II SILELNovembro, 2009UFU      A produção textual e a      metáfora gramatical      no contexto escolar           Lúcia Pa...
SumárioApresentação do projetoObjetivos da pesquisaMetáfora gramaticalContexto de pesquisaAnálise dos dadosConclusões prel...
O ProjetoGrupo de Pesquisa CNPQLinguística sistêmico-funcional, linguística            sistêmico-de corpus e análise do di...
Objetivos do projeto: Analisar traços linguísticos que caracterizam a metáfora gramatical e calcular as frequências de uso...
Motivação:Fronteira entre o ensino fundamental e o ensino médiocaracterizada pelo desenvolvimento e domínio da metáforagra...
Hipóteses da pesquisa:Um dos problemas para a construção de textos poralunos do Ensino Médio pode ser a falta de domínioda...
Metáfora GramaticalRealização gramatical de significados: forma maiscongruente (mais esperada) ou forma mais metafórica (m...
Metáfora Gramatical   “Essa transferência gradativa de renda da maioriada população para uma minoria rica deu-se em       ...
Transformações gramaticais:                                                            Semântica           Qualidade      ...
Estudo piloto:Objetivos:Testar instrumentos para coleta de dadosem escolas da rede estadual (RJ)    Questionário social   ...
QuestionárioObjetivo:    Perfil social dos alunos    Informações sobre hábitos de leitura e escritaElaboração:    Conteúdo...
Participantes da Pesquisa119 alunos48 Zona Norte71 Zona Oeste54 Rapazes65 Moças22 Trabalham
Hábitos de leitura dos    participantes
Hábitos de leitura dosfamiliares dos participantes
Hábitos de escrita dos            participantes   63%: diz ter facilidade para escrever.   37%: diz não ter facilidade par...
Frequência de aulas de     produção textualProdução    1º ano   2º ano   3° anoTextualSemanal      39%     50%      52%Qui...
Frequência de aulas de         produção textual17 alunos da Escola B (Zona Oeste,RJ)não responderam à questão (1,4%):     ...
Proposta da redaçãoObjetivo:• Produção de texto argumentativo• Texto que pudesse ser proposto nas escolasEscolha do tema:•...
Proposta de RedaçãoEscreva um texto argumentativo, com cerca de 25 linhas, em quevocê apresente o seu ponto de vista sobre...
Corpus de análise:Escola Zona Oeste (RJ)39 textos recolhidos; • 22 redações do 1º ano do Ensino   Médio • 17 redações do 3...
Procedimentos para       análise das redações:• Digitação, mantendo formatação e desvios da norma;• Processamento automáti...
Resultados geraisIncompreensão do comando.Pouco aproveitamento da figura (apenas apichação), embora os alunos tenham feito...
→ O Rio é a cidade mais feliz do mundo. “Sim é feliz por assediar as olímpiadas 2016 “neste aspectos”. “Sim. O rio é uma c...
Resultados geraisEscrita oralizada: problemas de pontuação, ortografia         oralizada:fonética, períodos longos justapo...
Ortografia (1a série)Falta ou acréscimo de cedilha: buraços, criancas                      cedilha:‘H’ mudo: eransa, abta ...
Grafia de [s] : prisisam, conssegue, sidade, ceja,                                             ceja,Grafia de [z]: paissag...
Médias de frequência de nominalizações:1º ano: 22 redações / 3.738 palavras3º ano: 17 redações / 2.776 palavras         çã...
Comparação de médias de frequência: Sufixos         ção (ões)    mento(s)       cia(s) ssão(ões) dor(ores) Artigos Científ...
Nominalizações:        Uso nas redações• Sufixo mais frequente: ção (ões):    Tendência semelhante em outros gêneros, poré...
Influência do tema:Redações do 1° ano: ........cia(s) = 9 ocorrências            1°                    violência(s) = 5 oc...
