Seminário (1)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
657
On Slideshare
657
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
32
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Atmosfera  O que é?  Importância?
  • 2. Histórico  Surgimento:
  • 3. Composição da atmosfera primitiva  Não havia oxigênio;
  • 4. O que aconteceu para que a composição da atmosfera variasse muito ao longo do tempo?  O vapor de água condensou, formando a chuva, diminuindo na atmosfera.  A chuva formou os oceanos que, consequentemente, dissolveu o CO2.  As moléculas de metano e de amoníaco foram destruídas pela radiação solar.
  • 5. Atmosfera há 2300 milhões de anos...  o nitrogênio molecular era o componente principal;  Vestígios de água, oxigênio e dióxido de carbono;
  • 6. Atmosfera Atual
  • 7. Elementos principais da atmosfera atual  Oxigênio (O2);  Azoto (N2);  Vapor d’água (H2O) ;  Dióxido de Carbono (CO2);
  • 8. Camadas da atmosfera  Troposfera - Vai do nível do mar até 12 km de altura;  Estratosfera - Do fim da troposfera até 50 km acima do solo;  Mesosfera – Do final da estratosfera e vai até 80 km acima do solo; - Aeroluminescência ou luminescência atmosférica;  Termosfera – Do final da mesosfera e vai até 500 km do solo;  Exosfera - Vai do final da termosfera até 800 km do solo.
  • 9. Aeroluminescência ou luminescência atmosférica
  • 10. Aurora boreal
  • 11. Diferenças entre a Atmosfera primitiva e a Atmosfera atual • Começam a surgir com os aparecimentos dos primeiros organismos vivos capazes de realizar a fotossíntese; • Diminuição na concentração de CO2 na atmosfera;  Há cerca de 1500 milhões de anos a atmosfera tinha a composição atual;
  • 12. Referências  MENDONÇA, Lucinda Santos; DANTAS, Maria da Conceição; RAMALHO, Marta Duarte – Jogo de Partículas, Química A – Bloco 1 • 10.º ou 11.º ano, Lisboa, Texto Editores 2004.
  • 13. PROCESSOS QUÍMICOS DE INTERESSE NA ATMOSFERA
  • 14.  Um processo químico é qualquer operação ou conjunto de operações coordenadas que causam uma transformação física ou química em um material ou misturas de materiais  A química da atmosfera compreende tanto o ar não contaminado (apenas com seus constituintes químicos naturais) quanto o ar altamente poluído.  Assim, os processos químicos e as reações químicas que ocorrem na atmosfera são de extrema importância, pois podem afetar a saúde dos seres vivos e assim, dos ecossistemas.
  • 15. ALGUNS PROCESSOS IMPORTANTES NA ATMOSFERA  Formação e destruição do ozônio estratosférico  Fotoquímicos (fotossíntese)  Formação da chuva ácida  CO/CO2 atmosféricos  Destacam-se também as reações químicas na atmosfera envolvendo o nitrogênio e enxofre , além das reações ácido-base
  • 16. FORMAÇÃO DO OZÔNIO ESTRATOSFÉRICO  O ozônio estratosférico é extrema importância para a vida;  É produzido por uma reação fotoquímica (1) seguida de uma reação (2) que se desenvolve na presença de um terceiro elemento; O2 + hν → O + O (1) O + O2 + (N2 ou O2) → O3 + (N2 ou O2) (2)  Camada de ozônio
  • 17. DESTRUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO  Ozônio na estratosfera está constantemente sendo formado, decomposto e regenerado durante as horas de luz diurna;  Entretanto, emissões antropogênicas a partir de substâncias cloradas tem provocado a depleção do ozônio; X + O3 → XO + O2 XO + O → X + O2 O3 + O → 2O2 (reação global)  Efeitos prejudiciais para a vida humana;
  • 18. OZÔNIO TROPOSFÉRICO (“SMOG” FOTOQUÍMICO)  Inversão térmica  É a concentração de ozônio em baixas atmosferas (troposfera);  Relacionada a emissões antropogênicas de diferentes poluentes  Concentrações de COVs
