Your SlideShare is downloading. ×
Desenho técnico   (2010.ii)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Desenho técnico (2010.ii)

17,439
views

Published on


0 Comments
7 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
17,439
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
831
Comments
0
Likes
7
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. DESENHOTÉCNICO Prof: André Veiga aveiga@area1.edu.br
  • 2. DESENHO TÉCNICO PLANO DE ENSINO Prof: André Veiga
  • 3. DESENHO TÉCNICOOBJETIVOS Utilizar os padrões para um Desenho Técnico seguindo as normas da PLANO DEABNT nos trabalho desenvolvidos em Sala de aula. Implementar soluções para as atividades propostas seguindo as técnicasde desenho , desenvolvidos na prancheta. ENSINO Solucionar as situações Gráficas apresentadas com qualidade, rapidez eprecisão utilizando o Softwares 2D e 3D. Prof: André Veiga
  • 4. DESENHO TÉCNICOEMENTANa Disciplina Desenho Técnico, o aluno irá conhecer as Normas Técnicas PLANO DEdefinidas pela ABNT, que padronizam a linguagem utilizada na indústria, eas técnicas de representação para um desenho executivo, como aperspectiva, a Geometria Descritiva e as Vistas Ortográficas. O alunoutilizará esse conteúdo em atividades teóricas e práticas, podendo assim, ENSINOobter resultados satisfatórios na leitura e desenvolvimento de um DesenhoTécnico. Além disso, o aluno terá contato com o Software CAD, ferramentade uso universal no desenvolvimento do Desenho técnico no âmbitoprofissional. Prof: André Veiga
  • 5. DESENHO TÉCNICOCONTEÚDO PROGRAMÁTICONORMAS TÉCNICAS PLANO DEFormatos e Padrões de Pranchas.Dobragem das Pranchas.Traçado – Tipo de linhas e símbolos. ENSINOLegenda (Carimbo).Técnicas de Cotagem – Definições e regras de Cotagem.Escala – Definições, tipos e aplicações. Prof: André Veiga
  • 6. DESENHO TÉCNICOCONTEÚDO PROGRAMÁTICOGEOMETRIA DESCRITIVASistema de Projeção – Método de Monge- Diedros.- Épura. PLANO DEEstudo do Ponto- Cota e Afastamento.- Posições de um Ponto. ENSINOEstudo da Reta.- Pertinência de Ponto e Reta.- Posições da Reta.- Retas segundo o paralelismo em relação aos Planos de Projeção.- Retas segundo o perpendicularismo em relação aos Planos de Projeção.- Traço da Reta. Prof: André Veiga
  • 7. DESENHO TÉCNICOCONTEÚDO PROGRAMÁTICOGEOMETRIA DESCRITIVA PLANO DEEstudo do Plano- Traços do Plano.- Posições de um Plano. ENSINO- Pertinência de Reta e Plano.-Retas do Plano.Poliedros- Representação de poliedros retos apoiados em Planos regulares Prof: André Veiga
  • 8. DESENHO TÉCNICOCONTEÚDO PROGRAMÁTICODESENHO EM PROJEÇÃO ORTOGONAL COMUM NO 1º DIEDRO.Escolha das vistas.- Vista principal.- Vistas Laterais.Aplicação de Linhas.- Arestas visíveis.- Arestas ocultas.- Linhas de centro e eixo. Prof: André Veiga
  • 9. DESENHO TÉCNICOCONTEÚDO PROGRAMÁTICODESENHO EM PERSPECTIVA PARALELARepresentação Cavaleira.Representação Isométrica.- Desenhos simples.- Desenhos contendo planos inclinados.- Desenhos contendo curvas. Prof: André Veiga
  • 10. DESENHO TÉCNICOAVALIAÇÃOProva teórica/ prática envolvendo os conhecimentos das normas da ABNT,resolvendo problemas da Geometria Descritiva, Vistas ortográficas eperspectivas.Prova prática no laboratório de informática utilizando a ferramenta CAD,para assim, poder avaliar não somente o aprendizado do software, mastambém o ganho de qualidade na utilização da nova ferramenta noDesenho Técnico. Prof: André Veiga
  • 11. DESENHO TÉCNICOREFERÊNCIAS BÁSICAS:Bibliografia BásicaPRÍNCIPE Jr. Noções de geometria descritiva. V. I e II. São Paulo : Nobel,2004. 311 p. ISBN: 8521301634.MONTENEGRO, Gildo. Desenho Arquitetônico. São Paulo : Edgard Blücher,1978.SILVA, Gilberto Soares da. Curso de desenho técnico. Porto Alegre : Sagra,1993.OMURA, George Introdução ao AutoCAD 2008. Rio de Janeiro/ 2008: AtlasBooks. Prof: André Veiga