Influência do Tema:Redações do 3° ano: ........cia(s) = 16 ocorrências            3°                    violência(s) = 12 ...
Nominalizações:Problemas• Identificação: através de formas corretas e incorretas?     Ex: “condissões”; “atiramento”• Grau...
Discussão: Questionário: Questionário: • Aparente transposição dos hábitos de escrita,   revelados pelo questionário, para...
Discussão: Redações• Dificuldade para seguir as instruções  dadas para a elaboração da tarefa.• Deficiências na escrita qu...
Trabalhos futurosContinuação da coleta e composição docorpus;Etiquetagem e análise dasnominalizações;Comparação entre grup...
ReferênciasBIBER, D. Variation Across Speech and Writing. Cambridge: Cambridge University Press, 1988.                    ...
luciapo@puc-    luciapo@puc-rio.brmagdabahia@globo.com
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

A produção textual e a metáfora gramatical no contexto escolar]

942 views
832 views

Published on

Apresentação realizada no II SILEL - UFU,
Novembro, 2009.

Published in: Education, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
942
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A produção textual e a metáfora gramatical no contexto escolar]

  1. 1. II SILELNovembro, 2009UFU A produção textual e a metáfora gramatical no contexto escolar Lúcia Pacheco de Oliveira (PUC-Rio) (PUC- Magda Bahia Schlee(UERJ)
  2. 2. SumárioApresentação do projetoObjetivos da pesquisaMetáfora gramaticalContexto de pesquisaAnálise dos dadosConclusões preliminares
  3. 3. O ProjetoGrupo de Pesquisa CNPQLinguística sistêmico-funcional, linguística sistêmico-de corpus e análise do discurso (PUC- (PUC-Rio, 2006). Edital Humanidades : Escrita e inclusão social: análise de corpus e a metáfora gramatical no ensino médio(FAPERJ : Processo 112.269/2008)
  4. 4. Objetivos do projeto: Analisar traços linguísticos que caracterizam a metáfora gramatical e calcular as frequências de uso de processos verbais e nominalizações. nominalizações.(Simon-(Simon-Vandenbergen et al, 2003; Biber, 1988) 2003; 1988)Delinear um panorama do uso da metáfora gramaticalpor alunos do Ensino Médio da rede pública e particulardo Rio de Janeiro e caracterizar a escrita desses alunos(aprox.(aprox. 500 redações em seis escolas). escolas).Sugerir metodologias baseadas em corpus que facilitemo ensino-aprendizagem da leitura e da produção ensino-textual em língua materna. materna.
  5. 5. Motivação:Fronteira entre o ensino fundamental e o ensino médiocaracterizada pelo desenvolvimento e domínio da metáforagramatical:gramatical: ‘rito de passagem’ (Christie, 2006). 2006)Vários gêneros do contexto escolar caracterizam-se por caracterizam-serem textos mais metafóricos ( Martin, 1993). 1993)Estudo da metáfora gramatical em gêneros do discursoacadêmico em português, através do uso denominalizações:nominalizações: Artigos acadêmicos de nutrição e linguística (Valério, Brito e Oliveira, 2007; Oliveira, 2006); 2007; 2006) Introduções e conclusões de teses e dissertações (Valério e Oliveira, 2007); 2007) Teses e dissertações de literatura e lingüística (Oliveira e Valério, 2009); 2009) Redações de ensino médio (Castro, 2009). 2009)
  6. 6. Hipóteses da pesquisa:Um dos problemas para a construção de textos poralunos do Ensino Médio pode ser a falta de domínioda metáfora gramatical. (Martin, 1993; Christie, 2006; Oliveira, 2006)A dificuldade de produzir / entender textos emdiferentes disciplinas pode estar associada à falta dedomínio da metáfora gramatical, ou seja,construções que resultem de transformações deidéias mais concretas em mais abstratas, i.e,nominalizações em lugar de processos verbais. (Halliday, 1994; Heyvaert, 2003).
