Itr 1 t03
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Itr 1 t03

on

  • 391 views

 

Statistics

Views

Total Views
391
Views on SlideShare
375
Embed Views
16

Actions

Likes
0
Downloads
1
Comments
0

3 Embeds 16

http://ri.embraer.com.br 11
http://embraerri.riweb.com.br 4
http://embraer.riweb.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Itr 1 t03 Itr 1 t03 Document Transcript

  • EMBRAER – EMPRESA BRASILEIRA DE AERONÁUTICA S/A ANUNCIA OS RESULTADOS DO 1O. TRIMESTRE DE 2003. As informações operacionais e financeiras da empresa, exceto onde de outra forma indicado, são apresentadas com base em números consolidados e em reais, de acordo com a Legislação Societária. São José dos Campos, 13 de maio de 2003 – A Embraer (BOVESPA: EMBR3, EMBR4) (NYSE: ERJ) uma das líderes mundiais na fabricação de aeronaves comerciais encerrou o primeiro trimestre de 2003 com uma receita líquida de R$ 1.695,1 milhões e um lucro líquido de R$ 197,4 milhões, equivalente a um lucro por ação de R$ 0,27684. Os pedidos em carteira em 31 de março de 2003 totalizavam US$ 19,2 bilhões, sendo US$ 7,9 bilhões em ordens firmes e US$ 11,3 bilhões em opções. Destaques do 1 o Trimestre • A receita líquida no 1o. Trimestre de 2003 (1T03) atinge R$ 1.695,1 milhões é 27,6% superior à receita líquida apresentada no 1o. Trimestre de 2002 (1T02) de R$ 1.328,3 milhões. • O EBITDA - Earnings before interest, taxes, depreciation and amortization no 1T03 foi de R$ 435,3 milhões, 44,1% acima dos R$ 302,0 milhões do 1T02. A margem EBITDA no 1T03 foi de 25,7% frente a Legislação 22,7% obtida no 1T02. Societária • O lucro líquido do 1T03 foi de R$ 197,4 milhões e equivalente a um lucro por ação de R$ 0,27684 e maior que R$ 176,4 milhões obtido em igual período de 2002. • No trimestre, foram entregues um total de 23 jatos, sendo 22 para o mercado de aviação comercial e um Legacy para o mercado de aviação corporativa. • Em 10 de janeiro de 2003, a Embraer anunciou que o Conselho Diretor da LOT Polish Airlines confirmou sua decisão de adquirir 10 EMBRAER Ações Ordinárias 170 com opção de outras 11 aeronaves, que poderão ser convertidas para as versões 190 e 195. Bovespa: EMBR3 • Em 12 de fevereiro de 2003, A Embraer anunciou que a ExpressJet solicitou a reprogramação de suas entregas originalmente previstas para Ações Preferenciais os anos de 2003 a 2005. • Em 25 de março de 2003, a Embraer anunciou um acordo com a Swiss Bovespa: EMBR4 International Air Lines relativo à revisão de seu programa de renovação de NYSE: ERJ frota. A SWISS reduziu seus pedidos firmes para 30 aeronaves 1 ADS = 4 Ações Pref. EMBRAER 170 e EMBRAER 195, sendo 15 de cada modelo, do total original de 60. A quantidade de opções para ambos os modelos também foi reduzida para 20, do total original de 100. EMBRAER • A Embraer projeta entregas de 132 jatos para o ano de 2003 e 136 jatosRELAÇÕES COM INVESTIDORES para 2004. A atual projeção de entregas já inclui a reprogramação de entregas da ExpressJet e a renegociação contratual com a SWISS. Anna Cecilia Bettencourt Gustavo Poppe Milene Petrelluzzi Paulo Ferreira Phone: 55 12 3927 1216 mercapit@embraer.com.br 1
  • Demonstração de Resultados A seguir apresentamos uma análise comparativa, dos principais indicadores da demonstração de resultados consolidados da Embraer, referentes ao 4T02, 1T02 e 1T03. Em milhões de R$, exceto %, quantidade de ações e lucro por ação 4o.Trimestre 1o.Trimestre Demonstração de Resultado 2002 2002 2003 Receita líquida 2.887,5 1.328,3 1.695,1 Lucro bruto 1.325,9 502,4 668,2 Margem bruta (%) 45,9 37,8 39,4 Despesas operacionais (402,6) (222,3) (267,8) Participação nos lucros (35,0) (15,1) (0,5) Lucro operacional 888,3 265,0 399,9 Margem operacional (%) 30,8 20,0 23,6 Depreciação e amortização 63,1 37,0 35,4 EBITDA 951,4 302,0 435,3 Margem EBITDA (%) 32,9 22,7 25,7 Receita (despesa) financeira líquida 28,5 7,8 0,1 Variações monetárias e cambiais líquidas 44,3 (24,7) (86,2) Outras receitas (despesas) não operacionais (1,4) (0,4) 4,8 Lucro antes dos impostos 959,7 247,8 318,6 Imposto de Renda e CSSL (309,0) (70,1) (119,3) Participação dos minoritários (2,1) (1,3) (1,9) Lucro líquido 648,6 176,4 197,4 Margem Líquida (%) 22,5 13,3 11,6 Quantidade de ações ao final do período 712.974.355 710.713.042 712.974.355 Lucro por ação 0,90971 0,24815 0,27684 Entregas, Receita Líquida e Margem Bruta No 1T03 foram entregues 23 jatos, em comparação aos 30 jatos entregues no 1T02. Apesar do menor número de entregas ocorridas neste trimestre, a receita23 jatos entregues no líquida da Embraer aumentou 27,6% passando de R$ 1.328,3 milhões no 1T02 para R$ 1.695,1 milhões neste trimestre. . Este crescimento é devido à1o. trimestre de 2003. desvalorização cambial do período, já que aproximadamente 97% das receitas da empresa são denominadas em US$, bem como ao crescimento das receitasReceita Líquida de R$ relativas aos segmentos de Aviação Corporativa e Defesa.1.695,1 milhões. Como as primeiras entregas do Jato Executivo Legacy iniciaram-se em junho de 2002, após a conclusão do processo de certificação junto ao CTA, JAA e FAA, assim, no 1T02 não ocorreram entregas de aeronaves para este segmento . Já no 1T03 um Legacy foi entregue correspondendo à uma receita de R$ 54,9 milhões. Com relação ao segmento de defesa as receitas passaram de R$ 78,8 milhões no 1T02 para R$ 176,3 no 1T03. Esse aumento deveu-se principalmente ao reconhecimento de receitas relativas ao desenvolvimento dos programas da Grécia para o EMB 145 AEW&C e do México para o EMB 145 MP e EMB 145 AEW&C. 2
  • Entregas 4o.Trimestre 1o.Trimestre Por Mercado 2002 2002 2003 Comercial ERJ 135 2 1 3 ERJ 145 28 18 15 ERJ 140 6 10 4 Defesa EMB 135 - - - Legacy - - - EMB 145 - 1 - Corporativo EMB 135 - - - Legacy / Shuttle 5 - 1 Total 41 30 23 Além das entregas de jatos para a aviação comercial e corporativa, a composição da receita líquida consolida as vendas de peças de reposição e serviços e as vendas ao mercado de defesa. Veja abaixo a composição da receita líquida da Embraer: Receita Líquida 4o.Trimestre 1o.Trimestre por Segmento 2001 2002 2003 R$ % R$ % R$ % Aviação Comercial 2.400,7 83,1 1.170,8 88,2 1.366,7 80,6 Aviação de Defesa 104,7 3,6 78,8 5,9 176,3 10,4 Aviação Corporativa 314,2 10,9 - - 54,9 3,3 Serviços ao Cliente e Outros 67,9 2,4 78,7 5,9 97,2 5,7 Total 2.887,5 100,0 1.328,3 100,0 1.695,1 100,0Margem Bruta do A margem bruta das vendas no 1T03 foi de 39,4%, superior a atingida no 1T02 de 37,8%. Este aumento pode ser explicado pelo impacto da desvalorização do real1T03 foi de 39,4%. frente ao dólar americano sobre materiais e componentes importados, bem como pela venda de aeronaves com maior valor agregado. Despesas Operacionais e Lucro Operacional As despesas operacionais, incluindo a Participações dos Empregados nos Lucros e Resultados (PLR), passaram de R$ 237,4 milhões no 1T02 para R$ 268,3 milhões no 1T03. As despesas comerciais passaram de R$ 113,3 milhões no 1T02 para R$ 142,0 milhões no mesmo período de 2003. As despesas comerciais incluem garantias de produtos, treinamento de clientes, assistência técnica e provisão para garantias financeiras, em sua maioria denominadas em US$ e portanto impactadas pela volatilidade cambial. Já as despesas administrativas no 1T03 totalizaram R$ 81,7 milhões, representando um aumento de 27,4% se comparada aos R$ 64,1 milhões do mesmo período do ano anterior, reflexo principalmente do aumento na renovação de apólices de seguros, manutenção e reparos na frota Embraer. Ainda, foram registradas outras despesas operacionais líquidas no valor de R$ 44,5 milhões no 1T03, praticamente estáveis se comparadas ao total de R$ 45,2 milhões registrados no mesmo período do ano anterior. No 1T03 foram 3
