• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Bliotecas digitais e literacia da informacao
 

Bliotecas digitais e literacia da informacao

on

  • 2,647 views

Reflexões sobre o papel da biblioteca universitária na aquisição de competências informacionais por parte de docentes e alunos. No contexto da UALg e dos recursos informativos disponibilizados.

Reflexões sobre o papel da biblioteca universitária na aquisição de competências informacionais por parte de docentes e alunos. No contexto da UALg e dos recursos informativos disponibilizados.

Statistics

Views

Total Views
2,647
Views on SlideShare
2,637
Embed Views
10

Actions

Likes
2
Downloads
70
Comments
0

3 Embeds 10

http://rosablogando.blogspot.pt 6
http://www.slideshare.net 3
http://www.rosablogando.blogspot.pt 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • A B-On é neste momento um consórcio informal. A B-On dá acesso às principais fontes de conhecimento internacionais nas diversas áreas do conhecimento. A negociação com as editoras é realizado pela B-On de modo centralizado. O acesso a esses conteúdos negociados pode ser feito directamente pelos sites das editoras, ou pesquisados através do portal da B-On
  • Existem 4 tipos de recursos disponibilizados através da B-On. As editoras e Bases de Dados de texto integral dão acesso a publicações em full text – 16.750. As bases de dados de referência dão acesso a referência bibliográfica. Os recursos gratuitos dividem-se dentro do portal em portais, índices, bibliotecas, obras de referência. Uns dão acesso ao texto integral outros não.
  • As bases de dados de referência bibliográfica disponibilizadas através da B-On.
  • Podemos aceder às fontes de informação através dos sites respectivos ou utilizar as ferramentas de pesquisa disponibilizadas através do portal da B-On. No entanto tal só é possível para os recursos que já se encontram integrados através do mesmo.
  • A metapesquisa foi desenvolvida a pensar nos utilizadores mais especializados e com exigências de acesso à informação mais específicas, pois permite efectuar a pesquisa com um grau de costumização e complexidade elevados.

Bliotecas digitais e literacia da informacao Bliotecas digitais e literacia da informacao Presentation Transcript

