Branding: como construir marcas fortes através da identidade
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Branding: como construir marcas fortes através da identidade

on

  • 2,362 views

A identidade da marca é apenas um dos pilares de uma boa estratégia de branding. O outro grande pilar é a própria estratégia da marca, que deve estar alinhada com a estratégia da empresa.

A identidade da marca é apenas um dos pilares de uma boa estratégia de branding. O outro grande pilar é a própria estratégia da marca, que deve estar alinhada com a estratégia da empresa.

Statistics

Views

Total Views
2,362
Views on SlideShare
2,362
Embed Views
0

Actions

Likes
8
Downloads
145
Comments
8

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

15 of 8 Post a comment

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • @DiegoAndreasi Obrigado pelas palavras!! Depois dê uma olhada num outro material que estou preparando. Abraços! Sucesso!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Cara, parabéns pelo seu trabalho, realmente impressionante, gostaria de assistir isso ao vivo. Abraços
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Em nenhum momento achei agressivo ou um argumento sem fundamento. É válida as discussões! Mais uma vez, obrigado!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • Sim, eu entendo. Escrev um outro comentário elogiando teu ppt e destacando alguns slides, realmente é um material muito bom e completo. Não entendo pq não está aqui. Enfim, a discussão sempre é válida, só fiz uma observação com o intuito de destacar um equívoco, e não afim de depreciar teu trabalho, que aliás, é muito bom. No fundo essa discussão deve ir além de comentários, e desculpa se fui enfática ou se em alguem momento pareceu agressivo, e lamento não ter aparecido meu primeiro comentário comentário. Abraços!
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • @jessica_duarte26 Há muitas discussões sobre esse assunto e ainda não há nada definido. O argumento contra o uso do termo “logomarca” baseia-se inteiramente na falsa idéia de que markэ é traduzida como “significado”. O erro é compreensível: alemão não é dos idiomas mais fáceis. Entretanto, markэ significa marca (como em “marcar algo”), identificação de uma empresa ou produto, selo gráfico, formato de um território… Qualquer coisa menos “significado”. Se fossemos traduzir a palavra logomarca, o mais próximo seria 'significa da marca'. De qualquer maneira, essas discussões são ótimas para o aprendizado. No final da apresentação coloquei uma lista de referências bibliográficas. Sugiro o livro 'A imagem da marca: Um fenômeno social'. Obrigado.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Branding: como construir marcas fortes através da identidade Branding: como construir marcas fortes através da identidade Presentation Transcript

