Moluscos de interesse agrícola

5,857 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
5,857
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
102
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Moluscos de interesse agrícola

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA – UFRADISCIPLINA: ZOOLOGIAPROFª: ANDRÉA BEZERRA RELAÇÃO DOS MOLUSCOS COM A AGRICULTURA Os animais do Filo Mollusca que apresentam importância agrícola pertencem a classeGastropoda, Subclasse Pulmonata, Ordem Styllomatophora, agrupando as lesmas ecaracóis. Estes animais são altamente prejudiciais, atuando como pragas em plantas de horta,pomares, jardins, como por exemplo a cultura do feijoeiro, cafeeiro, bananal, morangueiro,arroz, alfaces, couve e orquidáceas. O dano é realizado pela raspagem de folhas pela rádulana alimentação dos gastrópodes. Todavia algumas espécies podem servir como controladoras de pragas, como porexemplo o caracol rajado Oxystyla pulchella pertencente a Bulimulidae. que no nível dequarenta caracóis/planta realiza a limpeza completa da cochonilha dos citrosOnlieikipniclonga. em ramos e troncos e de dez caracóis/planta proporciona uma eficienteremoção em folhas e frutos. No Brasil as espécies Australorbis spp, Bradyboena similaris, Bulimulus spp.,Stenogyra spp., (Caracóis); Limax spp., Phyllocaulis spp., Stronpheicheilus oblongus,Sarasinula langsdorfii, , Sarasinula linguaeformis (lesmas) são as espécies que podematingir com maior frequência níveis de praga. Com a evolução do plantio direto, a abundância de palha na superfície e adoção deculturas com vegetação exuberante, como o nabo forrageiro, criou ambiente favorável aodesenvolvimento de moluscos nas lavouras. Em lavouras sob plantio comum, as condiçõesadversas de radiação solar, de baixa umidade do ar e de temperatura elevada limitam oaumento dos níveis populacionais destes moluscos, nas zonas de clima subtropical e tropical.Em 1998, no oeste de Santa Catarina, principalmente no município de Nova Itaberaba. alesma Sarasinula linguaeformis causou prejuízos severos a diversas culturas, comofeijoeiros, milho, batata inglesa e hortaliças. Esta lesma coloca em média 42 ovos (mínimode 9 e máximo de 77), a cópula ocorre pela manhã. Tem sido constatado, também, danos deBradybaena similaris. principalmente no município de São Carlos. Helix aspersa é uma espécie introduzida da Europa. A concha possui os seguintescaracteres: trinta a trinta e cinco milímetros de comprimento, vinte a vinte e cincomilímetros de largura, dezoito a vinte e quatro milímetros de altura. A concha éobliquamente globosa, os desenhos existentes nas superfície externa da concha constam dequatro unhas largas, e amareladas intercalando-se entre as mesmas de igual número delinhas pardacentas. O comprimento do adulto é de 60 a 65 milímetros. Bradybaena similaris. também é uma espécie exótica. Possui cor branco-amareladacom uma linha pardacenta percorrendo a concha na porção médio dorsal. A conchaapresenta um comprimento de dez a quinze milímetros; cinco a sete milímetros de largura eoito a dez milímetros de altura. O adulto apresenta um comprimento de vinte e cinco atrinta milímetros. 1
  2. 2. Achatina fulica, caracol gigante africano, é uma espécie conhecida pelo seu altopotencial invasor constando como uma das 100 piores espécies da Lista da União para aConservação da Natureza (UICN). Esta espécie tomou-se praga da agricultura em países declimas e ecossistemas diversos como índia, Austrália. Estados Unidos, Gana, Costa doMarfim, Japão, Indonésia e Malásia. A espécie foi introduzida numa feira agropecuária no Paraná na década de 80, paraser utilizado na alimentação humana como alternativa ao verdadeiro escargot, devido a suagrande massa corporal e alta taxa de reprodução. Esta espécie já está presente em todasas Regiões do país. O corpo é de tonalidade cinza-escuro e as conchas possuem faixas decoloração variável, de castanho até levemente arroxeada. Geralmente abriga-se durante odia e sai para se alimentar e reproduzir à noite ou durante e logo após períodos de chuvas.Possui elevado potencial biótico, fazendo várias posturas com cerca de 200 ovos cada emlocais protegidos de insolação, ficando os ovos enterrados a poucos centímetros deprofundidade. A coloração dos ovos é branco-leitosa ou amarelada. É considerada pragaagrícola em vários países onde foi introduzido, podendo se alimentar de aproximadamente500 espécies vegetais, incluindo as de importância econômica, como as hortaliças, árvoresfrutíferas e plantas ornamentais. A presença desse molusco em ambiente não nativo podeprovocar perda da diversidade biológica, ou seja, extinção de espécies nativas.Considerando os problemas ambientais que a espécie causou em outros países e podeocasionar no Brasil; a falta de dados sócio-conômicos e mercadológicos da achatinicultura;as implicações para a agricultura e a saúde pública e considerando que o escargotverdadeiro é legalizado para a criação comercial no Brasil, o IBAMA (2003) preconiza que acriação em cativeiro da espécie não seja efetuada. Sendo assim, a criação de A. fulica nãodeve ser estimulada, através de cursos ou quaisquer outras formas, e que as populaçõeslivres e em cativeiro desta espécie devam ser controladas e erradicadas. Além de lesmas e caracóis, algumas espécies de caramujos têm causado danosseveros ao cultivo de arroz pré-germinado, tanto no Rio Grande do Sul como em SantaCatarina. No Alto e Médio Vale de Itajaí (Santa Catarina), ocorrem as espécies Phisilla acuta(Physidae), Biomphalaria peregrina, Biomphalaria tenagophila (Planorbidae), sendo aprimeira a mais abundante. No Baixo Vale do Itajaí e Sul de Santa Catarina tem ocorrido à espécie Pomaceacaniculata (Ampullariidae). No Rio Grande do Sul foram registradas as espécies Pomaceacanaliculata, Physa marmorata, e B. Tenagophila, sendo que os principais danos sãoocasionados por Pomacea canaliculata. Além de pragas agrícolas, muitas lesmas e caracóis podem hospedar o nematóideAngyostrongylus costaricencis agente da angiostrongilíase abdominal (ou angiostrongiloseabdominal), doença grave com centenas de casos já reportados no Brasil. Tal doença podelevar a óbito por perfuração intestinal, peritonite e hemorragia abdominal, cujos sintomassão: dor abdominal, febre prolongada, anorexia e vômitos, exames físicos revelam a 2
  3. 3. presença de massa intra-abdominal que pode ser confundida com tumores ou abscessos,exames de laboratório acusam leucocitose e eosinofilia, ocorrem dificuldade depreenchimento e irritação intestinais, e lesões patológicas são encontradas no apêndice eintestino adjacente e em nódulos linfáticos. Os caramujos também podem atuar comotransmissores da esquistossomose. 3

×