áRvores do rs 4º ano 2011 helena

1,384 views
1,237 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,384
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
14
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

áRvores do rs 4º ano 2011 helena

  1. 1. Árvores doRio Grande do Sul 1
  2. 2. Porque -No verão, as árvores ajudam a refrescar o ambiente urbano. Com o calor, as calçadas e prédios esquentam e a sombra das árvores as árvores amenizam as altas temperaturas. -Elas embelezam os caminhos, principalmente são quando estão floridas. -Oferecem abrigo e alimento para a fauna da cidade.importantes? -Reduzem a poluição sonora provocada pelo trânsito intenso. -A copa das árvores promovem a privacidade de alguns apartamentos. Antes de começar a falar -Nos galhos de muitas delas habitam outras sobre os vários tipos de plantas. árvores do Rio Grande do -São o local preferido para os ninhos dos Sul, vamos saber porque pássaros como a corruíra. elas são tão importantes. -Tornam o ambiente mais agradável, bonito e interessante para os apressados moradores da cidade. 2
  3. 3. nome popular: Curiosidade: O nome “ipê” é de origem indígena, em Tupi, significa IPÊ “arvore cascuda”, porque os ipês tem cascas grossa. Origem: Brasilnome cientifico: Tabebuia chrysotricha Família: Bignoniáceas Luminosidade: sol pleno Porte: Pode chegar a 8 metros de altura Clima: quente e úmido Copa: rala, com diâmetro um pouco maior que a metade da altura Propagação: Sementes Solo: fértil e bem drenado Onde podemos encontrar? No Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Alagoas, Sergipe, Perna mbuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Maranhão, Piauí, e também na Argentina. 3
  4. 4. Nome popular: Características: É fruta pequena, araça-boi ou arredondada, com sementes, cuja polpa varia de cor dependendo da espécie. Araçá- Porte: A árvore é de pequeno porte, 2 a 3 m. Tronco: Tronco tortuoso e liso com casca castanho-avermelhada que troca Vermelho todos os anos. Família: Myrtaceae Utilização: Madeira para construção civil, cabo para ferramentas, lenha enome cientifico: Psidium cattleianum carvão. Seus frutos são comestíveis e atrativos para fauna. Época de coleta de sementes: Outubro a março. Coleta de sementes: Diretamente do chão, após a queda do fruto maduro. Fruto: Os frutos, são parecidos a pequenas goiabas, com casca fina com 1,5 a 4 cm, são doces, levemente ácidos e aromáticos. Plantio: Mata ciliar, área aberta, solo degradado. Onde podemos encontrar? Principalmente na Bahia e no Rio Grande do Sul 4
  5. 5. Nome popular: pinheiro ou Curiosidade: São excelentes plantas a serem cultivadas como árvores orientaisAraucária de bandeja ou pote, em estilo bonsai oriental, conforme as antigas tradições da China e do Japão. Onde podemos encontrar? Ilhanome cientifico: Araucária Norfolk, sudeste da Austrália,Argentina, Chile, e sul do Brasil. angustifolia Familia: Araucariáceas Origem: Brasil Solo: Fértil e bem drenados. Porte: Possuem altitudes que podem variar entre 25 e 50 metros e troncos com 2 metros de espessura. Semente: As sementes germinam logo após o contato com a terra, sua viabilidade é de apenas seis semanas . Apenas 0,05% das sementes sobrevivem e germinam. Reino: Plantae Idade: Sua vida se estende em média de 200 a 300 anos, e pode chegar até a 500 anos. Classe: Pinopsida 5
  6. 6. Nome popular: Tamboril, Orelha de onça, Orelha de negro e Família: Leguminosae-Mimosoideae Utilização: madeira utilizada para fabricação de pequenos barcos e canoas, compensados Timbaúva e caixas. Coleta de sementes: diretamente da árvore Época de coleta de sementes: abril a agosto nome cientifico: Enterolobium Fruto: preto, seco indeiscente, com forma de orelha ou rim, contendo várias sementes contortisiliquum por frutos, possuindo 8 cm de comprimento. Plantio: mata ciliar, área aberta, solo degradado. Porte: A Timbaúva pode medir de 20 a 35 metros de altura e de 80 a 160 de diâmetros de tronco. Luminosidade: Essa espécie deve ser cultivada sob pleno sol. Solo: Em solo fértil, preferencialmente úmido e irrigado no primeiro ano de implantação Onde podemos encontrar? Pará, Maranhão, Piauí, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul. 6
