Seitai
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share
  • 413 views

 

Statistics

Views

Total Views
413
Views on SlideShare
408
Embed Views
5

Actions

Likes
0
Downloads
7
Comments
0

1 Embed 5

http://www.slideee.com 5

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Seitai Document Transcript

  • 1. SEITAI MASSAGEM ESTÉTICA PREVENTIVA Teruyoshu Hoga e Dina Hoga Parte 1 A Técnica da Manipulação: “Para aplicar adequadamente a técnica, primeiramente adequar o equipamento”. Desde Antiguidade até hoje, todos os sábios dominam profundamente a relação do “equipamento” e da “aplicação”.A técnica da massagem é o equipamento do praticante e o efeito da massagem realiza-se através da técnica perfeita. “Se não tiver mão para a massagem, não as obtém resultado, mas se tiver, consegue-se abrir a passagem para o sangue e energia..” Para desenvolver a mão para a massagem é necessário desenvolver e dominar a arte da manipulação técnica.Não pensar que quem tem fosca pode massagear. O atleta de levantamento de peso tem bastante força, mas não entende da arte de massagem. Aplicar a força cegamente ou agressivamente pode provocar resultados desastrosos. Portanto, existe a exigência rigorosa na sua manipulação técnica. Normalmente são exigidos “firmeza, harmonia, equilibro e resistência”, tudo isto objetivando o Deqi (obtenção da energia). Firmeza: a intensidade da força e a profundidade da patologia são determinadas através do diagnóstico e do limiar da dor do paciente, portanto, deve-se efetuar a manobra conforme a situação do
  • 2. momento, diferindo qual o toque mais adequado:o leve ou pesado. Harmonia: significa “leve, mas não sem força, e pesado, mas sem parar”, não podendo utilizar a força rígida ou agressiva, tendo que manter o sincronismo natural entre continuidade e troca da técnica de manipulação, como se fosse a troca de marcha ao conduzir um automóvel. Equilíbrio: significa o ritmo da técnica de manipulação, não podendo variar a pressão ou velocidade. Resistência: significa administração continua, dentro do horário programado da manipulação, ou seja, ao massagear manter ação contínua, sem interromper o processo. O Deqi é uma combinação das sensações de dormência, peso, dolorimento e distensão. Há também o Deqi do acupuntor, que é a sensação da agulha estar presa no local da inserção, devido a um espasmo muscular localizado. Diz-se que para a analgesia por acupuntura funcionar é necessário provocar um Deqi adequado. Para dominar a técnicas supracitadas, é necessário dedicar-se ao seu estúdio, praticando certo tempo. No início, sentirá falta de força e resistência, ainda não sabe qual deve ser a intensidade da força, mas isto é natural. Treinando com persistência, adquirindo experiência, certamente dominará, conseguindo aplicar como desejar, conforme o ditado “onde tiver o desejo terá o caminho”. Podemos citar os seguintes cuidados ao praticar uma massagem: - A técnica parte do leve e vai para o pesado, do lento para o rápido, da superfície, à profundidade corporal, avançar conforme o planejamento estabelecido. Assim, obtém-se ótimos resultados, adequados simultaneamente ao processo e às condições físicas do paciente. - Tomar cuidado com a direção da manipulação. A diretriz significa se a técnica é distal ou local, horária ou anti-horária, se começa a partir
