• Save
Reprodução humana
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Reprodução humana

on

  • 2,576 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,576
Views on SlideShare
2,576
Embed Views
0

Actions

Likes
4
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Reprodução humana Reprodução humana Presentation Transcript

  • Sistema reprodutor masculino Prof. Emanuel
  • Componentes: 1. Testículos 2. Epidídimo 3. Canal deferente 4. Glândulas anexas 5. Uretra 6. Pênis 1 2 3 4 5 6 Componentes anatômicos Prof. Emanuel
  • Testículos • São as gônadas masculinas • Localizados na bolsa escrotal • No seu interior existem tubos seminíferos Prof. Emanuel
  • Testículos Prof. Emanuel Tipos de células:  Germinativas  Células de sertoli  Células intersticiais (Leyding)
  •  São órgãos armazenadores de espermatozóides  Localizados acima dos testículos Epidídimos Prof. Emanuel
  • Canal deferente • É um longo ducto que sai do epidídimo • Conduz o espermatozóide para o meio externo • OBS: Vasectomia Prof. Emanuel
  • Canal deferente Prof. Emanuel
  •  Vesícula seminal  Próstata  Bulbo-uretral Glândulas anexas Esperma = EPZ + Liq. Seminal + Suco prostático Prof. Emanuel
  • Uretra e pênis • A uretra é um canal condutor de esperma e urina que percorre toda a extensão do pênis. • No interior do pênis existe a uretra, corpos cavernosos e esponjosos • A glande pode ser recoberta pelo prepúcio Prof. Emanuel
  • Sistema Reprodutor feminino Prof. Emanuel
  • Componentes : a) Ovários b) Tubas uterinas c) Útero d) Vagina e) Vulva Visão geral Prof. Emanuel
  • Visão geral Prof. Emanuel
  • • São as gônadas femininas • Localizados no abdome • Os ovários trabalham em meses alternados • Controlados pelas gonadotrofinas Ovários Tuba uterina Ovário MedulaCórtex Hipófise Ovário Folículo Prof. Emanuel
  • • Na zona cortical localizam-se os folículos de Graaf ou ovarianos Ovários Prof. Emanuel
  • • São os ovidutos femininos dotados de cílios • Após o rompimento do folículo o gameta é lançado no interior da tuba e conduzido até o útero • É o local onde ocorre a fecundação Tubas uterinas ou trompas de falópio Prof. Emanuel
  • • Órgão muscular destinado ao desenvolvimento embrionário • Situado entre a bexiga e o reto, possuindo formato de pêra e apresentando três camadas: • Endométrio: Camada interna onde ocorre a nidação (menstruação) • Miométrio: camada muscular lisa • Perimétrio: Camada externa Útero Prof. Emanuel
  • • É um canal elástico revestido internamente por uma mucosa rica em células secretoras • Possui um pH acidificado devido a presença de bactérias produtoras de ácido lático • A vulva é a genitália feminina a) Grandes lábios b) Pequenos lábios c) Monte de Vênus d) Clitóris e) Vestíbulo vaginal Vagina e vulva Prof. Emanuel
  • Gameto gênese Prof. Emanuel
  • • É a formação dos espermatozóides • Ocorre no interior dos tubos seminíferos • Fases: a) Proliferativa b) Crescimento c) Maturação Espermatogênese Prof. Emanuel
  • X Fase Prolifera tiva Cresci mento Matura ção 2n 2n 2n 2n n n n nn n Espermatogônia mãe Espermatócito I Espermatócito II Espermátide Meiose II Meiose I MITOSES Espermiogênese n n n n
  • Espermatogênese Prof. Emanuel Espermiogênese
  • Estrutura do espermatozóide Cabeça Peça intermediária Flagelo Acrossomo Núcleo Mitocôndrias Prof. Emanuel