  • Branding como criar valor através da identidade
  • Olá! Meu nome é Braindy e eu vou ajudar o Endrigo ~ nessa apresentação!Imagem: Brain rules, a presentation by Garr Reynolds
  • brand A palavra “brand” é derivada de brandr, dialeto escandinavo, e significa “queimar” ®A Imagem da Marca, Joan Costa
  • não é branding?O que ~logomarca não é branding ~ design não é branding ~ produto não é branding
  • buzz marketing branding marketing propaganda Eu sei que Ela é uma ótima você é uma ótima Ela é ótima Eu sou uma ótima profissional profissional. Ela é ótima profissional! Ela é ótima
  • marcabranding é como aé percebidae ganhasignificadoe valorna mente das pessoas
  • gatorade? Quais os significados de refrescante gosto de fruta laranja limão saboroso NBA Michael Jordan garrafas de basket coloridas plástico bebida de treino esportista sem gás exercício fácil de suor gotas de suor beber/engolir alternativa à água mata a sede performance reidrataO Significado da Marca, Mark Batey
  • ‘É precisodiminuir o gapentre promessa e entrega
  • ‘É precisodiminuir o gapentre promessa e entrega
  • Como? what, me worry?
  • Através daidentidade
  • cultura produto ambiente expressão relevância storytellingpersonificação
  • cultura
  • Os 3 tipos decérebros Límbico (pensamento emocional) Neocórtex (pensamento racional) Reptiliano (pensamento instintivo)
  • entender cultura 5 princípios básicos para ~ Você não pode ~ A emoção é a energia Existe uma janela de tempo A mensagem está Para ter acesso ao acreditar naquilo que necessária para o para causar uma na estrutura, e ~ significado de uma impressão as pessoas dizem aprendizado ~ impressão profunda e seu ~ não no conteúdo profunda em uma cultura, significado varia de uma você deve aprender seu cultura para outra códigoO Código Cultural, Clotaire Rapaille
  • Existem diferentes códigos para as mesmas coisas Códigos para QUEIJO Vivo (na França) Morto (nos EUA)O Código Cultural, Clotaire Rapaille
  • Existem diferentes códigos para as mesmas coisas Códigos para CARRO Funcionalidade (na França) Identidade (nos EUA)O Código Cultural, Clotaire Rapaille
  • Existem diferentes códigos para as mesmas coisas Mr Brown Iced Coffee Gelado (em Taiwan) Quente (no Brasil)O Código Cultural, Clotaire Rapaille
  • Conclusão As mesmas coisas podem ter diferentes significados!Imagem: Brain rules, a presentation by Garr Reynolds
  • produto e serviço
  • A agenda de uma quinta-feiraqualquer...7h 7h307h05 7h407h20 8h . .7h25 .
  • experiênciasQuais tipos dediferentesesses produtos/serviços oferecem?
  • Explore ossentidos! Olfato ~ Audição Paladar ~ Visão Tato
  • ~ Os aspectos visuais são manifestados nas cores A cor mais quente e Não tão agressivo quanto É a cor mais vibrante e É considerado a cor mais Azul representa O violeta representa dinâmica, o vermelho é oUsar naosua vermelho, alaranjado energizante, o amarelo é calma, balanceada e dependência, confiança e nobreza, abundância e ativador, estimulante, éforma balanceada, uma cor pura feliz, quente, estimulante vibrante. O verde segurança. É também dignidade, criatividade e passional, excitante e energética e vibrante, e expansivo. representa estabilidade caracterizado com calmo imaginação. poderoso. amiga e convidativa. a para chamar e inspira possibilidades. e espiritual. Use para dar uma Use para mostrar Use na mais pura forma atenção para Use para dar um toque impressão alegre. Use para representar Use para passar para chamar atenção elementos amigo e convidativo. balanço e harmonia. credibilidade e para elementos críticos. É indicado para projetos segurança. críticos que É indicado para projeto de designs que querem É indicado para projetos É indicado para projetos mostram de designs que querem mostrar alegria e passar de desings que querem É indicado para projetos AlaranjadoVermelho de designs que carregam mostrar movimento e um senso de juventude. mostrar harmonia, de designs que querem paixao e poder Amarelo poder e paixão. energia sem ser equilibro, passar confiança. Violeta Verde agressivo Azul
  • ~Os aspectos visuais são manifestados nasformas Triângulos Quadrados Círculos Losângulos Retângulos Elipses
  • ~ Os aspectos visuais de cores e formas são manifestados em logomarcasTop 20, interbrand 2011, somam mais de USD 700 bi.
  • ~ Os aspectos visuais de cores e formas são manifestados em logomarcas 17% 38% 18% 12% 14% USD 700 BiTop 20, interbrand 2011, somam mais de USD 700 bi.
  • ~Os aspectos visuais de cores e formas são manifestados emembalagens
  • ~Os aspectos visuais de cores e formas são manifestados emambientes
  • ~Os aspectos visuais de cores e formas são manifestados naspessoas
  • Explore ossentidos! Olfato ~ Audição Paladar ~ Visão Tato