  • 12. DESENHO TÉCNICOINSTRUMENTOS DE DESENHOEscalímetro nº 1Esquadros técnicos nº 32 ou maiorLapiseira 0,5Borracha brancaFita adesivaBloco de Papel sulfite A3 com margem (Canson)Compasso técnicoTransferidor Prof: André Veiga
  • 13. DESENHO TÉCNICO DEFINIÇÃO &REPRSENTAÇÕES Prof: André Veiga
  • 14. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 15. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 16. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 17. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 18. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 19. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 20. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 21. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 22. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 23. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 24. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 25. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 26. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 27. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 28. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 29. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 30. Prof: André Veiga
  • 31. Prof: André Veiga
  • 32. Prof: André Veiga
  • 33. Prof: André Veiga
  • 34. Prof: André Veiga
  • 35. Prof: André Veiga
  • 36. Prof: André Veiga
  • 37. DESENHO TÉCNICO NORMAS TÉCNICAS Prof: André Veiga
  • 38. DESENHO TÉCNICONORMAS TÉCNICASPara que se possa executar um desenho técnicodentro dos padrões internacionais, criaram-senormas registradas como Normas Brasileiras –NBR – pelo Instituto de Metrologia, Normatizaçãoe Qualidade Industrial – INMETRO. Prof: André Veiga
  • 39. DESENHO TÉCNICO FOLHA DE DESENHOLAYOUT E DIMENSÕESNBR 10068 / OUT / 1987 Prof: André Veiga
  • 40. DESENHO TÉCNICO FOLHA DE DESNHO – LAYOUT E DIMENSÕES NBR 10068 / OUT / 1987Padroniza as características dimensionais das folhas embranco e pré-impressas a serem aplicadas em todos osdesenhos técnicos.Esta norma apresenta também o leiaute da folha dodesenho técnico definindo:* Posição e dimensão do carimbo;* Margem e quadro;* Marcas de corte / dobra. Prof: André Veiga
  • 41. DESENHO TÉCNICO FOLHA DE DESNHO – LAYOUT E DIMENSÕES NBR 10068 / OUT / 1987 Formatos da série “A” Designação Dimensões (mm) A0 841 x 1189 A1 594 x 841 A2 420 x 594 A3 297 x 420 A4 210 x 420 Prof: André Veiga
  • 42. DESENHO TÉCNICO FOLHA DE DESNHO – LAYOUT E DIMENSÕES NBR 10068 / OUT / 1987 Prof: André Veiga
  • 43. DESENHO TÉCNICO FOLHA DE DESNHO – LAYOUT E DIMENSÕES NBR 10068 / OUT / 1987 Prof: André Veiga
  • 44. DESENHO TÉCNICOCONTEÚDO DA FOLHA PARA DESENHO TÉCNICO 10.582 - DEZ/1998 Prof: André Veiga
  • 45. DESENHO TÉCNICOCONTEÚDO DA FOLHA PARA DESENHO TÉCNICO NBR 10.582 / DEZ/1988Esta Norma fixa as condições exigíveis para a localização,disposição e conteúdo do espaço para desenho, espaço paratexto e espaço para legenda.A folha para o desenho deve conter:* espaço para Desenho;* espaço para Texto (Legenda);* espaço para Carimbo. Prof: André Veiga
  • 46. DESENHO TÉCNICO ESPAÇO PARA ESPAÇO PARA ESPAÇO PARA TEXTO (LEGENDA) DESENHO DESENHOESPAÇO PARATEXTO (LEGENDA) CARIMBO CARIMBO Prof: André Veiga
  • 47. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 48. DESENHO TÉCNICOPREPARANDO A ÁREA DE TRABALHO Prof: André Veiga