  • 3. da esquerda ou direita. É preciso manter um perfil completo sobre isto. - Se reverter a diretriz, não só se perde o efeito da prevenção e terapia, mas ainda provoca-se mal-estar ao paciente, agravando ainda mais a patologia. Portanto, é preciso efetuar a técnica conforme a necessidade, e dominar a técnica, submetendo-se a um assíduo treinamento. A técnica e o Efeito A - A técnica da massagem de manutenção tradicional no mundo da Esteticista: Há inúmeras técnicas de massagem registradas na história da medicina, e suas nomenclaturas também não estão unificadas. Encontramos diversas nomenclaturas, entre as técnicas de massagem na área estética, apesar de não encontrar registro histórico especializado na medicina, e em técnica de massagem no mundo da esteticista também. Isso significa uma massagem leve na cabeça, face, membro superior e dorsal. Essas massagens tratam da percussão das articulações, pinçando o músculo, mobilizando o tendão e o osso, eliminando a fadiga, fortalecendo o esqueleto relaxando o músculo, melhorando a circulação sanguínea, excitando o nervo e fortificando a capacidade de alongamento da pele e do músculo. Tudo isso tem mostrado muita eficiência para a beleza e saúde corporal. Neste sentido, podemos dizer que a massagem do mundo dos esteticistas é a massagem da manutenção tradicional. Quando reunirmos as massagens de manutenção tradicional, podemos citar dez tipos:
  • 4. 1 - Método de palpação e pinçamento: segurar o tendão e o músculo do dedo com cinco dedos e levar o braço do paciente para trás, segurando o músculo dorsal; 2 - Método da percussão: percutir ritmicamente com a palma da mão côncava nos ombros e no dorso; 3 - Método da percussão: percutir com cinco dedos dobrados as áreas dorsal, femoral e do joelho; 4 - Método da percussão: fechar a mão e percutir com a lateral da mão às áreas do dorso e membro inferior. 5 - Método de percussão palmar: percutir com os dedos estendidos às áreas em questão. 6 - Método de alongamento do braço: puxar o punho do paciente com uma das mãos, fixar o ombro do paciente com a mão oposta. Dobrando o cotovelo do paciente, sobrepondo o braço do terapeuta, empurrar externamente. 7 - Método de alongamento lombar: após todos os procedimentos anteriores, colocar o paciente na posição pronada. Com uma das mãos, segurar o dorso e com a outra levantar ambas as pernas, vibrando ligeiramente o lombar do paciente. 8 - Método de Compressão: objetiva proporcionar bem-estar ao paciente, utilizando a face. 9 - Método da Percusão: dobrar o indicador e o médio para dentro do polegar e percutir a área patológica com a lateral da mão. 10 - Método da vibração: vibrar ambas a mãos ou pés do paciente para melhorar a mobilidade das articulações.
  • 5. Esse artigo continua na próxima edição com a visualização dos movimentos. 1- Método de fricção procedimento consiste em friccionar repetidamente a superfície da pele com os dedos ou a palma da mão. Conforme a ação da força, divide-se em fricções planas, laterais e barriga da mão. A- Fricção Plana: O terapeuta encosta a palma da mão na área corporal do paciente, concentra o centro da gravidade no punho e desloca para frente ou lateral, apertando. Esse método se aplica onde tiver bastante músculo, como lombar, dorso, coxa, parte de trás de membro inferior, etc. Figura 1.1 B- Fricção Lateral: O terapeuta encosta parte do dedo mínimo nas áreas corporais do paciente e desloca para frente e para trás. Este método é mais utilizado para áreas menores das articulações, face torácica abdominal, lombar, dorsal, nádega, etc. Figura 1.2 C- Fricção da barriga da mão: O terapeuta encosta parte do polegar na área corporal do paciente, deslocando para antero- porterior ou esquerda-direita. Isso pode ser aplicado para toda a área corporal. Pré-requisito: o movimento deve ser suave, sem forçar demasiadamente, e rítmico. Não pode ser apressado, nem retardado. Necessita de aplicação adequada e equilibrada. Efeito: harmoniza o músculo e o meridiano, aquecendo a temperatura da pele, melhorando o aspecto da mesma, proporcionando brilho, regulando as funções das glândulas sudoríparas e sebáceas e eliminando a gordura subcutânea supérflua. Previne eficientemente a obesidade, alcançando, assim, o objetivo da redução de peso.