  • Já cortou seu http://www.youtube.com/watch?v=IUDTlvagjJAcabelo hoje?
  • Isso tem algum significado? 39% de market share ~ 400 milhões de telefones 7h de melodia por anoOs números foram baseado desde o lançamento da melodia e assumido que ainda todos os celulares estão no mercado.
  • O som crocante de Kellogg’sé único! A Kellogg’s contratou uma empresa dinamarquesa para desenvolver o som crocante do sucrilhos
  • Os aspectos sonoros se manifestam emnomes A sonoridade do nome sugere que a marca é de origem escandinava. Porém, a marca é Americana.
  • Reconhece esses http://www.youtube.com/watch?v=xFXIsfGJoPojingles?
  • Explore ossentidos! Olfato ~ Audição Paladar ~ Visão Tato
  • O olfato é o sentido maisprimatado ser humano. O olfato desempenhou papel ~ fundamental na nossa evolução, nos alertando do perigo e nos ~ conduzindo na reprodução
  • O cheiro muda seuhumor? Resultados de pesquisas mostram uma melhora de 40% nos ânimos das pessoas quando expostas à fragrâncias agradáveis.
  • O cheiro aproxima http://www.youtube.com/watch?v=uLTIowBF0kEpropostasda marca
  • ~E por que nãolevar o cheiropra outros lugares? A Bauducco levou o cheiro dos chocotones aos cinemas.
  • Explore ossentidos! Olfato ~ Audição Paladar ~ Visão Tato
  • Explore ossentidos! Olfato ~ Audição Paladar ~ Visão Tato
  • Qual é o maiororgãodo corpo humano? A pele é o maior. Estamos instantaneamente ~ alertas ao frio, calor, dor ou pressão. Nosso cérebro tem mais de 640 mil receptores para ~ nos passar a sensação do tato.
  • O que vocêsfariam?
  • A Heineken pediu para http://www.youtube.com/watch?v=D37QaC4CnoEshapes
  • O toque está nascoisas
  • Explore ossentidos! Olfato ~ Audição Paladar ~ Visão Tato
  • http://www.youtube.com/watch?v=pJqfP_vZBfw Os sentidos evocam ~ imagens, sensações, ~memórias e associações
  • E ao comer umamaça? 1. Você vê ~ Visão 2. Você cheira Olfato 3. Você morde Audição + Tato 4. Você mastiga Paladar 5. Você engole Paladar
  • Vamosexperimentar? Recheio de Biscoite Tato: Cooling e Heating Iogurte ~ Visão vs Olfato e Paladar: sabor côco Gelatina ~ Visão vs Olfato e Paladar: sabor morango Batata Chips ~ Audição e Tato: Batata Numbing
  • Conclusão Os sentidos evocam sensações, memórias e ~ associações.Imagem: Brain rules, a presentation by Garr Reynolds
  • ambiente
  • Faça uma análisepesta Política Econômica Social Tecnológica Ambiental
  • ~Entenda quem são seusconcorrentes
  • Mapeie e antecipetendências
  • Monte sua matrizswot Ai que burro, dá zero pra ele. SWOT não é SWAT!
  • Se posicione dentro dacompetitividadedo ambiente
  • Conclusão O ambiente é o lugar onde você se posicionará para o jogo!Imagem: Brain rules, a presentation by Garr Reynolds
  • expressão
  • Como as pessoasse expressam e comosão percebidas somosao usar uma marca? como nos vemos
  • http://www.youtube.com/watch?v=ktSO-wB0kkEA proposta é sair doeu atualpara oeu ideal Eu atual Eu ideal Azarado Orgulho Injustiçado Raça Doloroso Glória
  • http://www.youtube.com/watch?v=0RrXcm89FAoE fazer com que as pessoasexpressemos valoresda marca
  • Para que elassejam vistascomo parte da marca
  • Conclusão Entenda o que a marca representa além de entregar os benefícios esperados.Imagem: Brain rules, a presentation by Garr Reynolds
  • relevância
  • Se sua marca deixasse de existir,ela faria falta?
  • Faria faltapra quem? ~ Mãe Para elas, representa a continuidade do ato de ~ amamentar, a ligação com os filhos Para eles, é o companheiro das aventuras, o amigo imaginário. Filhos
  • Faria faltapra quem? “Empreguéte” Para elas, representa a certeza de ter as roupas limpas, sem errar. Para elas, é mais um, pois quem realmente limpa a sujeira é a doméstica. Patroa
  • Como as pessoas se envolvem com a marca? filho ~ mãe filho iniciador influenciador decisor comprador consumidor avaliador “empreguete” patroa “empreguete”Comportamento do Consumidor, Beatriz e Marco
  • Pra quem oleiteé relevante? iniciador ? avaliador influenciador consumidor decisor comprador
  • Conclusão O processo de compra é fundamental para entender a relevância da marca na mente dos consumidoresImagem: Brain rules, a presentation by Garr Reynolds
  • personificação
  • “Nascemos originais e morremos cópias” Carl Gustav Jung (Kesswil, 26 de julho de 1875 — Küsnacht, 6 de junho de 1961) foi um psiquiatra suíço e fundador da psicologia analítica, também conhecida como psicologia junguiana.
