Your SlideShare is downloading. ×
0
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Biologia do câncer
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Biologia do câncer

3,433

Published on

Noções gerais sobre câncer

Noções gerais sobre câncer

Published in: Education
0 Comments
11 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,433
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
11
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Biologia do câncer Prof. Emanuel
  • 2. É o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado (maligno) de células que invadem os tecidos e órgãos. O que é câncer?
  • 3. O que é câncer? O câncer é um distúrbio clonal
  • 4. Causas do câncer Externas Ambiente ocupacional, social, cultural e de consumo Internas Geneticamente pré- determinadas Mutação X Epigenética
  • 5. Epigenética São modificações que ocorrem no DNA, mas que não alteram a sequência de bases. O silenciamento e a ativação de genes é uma alteração epigenética (metilação)
  • 6. Causas do câncer
  • 7. Genes relacionados ao câncer Oncogenes Genes supressores de tumor Genes de proteínas de reparo do DNA
  • 8. Oncogenes Controle positivo da proliferação celular Superexpressão Fenótipo maligno
  • 9. Genes supressores de tumor Controle negativo da proliferação celular Silenciados Fenótipo maligno
  • 10. Genes de proteínas de reparo Síntese de proteínas reparadoras de erros do DNA Mal funcionamento Fenótipo maligno
  • 11. Genes de proteínas de reparo p53 – Reguladora do ciclo celular ( Checagem G1) 1. Produzida em grandes quantidades quando existem danos no DNA 2. Interrompe o ciclo e ativa a apoptose 3. Mutações no gene p53 X câncer
  • 12. Genes de proteínas de reparo Apoptose
  • 13. Iniciação Promoção Progressão Alteração no DNA Ativação do oncogene e inativação do supressor Mutação ou epigenética Poder mitótico descontrolado Estágios do câncer 0 – 40 anos
  • 14. Lesões precursoras do câncer Tecido normal Hiper plasia Displasia leve Câncer in situ Câncer invasor Proliferação Diferenciação Integridade genômica
  • 15. Lesões precursoras do câncer
  • 16. Evolução tumoral Tipo de câncer Localização no corpo Fatores ambientais Fatores fisiológicos
  • 17. Critério Benigno Maligno Cápsula Frequente Ausente Crescimento Lento e expansivo Rápido e infiltrativo Ciclo celular Típico Atípico Metástase Ausente Presente Neoplasia benigna X maligna
  • 18. Neoplasia benigna X maligna
  • 19. Benigno Maligno Adenoma Carcinoma Papiloma Sarcoma Lipoma Linfoma Mioma Leucemia Neoplasia benigna X maligna
  • 20. Neoplasias malignas Tecido epitelialCarcinoma
  • 21. Sarcoma Tecidos “moles” (conjuntivo) Neoplasias malignas
  • 22. Sistema linfáticoLinfomas Neoplasias malignas
  • 23. Tecido hematopoiético Leucemia Neoplasias malignas
  • 24. Marcadores tumorais Substâncias encontradas em fluídos corporais e tecidos que podem estar em quantidades aumentadas durante a evolução do câncer
  • 25. Fenótipo maligno Vantagem proliferativa Carcinogênese
  • 26. Autosuficiência em sinais proliferativos 01
  • 27. ALTERAÇÃO NO CICLO CELULAR (supressão de G1) 02
  • 28. COMPROMETIMENTO DA INIBIÇÃO POR CONTATO 03
  • 29. eEvasão da apoptose (morte celular programada) 04
  • 30. IMORTALIDADE EFETIVA (telômeros e telomerase) 05
  • 31. Células germinativas Telomerase ativa Células somáticas Telomerase inativa Células neoplásicas Telomerase ativa Senescência e morte Apoptose IMORTALIDADE EFETIVA (Telômeros) 05
  • 32. ANGIOGÊNESE SUSTENTADA 06
  • 33. INVASÃO E METÁSTASE07
  • 34. Indicação de leitura

×