  7. 7. Metáfora GramaticalRealização gramatical de significados: forma maiscongruente (mais esperada) ou forma mais metafórica (menos óbvia);Metáfora gramatical: ideacional ou interpessoal.Relacionada à maneira como diferentes significados podemser expressos: variação na expressão de um determinadosignificado.Relaciona-Relaciona-se a transformações tanto lexicais comogramaticais estando assim centrada em transformaçõesléxico-léxico-gramaticais, que implicam, dentre outros aspectos,na transformação de idéias mais concretas em maisabstratas, através do uso de nominalizações em lugar deprocessos verbais.
  8. 8. Metáfora Gramatical “Essa transferência gradativa de renda da maioriada população para uma minoria rica deu-se em deu-especial com as altas taxas de inflação sempresuperiores aos aumentos salariais.” salariais.” (Livro didático de Geografia)“Desempacotando” a metáfora gramatical:A renda da maioria da população transferiu-se para a transferiu-minoria rica o que aconteceu aos poucos por causadas altas taxas de inflação que sempre aumentarammais dos que os salários.
  9. 9. Transformações gramaticais: Semântica Qualidade do Discurso Relação Adjetivo LógicaParticipante Léxico- Gramática SubstantivProcesso o Verbo Conjunção Fonologia/ Grafologia Adaptado de Martin, 1993
  10. 10. Estudo piloto:Objetivos:Testar instrumentos para coleta de dadosem escolas da rede estadual (RJ) Questionário social Proposta de RedaçãoTestar metodologia para análise Análise quantitativa com ferramentas computacionaisApresentar resultados preliminares
  11. 11. QuestionárioObjetivo: Perfil social dos alunos Informações sobre hábitos de leitura e escritaElaboração: Conteúdo Instruções Tamanho AcessibilidadeLimitações: Interpretação Credibilidade Questionário
  12. 12. Participantes da Pesquisa119 alunos48 Zona Norte71 Zona Oeste54 Rapazes65 Moças22 Trabalham
  13. 13. Hábitos de leitura dos participantes
  14. 14. Hábitos de leitura dosfamiliares dos participantes
  15. 15. Hábitos de escrita dos participantes 63%: diz ter facilidade para escrever. 37%: diz não ter facilidade para escrever.Que tiposde textoescrevem?
  16. 16. Frequência de aulas de produção textualProdução 1º ano 2º ano 3° anoTextualSemanal 39% 50% 52%Quinzenal 35% 25% 15%Mensal 26% 25% 33%
  17. 17. Frequência de aulas de produção textual17 alunos da Escola B (Zona Oeste,RJ)não responderam à questão (1,4%): 10: 1ª. série 5: 2ª. série 2: 3ª. série
  18. 18. Proposta da redaçãoObjetivo:• Produção de texto argumentativo• Texto que pudesse ser proposto nas escolasEscolha do tema:• Adequado a todos os participantes (escola pública e particular)• Adequado à idade dos alunos• Relacionado à vida dos alunosFormatação:• Ilustração: gravura• Texto : manchetes de jornal Redação
  19. 19. Proposta de RedaçãoEscreva um texto argumentativo, com cerca de 25 linhas, em quevocê apresente o seu ponto de vista sobre a qualidade de vida nacidade do Rio de Janeiro. A figura e as manchetes abaixo sugeremalguns aspectos que podem ser abordados. Rio: a cidade mais feliz do mundo, segundo pesquisa internacional. Rio vai enfrentar enorme desafio para receber olimpíadas 2016. Vandalismo destrói história do rio e custa caro aos cofres da cidade. Operação choque de ordemInterchange. CUP, 2005 atua no centro do Rio.
