Your SlideShare is downloading. ×
Matematica 9 ef 3em
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Matematica 9 ef 3em

3,915
views

Published on


0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,915
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
69
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. DIVULGAÇÃO E APROPRIAÇÃO DOS RESULTADOS DO SAEPE CAEd - UFJF
  • 2. MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO – OBJETIVOS
    • Compreender o que é uma matriz de referência para avaliação.
    • Compreender a relação existente entre matriz curricular de ensino e matriz de referência para avaliação.
    • Compreender os descritores da Matriz de Referência.
  • 3. Matriz de Referência para Avaliação Conjunto de descritores conteúdo programático na área de conhecimento a ser avaliada nível de operação mental necessário para a aprendizagem Descritores originados do cruzamento entre conteúdos programáticos e as habilidades e competências cognitivas que lhes são próprias.
  • 4.  
  • 5.  
  • 6.  
  • 7.  
  • 8.  
  • 9.  
  • 10. ESPAÇO E FORMA
    • O estudo de espaço e forma é de fundamental importância para que o estudante desenvolva várias habilidades como percepção, representação, abstração, levantamento e validação de hipóteses, orientação espacial além de propiciar o desenvolvimento da criatividade.
    • O estudo desse domínio pode auxiliar a desenvolver habilidades como: localizar objetos, localizar ruas e cidades em mapas, identificar figuras geométricas e suas propriedades.
    • Essas competências são trabalhadas desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, permitindo que a cada ano de escolaridade os estudantes aprofundem e aperfeiçoem o seu conhecimento nesse domínio, desenvolvendo, assim, o pensamento geométrico necessário para solucionar problemas.
  • 11. D1 – Identificar a localização/movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas. Exemplo – 5º ano Ensino Fundamental
  • 12. D2 – Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais e tridimensionais, relacionando-as com as suas planificações. Exemplo – 9º ano Ensino Fundamental
  • 13. D5 – Resolver problema que envolva razões trigonométricas no triângulo retângulo (seno, cosseno, tangente). Exemplo – 3º ano Ensino Médio
  • 14. GRANDEZAS E MEDIDAS
    • O estudo de temas vinculados a esse domínio deve propiciar aos estudantes conhecer aspectos históricos da construção do conhecimento; compreender o conceito de medidas, os processos de medição e a necessidade de adoção de unidades-padrão de medidas
    • Resolver problemas utilizando as unidades de medidas; estabelecer conexões entre grandezas e medidas com outros temas matemáticos como, por exemplo, os números racionais positivos e suas representações.
    • Através de diversas atividades, é possível mostrar a importância e o acentuado caráter prático das Grandezas e Medidas, para poder, por exemplo, compreender questões relacionadas aos Temas Transversais, além de sua vinculação a outras áreas de conhecimento, como as Ciências Naturais (temperatura, velocidade e outras grandezas) e a Geografia (escalas para mapas, coordenadas geográficas).
  • 15. D11 – Resolver problema envolvendo o cálculo do perímetro de figuras planas, desenhadas em malhas quadriculadas ou não. Exemplo – 5º ano Ensino Fundamental
  • 16. D15 – Resolver problema utilizando relações entre diferentes unidades de medida. Exemplo – 9º ano Ensino Fundamental
  • 17. NÚMEROS, OPERAÇÕES E ÁLGEBRA
    • Esse domínio envolve, além do conhecimento dos diferentes conjuntos numéricos, as operações e suas aplicações à resolução de problemas. As operações aritméticas estão sempre presentes em nossas vidas.
    • Além de números e operações, esse domínio também envolve o conhecimento algébrico que requer a resolução de problemas por meio de equações, inequações, funções, expressões, cálculos entre muitos outros. O estudo da álgebra possibilita aos estudantes desenvolver, entre outras capacidades, a de generalizar.
  • 18. D24 – Resolver problema envolvendo noções de porcentagens (25%, 50%, 100%). Exemplo – 5º ano Ensino Fundamental
  • 19. D30 – Resolver problema que envolva equação do 1º grau. Exemplo – 9º ano Ensino Fundamental
  • 20. D20 – Analisar crescimento/decrescimento, zeros de funções reais apresentadas em gráficos. Exemplo – 3º ano Ensino Médio
  • 21. TRATAMENTO DA INFORMAÇÃO
    • O estudo de Tratamento da Informação é de fundamental importância nos dia de hoje, tendo em vista a grande quantidade de informações que se apresentam no nosso cotidiano.
