A construção do conhecimento na sociedade da informação

6,219 views
5,952 views

Published on

Conferência de abertura do Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão (ENEPE 2011)

Published in: Education
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,219
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,054
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A construção do conhecimento na sociedade da informação

  1. 1. A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Elvis Fusco
  2. 2. AGENDA 1 2 3 4 o O Papel da Construção do Sociedade Construção Universidade na Conhecimento Construção do da do na Sociedade ConhecimentoInformação Conhecimento da Informação na Sociedade da Informação
  3. 3. 1 Sociedade daInformação
  4. 4. SOCIEDADE DA INFORMAÇÃOÉ o estado em que a sociedade se encontra em quea informação tem um valor inestimável e que suaprodução, disseminação, acesso e preservação sãoessenciais para o crescimento, a manutenção ecompetitividade de uma dada sociedade.A sociedade que recorre predominantemente àsTecnologias da Informação e Comunicação (TICs)para troca de informações em ambientesinformacionais digitais, suportando a interação ecolaboração entre indivíduos e entre estes einstituições, recorrendo a práticas e métodos emconstrução permanente.
  5. 5. SOCIEDADE DA INFORMAÇÃONa perspectiva da globalização, é um nova forma deorganização e de produção da sociedade em escalaglobal, baseada na educação, no conhecimento e nodesenvolvimento científico e tecnológico.A Sociedade da Informação tem como característicaprincipal a aceleração dos fluxos de informação,produto da inovação das TICs e apresenta-se comouma proposta de construção do mundo globalizado.
  6. 6. SOCIEDADE DA INFORMAÇÃONeste contexto, caracteriza-se também pela: • Aceleração da inovação científica e tecnológica; • Rapidez na transmissão de informações em tempo real; • Gestão de informações não-lineares; • Ruptura com os conceitos de tempo e espaço.
  7. 7. HISTÓRICOPaul Otlet demonstra o interesse do homem emconstruir uma “sociedade em rede” no século XIX,Essa visão futurística de construção de um novomodelo social baseado na informação econhecimento, foi um dos princípios motivadores noprojeto da “Sociedade Intelectual das Nações”, quecita o termo “mundialização” como referência a umapossível rede universal baseada em tecnologias daépoca.
  8. 8. HISTÓRICOOutro marco fundamental no desenvolvimento dasferramentas tecnológicas se deu pelas mãos deVannevar Bush, gerente do Comitê Americano deDefesa e Pesquisa, ainda no início dos anos 1930,quando este cria o analisador diferencial, primeirocalculador analógico completo.A Sociedade da Informação começava a criarforma, sob a perspectiva do desenvolvimentotecnológico gerado com a explosão da segundaguerra mundial.
  9. 9. HISTÓRICOEm 1945, Bush publicou o artigo "As We MayThink".O artigo discute o problema do armazenamento e arecuperação do conhecimento humano.A questão é encontrar uma forma de se fazer usoapropriado do volume de informações geradas.Informações que poderiam ser relevantes paramuitos são enterradas em meio à abundância deconhecimento gerado. “As leis da genética de Mendel ficaramperdidas por uma geração porque suapublicação não alcançou os que seriamcapazes de entendê-las e estendê-las.”
  10. 10. HISTÓRICONos anos 70 percebe-se, então, oreconhecimento da Sociedade daInformação, resultado do desenvolvimentodas TICs.Contexto no qual tecnologias e informaçãoconstituem a base organizacional dasrelações na sociedade contemporânea.
  11. 11. SOCIEDADE EM REDEAtualmente vivencia-se a Sociedade emRede, com um conjunto de nósinterconectados e potencializados pelaInternet, flexíveis que se transformou daSociedade da Informação e que agora estátoda conectada formando uma espécie de"teia" onde se entrelaçampessoas, organizações e nações e por meiodesses nós é que se produzem, edisseminam todo e qualquer tipo de
  12. 12. 2 Construção doConhecimento
  13. 13. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTONo processo de construção do conhecimento, esteganha sua existência tão somente no plano dequem o recebe e não no plano de quem o emite. Naorigem, tem-se apenas um conjunto de informaçõesque ainda não é conhecimento.A informação só se tornará conhecimento namedida em que provoque ação por parte de quem orecebe, ao alterar estruturas vigentes baseadas emconhecimentos pré-existentes. Resulta que oconhecimento é da ordem dasubjetividade, enquanto a informação é da ordemda objetividade.
  14. 14. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTOConhecimento Informação Conhecimento Estruturas Produtor Suporte Receptor
  15. 15. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTOA construção do conhecimento é dependentee influenciada por estruturas pré-existentescomo a bagagem cultural, aidade, experiências de vida e objetivospretendidos.
  16. 16. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTOFormas de processamento da informação:Processamento lógico-sequencial: concentrado emobjetivos específicos muito determinados (ex. lersequencialmente livros, assistir filmes ininterruptamente).Processamento hipertextual: processos de pesquisa ouprojetos de médio prazo que apresentam muitas conexões,divergências e convergências (ex. ler livros consultando osignificado das palavras, pesquisar navegando pelaInternet).Processamento multimídico: produzir respostas imediatase situar contextos rapidamente (ex. noticiários de TV,anúncios na Internet).