  20. 20. Corpus de análise:Escola Zona Oeste (RJ)39 textos recolhidos; • 22 redações do 1º ano do Ensino Médio • 17 redações do 3º ano do Ensino Médio
  21. 21. Procedimentos para análise das redações:• Digitação, mantendo formatação e desvios da norma;• Processamento automático pela ferramenta Unitex (Paumier, 2000) léxico, frequência e termos desconhecidos (no caso, erros);• Busca por concordâncias: Seleção de sufixos formadores de nominalizações; Identificação e frequência das nominalizações; Cálculo de médias de uso em cada série.• Processamento automático pelo analisador sintático PALAVRAS (BICK, 2000) e pelo programa de avaliação de inteligibilidade de Córpus – AIC – (MAZIERO, E.G. et al. 2008)
  22. 22. Resultados geraisIncompreensão do comando.Pouco aproveitamento da figura (apenas apichação), embora os alunos tenham feitotextos de opinião e tenham se posicionadosobre as manchetes.Alguns textos no gênero pergunta/resposta,dialogando com as manchetes.
  23. 23. → O Rio é a cidade mais feliz do mundo. “Sim é feliz por assediar as olímpiadas 2016 “neste aspectos”. “Sim. O rio é uma cidade cheia de maravilha ao redor do mundo”.→ O Rio vai enfrentar desafio para receber olimpíadas. “Sim desafios que não serão totalmente realizados esses 7 anos vai ser enrolados por prefeitos e governantes até acabarem o mandato”. “Sim desafios inesquecivel que vai ficar na memória”.
  24. 24. Resultados geraisEscrita oralizada: problemas de pontuação, ortografia oralizada:fonética, períodos longos justapostos, mais coordenação,uso de clichês, envolvimento (uso de adjetivos avaliativos)...Textos : 1º ANOCEC1_22 Se todos nós nos concientizarmos podemos fazer um Rio melhorpor que ninguém gosta de ajudar a contruir mas quer ver construido,digo isso por mim que não gostava de ver as ruas cheias de lixo masjogava o lixo no chão, estava errada, cada um de nós podemos fazer errada,a diferença, e podemos fazer do Rio uma cidade exemplar. diferença,Ex: CEC1_1 A qualidade de vida na cidade do Rio de Janeiro é simplimentedeferente de cada pessoa que se abta nela pois sabemos que existeda classe A a C pois é deferente existem ricos e os pobres
  25. 25. Ortografia (1a série)Falta ou acréscimo de cedilha: buraços, criancas cedilha:‘H’ mudo: eransa, abta (habita), ospitais, orrivelAcentuação/til:Acentuação/til:• miseria, sálarios• facíl, facil• nao, estao• olímpiadas, olimpiadas, onibús, onibus,• Trêns, so, ja, á• colápso, imágens• poluida, paises• tambem, maracãna
  26. 26. Grafia de [s] : prisisam, conssegue, sidade, ceja, ceja,Grafia de [z]: paissagem, visinho, vandalizmoGrafia de [ ]: flexas, chingando, enchergamGrafia de ditongo: estam, alge, beotrano, houjeGrafia de [i]: prisisam, enverte(investe), enprenção, dereitaGrafia de [u]: puriso, podesseGrafia de nasal: brimcadeiras, enfretar, intensGrafia de [l] e [r] (var./ultracorr.) : probremas, ploblemasGrafia de [lh]: escolido, filinhoJunção de palavras: concerteza, inves, enves, purisoGrafia de variantes orais: vinhece, podeno, dersite(desiste)Acréscimos, perda, troca : martando, estrustos, porde
  27. 27. Médias de frequência de nominalizações:1º ano: 22 redações / 3.738 palavras3º ano: 17 redações / 2.776 palavras ção ções mento mentos cia cias ssão ssões dor dores Suf. Ano 1º 1,44 0,42 0,64 0,05 0,47 0,11 --- --- --- 0,15 3º 2,16 0,50 0,50 0,21 0,21 0,93 0,06 --- --- 0,13 *Frequências normatizadas em 200 palavras