  • Porque no fundo somos todos arquétipos The Innocent The Explorer The Sage The Hero The Outlaw The Magician The Caregiver The Creator The Ruler The Regular Guy The Lover The JesterThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • The Innocent The Explorer The Sage The Hero The Outlaw The Magician Independência Risco ~ motivações dos consumidores Estabilidade Pertencimento The Caregiver The Creator The Ruler The Regular Guy The Lover The JesterThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade A busca pelo paraiso pertencimento independência risco The Innocent “Livre para ser você e eu” Desejo - experimentar o paraíso Objetivo - ser feliz Medo - fazer algo errado ou mal que vá provocar a punição http://www.youtube.com/watch?v=oDhej_wekEM Estratégia - fazer as coisas certas Dom - fé e otimismo Um filme: Dorothy Gale, em O mágico de OZThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade A busca pelo paraiso pertencimento independência risco The Explorer ~ “Não me prenda nisso” Desejo - a liberdade de descobrir quem somos no mundo Objetivo - experimentar o melhor, o autêntico Medo - ficar preso, conformado, vazio Estratégia - jornada, escapar das rotinas Dom - autonomia, ambição ~ Um filme: Henry Jones, em Indiana JonesThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade A busca pelo paraiso pertencimento independência risco The Sage “A verdade será descoberta” Desejo - saber a verdade Objetivo - usar a inteligência e análise para descobrir o mundo Medo - ser enganado, ignorância Estratégia - perseguir o conhecimento Dom - sabedoria, inteligência Um filme: Gandalf, em O Senhor dos AnéisThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade Nenhum homem é uma ilha pertencimento independência risco The Regular Guy ~ “Todo homem e mulher são criados iguais” Desejo - conectar com os outros Objetivo - pertencer, encaixar Medo - ficar à deriva, exilado Estratégia - desenvolver virtudes, pontos em comum Dom - empatia, realismo Um filme: Jefferson Smith, em A Mulher Faz o HomemThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade Nenhum homem é uma ilha pertencimento independência risco The Lover “Eu só tenho olhos para você” Desejo - atrair intimidade e prazer Objetivo - estar em relacionamento com as pessoas, trabalho Medo - ficar sozinha, mal-amada Estratégia - tornar-se cada vez mais atraente Dom - paixão, comprometimento Um filme: Scarlett OHara, em E O Vento LevouThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade Nenhum homem é uma ilha pertencimento independência risco The Jester “Se eu nao posso dançar, eu nao quero fazer parte disso” Desejo - viver num momento cheio de alegria Objetivo - ter bons momentos e despertar o mundo Medo - tédio http://www.youtube.com/watch?v=IbbLCvUtHGo Estratégia - ser divertido, jogar Dom - alegria Um filme: Oda Mae Brown, em GhostThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade Deixe uma marca no mundo pertencimento independência risco The Hero “Onde há vontade, há um caminho” Desejo - provar que é possível através da coragem Objetivo - arriscar-se para melhorar o mundo Medo - fraqueza, vulnerabilidade http://www.youtube.com/watch?v=_hEzW1WRFTg Estratégia - tornar-se forte, competente e poderoso Dom - competência e coragem Um filme: Capitão Steve Hiller, em Independence DayThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade Deixe uma marca no mundo pertencimento independência risco The Outlaw “Regras existem para serem quebradas” Desejo - vingar-se, revolucionar Objetivo - destruir o que não funciona Medo - ser fraco, trivial, inconsequente Estratégia - romper, destruir, chocar Dom - ousadia, liberdade radical, Um filme: Randle Patrick McMurphy, em Um Estranho no NinhoThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade Deixe uma marca no mundo pertencimento independência risco The Magician “Isso é possível” Desejo - conhecer as leis de como o mundo funciona Objetivo - fazer com que sonhos se tornem realidade Medo - consequências negativas imprevistas http://www.youtube.com/watch?v=WFNXwor69-U Estratégia - desenvolver visao e viver disso Dom - descobrir benefícios para todos Um filme: Mary Poppins, em Mary PoppinsThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade O mundo precisa de estrutura pertencimento independência risco The Caregiver “Ame o próximo assim como você mesmo” Desejo - proteger as pessoas do mal Objetivo - ajudar os outros Medo - ingratidão, egoísmo Estratégia - fazer as coisas pelos outros Dom - compaixão, generoisdade Um filme: Sra. Euphegenia Doubtfire, em Uma Babá Quase PerfeitaThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade O mundo precisa de estrutura pertencimento independência risco The Creator “Se pode ser imaginado, pode ser criado” Desejo - criar algo de valor Objetivo - dar forma parao conteúdo Medo - ter uma visao ou execução medíocre Estratégia - desenvolver habilidades artísticas Dom - criatividade, imaginação Um filme: Michelangelo, em Agônia e ÊxtaseThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • estabilidade O mundo precisa de estrutura pertencimento independência risco The Ruler “Poder não é tudo. ‘É a única coisa” Desejo - controlar Objetivo - criar algo de sucesso Medo - caos, desordem http://www.youtube.com/watch?v=tQ4unnMgiSQ Estratégia - exercer liderança Dom - responsabilidade, liderança Um filme: Michelangelo, em Agônia e ÊxtaseThe Hero and The Outlaw, Mark and Person