  • • É o processo de formação do óvulo (ovócito II) • A ovulogênese inicia-se na vida intra uterina, sendo interrompida antes do nascimento (Dictióteno – Ovócito I - prófase I) • Fases: a) Proliferativa b) Crescimento c) Maturação Ovulogênese ou ovogênese Prof. Emanuel
  • Prof. Emanuel Ovulogênese ou ovogênese
  • Prof. Emanuel Ovulogênese ou ovogênese
  • X Mitoses Fase Prolifera tiva Cresci mento Matura ção 2n 2n 2n 2n n n Ovogônia mãe Ovócito I Ovócito II Meiose II Meiose I 1º glóbulo polar 2º glóbulo polar Óvulo Dictióteno Prófase I Ovulação Metáfase II
  • Estrutura do óvulo Ovócito II 1º glóbulo polar Zona pelúcida Corona radiata Prof. Emanuel
  • Ovócito II 1° Glóbulo polar Prof. Emanuel Estrutura do óvulo
  • Fecundação Corona radiata Reação acrossômica Grânulos corticais Material genético em metáfase II Meiose II Pró-núcleos Anfimixia Ovócito II Óvulo Zigoto Membrana de fecundação 1º glóbulo polar 2º glóbulo polar . .. . . . . ... . . .. . . .. ... . . .. . . .. ... . . .. . . . . ... . .. . . . . ... .. .. . . . . . .. . . .. . . .... . . .. . . .. ... . . .. .. . . ... . . .. . ... ... .
  • Ciclo ovariano • Modificações morfológicas e fisiológicas que ocorrem nos ovários durante cada ciclo menstrual Prof. Emanuel
  • Ciclo ovariano Prof. Emanuel
  • Ciclo ovariano FSH Estimula a maturação do folículo ovariano LH Estimula a ovulação e a formação do corpo lúteo Prof. Emanuel Hipófise
  •  Fase menstrual: Descamação do endométrio (1º ao 5º dia)  Fase estrogênica: período de secreção de estrógeno pelo folículo ovariano, que se encontra em maturação. (5º ao 14º dia)  Fase progesterônica: ocorre a ovulação. Essa fase é caracterizada pela intensa ação do corpo lúteo. (14º ao 26º dia)  Fase isquêmica: A camada superficial do endométrio perde seu suprimento sangüíneo normal e a mulher está prestes a menstruar. Pode ser acompanhada por dor de cabeça, dor nas mamas, irritabilidade e insônia (TPM). (26º ao 28º dia) Ciclo ovariano Prof. Emanuel
  • Ciclo ovariano Prof. Emanuel
  • Ciclo ovariano Prof. Emanuel
  • Ciclo ovariano Prof. Emanuel
  • Fecundação Prof. Emanuel  Barreiras da fecundação: a) Acidez vaginal b) Muco cervical c) Barreira gravitacional d) Divisão tubária e) Movimento ciliar f) Corona radiata
  • Após a ovulação: Prof. Emanuel a) Ocorre fecundação:  Formação do zigoto  Nidação  Produção de HCG  Manutenção do corpo lúteo  Alta de progesterona  Sem menstruação
  • Após a ovulação: Prof. Emanuel a) Não ocorre fecundação:  Sem formação de zigoto  Sem nidação  Sem produção de HCG  Regressão do corpo lúteo  Baixa de progesterona  Ocorre a menstruação
  •  Gêmeos dizigóticos Geneticamente diferentes Originados de zigotos diferentes (poliovulação) Podem ser ou não do mesmo sexo É o tipo mais comum de gravidez gemelar Gravidez gemelar Prof. Emanuel
  •  Gêmeos monozigóticos Gravidez gemelar Prof. Emanuel Originados do mesmo zigoto Geneticamente iguais São obrigatoriamente do mesmo sexo
  • Gravidez gemelar Prof. Emanuel Irmãos Chang e Eng (1811-1874), originários do Sião, daí surgido o nome de siameses – os quais se enriqueceram mediante exibições circenses. Casaram-se e tiveram 22 filhos (normais).
  • Dizigóticos Gravidez gemelar Prof. Emanuel Monoplacentário Diamniótico Diplacentário Diamniótico Monozigóticos. Monoplacentário Diamniótico Monoplacentário Monoamniótico