  • reconhecidos R$ 28,2 milhões relativo à estudos preliminares de projetos referente, principalmente, ao desenvolvimento das aeronaves EMBRAER 190 e EMBRAER 195. Como a política de participação nos lucros e resultados (PLR) da Embraer está diretamente relacionada à remuneração distribuída aos seus acionistas, e, como no 1T03 não ocorreu a distribuição de juros sobre capital próprio na Controladora, a provisão realizada neste trimestre foi de R$ 0,5 milhões pela Controlada ELEB.Lucro Operacional no Assim, no 1T03, o lucro operacional, antes das receitas e despesas financeiras e1T03 de R$399,9 incluindo-se a provisão de PLR e a equivalência patrimonial, de R$ 399,9 milhões, foi 50,9% maior que os R$ 265,0 milhões registrados no 1T02. A margemmilhões, com margem operacional no 1T03 foi de 23,6% comparada à margem operacional de 20,0% node 23,6%. 1T02. EBITDA A geração de caixa medida pelo EBITDA - Earnings before interest, taxes,EBITDA atinge depreciation and amortization, no 1T03 atingiu R$ 435,3 milhões, registrando umR$435,3 milhões no aumento de 44,1% em relação ao obtido, no mesmo período do ano anterior, de1T03, com margem R$ 302,0 milhões. A margem EBITDA no 1T03 foi de 25,7% comparada à margem de 22,7% obtida no 1T02.de 25,7%. Lucro Líquido A Embraer apurou lucro líquido, no 1T03, de R$ 197,4 milhões, 11,9% maior que Lucro Líquido de o obtido no ano anterior de R$ 176,4 milhões. Apesar do lucro operacional ter R$ 197,4 milhões apresentado um crescimento de 50,9% no 1T03 relativamente ao 1T02, alguns no 1T03. fatores não operacionais ocorreram que devem ser analisados. No 1T03 houve o impacto negativo sobre o lucro, produzido pela ação da valorização do real sobre os ativos denominados em dólares. Este fato fez com que a Embraer incorresse em despesas com variação monetária e cambial líquida no valor de R$ 86,3 milhões no 1T03 comparado a despesas de R$ 24,7 milhões incorridas no 1T02. Ainda, no 1T03, as receitas financeiras líquidas decresceram para R$ 0,1 milhão em comparação aos R$ 7,8 milhões obtidos no 1T02. Este decréscimo pode ser explicado pela posição de caixa líquido da empresa de R$ 89,4 milhões ao encerramento do 1T02 comparado a um endividamento líquido de R$ 710,0 milhões em 31 de março de 2003. No 1T03 foi registrada despesa com imposto de renda e contribuição social de R$ 119,3 milhões em comparação aos R$ 70,1 milhões registrados no mesmo período do ano anterior. Apesar do maior lucro antes de impostos obtido neste trimestre em comparação ao 1T02, a razão para esta variação está relacionada ao diferimento do imposto de renda no valor de R$ 91,2 milhões ocorrida neste trimestre. Margem Líquida de Assim, superando as adversidades vividas pelo setor aeroespacial, a Embraer apresentou, no 1T03, um lucro líquido 11,9% maior que o lucro do 1T02 e uma 11,6% no 1T03. margem líquida de 11,6% um pouco menor que os 13,3% obtidos no 1T02. Gestão Financeira No 1T03 a posição de caixa da Embraer totalizava R$ 1.655,9 milhões. Na mesma data o endividamento total era de R$ 2.365,9, assim a Empresa apresentava um endividamento líquido de R$ 710,0 milhões. 4
  • Dados de Balanço e Outras Informações 31 de 31 de Março (R$ milhões) Dezembro de de 2003 2002 Caixa e aplicações financeiras 2.320,7 1.655,9Endividamento Líquido Contas a Receber total 2.406,3 3.046,3de R$ 710,0 milhões no Estoques 2.837,8 3.266,21T03. Total ativo 11.243,4 11.447,3 Endividamento Bancário 1.952,4 2.365,9 Total passivo 11.243,4 11.447,3 Caixa (endividamento) líquido 368,3 (710,0) Patrimônio líquido 3.327,2 3.525,1 Endividamento Em 31 de março de 2003, 47,9% do total do endividamento da Embraer estavam relacionados a financiamentos de longo prazo, comparado a 55,8% ao final do 4T02 e a 38,5% em 31 de março de 2002. Vencimentos por 31 de Dezembro de 31 de Março de 2003 ano 2002 (R$ milhares) 2003 - - 2004 333.664 355.893 2005 289.663 292.182 2006 199.838 207.441 2007 à 2014 265.420 277.485 Total Longo Prazo 1.088.585 1.133.001 A Embraer converteu parte das suas dívidas em dólar norte-americano e ieneEndividamento: japonês para o indexador CDI (taxas de juros interbancárias), através de “swaps”Longo Prazo 47,9% de indexadores. Assim, do total do endividamento em moeda estrangeira,Curto Prazo 52,1% equivalente a R$ 2.285,1 milhões, 65,3%, isto é, R$ 1.492,1 milhões estão atrelados ao CDI. Considerando o efeito dessa conversão para a moeda local, do total do endividamento de R$ 2.365,9 milhões, 33,5% ou seja, R$ 793,0 milhões estão sujeitos a variação