Tratamento Documental          Indexação / Classificação            Margarida Custódio Fróis                      2011
Indexação   principal objectivo da indexação é assegurar a recuperação   de qualquer documento ou informação no momento em...
Linguagem natural   Comunicação imediata   Ambígua   Equívoca   Arbitrária   Livre
Linguagem documental•   Comunicação diferida•   Precisa•   Unívoca•   Controlada
Processo de Indexação       Fazer a abordagem do documento,       determinar o seu assunto principal,    reconhecer os ele...
Normalização   As normas em que nos apoiamos: NP 3715, de 1989, e a NP4036, de 1992 são pouco claras.         Estas normas...
Tipos de Linguagens            Linguagem Categorial          Linguagem Combinatória1 - Utiliza notações                 1 ...
Linguagem CategorialA linguagem categorial estrutura-se no que vulgarmente se designa                            por class...
Classificação Decimal UniversalPartindo do conceito considerado o mais geral, considera que lhe       estão subordinados o...
Linguagem CombinatóriaÉ uma linguagem pós-coordenada, expressa em thesaurusou listas estruturadas de termos, cujo princípi...
ThesaurusNuma definição sucinta, poder-se-ia dizer que o thesaurus é composto por     uma lista alfabética de descritores ...
Listas de termos A lista de termos controlados constrói-se à medida que os conceitos vão sendo transformados em pontos de ...
Vocabulário controladoo vocabulário controlado estabelece a forma de representar os assuntos   que compõem uma área limita...
Regras de Indexação a) Número de palavras por descritor  Os descritores podem ser formados por uma ou mais palavras,  send...
Regras de Indexação  b) Uso de singular e do plural  Os termos do vocabulário controlado devem ser usados no  singular, ma...
Regras de Indexação  c) Sinónimos  Quando um conceito pode ser expresso por dois ou  mais termos diferentes, escolhe-se um...
Regras de Indexação  d) Descritores compostos  Nos descritores compostos as palavras são apresentadas na  sua ordem natura...
Regras de Indexaçãoe) Termos homógrafos ou inconsistentes  Os termos homógrafos ou inconsistentes podem ser definidos  pel...
Regras de Indexação  f) Identificadores geográficos  Os descritores geográficos associados a um outro assunto  devem ser r...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Indexacao margarida frois

1,340 views

Published on

Workshop B

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,340
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
111
Actions
Shares
0
Downloads
37
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Indexacao margarida frois