  28. 28. Comparação de médias de frequência: Sufixos ção (ões) mento(s) cia(s) ssão(ões) dor(ores) Artigos Científicos* 7,60 2,22 1,65 0,35 0,42 Redações 1ºano EM 1,86 0,69 0,58 ---- 0,15 Redações 3ºano EM 2,66 0,71 1,14 0,06 0,13 *12 artigos científicos (nutrição e linguistica)/amostras de 1000 palavras Frequências normatizadas em 200 palavras
  29. 29. Nominalizações: Uso nas redações• Sufixo mais frequente: ção (ões): Tendência semelhante em outros gêneros, porém com uso mais reduzido: • Ex: artigos acadêmicos, teses, dissertações;• Aumento de frequência do 1º para o 3º ano: • Sufixos específicos: ção/ções; cia/cias• Influência do tema nas escolhas lexicais: • Sufixo: cia/cias
  30. 30. Influência do tema:Redações do 1° ano: ........cia(s) = 9 ocorrências 1° violência(s) = 5 ocorrências (55%)... filhos possam ter uma vida melhor, sem [[violencia]].Prefeito quer ajuda da iniciativa pri ......... s dificuldades de segurança pública e a [[violência]]que vem crescendo na cidade deixando pe ...... mais agora eu nao acho porque tem muita [[violência]]eu queria que o rio fosse uma cidade on ...... e andar tranquilo sem se preocupa com a [[violência]]ser os políticos colocasse mais policia ...... s da cidade do Rio de Janeiro, porque a [[violência]] estátodos lugares. Eu não acho que o .........
  31. 31. Influência do Tema:Redações do 3° ano: ........cia(s) = 16 ocorrências 3° violência(s) = 12 ocorrências (75%)... conter os pichadores e principalmente a [[violencia]]. Como o Rio já éconsiderada a ...... hor para as olipiedas de 2016. A [[violência]] e falta de segurança nas ruas....... vem enfrentando um momento ruim, como a [[violência]], que uma grande parteda população teme ...... am que tem que melhorar nas favelas e a [[violencia]] e outras áreas comoburacos nas ruas(qu ...... des devem ser muito infelizes, porque a [[violencia]] esta em todo o canto dessacidade. O c ...... ro sofre muito com o vandalismo e com a [[violência]], então para nossasegurança, e a segur ...... dade, a saude, a educacão. Acabar com a [[violência]]. Dar um choque de ordemna cidade. E ...... livre. Com as pessoas mais cultas menos [[violência]] e com a saúde melhor.Cidade Fel ...... A cidade carioca vive num momento de [[violência]], onde pessoas saem comsuas famílias, c ...... ícia versos bandidos ou outros tipos de [[violência]]. Sem falar também nadescriminação s ...... E sabemos também que há muitas [[violências]], como estupros de criançasfilhos que m ...... zermos nada para acabar com todas essas [[violencias]] então não podemos vivernuma cidade seg ...
  32. 32. Nominalizações:Problemas• Identificação: através de formas corretas e incorretas? Ex: “condissões”; “atiramento”• Graus variados de congruência e metaforização: Ex: “fazer saneamento básico”/ sanear “dar instrução”/ instruir• Necessidade de investigar os contextos de uso: Ex: “trabalhador” ... dinheiro suado de um povo humilde e [[trabalhador]]. fazer e criar coisas boas e no ... . ..... que não são bandidos são pessoas [[trabalhadores]] que passam o dia inteiro trabalhando ... ... solto nas ruas martando gente dereita e [[trabalhadores]] que lutar para ganha seu ganha pão ...
  33. 33. Discussão: Questionário: Questionário: • Aparente transposição dos hábitos de escrita, revelados pelo questionário, para o contexto escolar poderia explicar os traços linguísticos de oralidade na escrita que aparecem nas análises. análises. • Percepção dos alunos quanto à sua facilidade para a escrita versus deficiências encontradas nos textos analisados. analisados.