  • Emília Lúcia Mariano Pacheco Biblioteca da UALg [email_address] Novembro de 2009 Bibliotecas digitais e literacia da informação: reflexões no contexto da biblioteca universitária
  • Sumário
    • A biblioteca digital e os recursos informativos electrónicos
    • Definição de literacia da informação
    • Modelos de actuação da biblioteca universitária
    • Apresentação dos recursos informativos electrónicos na UALg
  • Questões
    • Num ambiente informativo cada vez mais virado para a existência de recursos electrónicos, em vez de recursos impressos, qual é o papel da biblioteca?
    • Qual o impacto dos repositórios e do livre acesso nos recursos disponibilizados pela biblioteca?
    • Qual o papel da biblioteca quando confrontada com o papel central de promoção da ‘literacia da informação’?
    ?
    • Num ambiente informacional em que o Google aparentemente nos oferece tudo, qual é o lugar da biblioteca tradicional e mesmo da biblioteca digital?
    ?
  • Questão
    • O aumento dos recursos informativos não conduz ao aumento da qualidade da informação obtida
    • São necessárias competências informacionais para que se faça um uso efectivo da informação
    • Q ual a responsabilidade da biblioteca com a aquisição de competências informacionais por parte dos seus utilizadores?
    ?
  •  
  • Bibliotecas digitais, o que são?
    • Colecção de informação
    • Digital ou digitalizada
    • Organizada de acordo com as práticas e as normas biblioteconómicas
    • Enviada directamente para o computador do utilizador
    • Elimina a necessidade de proximidade física relativamente à colecção
    • Elimina a ideia de colecção física
  • BD’s – Tipo de informação Imagem a três dimensões Software Informação Geográfica Animação Imagem Fotográfica Gráficos Vídeo Texto digital/digitalizado/ (artigos, relatórios, livros) Audio
  • Biblioteca Digital Mundial http://www.wdl.org/es/
  • Europeana http://www.europeana.eu/portal/
  • The Online Literature Library http://www.literature.org/
  • Project Gutemberg http://www.gutenberg.org/wiki/Main_Page
  • Biblioteca Nacional Digital http://purl.pt/index/geral/PT/index.html
  • Biblioteca de Livros Digitais: http://e-livros.clube-de-leituras.pt/
  • BD’s - Arquitectura Pesquisa Visualiza Extracção de Metadados Transferência de Ficheiros Metadados Comércio Electrónico Armazenamento de Conteúdos Questões Fornecedor de Conteúdos Entrega Repositório Servidor Ser. Cliente Ser. Fornecedor Rede Browser Cliente
  • Integração Rentabilização Partilha de recursos Biblioteca híbrida – facilitadora do acesso à informação pela gestão de conteúdos
  • Serviços electrónicos ISO 2789:2003
  • Literacia da informação
    • Conjunto de competências que permitem a uma pessoa reconhecer quando necessita de informação e actuar de forma eficiente e efectiva na sua obtenção e uso.
    • ROCKMAN, Ilene F. – Introduction: the importance of information literacy. In ROCKMAN, Ilene F. and Associates – Integrating information literacy in the higher education curriculum: practical models for transformation . Jossey Bass, 2004 ISBN 0787965278. p. 1-28
  • Towards Information Literacy Indicators Ralph Catts and Jesus Lau Publisher: UNESCO: Paris, 2008 http://www.uis.unesco.org/template/pdf/cscl/InfoLit.pdf
  • A biblioteca e a literacia da informação
    • Pedagogia em literacia da informação, biblioteca como parte da sala de aula (americanos, australianos e canadianos)
    • Equipas mistas - elementos das bibliotecas e diversos actores do processo de ensino
    • Colaboração entre bibliotecários e corpo docente: conhecer a percepção que os professores têm do lugar da biblioteca na formação dos alunos
    • Formação mais proveitosa é:
      • fornecida em contexto, relacionada com os programas temáticos e inserida no próprio currículo
      • administrada no momento adequado
      • obrigatoriedade de frequência
  • Literacia e aprendizagem ao longo da vida
    • No âmbito do Processo de Bolonha a aprendizagem ao longo da vida é um elemento chave do ensino superior, faz todo o sentido dizer:
      • « Academic librarians must assume the responsibility for creating opportunities for students to acquire this skill, during their library user education»
      • CORREIA, Ana Maria Ramalho; TEIXEIRA, José Carlos – Information literacy: an integrated concept for a safer Internet. Online Information Review . Vol. 27, 5(2003) 311-320
  • Dificuldades
