Your SlideShare is downloading. ×
0
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Alface (Lactuca sativa)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Alface (Lactuca sativa)

21,269

Published on

A alface vegetais mais consumidos no mundo inteiro, e no Brasil esse fato não é diferente. Este seminário apresentado para a disciplina de Estágio III, do curso de Bacharelado em Agroindústria, da …

A alface vegetais mais consumidos no mundo inteiro, e no Brasil esse fato não é diferente. Este seminário apresentado para a disciplina de Estágio III, do curso de Bacharelado em Agroindústria, da Universidade Federal da Paraíba (Brasil) mostra as principais características da alface (Lactuca sativa), bem como suas principais utlizações, o manejo adequado e os benefícios que esse vegetal trás para a nossa saúde.
Lettuce most consumed vegetables worldwide, and the fact that Brazil is no different. This seminar presented to the discipline of Stage III, the course of Bachelor of Agribusiness, Federal University of Paraíba (Brazil) shows the main characteristics of lettuce (Lactuca sativa) and its main utlizações, proper management and the benefits that plant back to our health.

Published in: Health & Medicine
0 Comments
25 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
21,269
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
25
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Alface<br />Ariana Marinho<br />Elton Belarmino<br />Suênia Pereira<br />Universidade Federal da Paraíba<br />Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias<br />Bacharelado em Agroindústria<br />
  • 2. Definição<br />A Alface ou Lactuca sativa é uma planta hortense, é utilizada na alimentação humana desde cerca de 500 a.C., é mundialmente cultivada para o consumo em saladas, com inúmeras variedades de folhas, cores, formas, tamanhos e texturas.<br />
  • 3. Histórico da Alface<br />É originária de regiões da Ásia e do Leste do Mediterrâneo;<br />Há registros de utilização dessa verdura pelos egípcios, gregos e romanos;<br />Há referências desde uso pelos antigos persas.<br />
  • 4. • Mapa do Mediterrâneo<br />
  • 5. Histórico da Alface<br />É originária de regiões da Ásia e do Leste do Mediterrâneo;<br />Há registros de utilização dessa verdura pelos egípcios, gregos e romanos;<br />Há referências desde uso pelos antigos persas;<br />No século XVI, estudos sobre a alface, atribuíram-lhe grande efeito sobre a impotência.;<br />Foi introduzida nas Américas após a colonização da América do Norte pela Inglaterra.<br />
  • 6. Taxonomia<br />Reino: Plantae<br />Divisão: Magnoliophyta<br />Classe:Magnoliopsida<br />Ordem: Asterales<br />Família:Asteraceae<br />Género: Lactuca<br />Espécie:L. sativa<br />
  • 7. Peculiaridades<br />A alface é uma das hortaliças folhosas economicamente mais importantes no mundo; <br />No Brasil está entre as dez hortaliças mais consumidas in natura;<br />Constitui uma importante fonte de sais minerais;<br />Possui uma alta variabilidade;<br />Apresenta pouquíssimas calorias; <br />Tem suas variedades nomeadas com os mais distintos nomes.<br />
  • 8. Variedades<br />São cultivadas quatro variedades comuns de alfaces:<br />L. sativa V. capitata: as alfaces-repolhudas;<br />L. sativa V. longifolia: as alfaces-romanas;<br />L. sativa V. crispa: as alfaces crespas ou frisadas; <br />L. sativa V. latina: as alfaces galegas.<br />
  • 9. L. sativa V. capitata: as alfaces-repolhudas:<br />
  • 10. L. sativa V. longifolia: as alfaces-romanas:<br />
  • 11. L. sativa V. crispa: Variedade crespa roxa.<br />L. sativa V. crispa: as alfaces crespas ou frisadas:<br />
  • 12. L. sativa V. latina: as alfaces galegas:<br />
  • 13. Agronegócio no Brasil<br />Área: cerca de 35000 ha/ano;<br />Plantio sucessivo: geralmente 2 a 3 ciclos/área/ano;<br />Mão de obra: equivalente a cerca de 170000 empregos;<br />Consumo per capita: em torno de 3 kg/ano.<br />
  • 14. •Agronegócio do setor <br />sementeiro brasileiro<br />
  • 15. Plantio da Alface<br />Questões importantes a considerar:<br />A escolha da variedade mais adequada;<br />A escolha do melhor local; <br />O preparo e conservação do solo;<br />O levantamento dos canteiros;<br />
  • 16. • Canteiros prontos para uso<br />• Preparação do solo com trator<br />
  • 17. Plantio da Alface<br />Questões importantes a considerar:<br />A escolha da variedade mais adequada;<br />A escolha do melhor local; <br />O preparo e conservação do solo;<br />O levantamento dos canteiros;<br />A produção de mudas;<br />
  • 18. • Mudas na bandeja<br />• Detalhe das raízes da muda<br />