  • Conclusão Os arquétipos formam o link perdido entre a motivação dos consumidores e a venda de produtos.Imagem: Brain rules, a presentation by Garr Reynolds
  • storytelling
  • Então vocês dizem que tem uma marca forte?Conte-nos ahistória dela
  • Histórias inspiram pessoas para um novosignificadona vidarealmenteafim de mostrar quemsomos
  • ~O Rei Salomão e asduasmulheres http://www.recantodasletras.com.br/mensagensreligiosas/384862
  • Para um bom storytelling, bastam4 elementos 1. Mensagem 2. Conflito 3. Personagens 4. Narrativa
  • Para um bom storytelling, bastam4 elementos 1. Mensagem 2. Conflito 3. Personagens 4. Narrativa
  • 1. MensagemQual é amoral dahistória? Foque em apenas uma única ideia central. http://www.youtube.com/watch?v=2JnYcuRW_qo Para a Nike, grandeza é a moral da história.
  • Para um bom storytelling, bastam4 elementos 1. Mensagem 2. Conflito 3. Personagens 4. Narrativa
  • 2. Conflito ~Não há história semconflito O ser humano tem uma necessidade primária de trazer ordem ao caos. Vivemos num dualismo onde sem ele não há felicidade.
  • 2. Conflito ~Não há história semconflito Ter um adversário bem claro é fundamental para mostrar aos outros quem você realmente é. http://www.youtube.com/watch?v=BdGqf4d2GHM Não há David sem Golias. Superman sem kriptonita.
  • Para um bom storytelling, bastam4 elementos 1. Mensagem 2. Conflito 3. Personagens 4. Narrativa
  • 3. PersonagensPara que haja história, tem que haverpersonagens O Benfeitor O Objetivo O Beneficiário O Suporte O Herói O Adversário
  • 3. Personagens ~Quem são ospersonagensda história da NASA? A história do primeiro homem na lua.
  • 3. PersonagensQuem são ospersonagensda história da NASA? Primeiro homem EUA e a NASA na lua democracia O Benfeitor O Objetivo O Beneficiário Empregados da Ex-URSS e o Moral e coragem NASA comunismo O Suporte O Herói O Adversário
  • Para um bom storytelling, bastam4 elementos 1. Mensagem 2. Conflito 3. Personagens 4. Narrativa
  • 4. NarrativaComo uma história deveser contada? O Benfeitor Conflito O Suporte O Beneficiário O Adversário O Objetivo O Herói Tempo lit do nf ão rn m ra fim to se co uç nf o tu o co ent ax lit o do trod o do re to er m n m ab o clí po au íci in in
  • 4. Narrativa Como uma história deve ser contada? A moral, a inovação A NASA Conflito e a coragem EUA e a democracia Ex-URSS e o comunismo Primeiro homem na luaOs empregados daNASA, aqueles que se arriscaram. Tempo lit do nf ão rn m ra fim to se co uç nf o tu o co ent ax lit o do trod o do re to er m n m ab o clí po au íci in in
  • A BMW usou do Storytelling http://www.youtube.com/watch?v=5Tq2-yFU9_M para se conectar com o mundo digital
  • Conclusão Branding é o fim. Storytelling é o meio.Imagem: Brain rules, a presentation by Garr Reynolds
  • Case HavaianasCurso Intensivo em Branding, ESPM, Prof. Julio Moreira
  • Havaianas antes de 1994 Valores da Alpargatas. Foco na garantia do produto. Qualidade: não solta as tiras, não Não havia estrutura bem definida. Os outros cultura deforma, não tem cheiro. atributos nunca ajudou a contar a história Poucas opções. 3 cores. storytelling produto Um mundo mais informal, Chico Anísio descontraído, mais simples. ~ personificação ambiente ~ ~ relevância ~ expressão As pessoas tinham vergonha de Opção para não andar descalço. Boa para não escorregar no box. usar o produto fora de casa.Curso Intensivo em Branding, ESPM, Prof. Julio Moreira
  • Havaianas depois de 1994 Valores da Havaianas. Valores do Brasil: alegria, beleza, descontração. Há personagens, climax, estrutura e uma boa Muitas versões. Cores e tipos. narrativa. Existe coerência na comunicação e cultura Não precisa falar de qualidade. entrega da proposta de valor storytelling produto As pessoas procuram cada The Jester. O descolado, vez mais por valores e descontraído. maneiras de se expressarem ~ personificação ambiente relevância ~ expressão Sou antenado, sou um brasileiro Básico no closet. de sucesso.Curso Intensivo em Branding, ESPM, Prof. Julio Moreira
  • Bibliografia
  • Obrigado!Créditos especial ao Prof. Julio Moreira pelo curso intensivo em Branding ministrado na ESPM.Julio Moreira também é sócio-diretor da empresa Place - Consultoria em Brandingplacebranding.com.brjulio@placebranding.com.brSegue meu contatoendrigo.ramos@gmail.com* Algumas imagens e slides podem ter sido distorcidos do original (keynote).