  • 6. Figura 1.3 2- Método da Fricção (figura 2) Procedimento: encostar a barriga do polegar ou palma e punho sobre a área escolhida, aplicando certa força de cima para baixo, friccionando de cima para baixo ou lateral. Esse método de fricção aplica-se principalmente na cabeça, face, abdômen e dorso. Pré-requisito da aplicação: manter a pressão, suavizar a velocidade, escolher a direção da fricção: reto ou em curva. Não parar durante a fricção. Transmitir a força aplicada da pele para o músculo. Ao aplicar a força, não flutuar, mesmo sendo leve, não parando, mesmo sendo pesado, e aplicar a força relativa em ambas as mãos, mantendo o equilíbrio e sincronizando todo o movimento. Efeito: melhora a função cerebral, estabiliza psiquicamente, segura a hiperfunção hepática, proporciona a lucidez cerebral e a visão. Quando aplicada na região abdominal e dorsal, tem a função de reduzir a gordura, prevenindo a obesidade. Estimula a circulação sangüínea facial. Figura 2 3- Método da Compressão Procedimento: O terapeuta segura alternadamente a área corporal do paciente com ambas as mãos, pinça o músculo com o lado interno das mesmas e o mantém pressionado. Segura forte o músculo com o polegar e os quatro dedos restantes e mantém assim por pouco tempo. Pré-requisito da aplicação : apesar do método pesado, manter a força equilibrada. Manter entre o polegar e o indicador ou entre os cinco dedos, sem concentrar a força nas pontas dos mesmos. A direção normal é de cima para baixo e rítmico. Efeito : Segura a hiperfunção energética e sangüínea.
  • 7. Figura 3 4- Método da Drenagem Linfática (figura 4) Procedimento : puxar, pinçando o músculo com ambas as mãos, e avançar. Pré-requisito de aplicação: esta técnica também é pesada, não se deve forçar demasiadamente. Seguir certa direção, deslocando lentamente e comprimindo. Efeito : drena os “lixos celulares” concentrados nos vasos linfáticos, dispersando o sangue estagnado, estimulando o fluxo da circulação energética sangüínea, surtindo efeito para restauração. Figura 4 5- Método de Compressão Procedimento: sobrepor o indicador no médio de ambas mãos, colocar a barriga do dedo médio sobre o ponto acupuntural escolhido ou a área escolhida, pressionar perpendicularmente para baixo (fig 5.1) e pressionar ritmicamente ou relaxar (como se estivesse apertando uma campainha). Manter pressionado certos pontos, sem movimentar momentaneamente: vibrar ligeiramente o dedo, aumentando a quantidade do estímulo. Nas muitas áreas, como por exemplo a dorsal, pode-se pressionar com a palma ou a mão fechada ou punho. Figura 5.1
  • 8. Figura 5.2 Pré-requisito de aplicação: também pertence ao método pesado, tanto pressão digital como pressão palmar. Precisa comprimir sem deslocamento, mas não pode ser bruto. Pressionar acompanhando a respiração. Aperta na inspiração e descomprime na expiração. Para não forçar demasiadamente, adequar conforme o estado do paciente. Efeito: conduz o meridiano, abre a obstrução, elimina a estagnação e alivia a dor. Se aplicar levemente, tonifica; se praticar pesadamente, seda. 6- Método da Fricção Procedimento: encostar a palma ou barriga do dedo no ponto acupuntural escolhido, ou área escolhida, e deslocar girando de forma circular leve e paralelo à pele. Figura 6.1 Figura 6.2 Pré-requisito de aplicação: este método é a combinação de dois movimentos: um linear e outro curvilíneo. Efeito : melhora a circulação, eliminando a estagnação sangüínea. É utilizado para lesão aguda. Alivia a tumefação e pára a dor. Freqüentemente é utilizado nas áreas torácicas e abdominais, aliviando a aflição torácica, melhorando a respiração e a digestão, conduzindo os alimentos estagnados, eliminando o frio e parando a dor. Quando se esfrega leve, tonifica; quando se