cambial mais juros médios ponderados de 5,2% ao ano. Já os R$ 1.572,9 milhões restantes, que equivalem a 66,5% da dívida, estão sujeitos a juros médios ponderados de 21,7% ao ano, equivalentes a 82,6% do CDI. Caixa Tendo em vista que aproximadamente 97% das suas receitas são em US$, e que US$ 7,9 bilhões são pedidos firmes em carteira, a Embraer possui um hedge natural das suas operações. Do total do caixa em 31 de março de 2003, de R$ 1.655,9 milhões, 43,1% são aplicações realizadas em reais e os restantes 56,9% em moeda estrangeira, em sua maioria denominada em US$. A estratégia de investimento do caixa da Embraer está baseada na perspectiva dos investimentos futuros que são em sua maioria denominados em Reais. Contas a Receber e Estoques Do total do contas a receber, de R$ 3.046,3 milhões, em 31 de março de 2003, R$ 2.983,2 milhões referem-se a contas a receber de clientes no exterior. Deste montante, aproximadamente 71% está com a estruturação de financiamento aprovada pelo BNDES, aguardando o início da liberação dos recursos, previsto para o segundo trim estre de 2003 e, 21% encontra-se em processo de estruturação e negociação. 5
  • Os estoques passaram de R$ 2.837,8 em 31 de dezembro de 2002 para R$3.266,2 milhões em 31 de março de 2003. Este aumento está relacionado aodesenvolvimento do EMBRAER 170, que possui atualmente seis protótipos emcampanha de certificação; à produção inicial do primeiro protótipo do EMBRAER175; ao início da produção em série do EMBRAER 170 e ao aumento naprodução dos Legacys, que demandam mais tempo para a finalização de seusinteriores.Investimentos em P&D e ProdutividadePesquisa e Desenvolvimento (P&D)No 1T03 foram investidos R$ 104,0 milhões, em desenvolvimento de novosprodutos, principalmente no desenvolvimento da nova família de jatos EMBRAER170/190 bem como, na manutenção e melhoria dos produtos atuais.Produtividade e Capacitação IndustrialOs investimentos realizados em capacitação industrial da empresa, incluindomelhorias e modernização dos processos industriais e de engenharia, máquinase equipamentos otalizaram, no 1T03, R$ 34,3 milhões. Foram investimentos trealizados, sobretudo em Gavião Peixoto, que já possui a infraestrutura de apoioa atividades de ensaio em vôo.Informações Complementares em US GAAPA Embraer, nesta mesma data, divulgou também os resultados do 1T03 deacordo com os princípios contábeis geralmente aceitos nos Estados Unidos (USGAAP). A seguir apresentamos alguns dos resultados consolidados em USGAAP em US$.A receita líquida no 1T03 totalizou US$ 488,8 milhões, o lucro bruto apurado foide US$ 194,1 milhões com uma margem bruta de 39,7%. O lucro operacional noperíodo totalizou US$ 83,0 milhões, com uma margem operacional de 17,0%. Olucro antes de impostos foi de US$ 57,7 milhões (11,8% da receita líquida). Oimposto de renda e a contribuição social totalizaram US$ 13,2 milhões,representando uma taxa efetiva de 22,9%. O lucro líquido no período totalizouUS$ 43,9 milhões (9,0% da receita líquida).Novos Pedidos e BacklogCarteira de Pedidos para Aviação ComercialEm fevereiro de 2003, a Embraer anunciou a reprogramação de entregas de jatosregionais à ExpressJet. A nova programação das entregas à ExpressJet deaeronaves ERJ 145 XR apenas redistribui no tempo a mesma quantidade deaeronaves originalmente contratada, estabelecendo um novo calendário para osanos de 2003 a 2006. Desta maneira, em 2003 as 48 aeronaves originalmenteprevistas passam a ser 36, sendo que a alteração ocorrerá somente a partir dosegundo semestre do ano. Em 2004, a quantidade de 36 aeronavesanteriormente acordada passa para 21. Já em 2005, esta revisão implicará emum aumento na quantidade de entregas, das duas aeronaves originalmenteprevistas para 21. As oito aeronaves restantes do contrato serão entregues em2006.Em março de 2003, a SWISS reduziu seus pedidos firmes para 30 aeronavesEMBRAER 170 e EMBRAER 195, sendo 15 de cada modelo, do total original de60. O EMBRAER 170 deverá entrar em serviço na SWISS em agosto de 2004com quatro aeronaves entregues, seguidas por outras oito em 2005. As entregasdo EMBRAER 195 terão início em 2006. A quantidade de opções para ambos osmodelos também foi reduzida para 20, do total original de 100.Assim, a carteira de pedidos do segmento de aviação comercial da Embraerencerrou o 1T03 com US$ 15,5 bilhões (sendo US$ 6,0 bilhões firmes e US$ 9,5 6
