Criterios para escolha de periodicos internacionais para publicacao

4,342 views
4,281 views

Published on

Trata-se de palestra sobre recursos disponiveis na Internet para a selecao de periodicos internacionais para publicacao cientifica. Metricas como fator de impacto, indice de imediatividade, indice H, SNIP, meia vida, entre outras metricas sao descritas. Bases de dados referenciais como Scopus, JCR, Scielo, Latindex e, mais recentemente a CWTS Journal Indicators sao apresentadas.

Published in: Education

Criterios para escolha de periodicos internacionais para publicacao

  1. 1. Elisabeth Adriana Dudziak 2010 Critérios de Seleção de Periódicos para envio de artigos
  2. 2. Sumário <ul><li>Como avaliar a ciência e a pesquisa? </li></ul><ul><li>Critérios CNPq / CAPES </li></ul><ul><ul><li>Autores </li></ul></ul><ul><ul><li>Periódicos </li></ul></ul><ul><li>Por que publicar? </li></ul><ul><li>Onde publicar? </li></ul><ul><ul><li>Critérios de qualidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Bases de Dados que avaliam periódicos </li></ul></ul>
  3. 3. Como avaliar a ciência e a pesquisa? <ul><li>Impacto gerado na sociedade e na economia </li></ul><ul><ul><li>Relevância </li></ul></ul><ul><ul><li>Pertinência </li></ul></ul><ul><li>Avanço no conhecimento científico </li></ul><ul><ul><li>Meio acadêmico </li></ul></ul><ul><ul><li>Redes de pesquisadores </li></ul></ul><ul><ul><li>Agências de fomento (CAPES, CNPq, FAPESP) </li></ul></ul>
  4. 4. Por que publicar? <ul><li>Publicar para: </li></ul><ul><ul><li>Dar visibilidade à pesquisa </li></ul></ul><ul><ul><li>Analisar tendências da ciência e da tecnologia </li></ul></ul><ul><ul><li>Avaliar o desempenho dos pesquisadores </li></ul></ul><ul><ul><li>Avaliar a instituição por meio de sua produção </li></ul></ul><ul><ul><li>Avaliar o impacto da pesquisa na comunidade científica </li></ul></ul><ul><ul><li>Auxiliar na definição de normas, políticas e investimentos </li></ul></ul><ul><ul><li>Quantificar e qualificar a ciência por meio de métricas e estudos bibliométricos </li></ul></ul>
  5. 5. Como avaliar a ciência e a pesquisa? Critérios CNPq e CAPES <ul><li>Periódicos </li></ul><ul><ul><li>Credibilidade de informações </li></ul></ul><ul><ul><li>Origem dos autores </li></ul></ul><ul><ul><li>Origem dos dados </li></ul></ul><ul><ul><li>DOI </li></ul></ul><ul><ul><li>Fator de impacto do periódico </li></ul></ul><ul><ul><li>Outros índices </li></ul></ul>
  6. 6. Onde Publicar? <ul><li>Vários fatores a considerar </li></ul><ul><li>É necessário elaborar estratégias de investigação para: </li></ul><ul><ul><li>Aprofundar o conhecimento sobre os temas e </li></ul></ul><ul><ul><li>Descobrir e eleger as publicações mais apropriadas. </li></ul></ul>                                                                  
  7. 7. Como eleger bons Títulos <ul><ul><li>Critérios de qualidade </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Corpo editorial </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Periodicidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Conteúdo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>ISSN – registro internacional </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sistema de arbitragem (peer-review) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>DOI (Digital Object Identifier) </li></ul></ul></ul>I <ul><ul><ul><li>Métricas bibliográficas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Baseadas em citações </li></ul></ul></ul>
