paradas prolongadas, custos com a queda na produção, gambiarras e outros recursos que vão à contra mão da manutenção classe mundial. Para elaborar um bom plano de ressuprimentos é importante analisar alguns pontos: • Tempo de reposição; • Custos de aquisição; • Armazenagem; • Facilidade de reposição, entre outros fatores. Alguns pontos são de extrema importância quando falamos em gestão do estoque relacionado à manutenção. É preciso analisar se os custos de ressuprimento ou de armazenagem são vantajosos; se o tempo de máquina parada, aguardando peças é mais barato que manter estoques na empresa, etc. O espaço físico necessário, o custo e valor de estoque investido, a segurança para evitar quebras, roubos ou a até mesmo a inutilização dos itens de estoque são fatores que devem pesar na análise de ressuprimento e estocagem. Para que se planeje a manutenção é preciso que se informe as necessidades de consumo, assim como é preciso que a equipe de produção esteja alinhada com o departamento de vendas. A análise de consumos passados, registrados nas o.s’s, devem funcionar como um ponto de referência. A comparação entre equipamentos e a expectativa de vida entre eles, também devem ser consideradas. Outro ponto de suma importância para a gestão de estoques e manutenção é a ferramentaria. Empresas que não realizam essa gestão têm custos elevados com a reposição desses itens, isso sem mencionar os demais custos, que já citamos, com máquinas paradas e riscos de acidentes. As ferramentas devem ser cadastradas e possuir uma forma de rastreio, seja vinculando a um funcionário ou identificando por meio de tagueamento. A gestão deve abranger tanto a utilização das ferramentas quanto o descarte e os valores mínimos necessários para utilização, pela equipe de manutenção.
  2. 2. Importante que se destaque que um grande vilão contra o planejamento de estoque, é a tão temida manutenção corretiva. Essas consomem materiais e peças de forma emergencial e sem programação, alterando todo o processo de ressuprimento. As políticas de administração de estoques devem ser claras e bem definidas para que não gerem surpresas. As rotinas e procedimentos devem priorizar os equipamentos de importância declarada para o pleno funcionamento da produção, bem como os mais críticos (o nível de criticidade só poderá ser conhecido a partir de uma criteriosa avaliação item por item). A política de ressuprimentos deve respeitar o cenário da empresa como um todo e focar em proteger a empresa contra prejuízos ou gastos evitáveis. Leia mais artigos sobre manutenção no Site Engeman®. Siga-nos: Blog | Facebook | Twitter | Google+ | Linkedin

×