  • bilhões em opções). Este valor corresponde a 802 aviões por entregar, sendo 322 firmes e 480 opções e, já reflete a renegociação contratual com a SWISS. No 1T03, o segmento da Aviação Comercial apresentava o seguinte quadro de pedidos em carteira: Família Vendas Entregas Pedidos Opções Totais Firmes Aviação Comercial 1447 645 322 480 ERJ 145 1231 645 234 352 EMBRAER 170/190 216 - 88 128 Carteira de Pedidos para Aviação Corporativa Ao final do 1T03, a carteira de pedidos da Aviação Corporativa acumulava o montante de US$ 2,4 bilhões, sendo US$ 0,9 bilhão em pedidos firmes e US$ 1,5 bilhões em opções. Este valor corresponde a 150 aviões por entregar, sendo 58 firmes e 92 opções. No 1T03, o segmento da Aviação Corporativa apresentava o seguinte quadro de pedidos em carteira: Vendas Entregas Pedidos Opções Totais Firmes Aviação Corporativa 166 16 58 92 Legacy Executivo 76 7 33 36 Legacy Shuttle 75 2 23 50 EMB 135 15 7 2 6 Dois novos pedidos do EMB 135 para o mercado de aviação corporativa foram recebidos no trimestre. Mercado de Defesa A carteira de pedidos firmes do segmento de Defesa encerrou o 1º trimestre em US$ 1,0 bilhão. Considerando-se as opções, o total atinge US$ 1,3 bilhão. Pedidos em CarteiraPedidos em Carteira: A carteira de pedidos da Embraer encerrou o 1T03 totalizando US$ 7,9 bilhões, US$ 19,2 bilhões os quais, somados às opções, alcançam US$ 19,2 bilhões. A seguir- Firmes US$ 7,9 apresentamos a evolução dos pedidos em carteira ao final de cada trimestre:bilhões- Opções US$ 11,3 Pedidos em carteira Opções US$ bilhõesbilhões 23,8 23,1 22,6 22,2 Firmes 19,2 12,8 13,7 13,0 13,2 11,3 10,3 10,1 9,6 9,0 7,9 1T02 2T02 3T02 4T02 1T03 7
  • Relações com InvestidoresNo 1T03 as ações preferenciais da Embraer apresentaram uma desvalorização de30,5% atingindo a cotação de R$ 9,73 em 31 de março de 2003. Neste período,o volume médio diário negociado na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA)foi de R$ 9,6 milhões. As ações ordinárias no trimestre desvalorizaram-se 35,3%,e encerraram o trimestre com a cotação de R$ 8,28 por ação com volume médiodiário negociado de R$ 1,6 milhão. Neste mesmo período, o Ibovespa valorizou0,05%.Os ADSs, negociados na Bolsa de Nova York (NYSE), registraramdesvalorização no trimestre de 27,1% com uma cotação de US$ 11,59 noencerramento do trimestre. O volume médio diário negociado no período totalizou438 mil ADSs, equivalentes a um volume financeiro de US$ 5,2 milhões. N omesmo período, o Índice Dow Jones desvalorizou 4,2%.As ações da Embraer, ordinárias (EMBR3) e preferenciais (EMBR4), compõem acarteira do Ibovespa de 01 de Maio de 2003 à 31 de Agosto de 2003, com umaparticipação de 0,710% e 2,585%, respectivamente.Acontecimentos RecentesEmbraer e LOT assinam contrato final para o EMBRAER 170Em 25 de Abril de 2003, a Embraer e a LOT Polish Airlines assinaram contratofinal para a aquisição de dez aeronaves EMBRAER 170. O impacto líquido nobacklog de pedidos firmes será de seis aeronaves, dado que quatro aeronavesserão utilizadas pela LOT através de leasing operacional com a GE CapitalAviation Services (“GECAS”). Estas quatro aeronaves já se encontram embacklog atual da Embraer no contrato existente com a GECAS.O acordo também prevê opções para outras onze unidades, que poderão serconvertidas para aeronaves EMBRAER 190 e/ou EMBRAER 195.Na mesma ocasião a Embraer e a LOT anunciaram a assinatura de um contratopelo qual a empresa polonesa é nomeada um Centro de Serviços Autorizado paramanutenção de linha e inspeções periódicas em aeronaves ERJ 145. Com prazode dois anos.Este acordo é parte da estratégia da Embraer de ampliar sua forterede de MRO (do inglês Maintenance, Repair and Overhaul) na Europa.A LOT poderá realizar manutenção de linha e inspeções periódicas, através