Your SlideShare is downloading. ×
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Web 3.0 - A Semântica na Rede
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Web 3.0 - A Semântica na Rede

5,766

Published on

Palestra ministrada no WebDays 2008, evento realizado pelo grupo DevMedia.

Palestra ministrada no WebDays 2008, evento realizado pelo grupo DevMedia.

Published in: Technology
0 Comments
8 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
5,766
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
8
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Web 3.0 A Semântica na Rede Elvis Fusco [email_address]
  • 2. Tim Berners-Lee (inventor da Web) A existência de um ambiente onde pessoas consigam trocar informações livremente, e que essas informações possam ser acessadas de diversos dispositivos. Web
  • 3. Web 2.0 “ Web 2.0 é a mudança para uma internet como plataforma , e um entendimento das regras para obter sucesso nesta nova plataforma. Entre outras, a regra mais importante é desenvolver aplicativos que aproveitem os efeitos de rede para se tornarem melhores quanto mais são usados pelas pessoas , aproveitando a inteligência coletiva .” (O’ Reilly, 2004) O conceito de “Web 2.0” começou em 2004 com um brainstorming entre a O’Reilly ( www.oreilly.com ) e a MediaLive International. Tim O’Reilly
  • 4.  
  • 5.
    • Geração dinâmica de informações sobre BD;
    • Mecanismos de busca não alcançam;
    • Tamanho é 400 a 550 maior que a “Web pública”;
    • Indexadores 16% da Web Real (ex.: Google,..);
    • Buscas em torno de 0,03% do conteúdo existente.
    Web Oculta Desafios na Web Atual
  • 6. Atualmente, a maior parte do conteúdo da Web é projetado para o entendimento por humanos, e não para programas de computadores manipularem o seu significado. Berners-Lee, T, Hendler, J & Lassila, O ‘The semantic web’, Scientific American , Maio 2001 Desafios na Web Atual
  • 7. Nome Foto Empresa Desafios na Web Atual
  • 8. Desafios na Web Atual Como processar as informações de uma página Web? Exemplo, coletar dados de professores para uma mala-direta de e-mail
  • 9. Desafios na Web Atual Pode ser resolvido por meio de extratores ( wrappers )
    • Não ideal, pois um extrator deve ser construído para cada conjunto de páginas que possui o mesmo layout.
  • 10. Desafios na Web Atual Processo de busca de informações na Web
    • Precisão das ferramentas de busca e identificação, descrição e localização de recursos de forma mais eficiente.
  • 11. Desafios na Web Atual Processo de busca de informações na Web
    • Toda informação relevante foi localizada?
    • Páginas do assunto requisitado e com texto diferente da palavra chave não são recuperadas.
    • Quantas páginas são relevantes?
    • Páginas de um assunto diferente que utiliza as mesmas palavras são recuperadas.
  • 12. Desafios na Web Atual Processo de busca de informações na Web
    • Relevância basea da vetor de palavras
    • PageRank (Google)
  • 13. W3C Brasil - www.w3c.br
  • 14. “ Conjunto de padrões produzidos pelo W3C e destinados a orientar fabricantes, desenvolvedores e projetistas para o uso de práticas que possibilitem a criação de uma Web acessível a todos, independentemente dos dispositivos usados ou de suas necessidades especiais.” Web Standards
  • 15. Web Standards
    • Estrutura
      • Partes principais do documento, semântica e tags
      • HTML, XHTML
    • Apresentação
      • Onde são tratados os aspectos visuais que não podem ser considerados informação textual
      • CSS
    • Comportamento
      • Criação de comportamentos e efeitos sofisticados que funcionem através de várias plataformas e navegadores
      • Scripts
  • 16. Web Standards
  • 17. Web Standards
  • 18. Validação W3C jigsaw.w3.org/css-validator validator.w3.org
  • 19. Web Semântica Termo formulado por Tim Berners-Lee em 1999 no livro " Weaving the Web " (Tecendo a Teia). Fonte: www.w3.org/People/Berners-Lee/Weaving