  • 19. FOTOSSÍNTESE  A fotossíntese é o principal processo responsável pela manutenção do oxigênio na atmosfera.  A fotossíntese transforma dióxido de carbono e água em oxigênio e açúcar. 6CO2 + 12H2O + energia C→ 6H12O6 + 6H2O + 6O2   Indispensável para a vida das plantas e dos animais
  • 20. O monóxido e o dióxido de carbono atmosféricos Processos químicos na Atmosfera Concentração Atividades antropogênicas Reações químicas Consequências
  • 21. Chuva Ácida CO2 Processos químicos na Atmosfera Formação H2O + SO2 + 1/2O2  H2SO4 H2O + CO2  H2CO3 2NO2 + 1/2O2 + H2O  2HNO3 SO2 NOx Ph Consequências
  • 22. Reações do nitrogênio atmosférico Processos químicos na Atmosfera 2NO2 + 1/2O2 + H2O  2HNO3 Reações do enxofre atmosférico Reações ácido-base na atmosfera N2 + hv  N + N H2S + 3/2O2  SO2 + H2O SO2 + O2  SO3 + O CO2 (g) + H2O  CO2 (aq) NO3 + 2CH2O + H  NH3 + 2CO2 + H2O
  • 23. Emissões Antropogênicas de CO2, NOx, SOx e CFC
  • 24. , Histórico O uso crescente de fontes fósseis de energia, como petróleo, carvão mineral e gás Revolução Industrial Potencial de impactos negativos, em função das emissões de gases Aumento da população mundial nos últimos 40 anos, a demanda de energia cresceu quase 80%.
  • 25. Dióxido de carbono Também conhecido como gás carbônico, é uma substância química formada por dois átomos de oxigênio e um de carbono. Sua fórmula química é CO2. Importância:  É um gás importante para o reino vegetal, pois é essencial na realização do processo de fotossíntese das plantas
  • 26. É um composto baseado em carbono que contenha cloro e flúor, responsável pela redução da camada de ozônio, e antigamente usado como aerossóis e gases para refrigeração, sendo atualmente proibido seu uso em vários países. Clorofluorcarboneto Estima-se que o CFC seja 15.000 vezes mais nocivo a camada de ozônio do que o dióxido de carbono (CO2).
  • 27. Consequências da poluição atmosférica: Efeito Estufa Consiste, basicamente, na ação do dióxido de carbono e outros gases sobre os raios infravermelhos refletidos pela superfície da terra, reenviando-os para ela, mantendo assim uma temperatura estável no planeta. Ao irradiarem a Terra, parte dos raios luminosos oriundos do Sol são absorvidos e transformados em calor, outros são refletidos para o espaço, mas só parte destes chega a deixar a Terra, em consequência da ação refletora que os chamados "Gases de Efeito Estufa" (dióxido de carbono, metano, clorofluorcarbonetos- CFCs- e óxidos de azoto) têm sobre tal radiação reenviando-a para a superfície terrestre na forma de raios infravermelhos.
  • 28. Degelo das calotas polares e a grandes alterações a nível topográfico e ecológico do planeta
  • 29. Diminuição da Camada de Ozônio Ao ser liberado na atmosfera o CFC se concentra na estratosfera (onde fica a camada de ozônio) e sofre uma reação chamada fotólise: quando submetido à radiação ultravioleta proveniente do sol o CFC se decompõe liberando o radical livre cloro (Cl) que reage com o ozônio decompondo-o em oxigênio gasoso (O2) e monóxido de cloro (OCl). O CFC se decompõe liberando o radical livre cloro (Cl): O cloro então reage com o ozônio formando oxigênio gasoso e monóxido de cloro: Cl + O3 -> O2< + OCl O monóxido de cloro reage novamente com o ozônio liberando mais duas moléculas de oxigênio gasoso e uma de cloro que reagirá novamente com o ozônio em um ciclo que se repete até que o cloro finalmente se una a uma substância mais densa que o leve para camadas mais baixas da atmosfera impedindo-o de reagir, ou então, com alguma substância com a qual forme uma ligação forte o suficiente para resistir a fotólise. OCl + O3 -> 2O2 + Cl
  • 30. Principais Conferências Ambientais Estocolmo - 1972 Rio de Janeiro - 1992 Protocolo de Kyoto - 1997 Rio + 20 - 2012