  • 19. Plantio da Alface<br />Questões importantes a considerar:<br />A escolha da variedade mais adequada;<br />A escolha do melhor local; <br />O preparo e conservação do solo;<br />O levantamento dos canteiros;<br />A produção de mudas;<br />O plantio definitivo; <br />
  • 20. • Mudas no plantio definitivo<br />
  • 21. Plantio da Alface<br />Questões importantes a considerar:<br />A escolha da variedade mais adequada;<br />A escolha do melhor local; <br />O preparo e conservação do solo;<br />O levantamento dos canteiros;<br />A produção de mudas;<br />O plantio definitivo; <br />Irrigação;<br />Adubação;<br />Capinas;<br />Tratos culturais para o combate de pragas e doenças; <br />Colheita.<br />
  • 22. • Alface pronta para ser colhida<br />
  • 23. Obtenção das Sementes<br />Cada planta da alface forma em torno de 10 a 25 pequenas flores;<br />Todos os florículos na flor abrem no mesmo dia;<br />Sempre escolher os melhores exemplares da alface para a recolha de semente; <br />A colheita das sementes da alface deve ser feita de maneira progressiva;<br />Uma boa planta de alface pode dar cerca 60.000 sementes;<br /> A viabilidade destas sementes é de 3 a 5 anos;<br />Para evitar cruzamentos, convém distanciar cerca de 20 metros as diferentes variedades das alfaces.<br />
  • 24. • Flores da Alface<br />
  • 25. Ciclos de Produção<br />1º Ciclo: Ciclo Vegetativo;<br />2º Ciclo: Ciclo Reprodutivo.<br />
  • 26. Formas de Consumo<br />O consumo varia de acordo com a região:<br />Alface solta;<br />Alface picada.<br />
  • 27. Propriedades Nutricionais<br />As alfaces contêm muito poucas calorias;<br />Possui cerca de 90 a 96% de seu peso composto por água;<br />É rica em vitaminas, sais minerais e fibras;<br />Contêm uma boa fonte de fibra laxante.<br />
  • 28. Tabela 1: Tabela nutricional da alface<br />
  • 29. Propriedades Medicinais<br />Ajuda a evitar anemia;<br />Auxilia no combate a avitaminoses;<br />Auxilia na coagulação sanguínea;<br />Possui ação de descongestionador intestinal;<br />Fornece boas quantidades de minerais como:<br /><ul><li>Potássio;
  • 30. Magnésio e
  • 31. Selênio; </li></ul>É um sedativo natural.<br />
  • 32. Principais Pragas<br />LMV – Lettucemosaicvirus (Vírus do Mosaico da Alface);<br />
  • 33. • Folhas da Alface com Mosaico<br />
  • 34. Principais Pragas<br />LMV – Lettucemosaicvirus (Vírus do Mosaico da Alface);<br />LMoV – Lettucemotlevírus (Vírus do Mosqueado da Alface);<br />Tospovírus; <br />
  • 35. • Folha contaminada pelo Tospovírus<br />• Aspecto bronzeado na Alface causado peloTospovírus<br />
  • 36. Principais Pragas<br />LMV – Lettucemosaicvirus (Vírus do Mosaico da Alface);<br />LMoV – Lettucemotlevírus (Vírus do Mosqueado da Alface);<br />Tospovírus; <br />LBVV – Lettucebig-veinvírus (Vírus de Grandes Veias da Alface);<br />Fungo Thielaviosisbasicola.<br />
  • 37. • Efeito do fungo sobre as raízes<br />• Ação do fungo Thielaviosisbasicola nas raízes da Alface<br />
  • 38. Dicas<br />Durante as compras, dar preferência às alfaces de:<br />Folhas limpas;<br />Cor brilhante e <br />Sem marcas de picadas de insetos;<br />
  • 39. Dicas<br />Métodos para conservar:<br />Fora da geladeira, dentro de uma vasilha com água ou em um saco plástico aberto;<br />Dentro da geladeira, deve ser mantida dentro de uma vasilha de plástico tampada;<br />A alface não tolera congelamento.<br />
  • 40. Dicas<br />Antes de consumirdevemos:<br />Lavar as folhas uma por uma em água corrente;<br />Deixá-las de molho em solução de água sanitária;<br />Enxaguar as folhas com água filtrada. <br /> Bon Apetit!<br />
  • 41. Referências Consultadas<br />BALBACH, A.; BOARIM, D.S.F.As hortaliças na medicina natural. 2.ed.rev.atual. São Paulo: Missionária, 1992. 291p.<br />CARVALHO, B.A. de. Conheça melhor as hortaliças. Campo Grande: EMPAER, 1988. (EMPAER. Documentos, 17).<br />EMBRAPA. Dicas ao consumidor, Alface. Disponível em: <http://www.cnph.embrapa.br/paginas/dicas_ao_consumidor/alface.htm> Acesso em 1 de junho de 2010.<br />FAHL, J.I.; CAMARGO, M.B.P. de; PIZZINATTO, M.A.; BETTI, J.A.; MELO, A.M.T. de; DEMARIA, I.C.; FURLANI, A.M.C., eds. Instruções agrícolas para as principais culturas econômicas. 6.ed. Campinas: IAC,1998. 396p. (IAC. Boletim, 200).<br />PIMENTEL, A.A.M.P.Olericultura no trópico úmido: hortaliças na Amazônia. São Paulo: Agronômica Ceres, 1985. <br />
  • 42. Alface<br />Ariana Marinho<br />Elton Belarmino<br />Suênia Pereira<br />ariana-marinho@hotmail.com<br />eltonebs_@hotmail.com<br />suenia.p.silva@gmail.com<br />

×