Métodos contraceptivos

3,111 views
2,928 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
3,111
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
118
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Métodos contraceptivos

  1. 1. Mas tomei duche logo a Nem penses que o vou usar… Quero ter o máximo de prazer!!!! Mas não chegou a ocorrer
  2. 2. Um pouco de História … acho que vão ficar surpreendidos!!! ♂ Parece que foi num papiro egípcio que surgiu, pela primeira vez, uma receita contraceptiva: Uma mistura à base de excrementos de crocodilo que as mulheres deviam colocar no fundo da vagina antes de qualquer relação sexual!!! ♀ Não se riam meninos… É que os primeiros preservativos eram feitos de tripas de animais! (intestinos de cabras ou carneiros) ♀ Por vezes eram usados vários tipos de produtos que se acreditavam ter a capacidade de destruir os espermatozóides … Vinagre Ácido cítrico (existente no sumo de frutos como o limão, limas, etc) Pós Tudo colocado no fundo da vagina !!! ♂ No início do séc. XX a contracepção era um assunto tabu nos Estados Unidos e Europa! ♀ Em 1920 foi votada uma lei em França que proibia todo o tipo de publicidade a favor da contracepção… Ufff… finalmente esse tempo passou…
  3. 3. Mas afinal o que são os Métodos Contraceptivos ? …também designados por Métodos Anticoncepcionais… São processos que permitem evitar uma gravidez não desejada (controlam a natalidade) Que métodos existem? Quais os mais eficazes? Que vantagens e inconvenientes apresentam? Servirão apenas como meio de evitar a gravidez ou poderão ter outras funções?
  4. 4. Métodos Contraceptivos Naturais Baseiam-se no cálculo do Período Fértil da mulher e, durante esse período, evitam-se as relações sexuais (Abstinência) Não Naturais Permitem a actividade sexual mas impedem a fecundação ou a nidação do embrião Método do Calendário ou Rítmico Método da Temperatura Método do Muco Cervical ou Billing Através da colocação de dispositivos Através da aplicação de produtos químicos Métodos Mecânicos Métodos Químicos Preservativos (masculinos e femininos) Diafragma Dispositivo Intra-uterino Espermicidas Pílula Anel Vaginal Pílula do dia seguinte
  5. 5. Métodos Contraceptivos Naturais Há que determinar o PERÍODO FÉRTIL da mulher e evitar relações sexuais durante essa altura Dias do ciclo sexual feminino em que é possível ocorrer a Fecundação !!! Se houver relações sexuais poucos dias antes ou depois da ovulação, o ovócito II pode encontrar o espermatozóide durante o seu percurso para as Trompas Assim, para determinar o período fértil, há que ter em conta vários aspectos. Entre eles:  Quando ocorre a ovulação;  O tempo de vida dos espermatozóides dentro do sistema reprodutor feminino (3 dias, aproximadamente)  O período de tempo em que o ovócito II permanece nas trompas de Falópio e é susceptível de ser fecundado É possível determinar o período fértil através do método do calendário, da temperatura ou do muco cervical
  6. 6. Baseia-se na contagem dos dias a partir da primeira menstruação (início do ciclo sexual feminino) 1º dia da menstruação 1º dia da menstruação seguinte 1º dia 28º dia14º dia OVULAÇÃO (provável) Período fértil Exemplo mais concreto 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 Início da menstruação Ovulação PERÍODO FÉRTIL Agora há que evitar ter relações sexuais durante estes dias !!! Parece tão simples…só é necessário ter um calendário “à mão”…  O ciclo sexual raramente é constante!!! (Sistema Nervoso, mudanças de clima e doenças podem desregulá-lo!)  Para se fazer estes cálculos acerca do período fértil é necessário “estudar” o ciclo sexual pelo menos durante 2 anos
  7. 7. Baseia-se no estudo da temperatura – o dia da ovulação é determinado por uma descida nos valores de temperatura seguida de uma subida E prevendo o dia da ovulação pode determinar-se o período fértil e, mais uma vez, evitar relações sexuais durante esse período de tempo… Parece tão simples…só é necessário ter um termómetro “à mão”…  É muito moroso e incómodo pois exige a verificação diária da temperatura e seu registo – a temperatura deve ser medida no ânus ou na vagina, de manhã, em repouso, em jejum e sempre à mesma hora e com o mesmo termómetro.  Em caso de gripe ou outra qualquer doença que provoque estados febris, este método torna-se completamente inútil!