deseu centro de serviços baseado no Aeroporto Internacional de Varsóvia, Polônia,prestando suporte não apenas à sua própria frota Embraer, mas também atuandocomo base alternativa para outros operadores.Encomenda da US AirwaysEmbraer anunciou no dia 12 de maio, um pedido da US Airways de 85EMBRAER 170, com a primeira entrega prevista para o final do ano. O pedidotambém inclui opções para outras 50 aeronaves EMBRAER 170 e 140 unidadesdo ERJ 145. O valor total do pedido firme a preço de tabela é de US$ 2,1 bilhões,valor que pode chegar a mais de US$ 6,2 bilhões caso as opções sejamconvertidas.A US Airways é a primeira empresa na América do Norte a encomendar o novoEMBRAER 170, o primeiro integrante da nova família de jatos da Embraer,projetada para preencher a lacuna existente entre os jatos regionais de 50assentos e as aeronaves maiores, com 120 assentos ou mais.Pelo contrato, a US Airways receberá 55 aviões da Embraer e 30 da GeneralElectric Capital Aviation Services (GECAS), que havia encomendado 50EMBRAER 170 em 2000. 8
  • A US Airways deve receber o primeiro EMBRAER 170 em novembro de 2003.Encontra-se disponível no web site da Empresa, www.embraer.com.br a íntegradas demonstrações financeiras.Informações para a Teleconferência:No dia 14 de maio (quarta feira) às 9h00, horário de Brasília, será realizada pelaEmbraer uma Teleconferência, para apresentação do Resultado do PrimeiroTrimestre de 2003 em Legislação Societária. Para acesso à Teleconferência:Telefone (11) 4613-0501Código de acesso: EmbraerPara informações adicionais, contatar:Embraer - Empresa Brasileira de Aeronáutica S/AAnna Cecilia Bettencourt(12) 3927 1216acecilia@embraer.com.brGustavo Poppe(12) 3927 1106gustavo.poppe@embraer.com.brMilene Petrelluzzi(12) 3927 3054milene.petrelluzzi@embraer.com.brPaulo Ferreira(12) 3927 3953ferreira.paulo@embraer.com.brEste documento inclui projeções, declarações a respeito de eventos ou circunstâncias ainda nãoocorridas ou estimativas. Essas projeções e estimativas têm por embasamento, em grande parte, nasnossas expectativas atuais, projeções sobre os eventos futuros e tendências financeiras que afetamo nosso negócio. Essa s estimativas estão sujeitas a riscos, incertezas e suposições, que incluem,entre outras: condições gerais econômicas, políticas e comerciais no Brasil e nos mercados ondeatuamos; expectativas de tendências para a nossa indústria; nossos planos de investimento;nossa capacidade de desenvolver e entregar produtos nas datas previamente acordadas; eregulamentações governamentais existentes e futuras.As palavras “acredita”,” pode”, “poderá”, “estima”, “continua”, “antecipa”, “pretende”, “espera”, etermos similares têm por objetivo identificar expectativas. Não nos sentimos obrigados a publicaratualizações ou revisar quaisquer estimativas em decorrência de novas informações, eventos futurosou quaisquer outros acontecimentos. Em vista dos riscos e incertezas, as estimativas, eventos ecircunstâncias sobre o futuro podem não ocorrer. Nossos resultados reais podem diferirsubstancialmente daqueles mencionados em nossas expectativas. 9
  • EMBRAER - EMPRESA BRASILEIRA DE AERONÁUTICA S.A. BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO Em milhares de Reais – Legislação Societária ATIVO 31 de Dezembro de 31 de Março de 2002 2003 Auditado RevisadoCIRCULANTE Disponível 2.320.668 1.655.909 Contas a Receber 2.361.447 3.003.167 Provisão para Créditos de Líquidação Duvidosa (86.502) (83.811) Impostos a Recuperar 40.260 25.000 Imposto de Renda e Contribuição Social sobre Créditos Fiscais 332.704 327.998 Outras Contas a Receber 675.799 440.169 Estoques 2.782.976 3.214.085 Despesas Pagas Antecipadamente 67.389 61.978Total Circulante 8.494.741 8.644.495REALIZÁVEL A LONGO PRAZO Contas a Receber 44.870 43.098 Títulos e Valores Mobiliários 82.194 79.980 Impostos a Recuperar 4.691 5.098 Empréstimos Compulsórios, Garantias e Outros Depósitos 695.897 668.640 Estoques 54.790 52.075 Outras Contas a Receber 325 243 Imposto de Renda e Contribuição Social sobre Créditos Fiscais 115.122 121.952 Despesas Pagas Antecipadamente 82.151 76.623Total Realizável Longo Prazo 1.080.040 1.047.709PERMANENTE Investimentos 16.765 16.161 Imobilizado 929.695 920.991 Diferido 722.139 817.914Total Permanente 1.668.599 1.755.066TOTAL DO ATIVO 11.243.380 11.447.270 10