    • Relutância do corpo docente em prescindir de tempo e de espaço lectivos a favor de programas de formação em literacia da informação
    • Contrariedades na constituição de equipas mistas, com o indispensável aval administrativo
    • Embaraço da parte de bibliotecários e técnicos na criação de programas direccionados ao curriculo, especializados e técnicos
  • Como avaliar a Literacia informacional
    • Norma da ACRL Information Literacy Competency Standards for Higher Education , Disponível em Standards Web Site http://ala.org/ala/mgrps/divs/acrl/standards/informationliteracycompetency.cfm
    • Uso dos indicadores de desempenho definidos para o conjunto de competências
    • Permite conhecer o nível de literacia que os estudantes apresentam, do conhecimento e do uso que fazem dos recursos informativos que têm ao seu dispor, para definição de um programa de actuação da biblioteca
  • Operacionalizar os indicadores
    • Seleccionar alguns indicadores dos 26 que caracterizam o perfil do estudante literato em informação, por exemplo:
      • Capacidade de elaboração de uma questão
      • Capacidade de definição de palavras-chave
      • Conhecimento dos recursos informativos adequados à obtenção de informação
      • Estabelecimento de estratégias de pesquisa
      • Avaliação crítica das fontes de informação
      • Conceito de plágio
  • Competências Determinar a necessidade e natureza da informação Avaliar critica-mente a infor-mação e fontes Competências de literacia da informação ALA/ACRL Aceder à infor-mação de forma eficiente Temas econó-micos, éticos, legais, sociais Compo-nente da aprendiza-gem ao longo da vida
  • Princípio 1
    • O estudante com bom nível de literacia da informação define e articula a necessidade de informação e decide sobre o conjunto de acções a levar a cabo para a sua obtenção
      • Identifica um tópico de pesquisa e formula questões relacionadas
      • Identifica a variedade de tipos e formatos de potenciais fontes de informação
  • Princípio 2
    • O estudante com um bom nível de literacia obtém de forma efectiva e eficiente a informação necessária
      • Selecciona os métodos de investigação apropriados a cada fase do trabalho (pesquisa bibliográfica, experiências de laboratório, trabalho de campo, simulação, etc.)
      • Constrói e implementa uma estratégia de pesquisa efectiva: com palavras-chave, sinónimos, termos relacionados e multilingues ; selecciona vocabulário controlado
  • Princípio 3
    • O estudante com um bom nível de literacia avalia criticamente a informação obtida e as suas fontes
      • Identifica questões relacionadas com a credibilidade da informação científica disponibilizada pela biblioteca, versus um ambiente informacional não controlado, como a Internet, não são claramente referidas
  • Princípio 4
    • O estudante com um bom nível de literacia compreende e leva em consideração as questões económicas, éticas e legais relativas ao uso da informação .
  • Princípio 5
    • O estudante com bom nível de literacia da informação reconhece a necessidade de estar a par da evolução no seu campo de conhecimento e percebe que a actualização informativa é um processo de aprendizagem constante
  • LI e a Biblioteca
    • Necessária formação que permita:
      • Utilização plena dos recursos electrónicos disponíveis
      • Reforço das capacidades para localização, identificação e pesquisa de informação
      • Aperfeiçoamento das estratégias de pesquisa na Internet e no catálogo
      • Desenvolvimento das capacidades de avaliação crítica da informação e das suas fontes, nomeadamente os critérios de selecção de informação .
  • QUESTÕES
    • Quais são os recursos electrónicos da UALg?
    • Como posso saber se um livro existe na biblioteca?
    • Onde encontrar uma norma técnica?
    • O que é a B-on?
    • Onde encontrar um Decreto-lei ou directiva?
    • Como fazer uma citação bibliográfica?
    • Como fazer uma pesquisa?
  • Página da Biblioteca
    • http://www.bib.ualg.pt
        • Ligações recomendadas (por temas)
        • Catálogos de outras bibliotecas
        • Jornais
    Leitores – acesso ao programa de empréstimo (renovação, visualização de empréstimos) Pesquisa geral nas colecções das bibliotecas Pesquisa no catálogo Bibliopac
  • Pesquisa bibliográfica - Opções
    • Pesquisa geral (mais acessível)
      • Faz-se simultaneamente em todas as bibliotecas da UALg
      • Apresenta informação sobre se o documento está disponível para empréstimo
