Your SlideShare is downloading. ×

Aula Fraturas do colo do femur em adultos

13,647

Published on

Aula direcionada aos Residentes do Programa de Residencia Médica em Ortopedia e Traumatologia do HU-UFJF

Published in: Health & Medicine
2 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
13,647
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
2
Likes
9
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Aula Fraturas do colo do femur em adultos "

  1. 1. Dr. Elmano LouresPrograma de Residência Médica em Ortopedia eTraumatologia –HU UFJF
  2. 2. •Encurtamento discreto•Rotação externa e abdução•Dor e incapacidade funcionalAtenção para fraturas impactadas ou “ocultas “ :pacientes com pouca dor e que deambulam3 grupos de pacientes:1. Idosos osteoporóticos e traumas de baixaenergia : caiu porque quebrou ou quebrouporque caiu?2. Adultos jovens e traumas de alta energia3. Fraturas de stress em atletas
  3. 3. Kellogg Speed , 1934 NAV – 20% Pseudo artrose- 30% Reoperação – 20-30% Morte em 1 ano : 30%Bhandari et al, 2003,JBJSMeta análise 140 estudos NAV-9,7% Pseudo artrose-18,5% Reoperação- 10 a 48%pós-fixação e 0 a 24%pós –hemiartroplastia Morte em 1 ano: 20%pós-fixação e 23% póshemiartroplastia
  4. 4. Artéria do ligamento redondo é crucialna criança e quase sem importância noadulto e nos idosos
  5. 5. Principalsuprimento:Ramos dasartérias circunflexas mediale ,em menor grau, lateral•Penetram na capsulapróximo da inserçãofemoral•Perfuram o osso distal acartilagem articular
  6. 6. Ganz et al. JBJS Br 2000 ;82:679-683 : suprimento principal da cabeça na área de carga provemdos ramos terminais do tronco profundo da arteria circunflexa femoral medial
  7. 7. FRATURAS DO COLO DO FEMURQuanto a localização :• Sub capitais• Médio cervicais• Basi-cervicaisClassificação de GardenI- Impactada ouincompletaII- Completa , sem desvioIII- Parcialmente desviadaIV- Grandes desvios
  8. 8. IIIIIIIVGarden
  9. 9. •Boa função•Minimizar complicações•Diminuir índice de re-operações•Reduzir taxa de mortalidade
  10. 10. A idade cronológica pode não corresponder à idade biológicaFunções cognitivas devem ser cuidadosamente avaliadas
  11. 11. •Fraturas impactadas , as não desviadas e bem reduzidasem < 65 anos : redução anatômica fechada ou aberta + 3parafusos canulados•Fraturas desviadas bem reduzidas em jovens :reduçãoanatomica fechada ou aberta + 3 parafusos canulados•Fraturas basi-cervicais com traço vertical podem serfixadas com DHS +parafuso anti-rotacional•Fraturas instáveis e desviadas em pacientes > 65 anos :artroplastia bipolar , unipolar ou total dependendo daavaliação clínica individualizada•Artroplastia total na presença de degeneração articular ,colagenoses ou doença maligna
  12. 12. Redução anatômica ,o mais rápido possível
  13. 13. Os mesmos dilemas :Fixação interna ou artroplastia ?Artroplastia parcial ou total?Ontem : abordagem baseada no diagnósticodesvio significativo ou não (Garden)Século 21 : mudança de paradigmasHoje : abordagem baseada no pacienteidade e expectativa de vidaqualidade ósseaperfil individual de riscoestado cognitivoEUA : Artroplastia total para um número maior de pacientes
  14. 14. Indivíduos com funções cognitivas intactasDeambulador independenteATQ propicia melhores resultadosSwedish Multicenter Trial ,2002Scottish Group , 2004Indivíduos com disfunção cognitivaAlto índice de mortalidade( 50% @ 1 ano)Alta incidência de luxação protéticaUni ou Bipolar propicia melhores resultados
  15. 15. •Preferência mundial éa Hemiartroplastia bipolar•Estudos indicam que após 2-3anos as bipolares perdem suafunção e passam a tercomportamento de unipolar
  16. 16.  Acesso antero-lateral Acesso posterior com reparocapsular Técnica atraumática Cabeças 32 ou 36 mm. Cimentada x não cimentada xhibrida Alongar membro /tensão departes moles Cuidados na impacçãodo acetábulo* 1ª opção nas falhas dafixação interna* Principal preocupação :Incidência aumentada deluxações
  17. 17. Muito obrigado !Elmano Loures

×