  • 9. esfrega pesado e rápido, seda. 7- Método da Plaina (figura 7) Procedimento: encostar a barriga do dedo, a palma da mão ou o punho no ponto de acupuntura, ou área escolhida, aplicar a força adequada e avançar linearmente, seguindo o fluxo do meridiano como plaina. Conforme a área, pode-se direcionar para trás, cruzando ambas as mãos. Pode-se esfregar entre esquerda e direita. Principalmente para as pessoas obesas, friccionando a mão fechada no dorso, o abdômen com o punho e o tórax com quatro dedos, ou ainda do tórax para a costela. Pré-requisito da aplicação : quando aplicar a fricção, deve-se encostar na pele e efetuar movimentos lineares paralelos. Ao aplicar a força, iniciar lentamente, aumentando gradativamente. No término também deve ser leve. Efeito: melhora a circulação do meridiano, regula a nutrição e a imunidade, melhora a circulação sangüínea e energética, abaixa a febre com a sudorese, aliviando a estagnação da energia e sangue, harmonizando o baço-pâncreas e o estômago. Figura 7 8- Método do Pinçamento (fig 8) Procedimento : formar a pinça com o polegar, o indicador, o médio e os quatro dedos restantes, pinçando firmemente a área rica em músculos, ou pontos de acupuntura escolhidos, e afrouxar em seguida. Deslocar repetindo esta técnica. Este método é freqüentemente utilizados nos membros superiores, inferiores, cervical, trapézio dorsal, deltóide do ombro, entre outros. Pré-requisito de aplicação : sendo destinado aos grandes músculos. Portanto, primeiro pega-se a maior quantidade possível de massa muscular com firmeza e de maneira rítmica, fazendo o movimento e pinçando repetidamente. O segundo segue o mesmo padrão para áreas menores. Efeito: relaxa os músculos e tendões, vitaliza os meridianos, melhora a circulação, dispersando a estagnação sangüínea, aliviando a fadiga e aumentando a força muscular.
  • 10. Figura 8 9- Método de Pinçamento Procedimento: abrir naturalmente a palma da mão, formando uma pinça entre o polegar e os quatro dedos. Pinçar o ponto de acupuntura escolhido ou uma área e deslocar pinçando e soltando. Pré-requisito de aplicação: este pinçamento é realizado pelo movimento hábil da articulação do braço. Caso apresente área afetada, pinçar esta área sem deslocar. O movimento deve ser suave e harmonioso. Efetuar sem interrupção. Efeito: elimina a obstrução do meridiano e vaso sangüíneo, regulando a energia e o sangue, relaxando os músculos e os tendões. Figura 9 10- método da fricção (figura 10) Procedimento: encostar a barriga do dedo, palma, punho, ponta do mínimo ou ponta do polegar no ponto de acupuntura escolhido, ou a área, aplicando a pressão adequada, utilizando como eixo a articulação do braço ou do médio, efetuando o movimento circular ou cíclico. A fricção da barriga do dedo é aplicada na cabeça e face. Nas outras áreas maiores, usar a palma, o punho para a cervical, abdominal e membros superiores e inferiores. Pré-requisito da aplicação: a fricção pertence ao método leve, é suave e rítmico. Efetuar conforme a respiração e estado corporal. Sem desencostar o dedo ou a palma da pele durante a fricção, equilibrar a força levemente, movimentando o tecido subcutâneo da área escolhida com o dedo ou palma da mão. Efeito: estimula a circulação energética e sangüínea, aliviando o sangue estagnado, eliminando a tumefação e diminuindo a dor. Este método no abdômen ajuda o movimento peristáltico gastrointestinal, melhorando a digestão e eliminando os alimentos estagnados.