  • 20. Web Semântica “ A Web Semântica é uma visão: é uma idéia de se ter dados bem definidos e ligados de uma maneira tal que possam ser usados por máquinas não só com o objetivo de apresentação, mas para automação, integração e reutilização dos dados entre aplicações”. Fonte: World Wide Web Consortium: “Semantic Web Activity Statement”. http://www.w3.org/2001/sw/Activity “ É uma extensão da Web atual que visa dar significado semântico ao conteúdo das páginas Web, criando um ambiente onde agentes de software e usuários possam trabalhar de forma cooperativa” Fonte: Tim Berners-Lee et al – 2001. “The Semantic Web” – Scientific American. http://www.sciam.com
  • 21. Arquitetura da Web Semântica
  • 22. Web Semântica Proposta de Tim Berners-Lee “ Utilização da idéia de hipertexto semântico, onde os hiperlinks também poderiam expressar relacionamentos entre documentos, como, por exemplo: isVersionOf, dependsOn, generated ”. Fonte: Berners-Lee, T: Information Management: A Proposal, CERN, Março 1989, Maio 1990.
  • 23. Web Semântica
  • 24. Web Semântica
    • Representam conhecimento;
    • Permitem inferência sobre o conhecimento para gerar mais conhecimento;
    • Estabelecem conexões entre os itens que não estão explicitos;
    • Provêem isto para diversos tipos de fontes.
    Ambientes Semânticos
  • 25. Web Semântica
    • Capacidade para representar e gerenciar o conteúdo semântico da Web.
    • Como um agente pode “aprender” o significado semântico de um novo termo a partir de uma especificação formal?
    • Necessidade de formaliza çã o (metadados, ontologias).
    • Descri çã o de propriedades e relacionamentos sobre itens, regras, inferência.
    Ambientes Semânticos
  • 26. Elementos da Web Semântica Metadados XML ( eXtensible Markup Language ) RDF ( Resource Description Framework ) Ontologias OWL ( Web Ontology Language )
  • 27. Metadados Os metadados são conjuntos de atributos, mais especificamente dados referenciais, que representam o conteúdo informacional de um recurso informacional. Já os formatos de metadados, também chamados de padrões de metadados, são estruturas padronizadas para a representação do conteúdo informacional que será representado pelo conjunto de dados-atributos.
  • 28. Metadados
  • 29. Metadados <META name=“description” content=“descrição da página”> <META name=“keywords” content=“relação de palavras chave”> <META name=“copyright” content=“direitos autorais”> <META name=“robots” content=“*”> * ALL | NONE NOINDEX | NOFOLLOW | INDEX | FOLLOW <META HTTP-EQUIV=“Content-Language” content=“sp”> Metadados da Linguagem HTML
  • 30. Metadados <link rel=&quot;schema.DC&quot; href=&quot;http://purl.org/dc/elements/1.1/&quot; /> <meta name=&quot;DC.title&quot; content=&quot;Dublin Core Metadata Initiative (DCMI) Home Page&quot; /> <meta name=&quot;DC.description&quot; content=&quot;The Dublin Core Metadata Initiative is an open forum engaged in the development of interoperable online metadata standards that support a broad range of purposes and business models. DCMI's activities include consensus-driven working groups, global conferences and workshops, standards liaison, and educational efforts to promote widespread acceptance of metadata standards and practices.&quot; /> <meta name=&quot;DC.date&quot; content=&quot;2007-06-04&quot; /> <meta name=&quot;DC.format&quot; content=&quot;text/html&quot; /> <meta name=&quot;DC.contributor&quot; content=&quot;Dublin Core Metadata Initiative&quot; /> <meta name=&quot;DC.language&quot; content=&quot;en&quot; /> Padrão Dublin Core http://dublincore.org/
  • 31. RDF ( Resource Description Framework )
    • Linguagem de representação sobre recursos na Web.
    • Modelo de metadados simples e expressivo.
    • Provê interoperabilidade na Web (XML).
    • Meio de integração entre diferentes padrões de metadados.
    • Expressa vocabulários distintos com base em um modelo de dados e sintaxe comuns (XML).
    • Visa processamento por máquinas.
    www.w3.org/RDF
  • 32. RDF ( Resource Description Framework ) <rdf:RDF xmlns:vcard=&quot;http://www.w3.org/2001/vcard-rdf/3.0#&quot;> <http://www.elvisfusco.com/contato/1> <vcard:fn> “Paulo Henrique&quot; <http://www. elvisfusco.com/contato/1> <vcard:email> “phenrique@hotmail.com&quot; <http://www. elvisfusco.com/contato/1> <vcard:tel> “1496913030&quot; <http://www.elvisfusco.com/contato/2> <vcard:fn> “João Pedro&quot; <http://www.elvisfusco.com/contato/2> <vcard:email> “joãopedro@gmail.com&quot; <http://www.elvisfusco.com/contato/2> <vcard:tel> “1497757643&quot; </rdf:RDF> Definições RDF são consideradas como &quot;triplas&quot;, ou seja, consistem na conjunção do Recurso, Predicado e o Valor. www.w3.org/RDF Nome Telefone Email Paulo Henrique 1496913030 [email_address] João Pedro 1597757643 [email_address]