  • EMBRAER - EMPRESA BRASILEIRA DE AERONÁUTICA S.A. BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO Em milhares de Reais – Legislação Societária PASSIVO 31 de Dezembro de 31 de Março de 2002 2003 Auditado RevisadoCIRCULANTE: Financiamentos 863.852 1.232.868 Fornecedores 1.141.619 1.083.220 Contas a Pagar 178.157 163.276 Adiantamento de Clientes 1.463.426 1.347.809 Impostos, Taxas e Contribuições 57.320 42.269 Imposto Renda e CSSL a Recolher 173.902 10.744 Concessionárias e Representantes 1.983 1.821 Provisões Diversas 824.797 815.590 Contingências 667.439 730.479 Dividendos 1.149 1.146 Juros sobre Capital Próprio 127.574 1.138Total do Circulante 5.501.218 5.430.360EXÍGIVEL A LONGO PRAZO Financiamentos 1.088.585 1.133.001 Contas a Pagar 841.561 802.550 Adiantamento de Clientes 337.874 311.181 Impostos Parcelados de Longo Prazo 45.566 44.580 Contingências 43.509 44.876 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos 34.741 128.087Total do Exigível a Longo Prazo 2.391.836 2.464.275PARTICIPAÇÃO DOS MINORITÁRIOS 23.125 27.504PATRIMONIO LÍQUIDO Capital Social 1.649.806 1.649.806 Reserva de Capital 133.054 133.605 Reserva Legal 178.163 178.163 Reserva de Lucro 1.366.178 1.366.178 Lucros Acumulados - 197.379Total do Patrimônio Líquido 3.327.201 3.525.131TOTAL DO PASSIVO 11.243.380 11.447.270 11
  • EMBRAER - EMPRESA BRASILEIRA DE AERONÁUTICA S.A. DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS - CONSOLIDADO Em milhares de Reais – Legislação Societária 31 de Março de 2002 2003 RevisadoVENDAS BRUTAS: Vendas Mercado Interno 35.743 64.389 Mercado Externo 1.324.079 1.645.706 Imposto/Dedução sobre Vendas (31.497) (14.973)RECEITA LÍQUIDA DE VENDAS 1.328.325 1.695.122CUSTO DOS PRODUTOS VENDIDOS (825.890) (1.026.939)LUCRO BRUTO 502.435 668.183DESPESAS OPERACIONAIS Administrativas (64.082) (81.660) Comerciais (113.312) (141.955) Outras Despesas Operacionais Líquidas (45.182) (44.470) Equivalência Patrimonial 201 251 Participação nos Lucros e Resultados (15.078) (458)LUCRO ANTES DAS (DESPESAS) RECEITAS FINANCEIRAS 264.982 399.891(DESPESAS) RECEITAS FINANCEIRAS Despesas Financeiras (50.939) (70.217) Receitas Financeiras 58.787 70.290 Variações Monetárias e Cambiais Líquidas (24.738) (86.269)LUCRO OPERACIONAL APÓS AS (DESPESAS) RECEITAS FINANCEIRAS 248.092 313.695RECEITAS (DESPESAS) NÃO OPERACIONAIS LÍQUIDAS (366) 4.842LUCRO ANTES DOS IMPOSTOS 247.726 318.537IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL (70.092) (119.259)LUCRO APÓS OS IMPOSTOS 177.634 199.278PARTICIPAÇÃO DOS MINORITÁRIOS (1.274) (1.899)LUCRO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO 176.360 197.379QTDE AÇÕES AO FINAL DO PERIODO 710.713.042 712.974.355LUCRO POR AÇÃO NO FINAL DO PERÍODO (em R$) 0,24815 0,27684 12
  • EMBRAER - EMPRESA BRASILEIRA DE AERONÁUTICA S.A. FLUXO DE CAIXA – CONSOLIDADO Em milhares de Reais - Legislação Societária Três meses encerrados em 31 de Março de 2002 2003 RevisadoATIVIDADES OPERACIONAIS: Lucro Líquido para o Período 176.360 197.379Itens que Não Afetam o Caixa: Depreciações e Amortizações 37.042 35.453 Provisão para obsolescencia 5.699 12.458 Provisão para Créditos de Líquidação Duvidosa (202) (2.691) Perda (ganho) na Alienação de Ativo Permanente 259 (4.838) Baixa de Diferido 727 604 Provisão para Perdas 1.203 2.655 Imposto de Renda e Contribuição Social Diferidos (3.962) 91.222 Juros sobre Parcelemento de Impostos, Debêntures e Empréstimos 22.260 24.817 Provisão para (Reversão de) Contigências (4) 354 Variação Monetária e Cambial (2.430) (73.433) Equivalência Patrimonial em Subsidiária Não Consolidada (201) (251) Participação Minoritária 1.274 1.899 Variação Cambial de Subsidiárias Consolidadas 3.800 11.846Total Atividades Operacionais 241.825 297.474MUDANÇAS NOS ATIVOS E PASSIVOS CIRCULANTES Contas a Receber (255.158) (641.720) Estoques 46.199 (443.567) Despesas Pagas Antecipadamente 12.216 5.411 Impostos a Recuperar (3.606) 15.260 Outras Contas a Receber 38.407 235.630 Fornecedores 16.535 (58.399) Imposto de Renda e Contribuição Social a Recolher (70.906) (157.298) Provisões Diversas 39.548 (9.207) Adiantamento de Clientes (25.875) (115.617) Contingencias 103.830 57.180 Impostos a Recolher 2.366 (13.770) Outras (10.612) (15.043)Total Mudanças nos Ativos e Passivos Circulantes (107.056) (1.141.140) 13
