Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto

on

  • 260 views

Apresentação de José Novais Barbosa durante o 7º Encontro de Negócios na Língua Portuguesa - 23/04/13

Apresentação de José Novais Barbosa durante o 7º Encontro de Negócios na Língua Portuguesa - 23/04/13

Statistics

Views

Total Views
260
Views on SlideShare
260
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto Presentation Transcript

  • Parque de Ciência e Tecnologia daUniversidade do Porto7º Encontro de Negócios na Língua Portuguesa23 de Abril de 2013BELO HORIZONTE
  • O PARQUE DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DAUNIVERSIDADE DO PORTO (UPTEC)COMO INICIATIVA DE ARRANQUEE DESENVOLVIMENTO DE UMAINTERPENETRAÇÃO COMO UNIVERSO EMPRESARIAL
  • Parque de Ciência e Tecnologia daUniversidade do PortoA terceira componente da missão da Universidade e a“ligação universidade-empresa”.Principal domínio de discussão e de procura de meios para uma efectiva trocade saberes e competências entre os dois tipos de instituições.Resultados práticos frequentemente em contraste com tão acentuado debate etentativas de desenvolvimento do tema.Que intervenção da Universidade do Porto neste domínio?
  • UNIVERSIDADE DO PORTOA maior Instituição de Ensino Superior em Portugal procura apoiaruma correta e concreta transferência de conhecimento e detecnologia entre a Universidade e o Mercado
  • 999999Na U.Porto, 4 fatores, considerados centrais einsubstituíveis, pautaram, desde o início , o delinear da“ligação universidade-empresa”:(1) Projetos concretos, criteriosamente delimitados;(2) Pessoas disponíveis e devidamente habilitadas;(3) Vantagens mútuas no desenvolvimento das iniciativase nos resultados;(4) Disponibilidade de instalações físicas apropriadas.
  • 22UM BREVE RESUMO HISTÓRICO (1):A U.Porto inicia (“acelera”), cerca de 1990, a sua participação institucional nodomínio do empreendedorismo e inovação, integrada em iniciativas já emcurso ou iniciativas em arranque, nas quais interveio como parceira.No entanto, as intervenções em curso não mobilizaram verdadeiramenteprofessores e estudantes.Constituição, em finais da década de 1990, do seu próprio Parque de Ciência eTecnologia, delineando uma cadeia de valor do empreendedorismo, que iadesde a génese da ideia de negócio, passando pelas questões de propriedadeintelectual, registo de patentes e outras necessárias ao primeiro desenvol-vimento da mesma ideia, pela constituição de “spin offs”, seguidas de pré-incubação, incubação e aceleração, em instalações próprias, antes da fase degraduação de uma empresa. Todas estas fases sustentadas em acções deapoio adequado.Associação a esta cadeia de valor de outras iniciativas partilhadas no domínioda inovação.
  • UM BREVE RESUMO HISTÓRICO (2):Organização urbanística do “Campus da Asprela”.É a própria Universidade a desenvolver o plano de urbanização de umasignificativa área de terreno, para a qual apenas existia um estudo preliminar,realizado na década de 1950, mas que servira para a implantação de novosedifícios.Ficou prevista, desde o início deste plano, a construção de instalações paraparque de ciência e tecnologia.A dinâmica da Universidade era incompatível com a superação de todas asdemoras a que estão sujeitas as diferentes fases, técnicas e burocráticas, queconduzem à construção de novos edifícios.Verificou-se, então, a circunstância feliz de a U.Porto poder adquirir umconjunto de pavilhões pré-fabricados que haviam sido utilizados como estaleiroda execução de um empreendimento entretanto concluído.Aí arrancou o UPTEC!
  • UNIVERSIDADE DO PORTO*Campus da Asprela (Polo 2 da U.Porto): a maior concentração deprodução científica em Portugal e uma das maiores da Europa
  • * Fase de arranque do UPTECPAVILHÕES PROVISÓRIOS(cerca de 2 000 m2 de área coberta)
  • DESENVOLVIMENTO DO UPTEC (1)Arranque em 2007.Utilização de cerca de 800 m2 no Pólo do Campo Alegre(Faculdade de Ciências).Construção da Incubadora de Base Tecnológica (1.ª fase doEdifício Central  2007-2011)  5 600 m2.Adaptação de dois edifícios junto do sector de Jornalismo eCiências da Comunicação da U.Porto para acolha de iniciativasda área das indústrias criativas (Pólo das Indústrias Criativas -PINC)  cerca de 2 700 m2.Construção do Centro de Inovação (concluído em Outubro de2012)  cerca de 1 800 m2.
  • DESENVOLVIMENTO DO UPTEC (2)Construção do Edifício Central (a concluir em Agosto de 2013) cerca de 14 800 m2, incluindo 6 000 m2 de estacionamentocoberto.Construção da Incubadora de Base Tecnológica do Pólo do Mar,em complemento de um pequeno edifício já em exploração peloUPTEC  total de cerca de 3 200 m2.Concluídas estas construções, o UPTEC disporá de cerca de29 000 m2 de área total coberta (cerca de 13 300 m2 de árealocável a empresas).
  • Ideia base  Utilização de umaestratégia de “clustering” e partilha derecursos e serviçosOrganização em 4 pólos:ESTRATÉGIA/ORGANIZAÇÃO
  • * Distribuição dos pólos do UPTEC na Cidade do PortoPÓLOS DO UPTEC
  • * Primeira fase do Edifício Central do UPTECPÓLO TECNOLÓGICO
  • * Estado atual de construção da 2.ª Fase do EdifícioCentralPÓLO TECNOLÓGICO