  8. 8. Baseia-se na observação do muco segregado pelo colo do útero (substância gelatinosa) e que sai pela vagina. Este muda de aspecto durante o ciclo sexual feminino Após a menstruação há um período de secura (inexistência de muco). Segue-se um período de aparecimento de muco viscoso e, a coincidir com a ovulação, um muco mais fluido semelhante a clara de ovo. Vem depois um novo período de secura O muco cervical torna-se fluido na altura da ovulação para facilitar o movimento dos espermatozóides !!!  Este método exige muita prática para que ocorra um correcto reconhecimento do aspecto do muco  Inflamações do colo do útero podem alterar o aspecto do muco e provocar interpretações erradas …
  9. 9. Todos estes métodos são naturais: tentam prever o Período Fértil Apesar de nenhum deles envolver grandes custos apresentam muitas desvantagens… ● São muito falíveis, especialmente em mulheres jovens pois os seus ciclos menstruais ainda se estão a regularizar logo é difícil prever a ovulação ● Implicam abstinência sexual ● Só são aconselhados em casais fiéis, com uma vida sexual estável, pois NÃO PROTEGEM DAS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS Assim, é importante tentar usar outros métodos contraceptivos que sejam mais seguros e fiáveis… Métodos Não Naturais Mecânicos Químicos ● Há espermatozóides que podem permanecer viáveis durante 6 dias e ovócitos durante 2 ou 3. ● Podem ocorrer ovulações espontâneas
  10. 10. Métodos Contraceptivos Não Naturais: Mecânicos Implicam a colocação de dispositivos que impeçam a fecundação ou implantação do embrião no útero 1 – Preservativos: Masculinos e Femininos 2 – Diafragma 3 – Dispositivo Intra-Uterino (DIU)
  11. 11. Invólucros membranosos de borracha natural, descartáveis, que se ajustam ao pénis quando este se encontra no máximo de erecção. O esperma fica retido no seu interior e não na vagina, não havendo contacto com as mucosas da parceira - Masculinos - Previnem as doenças sexualmente transmissíveis !!!
  12. 12. Para o uso do preservativo ser altamente eficaz devem seguir-se algumas regras … 1 - Guardar os preservativos num local fresco e seco e usá-los dentro do prazo de validade; 2 – Não usar um preservativo que já tenha sido utilizado anteriormente; 3 – Abrir a embalagem com cuidado para não rasgar o preservativo com as unhas ou dentes 4 – Não desenrolar o preservativo antes de o colocar no pénis; 5 – Não empregar nunca vaselina ou outros lubrificantes que não sejam à base de água pois danificam o preservativo. Colocar na glande, antes da penetração, com o pénis em erecção – há que, antes de o desenrolar sobre todo o pénis, premir a ponta do preservativo para retirar o ar Logo depois da ejaculação, segurar a base do preservativo (para que não fique retido na vagina), retirá-lo com o pénis ainda em erecção e dar um nó na parte aberta. Deitar no lixo
  13. 13. São feitos de um material fino resistente e pré-lubrificado – também previnem as doenças sexualmente transmissíveis. São colocados na vagina, antes do coito, e também devem ser seguidas algumas regras … 1 – Abrir a embalagem com cuidado e segurar o anel interno 2 e 3 – Introduzir esse anel na vagina e empurrar, com o dedo, até sentir o colo do útero 4 e 5 – Após o coito retirar com cuidado o preservativo para que o esperma não saia Cada preservativo só deve ser usado uma vez…
  14. 14. O uso correcto do preservativo proporciona inúmeras vantagens:  Obtêm-se facilmente (venda livre) e o seu preço é acessível;  Protege os parceiros sexuais do risco de doenças sexualmente transmissíveis (não há contacto directo entre os parceiros sexuais);  É um método de emprego simples e sem efeitos colaterais;  A sua utilização não implica exame médico prévio; O preservativo permite a participação de ambos os parceiros numa contracepção sem riscos para a saúde !!!