  17. 17. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTOCenário atual em se dá a construção doconhecimento:• Domínio das tecnologias da informação e comunicação• Circulação constante da informação• Obtenção fácil e rápida de informação• Interconexão: tudo está ligado em rede• Fim da barreira de tempo e de espaço• Interatividade• Colaboração• Mudanças rápidas e ininterruptas
  18. 18. 3Construção doConhecimentona Sociedadeda Informação
  19. 19. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTONA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃOO conhecimento é atividade de cogniçãoe, também, é o produto dessa atividade.Entende-se, portanto, que há uma relaçãoentre a construção do conhecimento e asinúmeras possibilidades oferecidas pelaSociedade da Informação, compreendidacomo ambiente deprodução, disseminação, organização eacesso à informação.
  20. 20. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTONA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Há multiplicação da Em uma sociedade na informação e muitos ainda qual a informação não provêm acesso às constitui o insumo básico novas tecnologias de na condição de acesso remoto e em tempo real informação e define todo o processo comunicação, fato que na construção de acaba por dificultar a conhecimento construção de conhecimento
  21. 21. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTONA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃONa Sociedade da Informação a construçãodo conhecimento não é mais uma atividadeisolada, mas o resultado da colaboração deseus pares, seja em grupos ou em parceriacom outras organizações.
  22. 22. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTONA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO
  23. 23. CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTONA SOCIEDADE EM REDENuma rede, geralmente são descartadosmodelos em que haja uma construçãounilateral do conhecimento que será somenterepassado a outros indivíduos.
  24. 24. INTELIGÊNCIA COLETIVAA Construção do Conhecimento é baseadano produto de uma inteligência distribuída portoda parte, incessantementevalorizada, coordenada em tempo real, queresulta em uma mobilização efetiva dascompetências.A Construção do Conhecimento épotencializada nas interações entre os pares.
  25. 25. COMUNIDADES DE APRENDIZAGEMSão organizações sociais compostas por pessoasque compartilham metas, valores e práticas sobrea experiência na construção do conhecimento.As comunidades de aprendizagem surgem nocontexto da explosão das novas TICs tendo a Webcomo plataforma, num cenário onde há umarelativa insatisfação com o ambiente tradicional deconstrução do conhecimento, cuja capacidade deoferecer respostas adequadas aos agentes dosistema (alunos e professores), não parece ser tãosatisfatória quanto antes.
  26. 26. OPEN ARCHIVESSurgiu em 1999 com o objetivo dedesenvolver e promover soluções deinteroperabilidade que facilitem umadisseminação eficiente do conteúdo.Esforço de ampliar o acesso a repositóriosdigitais, como um meio de aumentar adisponibilidade da comunicação científica.
  27. 27. OPEN ARCHIVESColeções de arquivos digitais que incluemversões eletrônicas preliminares dedocumentos científicos (preprints) e artigosaceitos para publicação (eprints).Os Open Archives são bibliotecas digitaisdesenvolvidas na Web por cientistas e paracientistas, constituindo-se em fórunsprivilegiados para difusão de resultados edebate científico, ficando entre acomunicação formal e a informal.
  28. 28. REPOSITÓRIOS DIGITAISOs repositórios digitais institucionais, segundoo IBICT (Instituto Brasileiro de Informação emCiência e Tecnologia), são Sistemas deInformação que permitem oarmazenamento, preservação, divulgação edão acesso à produção intelectual decomunidades universitárias.
  29. 29. REPOSITÓRIOS DIGITAISNo contexto das instituições de ensino, osrepositórios digitais são capazes, por meio doseu uso correto e divulgação, de socializar oconhecimento gerado por professores, alunose pesquisadores, visando a construção denovos conhecimentos e permitindo que osdocumentos digitais sejam preservados eestejam disponíveis aos interessados de umamaneira prática e eficiente.
  30. 30. 4 O Papel daUniversidade na Construção do Conhecimentona Sociedade da Informação
  31. 31. UNIVERSIDADEO acesso à informação e as interaçõessociais são essenciais para o crescimento eaprimoramento do indivíduo e dacomunidade da qual ele faz parte.Cabe às Instituições de Ensino Superiorpromover e potencializar essasoportunidades por meio do Ensino, daPesquisa e dos Projetos de Extensão.
  32. 32. UNIVERSIDADEÉ dentro desta perspectiva que a inserção doaluno de graduação em projetos de pesquisase torna um instrumento valioso paraaprimorar qualidades desejadas em umprofissional com nível superior.
  33. 33. UNIVERSIDADEA Pesquisa para a Universidade:Possibilita uma maior articulação entre agraduação e a pós-graduação;Torna a instituição mais agressiva e competitiva naconstrução coletiva do saber cumprindo suamissão de pesquisa;Contribui para que a Universidade dê àcomunidade um retorno de seus investimentos.
  34. 34. UNIVERSIDADEA Pesquisa para o Estudante:Aprimora suas habilidades e desenvolvecompetências;Prepara o estudante para se submeter aos passosseguintes à graduação:especialização, mestrado, doutorado;Um profissional com perfil investigativo destaca-see diferencia-se no mercado de trabalho.
  35. 35. UNIVERSIDADE Conheciment Habilidade o Atitude Competência Informacional
  36. 36. UNIVERSIDADEO desafio da Universidade é formarindivíduos capazes de buscar informaçõesem um ambiente em rede e de saber utilizá-los no contexto da colaboração naconstrução do conhecimento.
  37. 37. A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO Elvis Fusco fusco@univem.edu.br http://elvisfusco.com.br Twitter: @elvisfusco

×