  • PÓLO TECNOLÓGICO* Centro de Inovação
  • PÓLO DAS INDÚSTRIAS CRIATIVAS
  • * Obras em curso no Pólo do MarPÓLO DO MAR
  • Promover a criação de empresasde base tecnológica e criativa eatrair centros de inovaçãoESTRATÉGIA
  • ORGANIZAÇÃO (1)Administrativamente: associação sem fins lucrativos  Univer-sidade do Porto (largamente dominante quer no fundo socialquer na orientação da ação) + PortusPark (inicialmente Parquede Ciência e Tecnologia do Porto e presentemente entidaderesponsável por uma rede de parques na Região Norte dePortugal).Direção constituída por 3 membros, todos ligados à Universidadedo Porto.
  • ORGANIZAÇÃO (2)“Staff” muito reduzido (8 pessoas em tempo integral) e versátil,(responsabilizando-se quer por uma organização“departamental”, quer, por parte de alguns elementos, peladirecção de cada pólo).Economia de meios humanos e gestão contida nos fornecimentosde serviços são preocupações essenciais numa Instituição quepretende alcançar e manter uma exploração corrente equilibrada,considerando que as suas receitas significativas resultam daprópria prestação de serviços às empresas sediadas no Parque.
  • SERVIÇOS PRESTADOS ÀS EMPRESAS (1)O UPTEC é um verdadeiro parque de ciência e tecnologia,pois acolhe:Promotores de ideias  pré-incubação, ----------------------incubação, aceleração, graduação.Empresas maduras de base tecnológica;Centros de inovação  espaços de ------------------------------ investigação/desenvolvimento/inovação/trocas-------- de experiências, utilizados por empresas e --------------- universitários..
  • PROCESSO DE INCUBAÇÃO
  • SERVIÇOS PRESTADOS ÀS EMPRESAS (2)Intervenção essencial como entidade facilitadora e aconselha-dora, sem intervenção no normal funcionamento das empresas,deixando-lhes toda a liberdade para a evolução que concluamdever adoptar, aceitando estas, ou não, os conselhos eexperiência colhidos a partir dos apoios recebidos.Serviços correntes  gestão de acessos, segurança, vigilância,limpeza, infraestruturas telefónicas e Internet, correio, salas dereuniões partilhadas, água, electricidade, áreas de lazer, etc.Instalação gratuita em pré-incubação ( 6 meses), formação (emparticular numa parceria com a Porto Business School) eempresários, participação em cursos, seminários, workshops,recurso ao “Gabinete de Desenvolvimento do Produto doUPTEC”.
  • FACTORES CONSIDERADOSDIFERENCIADORES DO UPTEC(1) Proximidade de instalações (nomeadamente, inserção nos“campi” universitários) e facilidade de intercâmbio com aspessoas, laboratórios, serviços, faculdades e institutos deinvestigação da U.Porto.(2) Competência, diligência, e sobretudo carinho, que o “staff” doUPTEC tem posto ao serviço dos residentes.(3) Partilha de espaços comuns, de diferente índole, por parte deempresas, centros de inovação e instituições universitárias,englobando as mais variadas áreas do saber e da iniciativaempresarial, criando como que um ecossistema, com inter-relações muito próximas, cooperantes, frequentementecomplementares, entre todos os intervenientes.
  • INVESTIMENTO27 M€ em 5 anos, pretendendogerar, em 2020, 350 novasempresas e 5000 novosempregos.
  • RESULTADOS127startupsCentrosdeInovaçãoEmpresasGraduadas Projetospré-incubados*Dados relativos a 2012STARTUPS EEMPRESASGRADUADASCENTROS DEINOVAÇAOVOLUME DENEGÓCIOSRECEITAFISCAL(2011)8.3M168M4M50M
  • RESULTADOSDas 127 iniciativas indicadas no gráficoanterior, 65 ( 51 %) correspondem aempresas da área das Tecnologias daInformação e Comunicação
  • RESULTADOS+ 850 empregos geradosRecursos humanos altamente qualificados-----  90% graduados e pós-graduadosPessoas de 17 nacionalidades* Dados relativos a 2012
  • 3DMateriaisCompósitosGeolocalizaçãoSoftware (web, mobile)GamingIndústria AutomóvelSaúdeDomóticaRobóticaEficiência EnergéticaPolímerosTelecom
  • Software Educacional e deEntretenimentoVídeo e AudiovisualCinemaMarketing e PublicidadeImprensaLive Performance FotografiaTeatroComunicaçãoArquiteturaDesign
  • Energia dasOndas e dasMarésTransformaçãoTransporteNáutica de RecreioOil&GasBiologia MarinhaPortuáriaAmbienteTurismoAquaculturaRecursos NaturaisReparação NavalConstruçãoLogística MarinhaPescaProteção Costeira
  • PecuáriaCosméticaAmbiente BiologiaSaúdeVeterináriaIndústria Alimentar PecuáriaFarmacêutica
  • 19 EMPRESAS PREMIADAS EM 2012
  • O Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) foi reconhecido comovencedor do Prémio Europeu RegioStars 2013, na categoria “Crescimento Inteligente”.UPTEC – VENCEDOR REGIOSTARSPrémio destaca:• valorização do conhecimento produzido pela Universidadedo Porto, através da promoção do empreendedorismotecnológico e da criação de centros de inovação deempresas nacionais e internacionais;• boas práticas de desenvolvimentoregional e urbano.O Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC) foi considerado uma das 5melhores incubadoras/aceleradoras da Europa nos Prémios London Web Summit PeoplesChoice.UPTEC – PRÉMIO WEB SUMMIT
  • VISÃOSer, em 2020, um Parque deCiência e Tecnologiareconhecido a nível mundial,capaz de colaborar eficazmenteno reinventar da economiaPortuguesa
  • Obrigado!