  15. 15. Usar sempre preservativos de boa qualidade !!! Os preservativos de boa qualidade são impermeáveis à água … As moléculas de água são mais pequenas que alguns microorganismos … … logo são também impermeáveis aos microorganismos que provocam as doenças sexualmente transmissíveis e ao esperma !    O pénis deve ser retirado da vagina imediatamente após o acto sexual pois, de outra forma, o preservativo pode aderir às paredes daquele órgão feminino e possibilitar o contacto com o esperma !!!!
  16. 16. Há quem pense que a utilização do preservativo épouco romântica, aborrecida , Incómoda … e …que retira parte do PRAZE R do momento !!! Os fabricantes têm à disposição do consumidor, “camisinhas” para todos os gostos … De vários tamanhos De várias cores E até de vários sabores e feitios!!! Com sabor a laranja, morango ou chocolate; azuis, vermelhos, pretos ou fluorescentes; até com relevos para aumentar o prazer sexual …
  17. 17. Os preservativos funcionam como uma barreira – impedem que os espermatozóides entrem na vagina … Há outros métodos não naturais mecânicos que impedem que os espermatozóides atinjam o ovócito II, mesmo após aqueles já estarem no interior da vagina !!!
  18. 18. O Diafragma é um dispositivo de borracha flexível, em forma de taça, que se coloca sobre o colo uterino, no fundo da vagina Desta foram os espermatozóides não conseguem passar para o útero e, assim, não atingem o ovócito II Muitas vezes são ainda aplicados espermicidas no diafragma (matam os espermatozóides), de modo a garantir uma maior segurança
  19. 19. A eficácia do diafragma depende da sua colocação correcta e da sua dimensão - dependendo da mulher em causa, as dimensões do diafragma têm de ser ajustadas O diafragma pode ter diâmetros que vão desde os 7 até aos 10,5 cm Mas …  A utilização do diafragma implica uma consulta médica para que seja determinada a sua dimensão, bem como o ensino da sua correcta colocação  NÃO PROTEGE CONTRAS AS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS ! (há contacto directo entre os parceiros sexuais) ● O diafragma pode ser usado várias vezes – não deve é permanecer na vagina mais de 24 horas pois aumenta o risco de infecções. ● Deve ser retirado cerca de 8 horas após a relação, lavado e seco. Cuidados a ter:
  20. 20. Pequeno objecto de plástico, com 3 a 4 cm e 200 a 300 g de peso, que é colocado, por um médico especialista, no útero, do qual sai apenas um fio com poucos centímetros O preservativo … Impede que os espermatozóides se depositem na vagina O diafragma … Impede a fecundação … O DIU constitui uma barreira que IMPEDE A NIDAÇÃO (fixação do embrião ao útero) Depois de colocado, o diafragma pode ficar no corpo da mulher durante 2 a 4 anos mas… Algumas mulheres não o toleram: dores abdominais, hemorragias, infecções graves (algumas conduzem até à esterilidade) – não aconselhável a jovens  Continua a não proteger das doenças sexualmente transmissíveis
  21. 21. Método Contraceptivo Natural Métodos Contraceptivos Não Naturais Métodos Contraceptivos Não Naturais Químicos Mecânicos Impedem a fecundação ou nidação do embrião através do uso de produtos químicos Espermicidas Pílulas Anel Vaginal
  22. 22. Substâncias químicas (cremes, geleias ou espumas) que imobilizam ou destroem os espermatozóides São introduzidos, com um aplicador, nas vias genitais femininas antes do acto sexual mas, usados isoladamente, são pouco eficazes … Assim, os espermicidas são, muitas vezes, usados em combinação com outros contraceptivos: preservativos e diafragma Os espermicidas podem prevenir algumas doenças sexualmente transmissíveis pois contém agentes bactericidas Mas não previnem todas …
  23. 23. A pílula é um contraceptivo oral, em comprimidos, composto por hormonas sintéticas semelhantes às ováricas. A - O que é a pílula? B – De que forma actua? A pílula modifica o equilíbrio hormonal normal que regula o ciclo ovárico e uterino; concretamente pode actuar a três níveis…  Impede a ovulação (pois inibe a produção de hormonas hipofisárias)  Impossibilita a preparação do útero para a implantação do embrião  Modifica a secreção vaginal tornado-a imprópria aos espermatozóides C– É realmente eficaz? A pílula, se tomada correctamente, tem uma eficácia contra a gravidez indesejada de quase 100 % … é até o contraceptivo mais usado pelas mulheres em todo o MUNDO!!!