  1. 1. Tratamento Documental Indexação / Classificação Margarida Custódio Fróis 2011
  2. 2. Indexação principal objectivo da indexação é assegurar a recuperação de qualquer documento ou informação no momento em que o utilizador procura um assunto num catálogo bibliográfico. A indexação de assuntos envolve duas etapas principais: a análise do documento para definir que assuntos são tratados e fazer a transposição desses assuntos para conceitos e em seguida transformar estes conceitos em linguagem documental de termos controlados.
  3. 3. Linguagem natural Comunicação imediata Ambígua Equívoca Arbitrária Livre
  4. 4. Linguagem documental• Comunicação diferida• Precisa• Unívoca• Controlada
  5. 5. Processo de Indexação Fazer a abordagem do documento, determinar o seu assunto principal, reconhecer os elementos essenciais que devem ser realçados e descritos, extrair os conceitos, estabelecer a sua correspondência em linguagem documental e verificar a pertinência dessa representação, são as etapas sucessivas para transmitir, de forma inequívoca, o conteúdo do documento com o objectivo final da difusão correcta da informação.
  6. 6. Normalização As normas em que nos apoiamos: NP 3715, de 1989, e a NP4036, de 1992 são pouco claras. Estas normas são mais um corpo metodológico de acompanhamento no processo de indexação.
  7. 7. Tipos de Linguagens Linguagem Categorial Linguagem Combinatória1 - Utiliza notações 1 - Utiliza palavras2 - As notações integram-se num 2 - Os termos podem não estar plano pré-estabelecido (pré- dependentes de uma estrutura coordenação) hierárquica previamente estabelecida3 - Ordenação sistemática 3 - Ordenação alfabética dos termos4 - As notações estão localizadas num ponto especifico do plano 4 - Os termos podem ser usados (tabela) “soltos”, combinando-se livremente entre si. (pós coordenação)
  8. 8. Linguagem CategorialA linguagem categorial estrutura-se no que vulgarmente se designa por classificações. As classificações não utilizam termos da linguagem natural, mas um código (notação), que pode ser composto por algarismos, letras e outros símbolos gramaticais. Elaborada no início do século XX, a CDU apresenta-se como um plano destinado à classificação do conjunto do conhecimento humano. Permite reagrupar todas as referências relativas a um determinado assunto e, posteriormente, localizar rapidamente essa documentação. Graças à sua notação normalizada facilmente utilizável é aplicada universalmente, embora com maior relevância na Europa.
  9. 9. Classificação Decimal UniversalPartindo do conceito considerado o mais geral, considera que lhe estão subordinados outros conceitos mais restritivos e específicos. O conceito mais geral determina a classe principal à qual pertence o documento, podendo-se acrescentar tantas subclasses quantas o documento assim o permitir e o perfil do utilizador assim o determinar.
  10. 10. Linguagem CombinatóriaÉ uma linguagem pós-coordenada, expressa em thesaurusou listas estruturadas de termos, cujo princípio repousa na combinação entre os termos. As palavras (conceitos) não estão dependentes de uma estrutura hierárquica previamente estabelecida, podendo ser combinados livremente entre si (pós coordenação). Dentro deste grupo de linguagens documentais encontram-se: · Listas de encabeçamentos de assuntos; · Thesaurus (no plural Thesauri)
  11. 11. ThesaurusNuma definição sucinta, poder-se-ia dizer que o thesaurus é composto por uma lista alfabética de descritores que evidenciam as diferentes relações existentes entre si. Para além dos descritores o thesaurus contém também identificadores, na sua maior parte constituídos por nomes próprios, nomes de lugares e instituições.
  12. 12. Listas de termos A lista de termos controlados constrói-se à medida que os conceitos vão sendo transformados em pontos de acesso para a recuperação da informação.
  13. 13. Vocabulário controladoo vocabulário controlado estabelece a forma de representar os assuntos que compõem uma área limitada do conhecimento, tornando possível maior coerência entre os termos indexados. A partir do conteúdo real do documento o indexador deverá decidir: – a parte desse conteúdo que será susceptível de responder realmente às necessidades dos utilizadores; – os conceitos importantes que devem ser conservados para representar este conteúdo; – os descritores definidos para representar esses conceitos
  14. 14. Regras de Indexação a) Número de palavras por descritor Os descritores podem ser formados por uma ou mais palavras, sendo importante que expressem adequadamente o conceito. Entretanto, recomenda-se que esse número de palavras seja o menor possível.
  15. 15. Regras de Indexação b) Uso de singular e do plural Os termos do vocabulário controlado devem ser usados no singular, mas o plural é admitido em determinadas circunstâncias.A norma NP 4036 determina: Quando os termos são enumeráveis (quantos) aplica-se o plural. Quando os termos não são enumeráveis (quanto) aplica-se o singular
  16. 16. Regras de Indexação c) Sinónimos Quando um conceito pode ser expresso por dois ou mais termos diferentes, escolhe-se um deles como descritor, fazendo-se remissiva dos demais. O descritor mais conhecido pelo utilizador deve ser escolhido como termo indexador. Ex.: arte sacrae não arte religiosa
  17. 17. Regras de Indexação d) Descritores compostos Nos descritores compostos as palavras são apresentadas na sua ordem natural. Ex.: ensino em grupoe não grupo, ensino em
  18. 18. Regras de Indexaçãoe) Termos homógrafos ou inconsistentes Os termos homógrafos ou inconsistentes podem ser definidos pelo acréscimo de palavras elucidativas. Esse acréscimo pode ser feito colocando-se palavras elucidativas após o termo principal, que identifica o assunto de um documento separando os descritores por dois pontos ( : ) Ex.: surrealismo : arte surrealismo : literatura
  19. 19. Regras de Indexação f) Identificadores geográficos Os descritores geográficos associados a um outro assunto devem ser representados em ordem indirecta, excepto no caso de estarem relacionados com a literatura. Ex.: filosofia : ocidente pintura renascentista : Itáliamas literatura alemã

×