A célula Morfologia  Funções EE 19 de Julho – Profª Elisa
Membrana Plasmática <ul><li>Constituindo uma película muito fina, elástica e lipoprotéica, a membrana plasmática participa...
A permeabilidade da membrana plasmática <ul><li>A membrana plasmática não isola totalmente a célula do meio exterior. A cé...
A permeabilidade da membrana plasmática <ul><li>Transporte passivo  – sem consumo de energia </li></ul><ul><ul><li>O trans...
Transporte passivo <ul><li>Difusão ou difusão simples </li></ul><ul><ul><li>Movimento aleatório de partículas ( íons ou mo...
Transporte passivo <ul><li>Difusão facilitada </li></ul><ul><ul><li>Durante a difusão facilitada algumas moléculas, como a...
Transporte passivo <ul><li>Osmose </li></ul><ul><li>Na osmose, um caso particular de difusão, ocorre um fluxo espontâneo a...
Efeitos da osmose
Transporte ativo <ul><li>Transporte Ativo </li></ul><ul><ul><li>Nesse tipo de transporte há o gasto de energia (na forma d...
ENDOCITOSE E EXOCITOSE <ul><li>Enquanto na endocitose as substâncias entram nas células, existe um processo inverso: a exo...
Fagocitose <ul><li>Processo por onde as células amebóides ou os fagócitos envolvem partículas sólidas e as ingerem. É util...
Pinocitose <ul><li>Neste caso, as vesículas são de pequenas dimensões e a célula ingere moléculas solúveis que, de outro m...
Parede Celular <ul><li>Processo por onde as células amebóides ou os fagócitos envolvem partículas sólidas e as ingerem. É ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Citologia parte II

2,386
-1

Published on

Published in: Education
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,386
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
49
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Citologia parte II

  1. 1. A célula Morfologia Funções EE 19 de Julho – Profª Elisa
  2. 2. Membrana Plasmática <ul><li>Constituindo uma película muito fina, elástica e lipoprotéica, a membrana plasmática participa ativamente do metabolismo celular, selecionando, em certos casos, as substâncias que entram e saem da célula, de acordo com suas necessidades. </li></ul><ul><li>A membrana plasmática é composta por duas camadas de lipídios e moléculas de proteínas encaixadas entre estas camadas. </li></ul><ul><li>Algumas proteínas da membrana teriam papel enzimático, podendo, inclusive, alterar a sua forma e, assim, abrir ou fechar uma determinada passagem, permitindo ou impedindo o fluxo de certas substâncias. </li></ul>
  3. 3. A permeabilidade da membrana plasmática <ul><li>A membrana plasmática não isola totalmente a célula do meio exterior. A célula precisa adquirir substâncias do meio externo, assim como precisa eliminar os resíduos de seu metabolismo. </li></ul><ul><ul><li>Nesse processo, a membrana exerce um grande controle sobre as substâncias que devem entrar ou sair da célula.Podemos distinguir dois tipos fundamentais de transporte: passivo e ativo. </li></ul></ul>
  4. 4. A permeabilidade da membrana plasmática <ul><li>Transporte passivo – sem consumo de energia </li></ul><ul><ul><li>O transporte passivo não exige consumo de energia no nível da membrana. A membrana, nesse caso, permite a livre passagem de substâncias, não apresentando caráter seletivo. São exemplos de transporte passivo a difusão, a difusão facilitada e a osmose. </li></ul></ul>
  5. 5. Transporte passivo <ul><li>Difusão ou difusão simples </li></ul><ul><ul><li>Movimento aleatório de partículas ( íons ou moléculas) de uma região de maior concentração para outra de menor concentração </li></ul></ul>
  6. 6. Transporte passivo <ul><li>Difusão facilitada </li></ul><ul><ul><li>Durante a difusão facilitada algumas moléculas, como a glicose, são ajudadas por proteínas que facilitam a entrada dessas substâncias. Tornando um processo de difusão mais rápida que a difusão simples. </li></ul></ul>
  7. 7. Transporte passivo <ul><li>Osmose </li></ul><ul><li>Na osmose, um caso particular de difusão, ocorre um fluxo espontâneo apenas do solvente, do meio menos concentrado em soluto para o meio mais concentrado. </li></ul>
  8. 8. Efeitos da osmose
  9. 9. Transporte ativo <ul><li>Transporte Ativo </li></ul><ul><ul><li>Nesse tipo de transporte há o gasto de energia (na forma de ATP) e ocorre contra um gradiente de concentração, isto é, as substâncias serão deslocadas de onde estão pouco concentradas para onde sua concentração já é alta. O exemplo clássico de transporte ativo é a BOMBA DE SÓDIO E POTÁSSIO. </li></ul></ul>ATP Na+ K+
  10. 10. ENDOCITOSE E EXOCITOSE <ul><li>Enquanto na endocitose as substâncias entram nas células, existe um processo inverso: a exocitose. </li></ul><ul><li>Depois de endocitado, o material sofre transformações sendo os produtos resultantes absorvidos através da membrana do organito e permanecendo o que resta na vesícula de onde será posteriormente exocitado. </li></ul><ul><li>A exocitose permite, assim, a excreção e secreção de substâncias. </li></ul><ul><li>Esses dois processos consomem energia. </li></ul>
  11. 11. Fagocitose <ul><li>Processo por onde as células amebóides ou os fagócitos envolvem partículas sólidas e as ingerem. É utilizado pelos leucócitos quando detectam corpos estranhos dentro do organismo. </li></ul>
  12. 12. Pinocitose <ul><li>Neste caso, as vesículas são de pequenas dimensões e a célula ingere moléculas solúveis que, de outro modo, teriam dificuldades em penetrar a membrana. O mecanismo pinocítico envolve gasto de energia e é muito seletivo para certas substâncias, como os sais, aminoácidos e certas proteínas, todas elas solúveis em água. </li></ul>
  13. 13. Parede Celular <ul><li>Processo por onde as células amebóides ou os fagócitos envolvem partículas sólidas e as ingerem. É utilizado pelos leucócitos quando detectam corpos estranhos dentro do organismo. </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×