      • Não é muito exacta
      • Aconselhada para pesquisas muito precisas em que se sabe, por exemplo, o nome exacto da obra
  • Seleccionar as opções – Título , Qualquer , Assunto e Autor Seleccionar a biblioteca em que se pretende pesquisar ( Qualquer , EST , ESE , ESGHT , ESSAF , Central Estado do empréstimo Verde : disponível Encarnado : emprestado
    • Leitura do resultado da pesquisa :
    • EST (est): Sigla da biblioteca que tem o documento (base pesquisada)
    • Descrição física: indica o tipo de documento (livro, artigo, CD-Rom, vídeo)
    • Assunto : Pode obter todos os documentos referentes a um assunto
    • CDU (Classificação Decimal Universal) classificação temática
    • Exemplares: com cor verde estão disponíveis para emprestar
    • O n.º e as letras depois da sigla da biblioteca indicam
    • a cota para localizar o documento na biblioteca:
    • 69.003.121 MAR Ren – 69 Estantes de Construção Civil
            • .003 Prateleira de Economia e Gestão na Const.
            • .121 Área de Orçamento de Obras
            • MAR Ren Ordem alfabética do livro na prateleira
  • RECURSOS ELECTRÓNICOS
    • Bases de dados de
        • Referencias – referencias dos artigos publicados (acesso restrito na rede UAlg)
        • Texto integral – acesso ao texto integral (acesso restrito na rede UAlg)
        • Recursos em Open access – artigos, actas, etc. (acesso livre)
    • Livros electrónicos (acesso restrito na rede UAlg)
  • BASES DE DADOS NA UNIVERSIDADE
    • Referenciais temáticas (indexam e resumem artigos por área temática)
      • ASFA - Aquatic Sciences and Fisheries Abstracts
      • Biotechnology abstracts
      • CAB - agricultura, agronomia, ciência animal, aquacultura, biologia, botânica, ecologia, economia, entomologia, ambiente, horticultura, recursos naturais, nutrição, pesticidas, solos, hidráulica, e nutrição humana.
      • Econlit
      • MathScinet – Indexa revistas de Matemática
      • PsycInfo - psicologia
    • Referenciais generalistas
      • Web of knowledge - Bases de dados de indexação e resumo de artigos científicos multidisciplinares.
        • Current Contents Connect
        • ISI Proceedings -  índice de literatura publicada a partir de conferências, simpósios, seminários, colóquios, workshops e convenções.
        • Journal Citation Reports - estatísticas de publicação, de citações e de aferição de impacto das revistas nas respectivas áreas científicas.
        • Web of Science -   acesso a informação bibliográfica relativa a trabalhos científicos em todos os domínios do conhecimento, publicados nas revistas indexadas pelo ISI.
  • Recursos de texto integral
      • Portal B-on
      • AMS electronic journals (American Mathematical Society)
      • Recursos em regime de livre acesso (referenciados, por exemplo, em DJOAJ - Directory of open access journal e PLos – Public library of science )
  • Acesso livre
    • O que é?
    • Foram proporcionados na WEB meios para os investigadores disponibilizarem os resultados das investigações a qualquer pessoa, em qualquer lugar e em qualquer momento
    • O que se pode encontrar
    • Artigos de revistas científicas, comunicações em conferências, teses ou relatórios de investigação
  • RCAAP: http://www.rcaap.pt/results.jsp
  • Sapientia Repositório da UALg: http://sapientia.ualg.pt
  • Normas: www.ipq.pt Legislação nacioanl: www.dre.pt http://www.dre.pt/ Estatísticas: www.ine.pt Digesto/PCMLEX – Base de pesquisa de diplomas legais pelo n.º Ex: 23/98 ou 26/2008 Legislação europeia: http://eur-lex.europa.eu/
  •  
  • Os dados dos campos pré-definidos são seleccionados em “Escolher” Preenchimento do campo N.º de documento: 23/99 ou 23/2000
  • Visualização do texto integral
  • Livros electrónicos
    • Livros de texto em formato digital
      • Acesso simultâneo em locais diferentes
      • Sistemas de pesquisa
      • Reprodução parcial de páginas do texto
      • Possibilidade de estabelecer ligação a partir de bibliografia recomendada a alunos
  • Livros electrónicos
  •  
  • Indice e acesso ao pdf
  • Biblioteca do Conhecimento Online
    • www.b-on.pt
  • O que é a B-ON?
    • A B-on reúne as principais editoras de revistas científicas internacionais de modo a oferecer um conjunto vasto de artigos científicos disponíveis on-line nas diversas áreas do conhecimento.
    • Portal de pesquisa integrada .
  • Quem pode aceder à B-ON ?
