Teoria de enfermagem de florence nightingale

50,771 views
50,245 views

Published on

0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
50,771
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
509
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Teoria de enfermagem de florence nightingale

  1. 1. TEORIA DE ENFERMAGEM DE FLORENCE NIGHTINGALE Teoria Ambientalista
  2. 2. O meio ambiente Emerge como conceito principal : considerado como todas as condições e influências externas que afetam a vida e o desenvolvimento de um organismo, capazes de prevenir, suprimir ou contribuir para a doença e a morte.
  3. 3. Teoria Ambientalista Florence deu maior ênfase ao ambiente físico do que aos ambientes psicológico e social (embora estes aspectos sejam englobados pelo primeiro).
  4. 4. Atuação de Florence como Enfermeira período inicial da industrialização na Inglaterra e os campos de Guerra da Criméia onde as péssimas condições de saneamento ambiental e o descaso em que se encontravam os pacientes nos hospitais resultavam em altas taxas de mortalidade, exigindo atenção imediata e constante.
  5. 5.  segundo Florence, os elementos externos ao paciente afetam a saúde e o processo de cura, Destacam-se:
  6. 6. Elementos Ventilação: provisão de ar fresco, sem correntes de ar. Florence dizia que “conservar o ar que o paciente respira tão puro quanto o ar exterior, sem deixá-lo sentir frio é o primeiro e último princípio sobre o qual a atenção da enfermeira deve fixar-se, sem o que todo o restante que possa fazer por ele não terá nenhum valor...”
  7. 7. Elementos Iluminação: os doentes têm, depois do ar puro, a necessidade de iluminação, “e não é apenas a claridade que desejam, mas a luz solar direta”.
  8. 8. Elementos Calor: a enfermeira deve observar atentamente o paciente a fim de evitar que ele se resfrie, prevenindo a perda de calor vital, essencial à recuperação.
  9. 9. Elementos Limpeza: um quarto sujo é fonte certa de infecções, ao paciente, e para quem executa a assistência pois, “remove matérias nocivas do sistema”. Além de proporcionar alívio e conforto, à enfermeira, que “deve estar sempre limpa” e deve “ter o cuidado de lavar as mãos freqüentemente durante o dia”.
  10. 10. Elementos Ruídos: elemento ambiental para o qual a enfermeira deve estar atenta e qualquer sacrifício é válido para assegurar o silêncio, pois nem um bom arejamento, nem uma boa assistência serão benéficos para o doente, sem o necessário silêncio.
  11. 11. Elementos Odores: o odor resultante da doença deve ser removido do corpo. Ao ventilar-se o quarto do doente, deve-se evitar o ar proveniente de esgoto; os utensílios de quarto devem ser mantidos limpos, livres de odores e guardados em local apropriado.
  12. 12. Elementos Alimentação: essencial ao processo de cura, deve ser minuciosamente observada pela enfermeira.
  13. 13. Florence descreve dois tipos deenfermagem: Enfermagem da saúde: requer algum ensino prático e tem por objetivo a prevenção de doenças e pode ser praticada por todas as mulheres.
  14. 14.  Enfermagem da doença: arte e ciência que requer uma educação formal, organizada e científica para cuidar dos que sofrem com a doença.
  15. 15.  Para Florence o conhecimento da Enfermagem envolve o que deve ser feito a fim de que o organismo não tenha doenças e para que possa recuperar-se de agravos à saúde, o que naquela época, conferia à Enfermagem duas perspectivas de ação: uma preventiva e outra curativa.
  16. 16. Assistência centralizada na figura daEnfermeira Florence não exclui o paciente, afirmando que “ tudo o que o doente puder fazer por si mesmo, será melhor que o faça, isto vai significar para ele menos ansiedade”.
  17. 17.  Enfermagem: tem a função de colocar o indivíduo nas melhores condições para a natureza agir, o que seria obtido basicamente pela ação sobre o ambiente.
  18. 18.  Florence Nightingale não utilizava a terminologia “Processo de Enfermagem”, hoje empregada. Mas valorizava práticas tais como: a observação, a experiência e o registro de dados fundamentais para o desenvolvimento de uma metodologia de trabalho que acentue a possibilidade de resolução.

×