  8. 8. Citações em Bases de Dados Internacionais <ul><ul><ul><ul><li>Índices e Citações </li></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Fator de Impacto </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Índice H </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Índice de Imediaticidade </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Meia vida </li></ul></ul></ul></ul></ul><ul><ul><ul><ul><ul><li>Índice de Influência do artigo </li></ul></ul></ul></ul></ul>
  9. 9. Fator de impacto Cálculo <ul><li>MEDE QUANTAS VEZES UM ARTIGO FOI CITADO (em relação ao total de artigos) </li></ul><ul><li>Fator de impacto (2006) = # nº de artigos citados em 2006 </li></ul><ul><li># nº de artigos publicados entre 2004 e 2005 </li></ul>I
  10. 10. Índice H <ul><li>MEDE QUANTAS VEZES UM AUTOR FOI CITADO </li></ul><ul><ul><li>Índice inventado pelo Prof. J. Hirsch </li></ul></ul><ul><ul><li>Quantos trabalhos foram publicados por determinado autor em dado período? </li></ul></ul><ul><ul><li>Com que freqüência cada trabalho foi citado? </li></ul></ul><ul><ul><li>Citações do autor ano a ano </li></ul></ul>I
  11. 11. Índice de Imediaticidade <ul><li>MEDE QUÃO IMEDIATAMENTE UM ARTIGO É CITADO LOGO APÓS TER SIDO PUBLICADO </li></ul>I
  12. 12. Meia vida <ul><li>MEDE QUANTOS ANOS DEPOIS UM ARTIGO AINDA É CITADO </li></ul>I
  13. 13. Pontuação Eigenfactor ( Eigenfactor Score) <ul><li>O Índice de Eigenfactor mede o número de vezes que os artigos da revista publicada nos últimos cinco anos têm sido citados no ano JCR. </li></ul><ul><li>Como o Fator de Impacto, o Índice de Eigenfactor é essencialmente uma relação entre número de citações ao número total de artigos. </li></ul>I
  14. 14. Ao contrário do Fator de Impacto, a pontuação do Eigenfactor: <ul><li>Conta as citações de revistas em ambas as ciências e ciências sociais. </li></ul><ul><li>Elimina a auto-citações. Todas as referências de um artigo em um jornal para outro artigo da mesma revista é descontado. </li></ul><ul><li>Os pesos de cada referência de acordo com uma medida estocástica da quantidade de tempo que os investigadores gastam lendo o jornal. </li></ul>I
  15. 15. SCImago Journal Rank <ul><li>SJR </li></ul><ul><ul><li>Mede o prestígio de uma revista (semelhante ao fator de impacto, mas procura normalizar o impacto considerando diferentes áreas de conhecimento) </li></ul></ul><ul><li>SNIP </li></ul><ul><ul><li>Calcula o prestígio contextualizado de uma revista (semelhante ao fator de impacto, mas considera o contexto da área de conhecimento). </li></ul></ul>
  16. 16. Pontuação de Influência do artigo ( Article Influence Score) <ul><li>Mede a importância relativa de uma revista a partir do número de artigos que aparecem no JCR. </li></ul><ul><li>Uma pontuação superior a 1,00 indica que cada artigo publicado na revista tem influência acima da média. </li></ul><ul><li>Uma pontuação inferior a 1,00 indica que cada artigo publicado na revista tem influência abaixo da média. </li></ul>I
  17. 17. <ul><li>Por que avaliar periódicos? </li></ul><ul><li>Identificar as revistas de especialidade com mais impacto na comunidade científica. </li></ul><ul><li>Identificar as revistas de especialidade mais citadas. </li></ul><ul><li>Identificar as revistas de especialidade mais salientes (“hot journals”), com maior visibilidade. </li></ul><ul><li>Analisar tendências       </li></ul>
  18. 18. Qual revista? Qual conferência? <ul><li>– Seu artigo será lido por profissionais da sua área? </li></ul><ul><li>Considerar as populaç ões alvos das revistas. </li></ul><ul><li>Informar-se sobre a abrangência dos artigos da </li></ul><ul><li>revista. </li></ul><ul><li>Considerar as áreas de trabalho dos membros dos </li></ul><ul><li>conselhos editoriais. </li></ul><ul><li>Ler artigos publicados pelas revistas candidatas. </li></ul>