    • Todos aqueles que integrem os quadros da instituição aderente ou nela desenvolvam actividade:
      • Investigadores;
      • Docentes;
      • Estudantes;
      • Bolseiros;
      • Pessoal técnico;
      • Walk in users .
  • Conteúdos disponíveis
    • TIPOS DE RECURSOS
      • EDITORAS
      • BASES DE DADOS EM TEXTO INTEGRAL
      • BASES DE DADOS DE REFERÊNCIA
      • RECURSOS GRATUITOS
      • Com as editoras e bases de dados estão disponíveis
      • 16.750 publicações em
      • TEXTO INTEGRAL
  • Quais as bases de dados?
    • BASES DE DADOS REFERENCIAIS
      • ACM - The Guide Current Contents (ISI) ERIC (EBSCO) ISI Proceedings (ISI) ZentrallBlatt Derwent Inovations Index (ISI)
    • INTEGRAÇÃO DA PLATAFORMA
    • WEB OF KNOWLEDGE
  • Portal b-on
      • Pesquisa integrada nos diversos tipos de recursos disponibilizados.
        • Pesquisar artigos e resumos em editoras e bases de dados, em simultâneo
      • Utilização das ferramentas de pesquisa em simultâneo nos diversos recursos
        • Utilização de operadores booleanos
        • A selecção de áreas temáticas ou tipos de recurso
        • Criação de área de trabalho pessoal
        • Fusão e eliminação de registos duplicados
  • http://www.b-on.pt
  • Escolher opção de pesquisa Escrever expressão de pesquisa Fazer OK Seleccionar um conjunto de recursos
  • Resultados da pesquisa Selecção de uma referência SFX
  • Pesquisa rápida - Resultados Menus de contexto Nº de resultados Formato de visualização Menu de ordenação Navegação nos resultados
  • SFX o que é?
    • Informação contratual da revista referida
    • Dá a indicação do tipo de acesso contextualizado ao utilizador (no nosso caso UAlg)
    • Pode ser preenchido para acesso directo ao artigo pretendido
  • Documento em texto integral
  • Metapesquisa Esta pesquisa, tal como a pesquisa rápida, permite seleccionar os campos e fontes a pesquisar mas, para além disso, permite aumentar o grau de flexibilidade, efectuando a selecção de recursos de forma diversa, por exemplo por tipo, categoria, nome, ou a combinação destes factores. Utilizador que já conhece os recursos e as categorias Sugere-se a escolha da Metapesquisa
  • Termos a pesquisar Selecção de recursos Conjuntos Operadores Booleanos Campos Informação sobre o recurso Adicionar recursos aos conjuntos que nós criamos
  • Área pessoal
    • Área pessoal
      • Login e Auto-registo
      • Conjuntos personalizados
      • Criação de alertas
      • Opções
  • Área pessoal - Login
    • É possível a um utilizador validar-se no sistema clicando na imagem do cadeado presente no menu principal.
    Para os utilizadores que ainda não possuam conta de login podem registar-se clicando no link indicado
  • Área pessoal – Conjuntos personalizados
    • Os conjuntos personalizados são criados com os recursos adicionados aos favoritos durante as pesquisas
    Novo conjunto Guardar conjunto Guardar como Apagar conjunto Transferência para conjunto Apagar recurso
  • Área pessoal – Criação de alertas
    • A criação de alertas é efectuadas com as pesquisas guardadas, acedendo à Área pessoal, Histórico
    Criar alerta Apagar pesquisa Deverá introduzir os dados a este associados: nome do alerta, email para onde os resultados serão enviados, a periodicidade do alerta e os conteúdos onde a pesquisa será realizada.
  • Outros recursos
    • PESQUISAS NA INTERNET
      • Catálogos
      • Scirus, etc.
    • Catálogos:
    • Ualg
    • Colectivos Nacionais:
      • Porbase
      • FCT Revistas
      • INETI
    • Bibliotecas Universitárias
    • Bibliotecas Estrangeiras:
      • British Library
      • European Library
  • ColCat – Catálogo Colectivo de bibliotecas universitárias mantido por Aveiro
  • Motor de pesquisa para a informação científica http://www.scirus.com/
  • Como fazer uma referência bibliográfica Guia da Universidade do Minho baseado em: NP 405 - 1. 1994, Informação e Documentação - Referências bibliográficas : Documentos impressos. IPQ. 
  • Livros (termo técnico: monografias) Ex. Guia UMINHO Exemplo: CAMÕES, Luís de - Os Lusíadas . 1.ª ed. Lisboa : Rei dos Livros, 2002. ISBN 972-51-0186-3. APELIDO, primeiros nomes - Título (a destacado) . Edição. Local de publicação : Editor, Ano de publicação. ISBN.
