Your SlideShare is downloading. ×
0
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
funções organicas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

funções organicas

6,281

Published on

introdução as funções organicas

introdução as funções organicas

Published in: Business, Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
6,281
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
56
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA PAULA SOUZA ETEC PEDRO D’ARCÁDIA NETO
    • 2. Funções orgânicas;
    Elias Fernando Daniel - Farmacêutico Industrial Blog Farmacêutico Virtual >>> http://eliiasdaniel.blogspot.com/
  • 2.
    • Mistura é um sistema constituído de duas ou mais espécies químicas diferentes.
    • Soluções  São misturas homogêneas de dois ou mais componentes (substâncias).  
    Introdução Mistura e Soluções
  • 3. Mistura
    • Mistura é um sistema constituído de duas ou mais espécies químicas diferentes.
    • 1) homogêneas
    • 2)heterogênas
    CLASSIFICAÇÃO DAS MISTURAS
  • 4.
    • 1) Misturas Homogêneas  -
    • Apresentam as mesmas propriedades em qualquer parte  do sistema.
    • - Pontos de fusão e ebulição, densidade, etc.. 
    • São sistemas monofásicos. Uma única fase.
    • Ex: água + álcool; água + sal
    •    
  • 5. Misturas homogêneas Nome Componentes principais Amálgama Mercúrio (Hg) + Prata (Ag) + Estanho (Sn) Vinagre Água (H 2 O) + ácido acético (CH 3 COOH) Latão Cobre (Cu) + zinco (Zn) Bronze Cobre (Cu) + estanho (Sn) Aço Ferro (Fe) + carbono (C) Álcool hidratado Etanol (CH 3 OH) + água (H 2 O)
  • 6. 2) Misturas Heterogêneas
    • Não apresentam as mesmas propriedades em qualquer parte do sistema. 
    • - São sistemas polifásicos. Possuem mais de uma fase
  • 7. O leite é considerado uma mistura heterogênea. Aspecto homogêneo a olho nu   Aspecto heterogêneo ao microscópio Copo de leite   Líquido branco com gotículas de gordura
  • 8.
    • Solução:
    • É uma mistura homogênea composta de dois ou mais componentes que consiste de:
  • 9. Solvente: É o componente da solução que se apresenta em maior quantidade. Freqüentemente, mas não necessariamente, ele é a água, o que caracteriza uma solução aquosa. Soluto: Este é o componente que se apresenta em menor quantidade. É a substância que se dissolve no solvente. Solução
  • 10.
    • Exemplo: O sulfato de cobre é solúvel na água
    Solução
  • 11. Classificação das Soluções
    • Quanto ao estado físico:
    • Quanto a natureza do soluto:
    • Quanto à relação entre soluto e solvente:
  • 12. Classificação das Soluções A) Quanto ao estado físico:
    • Soluções sólidas: aço, ouro 18 quilates, bronze, etc.
    • Soluções líquida: soro fisiológico, alcool comercial, vinagre, etc.
    • Soluções gasosas: ar atmosférico, etc.
  • 13. Tipos de Soluções Solução Soluto Solvente Exemplo Sólida Sólido Sólido Liga metálica Cu – Ni Líquido Sólido Hg em Cu (amálgama de cobre) Gasoso Sólido dissolvido em Ni Líquida Sólido Líquido NaCl em Líquido líquido Álcool em Gasoso Líquido dissolvido em Gasosa Sólido Gasoso Poeira no ar atmosférico Líquido Gasoso Água no ar atmosférico Gasoso Gasoso Ar atmosférico
  • 14. Soluções sólidas
    • O s componentes dessas soluções estão no estado sólido à temperatura ambiente, essas soluções são também chamadas de ligas.
    • Exemplos: liga de cobre (Cu) e níquel (Ni) (Cupro-níquel), o soluto é o níquel e o solvente é o cobre. Bronze: cobre e estanho (Sn); Ouro 18 K : ouro, cobre e prata; Aço: ferro e carbono; Latão: cobre e zinco;
    A liga de bronze (Cu + Sn) é usada na fabricação de sinos.
  • 15. Soluções Líquidas Nessas soluções, pelo menos um dos componentes está no estado líquido, as partículas se encontram dispostas próximas umas das outras, caracterizando o estado líquido. Ex: - açucar (soluto) e água (solvente).  - álcool (soluto) e água (solvente).  - oxigênio (soluto) e água (solvente).
  • 16.
    • SOLUÇÃO GASOSA
    • Todos os componentes se encontram no estado gasoso, elas têm a estrutura típica dos gases, mas com uma diferença, as moléculas na solução não são todas iguais.
    • Exemplos: o ar atmosférico é uma solução gasosa formada basicamente pelos gases nitrogênio (N 2 ) e gás oxigênio (O 2 ); GLP : propano e butano; Gás natural: metano e etano;
  • 17. Classificação das Soluções B) Quanto a natureza do soluto:
    • Soluções eletrolíticas:
    • São aquelas em que o soluto é um composto iônico.
    • Exemplo: água + sal de cozinha.
    • Soluções moleculares, não-eletroliticas:
    • São aquelas em que o soluto é um composto molecular.
    • Exemplo: água + açúcar.
  • 18.  
  • 19. Classificação das Soluções B) Quanto a natureza do soluto:
    • Saturadas
    • Insaturadas:
    • Supersaturadas:
  • 20. Soluções saturadas
    • são aquelas que contém a máxima quantidade de soluto dissolvida em um volume fixo de solvente. Corresponde à quantidade determinada pelo coeficiente de solubilidade desta substância.
  • 21. Soluções Insaturadas:
    • O soluto está presente em quantidade menor que a determinada pelo coeficiente de solubilidade
  • 22. Soluções Supersaturadas:
    • São obtidas em condições especiais, quando o coeficiente de solubilidade é ultrapassado. Sendo assim, uma pequena agitação ou a introdução de um pequeno cristal de soluto vai precipitar o excesso de soluto. São instáveis, pois ultrapassam o limite máximo de solubilidade.
    • Consegue-se soluçòes supersaturadas fazendo-se acréscimo de soluto acima da saturação com aquecimento e processando-se um resfriamento sem perturbação do sistema
  • 23. Em química, são utilizados os termos “ CONCENTRADO” ou “DILUÍDO” para falar a respeito da quantidade de soluto presente na solução. Diluído significa que apenas uma pequena quantidade de soluto é dissolvida e concentrado significa que uma porção grande de soluto está presente na solução.
  • 24. Soluções Concentradas Contêm muito soluto em relação ao solvente. Exemplo: 300g de sal para 1L de água. Soluções Diluídas Contêm pouco soluto em relação ao solvente. Exemplo: 10g de sal para 1L de água.
  • 25. - MISTURAS, 2009. Disponivel em: http://www.virtualquimica.hpg.com.br/misturas.htm , acesso 20/10/2009 . - PROGRAMA NACIONAL DE VIGILANCIA EM SAÚDE AMBIENTAL, Relacionada a Qualidade da Água para consumo humano, Brasília, 2005. - BRASIL, MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de vigilância em saúde, coordenação geral de vigilância em saúde ambiental, PortariaMS nº 518/2004 Brasília, 2005 Bibliografia
  • 26. Obrigado!!!

×