  19. 19. Tema Tópico específico Artigo keywords Área Base de Dados 2 Base de Dados 1 Base de Dados n.. Base de Avaliação 1 Base de Avaliação 2 Base de Avaliação n.. Títulos Descobertos Títulos Eleitos I I I
  20. 21. <ul><li>&quot;high-performance computing&quot; </li></ul><ul><li>OR &quot;visual computing&quot; OR &quot;interactive media&quot; OR &quot;virtual reality&quot; OR &quot;information technology&quot; OR “computer graphics”    </li></ul>
  21. 22. Bases de Dados Journal Citation Report Índice Qualis Web of Science Journal Analyzer Fator H Índice SCImago Latindex Scielo CWTS Journal Indicators
  22. 24. Acesso pelo site da Divisão de Biblioteca da EPUSP aos Portais de Informação da USP e da CAPES
  23. 25. Acesso pela SIBiNet
  24. 26. Acesso pelo Portal CAPES
  25. 27. SCOPUS <ul><li>A base indexa </li></ul><ul><ul><li>18.000 títulos </li></ul></ul><ul><ul><li>16.500 revistas revisadas por pares (incluindo 1.200 revistas de acesso aberto) </li></ul></ul><ul><ul><li>600 publicações comerciais </li></ul></ul><ul><ul><li>350 séries de livros </li></ul></ul><ul><ul><li>3.6 milhões de trabalhos de conferências </li></ul></ul>
  26. 28. Acesso pelo Portal CAPES
  27. 36. ISI Web of Knowledge Web of Science JCR Outros recursos
  28. 38. “ pervasive computing”                                                                                                       
  29. 52. Exemplo de resultado de busca
  30. 53. <ul><li>OUTRAS FONTES DE DADOS </li></ul>
  31. 58. Acesso à Base SCImago. Clique sobre o slide
  32. 59. Exemplo de resultado de pesquisa comparando diferentes países
  33. 60. Latindex – Rede de Informações Revistas Científicas. Clique sobre o slide para acesso.
  34. 61. Redalyc – Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España e Portugal. Clique sobre o slide para acesso ao site
  35. 62. Qualis
  36. 63. <ul><li>Qualis é o resultado do processo de classificação dos veículos utilizados pelos programas de pós-graduação para a divulgação da produção intelectual de seus docentes e alunos. </li></ul><ul><li>Tal processo foi concebido pela CAPES para atender as necessidades específicas do sistema de avaliação e baseia-se nas informações fornecidas pelos próprios docentes que, a cada ano informam suas produções científicas. </li></ul><ul><li>Cada área de conhecimento tem seus próprios títulos e critérios de classificação. </li></ul><ul><li>http://qualis.capes.gov.br/webqualis/ </li></ul>Acesso ao Qualis. Clique sobre o endereço
  37. 65. Critérios utilizados em Engenharias IV
  38. 66. Scielo
  39. 67. Portal do SciELO. Clique sobre o Slide para acesso ao site.
  40. 69. Editoras <ul><li>Cada editora tem seus próprios critérios </li></ul><ul><li>Cada editora tem seus próprios procedimentos </li></ul><ul><li>Cada editora oferece orientações aos autores </li></ul>
  41. 70. AuthorMapper da Springer. Clique sobre o Slide para acesso ao site
  42. 71. Uma vez escolhido o periódico <ul><li>Ler alguns artigos para ter uma idéia da linha da publicação e tendências. </li></ul><ul><li>Estar atento ao corpo editorial. </li></ul><ul><li>Formatar o artigo de acordo com as instruções fornecidas. </li></ul>