  • 33. RDF ( Resource Description Framework ) Padrão de Metadados Dublin Core em RDF www.w3.org/RDF
  • 34. SPARQL
      • SPARQL pode ser usada para expressar “queries “ entre diversos tipos de fontes de informação, onde os dados estão guardados sobre a forma de RDF.
    SPARQL Protocol and RDF Query Language Exemplo: PREFIX abc: <http://example.com/exampleOntology#> . SELECT ?capital ?country WHERE { ?x abc:cityname ?capital ; abc:isCapitalOf ?y. ?y abc:countryname ?country ; abc:isInContinent abc:Africa. } www.w3.org/TR/rdf-sparql-query
  • 35. Ontologias Lida com a natureza e organização da realidade
      • O que é o ser ?
      • Quais são as características comuns a todos os seres?
    FILOSOFIA (Aristóteles 384-322 AC) “ Onto” Palavra Grega significa Existência.
  • 36. Ontologias Uma ontologia é uma descrição explícita de um domínio:
      • Conceitos.
      • Propriedades e atributos de conceitos.
      • Restrições sobre propriedades e atributos.
    Uma ontologia define:
      • Um vocabulário comum.
      • Um entendimento compartilhado.
  • 37. OWL (Web Ontology Language)
      • Padrão do W3C de especificação para representação de ontologias.
      • Linguagem para definir Web Semântica.
      • Extensão do XML e RDF.
      • Descreve as classes, suas propriedades, relações e instâncias.
  • 38. OWL (Web Ontology Language)
      • Casos de uso: protege.stanford.edu
  • 39. OWL (Web Ontology Language)
      • Mecanismo de indexação e recuperação de documentos de Web Semântica (RDF e OWL)
  • 40. Aplicações Web Semântica
      • Aplicações que determinam o significado do conteúdo e então cria conexões para os usuários.
  • 41. Aplicações Web Semântica
  • 42. Microformatos Conjuntos de formatos de dados que usam padrões web para contextualizar informações que facilitam a sua recuperação, seu compartilhamento e sua utilização. hCard hCalendar Geo xFolk xFN http://microformats.org/ <p class=“vcard” ><span class=“fn” > Elvis Fusco</span> doutorando em Ciência da Informação</p> Web Semântica com letra minúscula
  • 43. <ul> <li><img style=&quot;float: left; margin-right: 4px;&quot; alt=&quot;photo&quot; src=&quot;http://www.univem.edu.br/servico/foto.jpg&quot; class=&quot;photo&quot;> Elvis Fusco </li> <li>UNIVEM (<a href=&quot;www.univem.edu.br&quot;>www.univem.edu.br</a>)</li> <li><a href=&quot;mailto:fusco@univem.edu.br&quot;>fusco@univem.edu.br</a></li> <li> <div>Av Hygino Muzy Filho 529</div> Marilia, SP, 17525-901 Brasil <br /> <span>lat:-22.2328, long: -49.9658</span> </li> <li>14-2105-0830</li>​​​​​​​​​​ </ul> Web Semântica com letra minúscula
  • 44. <ul class=&quot;vcard&quot; > <li><img style=&quot;float: left; margin-right: 4px;&quot; alt=&quot;photo“ src=&quot;http://www.univem.edu.br/servico/foto.jpg&quot; class=&quot;photo&quot;> <span class=&quot;fn&quot; > <span class=&quot;given-name&quot; >Elvis</span> <span class=&quot;family-name&quot; >Fusco</span> </span> </li> <li class=&quot;org&quot; >UNIVEM (<a href=&quot;http://www.univem.edu.br&quot;>www.univem.edu.br</a>)</li> <li><a class=&quot;email &quot; href=&quot;mailto:fusco@univem.edu.br&quot;>fusco@univem.edu.br</a></li> <li class=&quot;adr&quot; > <div class=&quot;street-address&quot; >Av Hygino Muzy Filho 529</div> <span class=&quot;locality&quot; >Marilia</span>, <span class=&quot;region&quot; >SP</span>, <span class=&quot;postal-code&quot; >17525-901</span> <span class=&quot;country-name&quot; >Brasil</span><br> <span class=&quot;geo&quot; > lat: <span class=&quot;latitude&quot; >-22.2328</span>, long: <span class=&quot;longitude&quot; >-49.9658</span> </span> </li> <li class=&quot;tel&quot; >14-2105-0830</li>​​​​​​​​​​ </ul> Web Semântica com letra minúscula
  • 45. Veja mais...
  • 46. Perguntas Contato: fusco@univem.edu.br

×