  34. 34. Discussão: Redações• Dificuldade para seguir as instruções dadas para a elaboração da tarefa.• Deficiências na escrita que podem prejudicar os estudos no contexto escolar e a integração na corrente social.
  35. 35. Trabalhos futurosContinuação da coleta e composição docorpus;Etiquetagem e análise dasnominalizações;Comparação entre grupos de escolas eséries em relação ao uso da metáforagramatical;Relatórios a serem distribuidos nasescolas;Elaboração de material didático.
  36. 36. ReferênciasBIBER, D. Variation Across Speech and Writing. Cambridge: Cambridge University Press, 1988. Writing.BICK, E. The Parsing System "Palavras": Automatic Grammatical Analysis of Portuguese in a Constraint Grammar Framework. Framework. Dr.phil. thesis. Aarhus University Press. 2000.CASTRO, L. A. (2009). Escrita e letramento no Ensino Médio: Uma abordagem sistêmico-funcional e de Lingüística Aplicada. Dissertação 2009) Médio: sistêmico- Aplicada. de Mestrado, Departamento de Letras. Rio de Janeiro: PUC-Rio. Letras. Janeiro: PUC-Rio.CHRISTIE, F. Developmental progress in learning English in secondary schooling. Trabalho apresentado no 33rd International Systemic Functional Congress: SFL and interdisciplinary dialogue: Politics, education and business. PUC/SP: São Paulo, 2006. business.HALLIDAY, M.A.K. An Introduction to Functional Grammar. 2nd edn. London. Edward Arnold, 1994. Grammar.HEYVAERT, L. Nominalization as Grammatical Metaphor: on the need for a radically systemic and metafunctional approach. In: Simon- Simon- Vandenbergen, A-M;Taverniers, M. & Ravelli, L. Grammatical Metaphor: views from systemic functional linguistics. A- linguistics. Amsterdam: John Benjamins, 2003.MARTIN, J. R. (1993). Genre and Literacy – modeling context in educational linguistics. Annual Review of Applied Linguistics, 13, 141- 141- 172.MAZIERO, E.G.; Pardo, T.A.S.; Aluísio, S. M. (2008). Ferramenta de Análise Automática de Inteligibilidade de Córpus (AIC). Série de Série Relatórios NILC. NILC-TR-08-08, Julho NILC-TR-08-OLIVEIRA, L. P. Grammatical metaphors in academic texts: Cross-linguistic and cross-disciplinary contrasts. 33rd International Cross- cross- Systemic Functional Congress: SFL and interdisciplinary dialogue: Politics, education and business. PUC/SP, São Paulo, business. 2006.OLIVEIRA, L.P E VALÉRIO, R. (aceito). A metáfora gramatical na construção discursiva de gêneros do contexto pedagógico. X Forum de Estudos Linguísticos, Rio de janeiro, UERJ. Publicação on-line.PAUMIER, S. Nouvelles méthodes pour la recherche dexpressions dans de grands corpus. In Revue Informatique et Statistiques dans les sciences humaines 36 n°1-4, 2000, p. 289-295. 289-SIMON-SIMON-VANDENBERGEN, A-M; TAVERNIERS,M. & RAVELLI, L. Grammatical Metaphor: views from systemic functional linguistics. A- linguistics. Amsterdam: John Benjamins, 2003.VALÉRIO, R. G., BRITO, M. G. & OLIVEIRA, L.P (2007). CORPOBRAS PUC-Rio: Um corpus do Português do Brasil e análise do discurso 2007) PUC-Rio: acadêmico. acadêmico. Caderno de Resumos do VII Encontro da Ciência Empírica de Letras. Rio de Janeiro: UFRJ, p.85. Letras. Janeiro: 85.
  37. 37. luciapo@puc- luciapo@puc-rio.brmagdabahia@globo.com

×