Falando sobre Cinema                                    Autora: Elizete Arantes       O cinema mundial está sempre buscand...
Imagem 2-       O drama no filme Amnésia se fundamenta na história de um rapaz que teve a mulherbrutalmente assassinada e ...
inversão narrativa permite ao espectador um maior esforço para compreender os blocos decenas e refletir sobre o tema, bem ...
CÔRTES. Norma. AMNÉSIA, O TEMPO COMO CONSTRUÇÃO. Resenha Críticado Filme Amnésia. Disponível em:<http://www.espacoacademic...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Falando sobre cinema

1,440 views
1,283 views

Published on

Um pequeno artigo sobre o cinema contemporâneo.

Published in: Entertainment & Humor
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,440
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
20
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Falando sobre cinema

  1. 1. Falando sobre Cinema Autora: Elizete Arantes O cinema mundial está sempre buscando novas formas de narrar uma história semperder a essência natural de convencer o espectador da casualidade, causa e efeito e fundomoral, seja tradicional ou experimental. Proponho estudar os aspectos associados aonaturalismo realista do cinema contemporâneo e os elementos característicos de umaprodução mais experimental. Primeiro, fiz uma relação dos filmes que mais meimpressionaram e dentre eles, escolhi Amnésia, de Christopher Nolan (2000), 113 min., eIrreversível, de Gaspar Noé (2002), 99 min. I magem1. Ambos utilizam-se do formato narrativo de trás para frente, ou seja, a primeira cena éo final da história e a última é a primeira. Eles também possuem dois aspectos dos gêneroscinematográficos, suspense e drama, e têm como fio condutor a vingança. Estes filmes foramescolhidos, pois diferem dos filmes clássicos, cuja narrativa é transparente e totalmenteamarrada em sua lógica de espaço e tempo. Por isso, não são filmes compreensíveis aprimeira vista, ao contrário, induz o espectador a assistir várias vezes a fim de alcançar acompreensão da trama. Além disso, não fazem chorar de emoção como os filmesconsiderados família, aqueles que levam multidões ao cinema, ao contrário, são filmes parauma platéia mais curiosa, seleta e exigente.
  2. 2. Imagem 2- O drama no filme Amnésia se fundamenta na história de um rapaz que teve a mulherbrutalmente assassinada e parte em busca de seu criminoso. O suspense fica por conta do quevem depois do ocorrido, quando o personagem central não consegue se lembrar por muitotempo de situações recentes, o que o deixa a mercê de anotações e fotografias. A lógica danarração está na cronologia inversa, intercaladas com cenas sequenciais de pequenos lancesde memória, a qual faz com que a imagem fique em segundo plano, pois o que interessa sãoos acontecimentos que o espectador é induzido a organizar mentalmente para compreender oque aconteceu e quem é quem na história e o porquê dos fatos. Essa nova forma de narrativa joga com o grau de compreensão do espectador, que éuma das características do cinema experimental, e é o que difere do cinema tradicional, que játraz uma cronologia traçada e não exige esforço para entender a trama. Outra característicasão os protagonistas psicologicamente afetados, que vivem à margem da sociedade. Estesfilmes também trazem em suas propostas imagens que se movem desvairadamente, restando aquem assiste apenas a possibilidade de entregar-se à experiência. No filme Irreversível, o drama fica por conta do estupro e do espancamento violentoque envolve uma jovem, bem como da sede de vingança do seu companheiro. O suspense érevelado em duas cenas: a primeira, com a busca frenética por vingança na boate desadomasoquismo, e a segunda acontece na passagem subterrânea para pedestre, onde, enfim,o espectador compreende o porquê de tanta violência e a sua raiz. A lógica dessa narração é mexer com os instintos mais animalescos do espectador,pois até compreender a trama alguns sentimentos são desconfortadamente suscitados, dorepúdio a compaixão, entre tantos outros. Dessa forma, o realismo da cena inicial com a buscaagitada ao desconhecido e o assassinato com o extintor de incêndio, esmagando a cabeça dovilão, como também o estupro, provoca estranhamento, ao ponto de querer voltar no tempopara que as coisas se apresentem de forma diferente. Particularmente, no referido filme, a
  3. 3. inversão narrativa permite ao espectador um maior esforço para compreender os blocos decenas e refletir sobre o tema, bem como se colocar na condição das personagens. Com isso, o espectador passa a fazer parte da trama mudando o tempo dosacontecimentos ao comando da frase “O tempo tudo destrói”, não dá para reverter. Sendoassim, o mínimo que o espectador pode fazer é avançar no controle remoto na esperança deum final feliz, nesse caso, um começo feliz. No entanto, no filme anterior, o tempo é aliado do protagonista, pois fica a expectativade que com o passar do tempo a trama se revele favorável, mostrando quem é o verdadeirovilão. Nesse sentido, a tragédia já aconteceu e espera-se que a memória seja restabelecida eelucide os acontecimentos. Contudo, nada é o que parece ser, uma vez que os mocinhos e osvilões de narrativas experimentais, são diferentes das tradicionais, sendo protótipos de pessoasreais, causas reais, efeitos reais, não há finais felizes. Em ambos os filmes, a linearidade clássica tornaria a narração comum, fatídica e oimpacto emocional não seria o mesmo, pois seria mais um filme sobre violência, iguais atantos outros apresentados em Hollywood, até então. Porém, eles não deixam de ser Cult, poisinovam na narrativa, dão margens às múltiplas interpretações, não fogem ao realismo dasociedade contemporãnea, levam a reflexão da vida cotidiana e dos sentimentos humanos. Nessa perspectiva, o espectador se identifica com as cenas apresentadas como sefossem reais, as quais podem acontecer com qualquer pessoa do seu convívio. Apesar de seruma ficção, é também recortes dos acontecimentos das ruas apresentadas nos telejornais, eainda há o fundo moral que leva o espectador a se questionar: vale a pena a vingança? Aviolência advinda da vingança não gera mais violência? E se fosse comigo, como reageria?Com isso, a trama convence o espectador, instiga-o a refletir nos males da sociedade atual.Afinal, é cinema contemporâneo, experimental, original, inovador, polêmico, inteligente eaudacioso.Referências:VIEIRA. João Luiz. Cinema. Material didático do curso de Artes Visuais: Cultura eCriação. SENAC/RN, 2005.BRATFISCH, Allan. Resenha Crítica do Filme Irreversível. Disponível em:<http://www.cranik.com/irreversivel.html>. Acesso em: 16 mar. 2011.
  4. 4. CÔRTES. Norma. AMNÉSIA, O TEMPO COMO CONSTRUÇÃO. Resenha Críticado Filme Amnésia. Disponível em:<http://www.espacoacademico.com.br/022/22ccortes.htm>. Acesso em: 16 mar.2011.AMNÉSIA (Memeto) Direção: Christopher Nolan, Ano: 2000. Duração: 113 minutos.Estados Unidos.IRREVERSÍVEL (Irreversible). Direção: Gaspar Noé. Ano 2002. Duração: 99 min. França.Endereço das imagens:Imagem 1-http://www.adorocinema.com/filmes/irreversivel/trailers-e-imagens/#26487Imagem2- http://www.cineplayers.com/filme.php?id=68

×