  • 49. PREPARANDO A SUPERFÍCIE DE TRABALHOFIXAÇÃO DO PAPEL (FORMATO A3) NA MESA DE TRABALHO B Alinha o folha de papel manteiga utilizando a régua paralela. RÉGUA PARALELA Fixa um pedaço de fita adesiva em A e outro em B, e tenciona nas A direções indicadas Prof. André Veiga
  • 50. PREPARANDO A SUPERFÍCIE DE TRABALHOFIXAÇÃO DO PAPEL (FORMATO A3) NA MESA DE TRABALHO C B Faz-se o mesmo procedimento, agora em C e D. A D Prof. André Veiga
  • 51. PRANCHA – CARIMBO ÁREA PARA DESENHO 175 mm LEGENDA CARIMBO 50 mm Prof. André Veiga
  • 52. PRANCHA – DOBRANGEM 105 m m 185 m m Prof. André Veiga
  • 53. Prof. André Veiga
  • 54. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 55. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 56. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 57. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 58. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 59. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 60. DESENHO TÉCNICO PAUTA SUPERIOR PAUTA INFERIOR Prof: André Veiga
  • 61. DESENHO TÉCNICOEMPREGO DE ESCALASEM DESENHO TÉCNICO NBR 8196 / OUT/1983 Prof: André Veiga
  • 62. DESENHO TÉCNICO EMPREGO DE ESCALAS EM DESENHO TÉCNICO NBR 8196 / OUT/1983DEFINIÇÃOÉ a relação da dimensão linear de um elementoe/ou de um objeto representado no desenhooriginal para a dimensão real do mesmo elementoe/ou do próprio objeto. Prof: André Veiga
  • 63. DESENHO TÉCNICO EMPREGO DE ESCALAS EM DESENHO TÉCNICO NBR 8196 / OUT/19832.2 – Escala Natural – Escala com a relação 1:1.2.3 – Escala de Redução – Escala onde a relação é menordo que 1:1; é tanto menor quanto diminui sua relação dedecremento.2.3 – Escala de ampliação – Escala onde a relação é maisque 1:1; é tanto maior quanto aumenta sua relação deincremento Prof: André Veiga
  • 64. DESENHO TÉCNICOEMPREGO DE ESCALAS EM DESENHO TÉCNICO NBR 8196 / OUT/1983As escalas recomendadas para uso em desenho técnicosão especificadas na tabela. Categoria Escalas recomendadas Escala de ampliação 50:1 20:1 10:1 5:1 2:1 Escala natural 1:1 Escala de redução 1:2 1:5 1:10 1:20 1:50 1:100 1:200 1:500 1:1000 Prof: André Veiga
  • 65. DESENHO TÉCNICO EMPREGO DE ESCALAS EM DESENHO TÉCNICO NBR 8196 / OUT/1983ESCALÍMETRO – Ferramenta utilizada para ampliar ou reduzirum Desenho Técnico. Prof: André Veiga
  • 66. DESENHO TÉCNICO COTAGEM EM DESENHO TÉCNICONBR10.126 – NOV/1987 Prof: André Veiga
  • 67. DESENHO TÉCNICOA indicação de medidas no desenho técnicorecebe o nome de cotagem. Ao indicar asmedidas ou cotas, no desenho técnico, deve-seseguir determinadas normas técnicas. Acotagem é normalizada pela normaABNT/NBR 10126/1987. Prof: André Veiga
  • 68. DESENHO TÉCNICOELEMENTOS DA COTAGEM- Linha de cota = são finas, continuascom setas ou traços nas extremidades;- Linha de extensão = É uma linha fina,continua, que limita as linhas de cota;- Cota = São os números que indicam asmedidas da peça e de seus detalhes; Prof: André Veiga
  • 69. DESENHO TÉCNICO Prof: André Veiga
  • 70. DESENHO TÉCNICO OBSERVAÇÕESA distancia entre a Linha de Cota e a Linha do Desenhodeverá ser de 7mm;A Linha de Extensão deverá ultrapassar a Linha de Contaem 3mm;A Linha de Extensão não deve tocar no Desenho;As setas que findam a Linha de Cota deverão,obrigatoriamente, tocar na Linha de Extensão, tendo umcomprimento de 3mm; Prof: André Veiga
  • 71. DESENHO TÉCNICO OBSERVAÇÕESO texto da Cota deverá ter uma altura de 3mm, igualao comprimento da seta da Linha de Cota;Não se coloca o símbolo da unidade ( com exceção dePolegada e Grau);As cotas devem ser colocadas de maneira que o desenhoseja lido da esquerda para a direita e de baixo para cima;As cotas devem ser indicadas nas Vistas Ortográficas;Deve-se evitar cotar elementos representados por linhastracejados. Prof: André Veiga

×