  24. 24. Não te preocupes amor, estou a tomar a pílula … Umhh… vai ser uma longa noite … O tomar a pílula, muitas vezes, desresponsabiliza o casal pois é um método seguro contra uma gravidez indesejada… Mas há algo, tão ou mais importante que uma gravidez, que a pílula NÃO pode prevenir …Irá ocorrer contacto directo no acto sexual …
  25. 25. A PÍLULA previne uma gravidez indesejada - É UM EXCELENTE CONTRACEPTIVO - mas acarreta alguns inconvenientes:  Não protege os intervenientes do acto sexual das doenças sexualmente transmissíveis Talvez seja melhor usar também o PRESERVATIVO! Não quero ficar infectado! A mulher deve ser observada pelo médico antes de iniciar o uso da pílula porque ela pode ser-lhe prejudicial  A associação pílula – tabaco aumenta o risco de doenças cardio-vasculares  Tem de ser tomada regularmente e, como tal, pode provocar alguns efeitos secundários (aumento ou perda de peso, náuseas, dores de cabeça, nervosismo, pequenas hemorragias menstruais, cãibras, etc)  Pode sofrer redução de eficácia por acção de outros medicamentos aumentando o risco de gravidez indesejada
  26. 26. E se ocorrer uma relação sexual não protegida…? Haverá ainda algo a fazer que impeça uma gravidez? A contracepção de emergência é um conjunto de métodos contraceptivos que podem ser usados depois de uma relação sexual não protegida para prevenir uma possível gravidez O método mais conhecido e utilizado é o hormonal: a pílula contraceptiva de emergência, também conhecida por Pílula do Dia Seguinte (“comprimidos”) E haverá algo a fazer que impeça a transmissão de doenças ? Já ocorreu contacto sexual ! Método Contraceptivo Não natural químico
  27. 27. A – Quando deve ser usada? Quando não se usou qualquer método contraceptivo; Quando houve falha ou erro na utilização de um método contraceptivo (preservativo rompeu-se ou ficou retido na vagina; erro no cálculo do período fértil, esquecimento da toma da pílula, etc) Em casos de relações sexuais forçadas (Ex: violação) B – De que forma actua? Os espermatozóides já estão no interior do Sistema Reprodutor Feminino logo esta pílula terá de: Impedir a ovulação e assim evitar a fecundação se esta já tiver ocorrido Impedir a implantação do embrião ao útero (nidação) se esta já tiver ocorrido a Contracepção de Emergência é TOTALMENTE ineficaz !!! A pílula do dia seguinte deve ser tomada quanto antes (no máximo 72 horas após a relação sexual); nestas condições é bastante eficaz!
  28. 28. A pílula do dia seguinte poderá ser uma boa “solução”:  Não tem de ser tomada regularmente como a outra pílula  Pode ser adquirida sem receita médica A dose hormonal destas pílulas é muito maior que a de uma pílula normal …  pode provocar náuseas e vómitos  se tomada frequentemente pode provocar alterações graves no ciclo sexual feminino !!! Nunca deve ser usada mais que uma vez no mesmo ciclo menstrual. Não protege contra as doenças sexualmente transmissíveis Este método contraceptivo deve ser usado apenas em último recurso !!!