  • Volumes ou partes de livros Ex. Guia UMINHO Exemplo: TOLKIEN, J. R. R. - A irmandade do anel. In "O senhor dos anéis". 13.ª ed. Mem Martins : Europa-América, 2002. ISBN 972-1-04102-5. vol. 1. APELIDO, primeiros nomes - Título do volume ou parte. In Apelido (do autor da monografia), primeiros nomes (do autor da monografia) - "Título da monografia (a destacado)". Edição. Local de publicação : Editor, Ano de publicação. ISBN. Localização na monografia.
  • Artigos, capítulos, etc. em livros (termo técnico: contribuições em monografias) Ex. Guia UMINHO Exemplo: PEREIRA, Maria Helena da Rocha - O Jardim das Hespérides. In CENTENO, Yvette Kace, coord. ; FREITAS, Lima de, coord. - A simbólica do espaço. 1ª ed. Lisboa : Editorial Estampa, 1991. ISBN 972-33-0781-2. p. 17-28. APELIDO, primeiros nomes - Título da contribuição. In APELIDO (do autor da monografia), primeiros nomes (do autor da monografia) - Título da monografia (a destacado). Edição. Local de publicação : Editor, Ano de publicação. ISBN. Localização na monografia.
  • Artigos de revistas, jornais, etc. (termo técnico: artigos de publicações em série) Ex. Guia UMINHO Exemplo: FIGUEIREDO, M. O. - Factores de estabilidade estrutural associados ao arranjo dos catiões nas estruturas dos compostos iónicos. Revista Portuguesa de Química. Lisboa. ISSN 0035-0419. Vol. 23, n.º 4 (1981), p. 250-256. APELIDO, primeiros nomes - Título do artigo. Título da publicação em série (a destacado) . Local de publicação. ISSN. Volume, Número Ano de publicação (algarismo entre parêntesis), Localização na publicação.
  • Actas de congressos Ex. Guia UMINHO Exemplo: CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS, 2, Coimbra, 1987 - A integração europeia: um desafio à informação : actas. Coimbra : Minerva, 1987. A ordem e os elementos da referência bibliográfica são os mesmos das monografias .
  • Artigos em documentos electrónicos: revistas, jornais, etc. Exemplo: BARTON, M. ; WALKER J. - Building a Business Plan for DSpace, MIT Libraries Digital Institutional Repository. Journal of Digital Information [Em linha]. Vol. 4, n.º 2 (2003). actual. 28 Abr. 2003. [Consult. 2 Jul. 2003]. Disponível em WWW:. ISSN: 1368-7506. APELIDO, primeiros nomes - Título. Título da publicação em série (a destacado) Tipo de suporte (entre parêntesis rectos). Volume, Número Ano de publicação (entre parêntesis), Páginas. Data de actualização ou revisão. Data de consulta (entre parêntesis rectos). Disponibilidade e acesso. ISSN.
  • Gestores de bibliografias: EndNote Web Zotero Mendeley
  • O que são
    • Ferramentas que permitem fazer, criar e gerir as referências bibliográficas através de:
    • Pesquisa de recursos online
    • Salvaguarda directa de registos bibliográficos retirados das bases de dados referenciais
    • Recolha e organização de referências bibliográficas
    • Formatação de citações, notas de roda pé ou uma bibliografia
    • Introdução automática de referências bibliográficas no texto do Word
    • Partilha de referências com outros utilizadores
  • EndNote Web (UALg) http:// portal.isiknowledge.com / portal.cgi
  • 1. Pesquisar bases de dados bibliográficas online
  • … adicionar as referências pretendidas nas pastas temáticas criadas
  • 2. Como organizar e partilhar as suas referências que podem ser partilhadas com outros utilizadores do EndNote Web Criando pastas com grupos temáticos
  • 3. Como formatar a bibliografia Os estilos bibliográficos disponíveis incluem aqueles usados pela maioria das revistas internacionais e alguns generalistas como Author - Date Seleccionar o grupo de referências a formatar Seleccionar o estilo bibliográfico para as referências Seleccionar o formato (para visualização directa seleccionar RTF)
  • Zotero (software livre) http://www.zotero.org
  •  
  • Mendeley (livre/gestão de documentos) http://www.mendeley.com
  • Realidade partilhada das redes sociais
    • Criar
    • Partilhar
    • Socializar
      • Blogs
      • Wikis
      • Facebook
      • Twitter http://twitter.com
      • Delicious http:// delicious.com
      • Slidshare http:// www.slideshare.net
      • Flickr http://www.flickr.com/
      • Scribd http://www.scribd.com/
      • Second Life …etc.
    A questão é a de saber como fazer uma utilização produtiva destas ferramentas
  • http://www.teachinghacks.com/files//100ideasWeb2educators.pdf
  •  
  • http://www.npr.org/templates/story/story.php?storyId=120097876
  • http://books.google.pt/
  • http:// scholar.google.pt /
  • http://www.scribd.com/
  • http://www.slideshare.net
  • http://www.teachers.tv/video/37341
  • http://www.uis.unesco.org/template/pdf/cscl/InfoLit.pdf