  • 11. Figura 10 11- Método da cunhagem (figuras 11, 12 e 13) Procedimentos: aperte o ponto escolhido ou área escolhida com a unha. Quando pressionar com o polegar (figura 11.1), dobrar a articulação falangeana do polegar e pressionar o ponto de acupuntura escolhido para baixo, inclinando internamente com a unha. Por exemplo, no caso do Meridiano do Vaso Governador VG26 (figura 11.2), ainda há casos que utilizam o polegar e o indicador, como no caso do Meridiano da Vesícula Biliar VB20 (figura11.3). Figura 11.1 Figura 11.2 Figura 11.3 Pré-requisitos da aplicação: o método da cunhagem pertence ao método pesado, obtendo nítido deqi, portanto é conhecido como acupuntura a dedo. Ao aplicar, não forçar repentinamente,
  • 12. sentindo um peso ou irradiação é suficiente. Após o aperto, massagear o local para aliviar a dor. Efeito: estimula a função cerebral, estabiliza psiquicamente, deixa transpirar, abaixando a febre. Conduz o meridiano e alivia a dor. No caso de síncope, é possível salvar pressionando o meridiano VG 26. 12- Método do cisalhamento Procedimento: apertar com o polegar, ou quatro dedos, numa área do membro, ritmicamente, deslocando continuamente (como se estivesse cortando algo com uma faca). Tanto o método do cisalhamento como o da cunhagem usam as unhas, mas diferem no seu uso. No caso do método do cisalhamento, pressionar com o dedo estendido, enquanto no método da cunhagem o dedo fica dobrado, inclinado para baixo. No método do cisalhamento, utiliza-se apenas o polegar (figura 12.1). Há casos que utilizamos quatro dedos: indicador, médio, anelar e mínimo (figura12.2). O método com quatro dedos é freqüentemente utilizado para a cabeça, mão e braços. Figura 12.1 Figura 12.2 Pré-requisitos da aplicação: ao aplicar o método do cisalhamento, observar o estado real para adotar o método distal ou local. Estes dois métodos de cisalhamento são freqüentemente utilizados para área com tumefação, se não for área com tumefação, não há necessidade de utilizar o método de cisalhamento. Quando for utilizado, aplica-se a força com firmeza, continuamente, sem perder o equilíbrio e sem variar a força. Efeito: o método de cisalhamento é um dos métodos de sedação. Destrói o tecido endurecido devido à concentração de sangue estagnado subcutâneo, desfazendo a fibra muscular endurecida, restaurando circulações energéticas e sangüínea local.O método de cisalhamento dissolve os nódulos, eliminando o sangue estagnado e melhorando a circulação sangüínea, recuperando a elasticidade do músculo, tendão e ligamento.
  • 13. 13- Método Pontual (Figura 13) Procedimento: Pressionar perpedincularmente os pontos de acupuntura escolhidos com polegar ou a ponta do dedo médio. Este método é o principal na massagem acupuntural. O método pontual pode ser aplicado em todo o corpo e em área grande e rica em músculo. Pode-se utilizar o cotovelo, porém não se utiliza o cotovelo quando se trata de massagem acupuntural estética. Figura 13 Pré-requisito de aplicação: como o método puntual é um tipo de método de sedação forte. Ao aplicar, deve-se escolher o ponto corretamente. Aplicar o método puntual conforme a constituição do paciente para conseguir o deqi. Ao aplicar o método, seguir o princípio de partir com força suave para pesada, de rasa para funda e, assim que se obtiver a energia, levantar o dedo devagar. Não pressionar ou tirar o dedo de repente, senão além de não conseguir o resultado esperado da massagem estética, provoca-se desconforto ou acaba-se contraindo efeitos desejados. Portanto, ao aplicar seja prudente e não agressivo. Efeito: o método puntual é o método de forte estimulação, harmoniza o meridiano, melhorando o fluxo de energia e tem efeito analgésico. Portanto, tem efeito de prevenção e terapia contra manchas faciais. 14- Método de Pinçamento (Figura 14) Procedimento: forçar a pinça com a barriga do polegar e a lateral do
  • 14. indicador dobrado, pinçar a pele e o músculo endurecido da área patológica ou ponto de acupuntura com força e repetir ritmicamente. Este método é freqüentemente adotado para o ponto VG14. Figura 14 Pré-requisito da aplicação: este método não deve demorar. Quando a pele local apresentar coloração vermelha ou roxa, está suficiente. Ao aplicar, não se pode torcer. E deve ser rápida para reduzir a sensação de dor. Efeito: este método é adotado para casos de sensação de peso e dor na articulação e músculo devido à energia perversa do vento e do frio, manifestando nas áreas escapular, cervical, lombar, dorsal, femoral, joelho entre outras. Expulsa a energia perversa do vento e do frio, excretando os resíduos do corpo, eliminando a energia perversa, liberando a superfície com a sudorese e relaxando o músculo para a dor. 15- Método de Trança (Figura 15) Procedimento: friccionar com força, deslocando repetidamente entre acima e abaixo da área escolhida com ambas as mãos ou dedos de ambas as mãos, como se estivesse trançando uma corda.