    • Na Matemática, alguns conteúdos são extremamente adequados para “tratar a informação”. A Estatística, por exemplo, cuja utilização pelos meios de comunicação tem sido intensa, utiliza-se de gráficos e tabelas.
    • A combinatória e o estudo de probabilidade também são tratados nesse domínio pois são conteúdos que permitem que os estudantes desenvolvam habilidades necessárias para trabalhar com dados e interpretar informações.
  • 22. D25 – Ler informações e dados apresentados em tabelas. Exemplo – 5º ano Ensino Fundamental
  • 23. D37 – Resolver problema envolvendo informações apresentadas em tabelas e/ou gráficos. Exemplo – 9º ano Ensino Fundamental
  • 24. D31 – Resolver problema de contagem usando o princípio multiplicativo ou noções de permutação simples, arranjo simples e/ou combinação simples. Exemplo – 3º ano Ensino Médio
  • 25. REGISTRE O QUE APRENDEU
    • Como é constituída uma Matriz de Referência para avaliação?
    • Para que servem os descritores?
    • Quais os objetivos de uma Matriz de Referência?
  • 26. Teste de proficiência
    • Objetivo de cada item: avaliar uma única habilidade apresentada pelo descritor na Matriz de Referência.
  • 27. A estrutura do item
  • 28. ROTEIRO BÁSICO PARA ELABORAÇÃO DE ITENS
  • 29.  
  • 30.  
  • 31. Exemplo de Item com suporte
  • 32. Exemplo de Item sem suporte
  • 33.  
  • 34.  
  • 35. Atividade prática
    • Elaboração de itens.
    • A seguir, você encontrará alguns suportes para a realização de sua tarefa. Para realizá-la, percorra os passos apresentados nesta seção.
    • Escolha um descritor e elabore um item com o suporte dado.
  • 36.  
  • 37.  
  • 38.  
  • 39. CONCLUSÃO
  • 40. ANÁLISE DOS RESULTADOS
  • 41.  
  • 42. COMPETÊNCIA: Identificar figuras geométricas e suas propriedades
  • 43. COMPETÊNCIA: Identificar figuras geométricas e suas propriedades
  • 44. COMPETÊNCIA: Medir grandezas
  • 45. COMPETÊNCIA: Medir grandezas
  • 46. COMPETÊNCIA: Realizar e aplicar operações
  • 47. COMPETÊNCIA: Realizar e aplicar operações
  • 48. COMPETÊNCIA: Ler, utilizar e interpretar informações apresentadas em tabelas e gráficos.
  • 49. COMPETÊNCIA: Ler, utilizar e interpretar informações apresentadas em tabelas e gráficos.
  • 50. 5º ano EF 9º ano EF 3º ano EM
  • 51. Itens de Matemática 4ª série / 5º ano Ensino Fundamental
  • 52. Quadro das Categorias de Desempenho e Nível de Proficiência
  • 53. Até 150 pontos – Elementar I Neste nível, os estudantes da 4ª série/5° ano do Ensino Fundamental, conseguem: • Resolver problemas de cálculo de área com base na contagem das unidades de uma malha quadriculada e, apoiados em representações gráficas, reconhecem a quarta parte de um todo. • Reconhecer a forma de círculo.
  • 54. De 150 até 200 – Elementar II O item tem por objetivo avaliar a habilidade que o estudante tem de reconhecer e utilizar características do Sistema de Numeração Decimal, principalmente, com relação ao valor posicional. De 150 até 175
  • 55. De 150 até 200 – Elementar II Nesse item busca-se avaliar a capacidade do estudante ler dados apresentados em uma tabela. De 175 até 200
  • 56. De 200 até 250 – Básico O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em localizar um objeto em uma representação gráfica, no caso uma malha quadriculada. De 200 até 225
  • 57. De 200 até 250 – Básico O item tem por objetivo avaliar a habilidade do estudante em reconhecer e utilizar características do Sistema de Numeração Decimal, tais como agrupamento e troca na base 10 e o princípio do valor posicional. De 200 até 225
  • 58. De 200 até 250 – Básico O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em resolver um problema de estrutura aditiva. De 200 até 225
  • 59. De 200 até 250 – Básico Esse item tem como objetivo verificar a habilidade do estudante em resolver um problema de multiplicação envolvendo números naturais, e contemplando a ideia de adição repetida. De 225 até 250
  • 60. De 200 até 250 – Básico Esse item tem como objetivo verificar a habilidade do estudante em resolver um problema de multiplicação envolvendo números naturais, e contemplando a ideia de adição repetida. De 225 até 250
  • 61. Acima de 250 – Desejável De 250 até 275 Com esse item pretende-se verificar se o estudante consegue identificar quantos triângulos aparecem em uma figura composta por cinco triângulos, um quadrado e um paralelogramo.