  29. 29. É um anel suave e flexível, com cerca de 5 cm de comprimento, que se coloca na vagina uma vez em cada mês É libertada de forma regular e controlada uma baixa dose de hormonas que impedem a estimulação dos ovários (essa libertação é activada pela temperatura corporal) Como actua o anel vaginal? Trata-se de um método contraceptivo não natural químico ! • É um método relativamente recente • É eficaz (risco de gravidez entre 0,2 a 0,4 %) • Deve ser prescrito por um médico
  30. 30. Mas existem ainda outros métodos contraceptivos… Consiste em retirar o pénis do interior da vagina antes da ejaculação (método difundido desde meados do século XVII)  Não protege contras as doenças sexualmente transmissíveis;  Exige um grande controle e experiência por parte do homem;  Antes da ejaculação em si, existem já, nas vias genitais masculinas, espermatozóides. Método MUITO pouco eficaz na prevenção de uma gravidez !!! (Taxa de insucesso acima dos 40%)
  31. 31. Não, não é a esponja do banho … Uma esponja, feita de material sintético, é embebida com espermicida e aplicada sobre o colo uterino Actua como uma barreira e, simultaneamente, destrói os espermatozóides
  32. 32. Por mais seguro que seja o Método Contraceptivo, há sempre um risco, por pequeno que seja, de gravidez. A forma de a evitar a 100 % é proceder a uma ESTERILIZAÇÃO ♀♂ Vasectomia Laqueação das Trompas Bloqueio dos canais deferentes impede a passagem dos espermatozóides que, neste caso, não farão parte da constituição do esperma Bloqueio das Trompas de Falópio impede o encontro dos gâmetas Implica uma intervenção cirúrgica É um método irreversível As hormonas continuam a produzir-se logo a função sexual não é alterada … Porquê ??? As gónadas não foram afectadas !!! Será aconselhável a jovens casais sem filhos?
  33. 33. DIU Preservativo Pílula Quais serão os métodos mais eficazes e aconselhados?
  34. 34. Não há método contraceptivo ideal – há que adequar o método às necessidades e à situação de cada casal; Para aumentar a eficácia podem combinar-se vários métodos contraceptivos; Nos Centros de Saúde há consultas médicas de Planeamento Familiar onde são fornecidos conselhos sobre a escolha do melhor método ou, inclusivé, conselhos a casais que estão com dificuldades em ter filhos ! FUNDAMENTAL !
  35. 35. Está a ser desenvolvido um novo método contraceptivo que, a ser usado pelos Homens, é 100% eficaz !!! BREVEMENTE EM PORTUGAL
  36. 36. De todos os métodos contraceptivos que existem actualmente, o único que, para além da gravidez, previne contra as doenças sexualmente transmissíveis é o Preservativo!!! Impede o contacto sexual directo  Muitos homens julgam que a contracepção e prevenção das DST são questões exclusivas da mulher … Numa relação a dois a RESPONSABILIDADE é também a dois !
  37. 37. O aborto NUNCA pode ser encarado como um método contraceptivo!!! O aborto é uma experiência traumatizante e dolorosa para a mulher ! O aborto, quando realizado por pessoal não qualificado, expõe a mulher a riscos de infecção e hemorragias graves ! Pode ser mortal … ou causar esterilidade … 4 milhões de abortos praticados por ano no mundo … No nosso país a prática do aborto, salvo raras excepções, é ilegal ! 1 milhão entre adolescentes … 20 % morre em consequência do aborto … Estou grávida ! Simples…faz um ABORTO. • O útero materno é “aspirado” – o feto é sugado; • O útero é “raspado” – enorme hemorragia; • Injecção – o feto é expelido já morto … Há varias formas de provocar um aborto:
  38. 38. … A gravidez não é o único problema que pode decorrer de uma relação sexual desprotegida …

×