  43. 72. Estrutura “típica” de um Trabalho Científico <ul><li>Introdução – localize a questão na literatura, contextualize. Justifique, Dê os objetivos ( o que, como e para que ) </li></ul><ul><li>Revisão de Literatura – levantamento bibliográfico e documental com análise da teoria: literatura relevante, argumentação com citação de autores. </li></ul><ul><li>Procedimentos Metodológicos – descreva como será feita a parte aplicada (pesquisa de campo ou pesquisa experimental): métodos, instrumentos, critérios de escolha. </li></ul><ul><li>Resultados – Os resultados são produto da parte aplicada. Devem ser apresentados gráficos, figuras, esquemas, dados numéricos devem ser tratados estatisticamente. </li></ul><ul><li>Discussão – Envolve reflexão. Relacionar causas e efeitos, deduzir e generalizar, elucidar contradições, confrontar com a teoria. </li></ul><ul><li>Conclusões - `Fechar` o trabalho de maneira sintética, salientando os principais avanços do trabalho. </li></ul>
  44. 73. Durante a redação... <ul><li>Escreva desde o início do projeto/artigo de acordo com as instruções de submissão de artigos e trabalhos. </li></ul><ul><li>Escreva todos os dias, mesmo que sejam pequenos trechos. </li></ul><ul><li>Revise para ver se não há erros de ortografia, erros de numeração dos tópicos, de numeração das tabelas e gráficos. </li></ul><ul><li>Verifique a coerência do que você escreve. Leia e releia sempre. </li></ul><ul><li>Ao deparar-se com uma informação, anote imediatamente para utilizar depois em seu texto. </li></ul><ul><li>Verifique as citações e as Referências a cada avanço. </li></ul>
  45. 74. <ul><li>Um bom texto deve ser : UNO, COERENTE, COESO. </li></ul><ul><li>UNIDADE : Interligação entre suas partes, que deverão convergir para um direcionamento único </li></ul><ul><li>COERÊNCIA : As idéias apresentadas devem ser coerentes e não contraditórias </li></ul><ul><li>COESÃO : Os elementos da frase devem estabelecer os nexos entre as partes do texto </li></ul><ul><li>FOCO: não se disperse em detalhes e outros assuntos que não sejam realmente importantes para o desenvolvimento de sua idéia. Retorne sempre ao que interessa </li></ul><ul><li>EQUILÍBRIO : evite escrever muito em uma parte e pouco em outra. É bom equilibrar o tamanho das partes. </li></ul><ul><li>O autor deve considerar o público leitor (quem são? Grau de entendimento do assunto, direção do assunto) </li></ul><ul><li>O autor deve considerar o contexto , transmitindo uma informação de forma clara e eficaz . O autor objetiva alcançar o entendimento e a compreensão do leitor. Para tanto, precisa contextualizar sua fala. </li></ul>
  46. 75. Procure Redigir... <ul><ul><li>em linguagem objetiva , suprimindo palavras desnecessárias (adjetivos e advérbios) . </li></ul></ul><ul><ul><li>evitando a repetição de frases inteiras do texto original (a serem sintetizadas e não transcritas). </li></ul></ul><ul><ul><li>respeitando a ordem em que as idéias ou fatos são apresentados. </li></ul></ul><ul><ul><li>Tendo em mãos dicionários para checagem de significado e de grafia </li></ul></ul><ul><ul><li>Utilizando frases pouco extensas </li></ul></ul><ul><ul><li>Utilizando terminologia específica </li></ul></ul><ul><ul><li>Ordem direta das frases </li></ul></ul><ul><ul><li>Linguagem denotativa </li></ul></ul><ul><ul><li>Fontes de referência atuais, de preferência periódicos </li></ul></ul>
  47. 76. O Resumo <ul><ul><li>Deve responder a duas perguntas: </li></ul></ul><ul><ul><li>O que o autor pretende demonstrar? </li></ul></ul><ul><ul><li>De que trata o texto ? </li></ul></ul><ul><ul><li>Portanto, devem constar do RESUMO : </li></ul></ul><ul><ul><li>O assunto do texto </li></ul></ul><ul><ul><li>O objetivo do texto </li></ul></ul><ul><ul><li>A articulação das idéias </li></ul></ul><ul><ul><li>As conclusões do autor do texto objeto do resumo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Dúvidas? Procure seus professores e as bibliotecárias ! </li></ul></ul>
  48. 77. Capa da publicação online Diretrizes para apresentação de Dissertações e Teses 2006.
  49. 78. Elisabeth Adriana Dudziak 2010 Obrigada

×