  • 15. Figura 15 Pré-requisito da aplicação: tanto com a palma da mão ou trabalhando com os dedos, manter a mesma força para ambas as mãos. Esta força tem que ser flexível e equilibrada. O movimento deve ser bem equilibrado, a velocidade da fricção rápida, a velocidade do deslocamento deve ser constante e seu efeito relaxante. Manifestando a sensação da dormência e aquecimento, é o suficiente. Efeito: controla o vento externo do fígado, relaxando o tendinomuscular, aliviando o fluxo K da energia do fígado, melhorando a harmonia entre energia e sangue e expulsando a energia perversa do vento frio. 16- Método da Percussão (Figura 16) Procedimento: fazer o vazio, dobrando os dedos de ambas as mãos no lado palmar e percutir a área escolhida ritmicamente e alternadamente. Pode-se percutir com as duas mãos ou com o dedo médio. Figura 16
  • 16. Pré-requisito da aplicação: como se trata de um método de estimulação pesada, é necessário adequar a força. Percutir ritmicamente, conforme constituição física do paciente, a fim de proporcionar conforto ao mesmo. Efeito: o método da percussão é aplicável ao ombro, área lombar e membros inferiores e superiores, e tem efeito para conduzir a energia, melhorando a circulação dos meridianos. Relaxa os músculos, surte efeito para aliviar a sensação de peso, inchaço e dormência. Este método é utilizado na nuca no fim da massagem. 17- Método de Percussão Procedimento: abrir naturalmente a palma da mão, encostar o lado do mínimo na pele e percutir leve e ritmicamente de cima para baixo alternadamente (Figura 17.1). Ainda há casos que percutem juntando ambas as mãos. É freqüentemente utilizado nas áreas dorsais e coxo- lombar (Figura 17.2). Figura 17 Pré-requisito de aplicação: ao aplicar o método da percussão, relaxar o punho com a força reflexiva nos dedos, proporcionando bem estar para o paciente. Pode-se variar a velocidade, mas adequando-a ao estado real do paciente. Efeito: quando se utiliza força ligeira constante relaxante, surte efeito para estabilidade psicológica, podendo aliviar a fadiga
  • 17. muscular, mas quando se aplica grande força rapidamente, terá efeito de excitar o nervo, aumentando a elasticidade muscular. 18- Método de Percussão Palmar (Figura 18) Procedimento: percutir leve ou pesado com a palma da mão, alternadamente entre acima e abaixo, de forma rítmica nas áreas escolhidas. A palma pode ser estendida ou com concavidade. Este método é muito utilizado nos ombros e dorsais no término da massagem. Figura 18 Pré-requisito da aplicação: não se deve concentrar força demasiada, tanto com a mão estendida como côncava. Ao percutir alternadamente, seguir certo ritmo, não trabalhar com a força do braço, mas sim do punho, e sua intensidade deve proporcionar bem- estar ao paciente. Efeito: quando percutida suavemente, proporciona melhor circulação sangüínea, analgesia e relaxamento muscular, inibindo a excitação nervosa. Quando a percussão é pesada, melhora a circulação sangüínea, conduzindo o meridiano e expulsando a energia perversa do vento frio. 19- Método da Picotagem (Figura 19) Procedimento: formar uma flor de ameixa com os cinco dedos da mão e percutir o dorso ou a cabeça perpendicularmente à área escolhida, como se estivesse pinçando. O principal movimento