  7. 7. Nome popular: Aonde podemos encontrar? MatoErva- Mate Grosso do Sul, São Paulo,Rio Grande do Sul, Paraguai e Argentina. nome cientifico: Ilex Porte: 4 a 8 m de altura, dotada de paraguariensis tronco curto de cerca de 40 cm de diâmetro. Folhas: Suas folhas são simples, e tem de 8 a 10 cm de comprimento por 3 a 4 cm de largura. Habitat: Em matas de altitude (400 a 800 m de altitude), Utilidade: Apesar de possuir madeira branca de boa resistência, sua principal utilidade está nas suas folhas amplamente utilizadas no preparo do �chá-mate� e do �chimarrão�, muito consumidos no sul do país e apreciado pelos indígenas da região há séculos. O mate já é conhecido e consumido hoje em todo o país e em quase todo o mundo. Família: Aquifoliaceae 7
  8. 8. Família: Fabaceae Nome popular: Origem: Brasil Porte: Podem atingir facilmente 30mGuapuruvu de altura Luminosidade: Deve ser cultivada sob sol pleno.nome cientifico: Schizolobium Solo: Em solo fértil, enriquecido com parahyba matéria orgânica e irrigado regularmente no primeiro ano após o plantio. Planta higrófita, prefere locais úmidos como as margens dos rios e é capaz de tolerar encharcamentos. Idade: Sua morte ocorre após cerca de 40 a 50 anos. Fruto: Os frutos amadurecem no outono e são vagens bivalvas Utilidade: A madeira do guapuruvu é pouco resistente, mas presta-se à confecção de embarcações tipo canoas exatamente pela leveza e facilidade de entalhe. Onde podemos encontrar? Principalmente, no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Curiosidade: É a árvore símbolo de Florianópolis. 8
  9. 9. Nome popular: Utilidade: É usada tradicionalmente como Pata-de- medicamento, e tem sido objeto de estudos no controle Vaca da diabetes. Família: Fabaceaenome cientifico: Bauhinia Porte: A pata de vaca é uma forficata pequena árvore que pode ter entre 5 e 9m de altura. Onde podemos encontrar? América do Sul, na Argentina, Brasil (Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul), Uruguai, Paraguai, Peru, e Bolívia. Flores: As flores podem ser brancas ou rosa, ocorrendo a floração de Abril a Maio. 9
  10. 10. Nome popular: Curiosidade: O nome vem da língua Tupi – “pi’tana” (avermelhado). Pitanga Porte: alcança 7m a 10m de altura Onde podemos encontrar? Minas Gerais até o Rio Grande do Sul emnome cientifico:Eugenia unifloa L. regiões de clima subtropical. Apesar de ser tipicamente brasileira, esta espécie atualmente pode ser encontrada na ilha da Madeira (Portugal), na América do Sul (Argentina, Bolívia, Guianas, Parag uai, Uruguai e Venezuela), América Central (incluindo Caribe), América do Norte (exceto Canadá) e África (Gabão, África do Sul e Madagascar). Solo: Se da bem em quase todo tipo de solo, incluindo os terrenos arenosos junto às praias Flores: As flores são brancas e pequenas, tendo utilidade melífera, ou seja são apreciada por abelhas na fabricação do mel. 10
  11. 11. Nome popular: Cedro Porte: circunferência a 1,30 m acima do solo: 6,80 m Altura: 30 metros diâmetro de copa: 27 m em torno altura da primeira fase de ramos: 1,50 mnome cientifico: Cedrela Utilização: É usada para paisagismo e sua odorata Meliaceae madeira é útil também. Idade: 150-200 anos. Onde podemos encontrar? No México na Colômbia, na Costa Rica e no Brasil. Madeira: Leve a moderadamente pesada (densidade média de 0,55 g/cm3), macia ao corte e notavelmente durável em ambiente seco. Quando enterrada ou submersa apodrece rapidamente. O alburno é branco ou rosado distinto do cerne. Fenologia: Floresce durante os meses de agosto-setembro. Seus frutos amadurecem com a árvore totalmente desfolhada durante os meses de junho-agosto. Produz anualmente grandes quantidades de sementes viáveis. 11