  • 62. Acima de 250 – Desejável De 250 até 275 O item avalia a capacidade de transformar unidades de medida, em particular estabelecer a relação entre metros e quilômetros.
  • 63. Acima de 250 – Desejável De 250 até 275 O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em reconhecer a planificação de um cubo a partir da percepção espacial.
  • 64. Itens de Matemática 8ª série / 9º ano Ensino Fundamental
  • 65. Quadro das Categorias de Desempenho e Nível de Proficiência
  • 66. Até 225 pontos – Elementar I De 200 até 225 O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em resolver um problema de estrutura aditiva.
  • 67. De 225 até 275 – Elementar II De 225 até 250 O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em resolver problema envolvendo informações apresentadas em um gráfico de colunas.
  • 68. De 225 até 275 – Elementar II De 250 até 275 O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em efetuar a conversão de registros de representação, sendo o registro de partida um gráfico de barras e o registro de chegada uma tabela.
  • 69. De 225 até 275 – Elementar II De 250 até 275 O item tem por objetivo avaliar a habilidade do estudante em determinar a hora de término de um evento, sendo dada a hora de início e a duração do evento.
  • 70. De 275 até 325 – Básico De 275 até 300 O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em resolver um problema simples envolvendo o princípio multiplicativo em uma situação de contagem.
  • 71. De 275 até 325 – Básico De 300 até 325 O objetivo desse item é avaliar se o estudante consegue identificar duas representações diferentes de um mesmo número racional.
  • 72. Acima de 325 – Desejável De 325 até 350 O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em identificar a inequação de 1º grau correspondente a um problema.
  • 73. Acima de 325 – Desejável De 350 até 375 O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em associar um ângulo de três quartos de volta à sua medida, ou seja, 270º.
  • 74. Itens de Matemática 3º ano – Ensino Médio
  • 75. Quadro das Categorias de Desempenho e Nível de Proficiência
  • 76. Até 250 pontos – Elementar I De 200 até 225 O item tem por objetivo avaliar a habilidade do estudante em resolver um problema articulando informações apresentadas em uma tabela.
  • 77. Até 250 pontos – Elementar I De 225 até 250 O objetivo desse item é avaliar se o estudante determina a medida do perímetro de um quadrado desenhado em malha quadriculada.
  • 78. De 250 até 300 – Elementar II De 250 até 275 Esse item tem como objetivo avaliar a habilidade do estudante em localizar um número negativo na reta numérica dos racionais, em que o zero não é apresentado.
  • 79. De 250 até 300 – Elementar II De 275 até 300 O item tem por objetivo avaliar a habilidade do estudante em determinar a probabilidade de ocorrência de um evento, representando-a na forma de fração.
  • 80. De 300 até 350 – Básico De 300 até 325 O item tem por objetivo avaliar a habilidade do estudante em efetuar a adição de números inteiros quando apresentados em uma tabela de saldo de gols.
  • 81. De 300 até 350 – Básico De 325 até 350 O item tem por objetivo avaliar a habilidade do estudante em reconhecer o gráfico de uma função polinomial de 1º grau associado à sua expressão algébrica.
  • 82. Acima de 350 – Desejável De 350 até 375 Esse item busca avaliar a habilidade do estudante em reconhecer a planificação de um prisma de base hexagonal.
  • 83. Acima de 350 – Desejável De 350 até 375 O item tem por objetivo avaliar a habilidade do estudante em resolver um problema modelado por uma equação do segundo grau.
  • 84. Acima de 350 – Desejável De 375 até 400 O objetivo desse item é avaliar a habilidade do estudante em determinar a medida da área de um losango, sendo fornecidas as medidas de suas diagonais.
  • 85. Acima de 350 – Desejável 400 pontos O item tem por objetivo avaliar a habilidade do estudante em resolver um problema envolvendo a ideia de função exponencial.
  • 86. Acima de 350 – Desejável 400 pontos O item tem por objetivo avaliar a habilidade do estudante em reconhecer o gráfico correspondente à expressão algébrica de uma função exponencial de base maior que a unidade.
  • 87.