  • 18. baseia-se no punho. É como se o passarinho estivesse caçando os bichinhos. Figura 19 Pré-requisito da Aplicação: o método de picotagem utiliza totalmente a força do punho, tocando na área com a ponta dos dedos ritmicamente. Não forçar demasiadamente. A força precisa ser bem distribuída, mantendo-se reflexiva nos dedos. Efeito: ao aplicar o método da picotagem suave e constante, controla a excitação nervosa, estabilizando psiquicamente, enquanto ao se aplicar pesado e rápido, proporciona excitação nervosa. 20- Método Vibracional (Figura 20) Procedimento: o terapeuta deve fletir ligeiramente o joelho, inclinar ligeiramente a região lombar, segura a mão do paciente e solicitar uma ligeira força para cima, fazendo vibração em forma de onda. Este método aplica-se mais ao membro superior, mas pode ser aplicado para o membro inferior também. Figura 20
  • 19. Pré-requisito de aplicação: segurar o punho do paciente com a força do punho do terapeuta e vibrar. Não puxar com força, emitir força mediana para cima. No momento da vibração, manter a continuidade, iniciando lentamente e ganhando velocidade, sem forçar para que o paciente não tenha dificuldade de acompanhar. Efeito: este método proporciona melhor movimento na articulação, alongando o tendinomuscular, relaxando o músculo e eliminando a fadiga. Deve ser efetuado depois dos outros, porque se aplicado desde o início pode lesar a área músculo-esquelética. 21- Método de Rotação (Figura 21) Procedimento: o terapeuta sustenta a articulação do paciente e chacoalha, girando para a esquerda e para a direita. Dependendo do local, o chacoalhar divide-se em ombro-cotovelo-braquial e quadril- joelho. Figura 21 No caso do braço, o paciente fica sentado, o terapeuta coloca a mão no ombro do paciente e com a outra mão segura a extremidade inferior do antebraço do paciente e gira para anteroposterior e esquerda - direita, girando como uma roda de tear.
  • 20. Figura 22 Pré-requisito de aplicação: a velocidade deve ser atenuada, iniciando pelo movimento de pequena amplitude e ir aumentando, sem ultrapassar o limite fisiológico. Efeito: melhora a motilidade osteotendineomuscular, principalmente nas articulações, fortalecendo a função fisiológica. Ativa a função do meridiano, harmonizando a energia e o sangue, relaxando os ligamentos e eliminando as estagnações. 22- Método do levantamento Procedimento: existem dois métodos, um é até o nível do ombro, e o outro para cima da cabeça. No nível do ombro, conforme a figura 22.1, o terapeuta segura os cinco dedos do paciente com o lado palmar para baixo e estende o membro superior, chacoalha algumas vezes e levanta o lado dorsal da mão com a força do punho. No outro método, conforme a figura 22.2, o terapeuta segura os cinco dedos do paciente com ambas as mãos, mantendo a palma estendida para cima, chacoalha ligeiramente, relaxa o ombro e o dorso do paciente e, finalmente, com um pouco de esforço, levanta a mão do paciente até o limite fisiológico. Pré-requisito de aplicação: no primeiro caso, utiliza-se a força do punho e, no segundo caso, mantém-se a palma da mão do paciente virada para cima. Caso contrário, a articulação escapular pode sofrer luxação, provocando lesão grave.
  • 21. Figura 22.1 Figura 22.2 Efeito: este método surte efeito terapêutico para lesão do membro superior, como contusão articular, recuperação de luxação e escapulo-dorsal. Para pessoas normais, proporciona uma melhor mobilidade e fortalecimento articular, porém deve-se tomar cuidado para efetuar depois outros métodos, senão pode-se provocar efeitos indesejados.