  12. 12. Onde podemos encontrar? No Brasil Nome popular: podemos encontrar em São Paulo, Rio Grande do Sul.Alecrim Porte: 15-25m. Tronco: O tronco é curto.nome cientifico: Holocalyx Folhas: As adultas tem cor verde escura, balansae tem de 7-15cm de comprimento. Fenologia: Floresce mais do que um vez por ano, porém com maior intensidade nos meses de outrubro-novembro. A maturação dos frutos ocorre predominantemente nos meses de dezembro-fevereiro. Família: Lamiaceae . Aplicações Medicinais: Combater as febres intermitentes e a febre tifóide. Uma tosse pertinaz desaparecerá com infusões de alecrim, que também se recomendam a todas as pessoas cujo estômago seja preguiçoso para digerir. 12
  13. 13. Nome popular: Família: Adoxaceae Sabugueiro Porte: Planta arbustiva, de 2 a 4 metros. Nomes: É tambem conhecido comoNome cientifico: Sambucus nigra Salbugueiro-Negro, Salbugueiro- Preto, Salbugueirinho, Salbu e Árvore da Música. Aplicações Medicinais: Acne, catarro, dor de cabeça, dor de garganta, febre, gripe, entre outras. Onde podemos encontrar? É nativa da Europa do norte da África, e no Brasil. Curiosidade: Foi facilmente conhecida no mundo todo pois é objeto de muitas lendas, folclore e superstições. Dizia a lenda que, de sua madeira foi feita a cruz onde Cristo morreu. 13
  14. 14. Nome popular: Porte: Até 6m de altura.Umbuzeiro Curiosidade: O nome vem da palavra tupi-guarani "y-mb-u", que significava nome cientifico: "árvore-que-dá-de-beber . Idade: O Umbuzeiro vive mais ou menos SpondiasTuberosa 100 anos. Fruto: Muito rico em vitamina C e com característico sabor azedinho, o umbu, além de ser consumido ao natural, é utilizado em preparos culinários, como sorvetes, geléias, doces e umbuzada, iguaria preparada com leite e açúcar, muito apreciada no nordeste. Família: Anacardiaceae Onde podemos encontrar? Nordeste brasileiro e Rio Grande do Sul. Fenologia: Floresce quase sempre um pouco antes das primeiras chuvas quando ainda sem folhas, ou no início das chuvas quando já enfolhada 14
  15. 15. Nome popular: Araticum Nome Científico: Annona coriacea Nome Científico: Annona coriacea Família: Annonaceae Fenologia: Floresce durante os meses de novembro-janeiro. Porte: Árvore de tamanho variável, podendo atingir até 7 m de altura Cultivo: Propaga-se por sementes ou por garfagem. Prefere clima quente, porém com pouca chuva e estação seca bem definida. Começa a produzir 3 anos após o plantio.Onde podemos encontrar? Matas do Norte até o Sul do Brasil. Utilidade: A polpa é comestível e muito apreciada, ao natural e na forma desucos, doces, sorvetes, geléias, licores e recheios na confecção de bolos e bombons. A planta éusada na medicina popular. Os frutos servem de alimento para muitos pássaros e animais 15 silvestres
  16. 16. Onde podemos encontrar? nativa de Trinidad e Tobago e das Regiões Centro e Norte da América do Sul, Venezuela e Brasil, predominantement e nos estados da região norte, em especial no Pará, Maranhão,Roraima e Rondônia, m as também encontra-se nos estados Nome do Piauí, Ceará, Bahia, Goiás, Tocantins, Dis trito Federal, Minas Gerais, Mato popular: Grosso, Acre, Rio de Janeiro e São Paulo. Nomes: É também conhecida como Buriti coqueiro- buriti, buritizeiro, miriti, muriti, muritim, m uruti, palmeira-dos-brejos, carandá- guaçu, carandaí-guaçu. Nome Utilização: -Seu fruto é uma fonte decientifico: Mauritia alimento privilegiada. Rico em vitamina A, B e C, ainda flexuosa fornece cálcio, ferro e proteínas. Consumido tradicionalmente ao natural, o fruto do buriti também pode ser transformado em doces, sucos, picolés, licores, sobremesas de paladar peculiares e na alimentação de animais. -Fornece palmito saboroso, fécula e-As folhas geram fibras usadas no artesanato, tais como bolsas, tapetes, toalhas de mesa, brinquedos e bijuterias madeira. 16