  • EMBRAER - EMPRESA BRASILEIRA DE AERONÁUTICA S.A. FLUXO DE CAIXA – CONSOLIDADO Em milhares de Reais - Legislação Societária Três meses encerrados em 31 de Março de 2002 2003 RevisadoMUDANÇAS NOS ATIVOS E PASSIVOS DE LONGO PRAZO Contas a Receber 33.933 1.772 Titulos e Valores Mobiliarios 9.620 2.214 Impostos a Recuperar 2.566 (407) Outras Contas a Receber (16.473) (34.823) Estoques 6.402 2.715 Despesas Pagas Antecipadamente 1.064 5.528 Contas a Pagar (34.900) (41.464) Adiantamento de Clientes (19.642) (26.693) Provisões Diversas 4 (353) Impostos a Recolher (282) (1.366) Contingências (1.392) 1.367 Participação Minoritária (656) 2.480Total Mudanças nos Ativos e Passivos de Longo Prazo (19.756) (89.030)CAIXA GERADO PELAS ATIVIDADES OPERACIONAIS 115.013 (932.696)ATIVIDADES DE INVESTIMENTOS Vendas de Imobilizado 11 5.313 Empréstimos Compulsórios 5.478 27.257 Adições ao Imobilizado (46.937) (34.317) Adições ao Diferido (65.109) (104.027) Incentivos Fiscais 2.260 551Caixa Usado nas Atividades de Investimentos (104.297) (105.223)ATIVIDADES FINANCEIRAS Financiamentos Pagos (740.119) (472.787) Financiamentos Obtidos 324.998 971.293 Pagamento de Parcelamentos de Impostos (1.151) (1.360) Depósitos em Garantia (3.535) - Dividendos Pagos e Juros sobre Capital Pagos (56.592) (126.439) Contribuições de Parceiros 197.693 2.453Caixa Gerado (Usado) nas Atividades Financeiras (278.706) 373.160AUMENTO LÍQUIDO DO DISPONÍVEL (267.990) (664.759)Disponível no Início do Período 1.739.118 2.320.668DISPONÍVEL AO FINAL DO PERÍODO 1.471.128 1.655.909 14
  • EMBRAER – EMPRESA BRASILEIRA DE AERONÁUTICA S.A. PEDIDOS EM CARTEIRA EM 31 DE MARÇO DE 2003- ERJ 145: Cliente País Firmes Opções Entregas Pedidos Firmes em CarteiraAir Caraibes Guadalupe 2 0 2 0Air Moldova Moldávia 0 2 0 0Alitália Itália 14 7 11 3American Eagle EUA 56 17 56 0Axon Airlines Grécia 3 0 3 0British Midland Grã Bretanha 11 5 9 2British Regional Grã-Bretanha 23 3 23 0Brymon Grã Bretanha 7 14 7 0Cirrus Alemanha 1 0 1 0Continental Express EUA 245 100 171 74ERA Espanha 2 0 2 0GECAS EUA 2 0 2 0KLM Exel Holanda 2 2 2 0LOT Polônia 16 0 14 2Luxair Luxemburgo 9 2 9 0Mesa EUA 36 45 32 4Portugália Portugal 8 0 8 0Proteus França 18 7 13 5Regional Airlines França 17 0 14 3Rheintalflug Áustria 4 4 3 1Rio-Sul Brasil 16 0 16 0Sichuan Airlines China 5 0 5 0Skyways AB Suécia 4 11 4 0SWISS Suíça 25 15 25 0Trans States EUA 12 0 12 0Wexford EUA 45 67 45 0Total 583 301 489 94- ERJ 135: Cliente País Firmes Opções Entregas Pedidos Firmes em CarteiraAmerican Eagle EUA 40 0 40 0British Midland Grã Bretanha 4 0 2 2City Air Suécia 2 1 2 0Continental Express EUA 30 0 30 0Pan Européenne França 1 0 1 0Proteus França 6 0 6 0Regional Airlines França 3 0 3 0Regional Air Lines Marrrocos 1 5 0 1SA Airlink África do Sul 20 0 5 15Wexford EUA 15 0 5 10TOTAL 122 6 94 28 15
  • - ERJ 140: Cliente País Firmes Opções Entregas Pedidos Firmes em CarteiraAmerican Eagle EUA 139 25 47 92Midwest EUA 20 20 0 20Wexford EUA 15 0 15 0TOTAL 174 45 62 112- ERJ 170: Cliente País Firmes Opções Entregas Pedidos firmes em carteiraAircaraibes Guadaloupe 2 2 0 2Alitália Itália 6 6 0 6GECAS EUA 50 78 0 50SWISS Suíça 15 10 0 15Total 73 96 0 73- ERJ 195: Cliente País Firmes Opções Entregas Pedidos firmes em carteiraGECAS EUA 0 22 0 0SWISS Suíça 15 10 0 15Total 15 32 0 15Legacy Executivo Cliente País Firmes Opções Entregas Pedidos firmes em carteiraSWIFT EUA 24 25 2 22Undisclosed EUA 16 11 5 11TOTAL 40 36 7 33Legacy Shuttle e EMB 135 Cliente País Firmes Opções Entregas Pedidos firmes em carteiraConoco EUA 1 0 1 0Indigo EUA 25 50 2 23Undisclosed EUA 8 6 6 2TOTAL 34 56 9 25 16