Redes Sociais

2,487 views
2,381 views

Published on

Aula sobre Redes Sociais ministrada durante a disciplina de Inteligência Coletiva da turma 2011 do MBA em Marketing e Negócios do Univem

Published in: Business, Technology, Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,487
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Redes Sociais

  1. 1. REDES SOCIAIS<br />
  2. 2. Currículo Resumido do Docente<br />Elvis Fusco – fusco@univem.edu.br<br />Centro UniversitárioEurípides de Marília - Univem<br />COMPSI - Computing and Information Systems Research Lab<br />Doutor em Ciência da Informação<br />Mestre em Ciência da Computação<br />Coordenador dos cursos de Ciência da Computação e Sistemas de Informação<br />Coordenador do curso de Especialização em Sistemas para Internet<br />Gerente do Departamento de Sistemas – Univem<br />Empresário no ramo de software<br />
  3. 3. Redes Sociais e Sociedade<br />Uma rede social é uma estrutura social composta por pessoas (ou organizações, territórios, etc.) - designadas como nós – que estão conectadas por um ou vários tipos de relações (de amizade, familiares, comerciais, sexuais, etc.), ou que partilham crenças, conhecimento ou prestígio.<br />
  4. 4. As Redes Sociais<br />Uma rede social é um mapa de todos os laços relevantes entre todos os nós analisados. <br />As relações sociais podem ser visualizadas através de um diagrama, onde os nós são representados por pontos e os laços por linhas. A complexidade dos diagramas varia em função da densidade dos nós e laços.<br />
  5. 5. As Redes Sociais<br />O conceito de rede social surgiu na Sociologia e na Antropologia Social. <br />Também é aplicado e desenvolvida em áreas como a Cmunicação, a Economia, a Geografia, a Ciência da Informação e a Psicologia Social.<br />
  6. 6. As Redes Sociais<br />Teoria dos seis graus de separação<br />No mundo são necessários no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas quaisquer estejam ligadas (Stanley Milgram, na década de 60).<br />Várias pesquisas vem sendo feitas, como por exemplo, na identificação da estrutura das redes de colaboração de cientistas, redes de cooperação e de transmissão de doenças e redes de sites na web. <br />
  7. 7. As Redes Sociais<br />Teoria dos seis graus de separação<br />No mundo são necessários no máximo seis laços de amizade para que duas pessoas quaisquer estejam ligadas (Stanley Milgram, na década de 60).<br />Várias pesquisas vem sendo feitas, como por exemplo, na identificação da estrutura das redes de colaboração de cientistas, redes de cooperação e de transmissão de doenças e redes de sites na web. <br />
  8. 8. As Redes Sociais<br />Desde a pré-história os homens já se organizavam socialmente em pequenas comunidades do tipo caçadoras-coletoras, nômades, com pouca divisão do trabalho e primando a interação cara-a-cara e a tomada de decisão coletiva. Ou seja, viviam em pequenas redes sociais, em pequenos grupos .<br />De maneira muito resumida, pode-se dizer que mudanças históricas, especialmente as tecnológicas, afetaram o tamanho e hábitos das comunidades e, consequentemente, ampliaram os limites do mundo.<br />
  9. 9. As Redes Sociais<br />Desde a pré-história os homens já se organizavam socialmente em pequenas comunidades do tipo caçadoras-coletoras, nômades, com pouca divisão do trabalho e primando a interação cara-a-cara e a tomada de decisão coletiva. Ou seja, viviam em pequenas redes sociais, em pequenos grupos .<br />De maneira muito resumida, pode-se dizer que mudanças históricas, especialmente as tecnológicas, afetaram o tamanho e hábitos das comunidades e, consequentemente, ampliaram os limites do mundo.<br />
  10. 10. As Redes Sociais e a Internet<br />Vídeo<br />
  11. 11. Para alcançar 50 milhões de pessoas:<br />o rádio levou 38 anos<br />a televisão levou 13 anos<br />a internet levou 4 anos<br />
  12. 12. Para alcançar 50 milhões de pessoas:<br />o facebook levou 2 anos.<br />
  13. 13. Uma análise do uso de Redes Sociais<br />
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17.
  18. 18.
  19. 19.
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24. Twitter no dia-a-dia<br />
  25. 25. Organizações e Redes Sociais <br />Fonte: Expertise<br />
  26. 26.
  27. 27.
  28. 28. Reclamações nas Redes Sociais<br />Vídeo 1<br />Vídeo 2<br />
  29. 29.
  30. 30.
  31. 31.
  32. 32. Planejamento em Mídias Sociais<br />Ações em mídias sociais falham porque as empresas não entendem como podem utilizar o canal para facilitar o comportamento coletivo.<br />As empresas que compreendem a importância de aproveitar o poder de comportamentos coletivos para impulsionar mudanças positivas nos negócios serão bem-sucedidas no uso de mídia social.<br />O foco não deve ser na implementação de tecnologias de mídias sociais.<br />
  33. 33. Planejamento em Mídias Sociais<br />1 – Identifique a necessidade do cliente e o que ele está esperando das mídias sociais.<br />2 – Identifique o público alvo da empresa e escolha as mídias certas para aquele tipo de comunicação e empresa.<br />3 – Devemos personificar a marca, elabore uma estratégia com foco em seus clientes e objetivos, para traçar um comportamento nas mídias, do que você gosta, o que você irá falar, de que forma irá falar, com quem, enfim, nas mídias sociais, pessoas conversam com pessoas, não estão interessadas em respostas automáticas e muito menos em falar sozinho.<br />4 – Após dar inicio as atividades nas mídias, busque conteúdo, relevância e principalmente, seja o objetivo que for, busque relacionamento! Não apague críticas, as pessoas gostam de ser ouvidas e de saber que a empresa não esconde nada de ninguém.<br />5 – Monitore tudo que falam sobre a empresa, monitore seus produtos e serviços, seus consumidores, tente identificar o que falam.<br />
  34. 34. Planejamento em Mídias Sociais<br />1 – Não faça todas as mídias sociais para sua empresa, você pode não dar conta de tudo.<br />2 –  Não use ferramentas para ganhar seguidores automaticamente, pega muito mal e você corre o risco de ter sua conta bloqueada. #fail<br />3 – Faça promoções relevantes a seus seguidores e amigos, não fique fazendo promoções a todo instante, isso pode trazer para perto do seu perfil pessoas que vivem para ganhar promoções.<br />4 – Não deixe de atualizar, dica básica, mas é #fato.<br />5 – Nunca exclua o offline, apesar de não conseguirmos mensurar com tanta exatidão, as mídias tradicionais dão resultado e funcionam em perfeita harmonia com as mídias online.<br />6 –  Não se promova e fique colocando o nome de sua empresa em todos os tweets e conversas.<br />
  35. 35. Aproveitamento da Inteligência Coletiva<br />
  36. 36. Aproveitamento da Inteligência Coletiva<br />
  37. 37. Caso Arezzo<br />
  38. 38. Caso Brastemp<br />Vídeo<br />
  39. 39. Caso Renault<br />http://www.meucarrofalha.com.br<br />
  40. 40. Caso Renner<br />
  41. 41. Caso Renner<br />
  42. 42. Analista de Mídias Sociais<br />Vídeo<br />
  43. 43. Elvis Fusco nas Redes Sociais<br />elvisfusco.com.br<br />facebook.com/profile.php?id=1453344845<br />slideshare.net/elvisfusco<br />twitter.com/elvisfusco<br />linkedin.com/pub/elvis-fusco/8/874/a69<br />delicious.com/elvisfusco<br />univem.academia.edu/ProfessorElvis<br />

×