  17. 17. Nome popular: Características: Árvore de porte médio, Canela atingindo de 8 a 15 metros de altura por 40 cm de diâmetro. Casca pálida e sem pêlos; Folhas simples, opostas, ovadolanceolada,Nome cientifico: Cinnamomum contendo três nervuras salientes; zeylanicum-Breye apresentam consistência coriácea, e aspecto luzídio na página superior; Flores pequenas, branco-amareladas, formando pequenas panículas (Carriconde et al, 1995 in Silva, É. B da, 1997. Família: Lauráceas Origem: Ceilão, Birmânia, Índia Onde podemos encontrar? Natural das regiões Norte e Nordeste do Brasil. Nomes: Caneleira, caneleira-da-índia, caneleira-de-ceilão, cinamomo e pau-canela. Secagem da casca: Primeiramente em local sombreado e bem ventilado por 4 a 5 dias; em seguida é exposta ao sol, não muito intenso. Curiosidade: conhecida há mais de 2500 anos a.C. pelos chineses. Outros Idiomas: cinnamomi (latim), cinnamon (inglês), canela (espanhol), cannelle (francês), cannella (italiano) e zimt (alemão). 17
  18. 18. Nome popular:Açucará Onde podemos Nome cientifico: encontrar? sul do BrasilGleditschia amorphoides Família : Leguminosae- Caesalpinoideae Porte: até 20 metros. Utilização: O tronco é usado para fazer lenha, e seus frutos, que fornecem delícias quando nas mãos de doceiras experientes. Outros: coronilha e sucará. Grau de ameaça: Em perigo. 18
  19. 19. Nome popular: Porte: De 5 à 12 metros de Mamica-de-cadela altura.nome cientifico: Zanthoxylum rhafolium Folhas: escuras, mas mais claras no interior. Curiosidades: Tem esse nome (mamica-de-cadela) , pois o seu tronco tem pequenos espinhos que lembram isso. Fenologia: Floresce na primavera e frutifica no verão. Onde podemos encontrar? Venezuela, Colombia, Equado r, Paraguai, Argentina, e em todo o Brasil, mas principalmente no RS. 19
  20. 20. Espécie: Ficus doliaria Nomes: cerejeira, doliária, figueira, figueira- branca, figueira-brava, figueira-grande,gameleira, nome popular: gameleira-de-cansaço, gameleira-de-pinga, gameleira-de-purga, guaporé, ibapoi, pau-bicho-Figueira amarelo, gameleira-branca,Figueira brava, figueira, mata pau, figueira mata pau Distribuição: do Amazonas até o Paraná, passando pelos estados centrais do Brasil Reino: Plantaenome cientifico: Ficus Divisão: Magnoliophyta Classe: Magnoliopsida carica Ordem: Rosales Família: Moraceae Gênero : Ficus Cultivo: As figueiras podem ser cultivadas de duas formas principais: por semeadura e por estaquia. Porte: Árvore perene com copa densa podendo chegar a mais de 20 m de diâmetro. Alcança de 8 a 20 metros de altura, com tronco dotado de sapopemas basais de 90 a 180 cm de diâmetro. Possui folhas pecioladas, glabras, grossa, coriáceas, com a lâmina foliar elíptica, oblonga ou ovada de 10 a 20 cm de comprimento por 6 a 10 cm de largura. Utilidade: Madeira usada para miolo de portas e painés, caixotaria leve, confecção de chapas e folheados. Os frutos são consumidos por morcegos e outros animais. Proporciona ótima sombra, sendo utilizada na arborização de grandes áreas urbanas e rurais. Indicada para recomposição de áreas degradadas e matas ciliares. Florescimento: Setembro a outubro Frutificação: Dezembro a janeiro 20
  21. 21. Espécies mais frequentes na arborização de Porto Alegre:EXTREMOSA * Lagerstroemia - 19,50 LIGUSTRO * Ligustrum japonicum - 18,64JACARANDÁ Jacaranda mimosiifolia - 10,75 IPÊ-ROXO Tabebuia avellanedae - 3,10 BRAQUIQUITO Brachychyton populneum - 4,12 TIPUANA tipa - 1,67 CINAMOMO Melia azedarach - 6,57 IPÊ-AMARELO Tabebuia chrysotricha – 2,56 SIBIPIRUNA Caesalpinia peltophoroides - 1,58 21
  22. 22. Helena Menna Barreto Wildner Prof. Adriana Boeck 4º ano – Turma B Fontes de pesquisa: -Portal São Francisco (http://www.portalsaofrancisco.com.br) - Wikipédia (http://www.wikipedia.org/) -Arvores do 4B (http://arvoresdo4b.blogspot.com/) -VivaTerra (www.vivaterra.org.br) -Livros: *Flora e Fauna do Rio Grande do Sul. *Atlas Ambiental de Porto Alegre – UFRGS – PMPA –INPE . Editora: Editora da Universidade Federal do RioGrande do Sul. (coordenador geral da criação do livro: Menegat, Rualdo. E coordenadores ajudantes: Porto, Maria Luiza, Carraro, Clovis Carlos, Fernandes, Luiz Alberto.) 22

×